Arquivo da categoria: Artigos

Artigos de filmes, séries, games e outras opiniões acerca do assunto.

Todos os easter eggs e detalhes no trailer de Halloween Kills

O mal está voltando para o cinema em novo filme.


A franquia Halloween, de inúmero filmes, parece ter finalmente se encontrado para finalizar toda a saga de Michael Myers e Laurie Strode (Jamie Lee Curtis). A Universal lançou o primeiro trailer de Halloween Kills: O Terror Continua, sequência e Halloween (2018), que segue os eventos diretos do que aconteceu há 40 anos em Halloween (1978).

John Carpenter não podia estar mais feliz, e disse em uma entrevista que Halloween Kills “é brilhante”. Ao que vimos no trailer, parece ser mesmo, e Michael Myers está seguindo seus passos em Halloween 2 – O Pesadelo Continua (1980), onde o assassino mata diversos inocentes. Neste novo filme, ele realmente está em seu ápice, e matará muito mais do que em seu antecessor.

Com o primeiro trailer já lançado, reunimos todos os easter eggs, referências e detalhes que você pode ter deixado passar. Confira a lista abaixo:


Sem tempo para descansar

Halloween-kills-trailer-1

Após Laurie queimar toda a casa com Michael ficando no porão, muitos acharam que o assassino tinha seu fim ali – se viram até o final dos créditos, sabia que ele não havia morrido -, mas ele é o mal encarnado e não um humano, como já dizia o Dr. Loomis (Donald Pleasence).

Halloween Kills se passará minutos depois do longa lançado em 2018, e a família Strode não terá tempo para descansar. O filme deixará o final em aberto para que o terceiro, Halloween Ends, finalize a saga.

Mais brutal

halloween-kills-trailer-2

Michael Myers é movido à raiva, e não se sabe o porquê deste ódio gigante contra às pessoas. Em toda a sua franquia, ele teve uma grande contagem de assassinatos, mas foi em Halloween (2018) que ele teve uma contagem maior. Halloween Kills tenta fazer com que o assassino faça ainda mais vítimas, superando sua contagem de assassinatos em Halloween 4, 5 e no filme de 2018. Percebemos logo de cara que ele está ainda mais brutal, e usando mais técnicas de violência contra suas vítimas. Com certeza, o novo filme trará um grande número de vítimas.

Uma observação: Michael Myers, apenas neste trailer, fez mais vítimas do que em Halloween (1978). No primeiro filme ele assassinou 7 pessoas, e no trailer, deixa bem explícito que foi um pouco mais.

Máscara queimada 

halloween-kills-trailer-16

Seria improvável que um dos grandes slashers do cinema saísse totalmente ileso da casa. Logo no início, vemos que ele sai em meio ao fogo para combater os bombeiros. Ao longo do trailer, parte da sua máscara está queimada, assim como parte de seu macacão. Se seu visual com a velha máscara deixava as pessoas assustadas, com certeza deixará ainda mais.

Laurie Strode no hospital

halloween-kills-trailer-4

Sem pensar duas vezes e muito debilitada após a luta contra o The Shape, Laurie dá entrada no hospital de Haddonfield. Já vimos isso uma vez, e justamente no segundo filme da franquia lançado em 1981. Halloween Kills tenta fazer um pequeno paralelo, referenciando Halloween 2 – O Pesadelo Continua, onde todo o filme se passa no hospital, e Myers vai atrás de Laurie para completar seu trabalho.

Aparição de uma personagem de Halloween (2018)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um dos easter eggs menos notados foi a da aparição da mãe de Julian, garoto que estava sendo cuidado por Vicky (Virginia Gardner), amiga de Allyson (Andi Machitek), que está vestida de enfermeira no primeiro filme. Ela é jogada para fora do carro no longa, e possivelmente, morta em seguida.

Halloween 3: A Noite das Bruxas

Este slideshow necessita de JavaScript.

Calma, o terceiro Halloween não fará parte do cânone da família Strode – eu espero. Halloween 3: A Noite das Bruxas foi o maior fracasso da franquia por ser um filme do Michael Myers sem o Michael Myers. Porém, no trailer, vimos três máscaras usadas em algumas vítimas, assim como no terceiro longa. É um easter egg bem interessante.

Casa de Michael Myers

halloween-kills-trailer-7

Em uma das partes do trailer, o personagem Loonie Elam (Robert Longstreet), revela que as novas vítimas de Michael revelam que é uma reta até onde a casa em que o assassino cresceu. 

Retorno de personagens do clássico filme

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por falar em Loonie Elam, Halloween Kills contará com o retorno de três outros personagens que apareceram em Halloween (1978) e ao longo da franquia. Halloween (2018) já preparava a volta de Loonie, já que Cameron (Dylan Arnold), ex-namorado de Allyson, é seu filho. A enfermeira Marion (Nancy Stephens), Tommy Doyle (Anthony Michael Hall) e Lindsey Wallace (Kyke Richards) são os outros três personagens.

Tommy e Lindsey eram as crianças que Laurie cuidava enquanto era babá no primeiro longa, já Loonie Elam foi o garoto que fez bullying contra Tommy. Mas, o retorno mais emocionante e que terá grande importância para a trama, pois conecta o Dr. Loomis à nova trilogia, é o da enfermeira Marion. Marion apareceu no primeiro, no segundo e em Halloween H20: Vinte Anos Depois, e foi uma das primeiras a conhecer o mal pessoalmente.

O mal morre hoje

A frase dita por Laurie em uma cena no trailer, parece ter virado o tema para toda a população, que se unirá contra o assassino.

Halloween 4 – O Retorno de Michael Myers

halloween-kills-trailer-15

Por falar em população contra o assassino, no trailer deixa bem explícito que Michael Myers irá caçar e será caçado, bem como aconteceu em Halloween 4, filme o qual ele retorna. No quarto filme, ele é caçado por vários civis, e neste novo, não será diferente.

Como Michael Myers sobreviveu ao incêndio?

halloween-kills-trailer-11

Para quem já acompanhou toda a franquia até aqui, sabe que matar Michael Myers é a coisa mais difícil a se fazer. Alguns dizem que ele é imortal, ou apenas é esperto e tem sorte. 

Michael já foi queimado vivo em Halloween 2 e não morreu, mas ficou debilitado por alguns bons anos. No filme de 2018, ele é deixado para morrer na casa pegando fogo, e parece que ele é mais esperto do que aparenta. Myers sobrevive ao incêndio ficando dentro do armário de armas de Laurie, em seu esconderijo debaixo da cozinha. Se força bruta é um de seus pontos fortes, inteligência é o maior deles.

Recriação de cena de Halloween 1978

Este slideshow necessita de JavaScript.

Assim como pôde ser visto no teaser lançado ainda em outubro do ano passado, uma das cenas de Halloween (1978) foi recriada para este novo filme. No primeiro, a enfermeira Marion está dentro do carro, e Michael Myers bate contra a janela do carro. No trailer, a mesma cena é recriada, e Marion é puxada para fora do carro. Este pode ser o fim da personagem, ou não.

O paralelo entre Allyson e Jamie Lloyd

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para quem viu Halloween 4 e 5, sabe muito bem quem é Jamie Lloyd (Danielle Harris). Mas se você não sabe, tudo bem, nós explicamos. Jamie é uma das filhas – provavelmente do primeiro casamento – de Laurie Strode. Na antiga franquia, ela era sobrinha de Michael, e ambos possuíam forte conexão.

Em Halloween Kills, veremos um paralelo entre a relação de Allyson com Michael Myers, assim como era com Jamie, mas não de uma forma profunda. Logo na reta final do trailer, Allyson é subjugada pelo bicho-papão, e está prestes a ser morta. Só saberemos o que acontecerá na hora.

A kryptonita de Michael Myers

halloween-kills-trailer-14

Ao final do trailer, Karen Strode (Judy Greer) pegou a máscara de Michael e mostrou para ele, para que a pegue. A máscara é o ponto fraco do assassino, pois ele quase nunca retira sua máscara.


O primeiro trailer de Halloween Kills mostrou bastante referência aos outros filmes da franquia, e será muito prazeroso ver ainda mais em tela. Reconheceu algumas delas antes de ler este artigo? Aponte para nós nos comentários.

Halloween Kills, que será uma sequência direta de Halloween (2018), chegará no dia 15 de outubro de 2021, enquanto o final da saga, Halloween Ends, acontecerá apenas no dia 14 de outubro de 2022. 

O filme contará com a volta de David Gordon Green como diretor e John Carpenter ficará como produtor executivo, além de possivelmente compor a trilha sonora.

No elenco, Jamie Lee Curtis retorna como Laurie Strode. Judy Greer e Andi Matichak também voltarão para reprisar seus papéis como Karen e Allyson, assim como Nick Castle que será o “The Shape”. Nancy Stephens (Marion)Kyle Richards (Lindsey Wallace)Anthony Michael Hall (Tommy Doyle) Robert Longstreet (Loonie Elam) completam o elenco.

Halloween Kills chega aos cinemas no dia 15 de outubro de 2021.

Fique ligado no Critical Room para mais atualizações, seguindo nosso Instagram e se inscrevendo em nosso canal no YouTube.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

cONTRIBUIRcONTRIBUIRcONTRIBUIR
Anúncios

Preços, planos e mais: Saiba tudo sobre a HBO Max

Streaming chega amanhã (29).


Após longa espera, a HBO Max será lançada no Brasil e na América Latina e Caribe amanhã (29). A apresentação do streaming, que aconteceu no dia 26 de maio, deixou muita coisa esclarecida, mas ainda não sabemos todos os conteúdos que estarão na plataforma.

A HBO Max será a casa da Warner Bros. e da DC Comics, com conteúdos do estúdio, seja filmes ou séries, animações e minisséries. Veremos ainda mais, como jogos ao vivo da três temporadas seguintes da UEFA Champions League, com as estrelas Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Neymar. Não apenas isso, mas diversas produções originais vão estar no catálogo amanhã e os fãs poderão conhecer um pouco mais, além dos conteúdos que já são de seu conhecimento.

Porém, alguns ainda possuem dúvidas sobre o preço, os planos propostos, onde poderá ser transmitido e os conteúdos que serão disponibilizados. Com isso, reunimos todas as informações para deixá-los bem informados.


Quais conteúdos terá no catálogo?

hbo-max

Além de conteúdos exclusivos da Warner Bros. Pictures e DC Comics, o streaming reunirá conteúdos da HBO, TNT, TBS, TCM, CW, Cartoon Network, Adult Swin, CrunchyrollNew LineLooney Tunes CNN, além de todos os Max Originals.

Filmes que serão lançados no cinema nos próximos meses como O Esquadrão Suicida, Duna, Space Jam: Um Novo Legado e diversos outros do estúdio, estarão disponíveis 35 dias depois da estreia. Mortal Kombat, Godzilla vs Kong, Mulher-Maravilha 1984 e Liga da Justiça de Zack Snyder já estão disponíveis. Invocação do Mal: A Ordem do Demônio ainda está em exibição nos cinemas.

Vale lembrar que Game of Thrones e a trilogia de O Senhor dos Anéis também estará disponível no streaming.

Preços e planos

e2umaj7ucaisfm_2any

Cada assinante terá um período de teste gratuito por 7 dias, além de disponibilizar os primeiros episódios gratuitos de séries para os não-assinantes. Dois planos foram divulgados, o Plano Padrão e um Plano Mobile.

  • Plano Padrão ou Multitelas: Criação de 5 perfis, podendo personalizar com avatares de seus personagens favoritos ou uma foto pessoal, e 3 exibições simultâneas, com exibição em 4K em qualquer dispositivo (videogames, computadores, smartphones e tablet, e TV).
  • Mobile: Para experiências únicas em celulares e tablets, sem mudar o catálogo e uma exibição mais otimizada para os dispositivos.

Quanto aos planos, a HBO Max oferece três: mensal, trimestral e anual. O plano anual oferece 30% de desconto, seja o Plano Multitelas ou Mobile. Confira os preços:

  • Plano Multitelas: Mensal (R$ 28), Trimestral (R$ 25,06) e Anual (R$ 20,07);
  • Plano Mobile: Mensal (R$19,97)Trimestral (R$ 18,37) e Anual (R$ 14,21).
Dispositivos da HBO Max e parceiros

hbo-max-2

Com a chegada para às 10:30 – ao que parece -, a HBO Max divulgou alguns de seus parceiros: SKY, DirecTV GO, Claro, Oi, Vivo, Mercado Livre e Tim Mobile.

Até o momento, o streaming estará disponível em dispositivos como os consoles PlayStation 4 e 5, além do Xbox One e Xbox Series X/S. Nos smartphones, tablets e computadores a “roxinha” também estará disponível. A questão fica para as televisões, e a contagem regressiva já pôde ser vista em Smart TVs da Samsung. A plataforma ainda irá confirmar todos os dispositivos muito em breve. O download já pode ser feito na Play Store.

Produções locais da HBO Max

HBO Max irá desenvolver mais de 100 produções originais em toda a América Latina, e inclui diversas parcerias com produtoras locais, como a brasileira Floresta Produções. O streaming também anunciou produções europeias, e algumas já estarão disponíveis no catálogo amanhã.

O que acontecerá com a HBO GO?

A HBO GO foi o serviço de streaming da HBO por muito tempo aqui no Brasil, e será descontinuado na América Latina. Porém, os assinantes da HBO GO terão acesso livre para o novo serviço de streaming.

E sim, terá a franquia Harry Potter

nr1owpf1k9151

Os Potterheads estão incessantemente incomodando a Netflix para colocar toda a saga Harry Potter. Agora, eles irão ver, mas na HBO Max. Sim, toda a saga, sem faltar nenhum filme. Já há uma maratona garantida.


Assim que mais anúncios forem feitos até a data prevista da chegada, iremos atualizando esta matéria. Você pode conferir mais informações no site oficial da HBO Max no Brasil.

HBO Max será lançado em 39 países da América Latina, que incluem o Brasil, México, Argentina e diversos outros. O preço no Brasil é partir de R$ 14,21. Na América do Norte, o preço é US$ 14,99.

A data de lançamento da HBO Max no Brasil está programada para o dia 29 de junho.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Os 17 momentos mais marcantes e intensos de Batman: Arkham Knight

O jogo era lançado há 6 anos.


Um dos melhores jogos do gênero, empatado com Batman: Arkham City no pódio, Batman: Arkham Knight foi o último game da saga Arkham, iniciada pela Rocksteady com Batman: Arkham Asylum ainda em 2009. Assim como o seu sucessor, o game entrega cenas de tirar o fôlego, com uma história ainda muito mais abrangente.

Não só a jogabilidade envolve o jogador, mas toda a história, a arte do jogo e o peso emocional que muitas cenas possuem, para o épico fim do Cavaleiro das Trevas. A saga Arkham é conhecida por moldar e definir o Batman e seu universo para sempre, com planos mirabolantes de vilões, parcerias incríveis e uma ambientação sem igual.

Para comemorar os 6 anos de lançamento do jogo, vamos destacar os 17 melhores momentos mais intensos, que marcaram o último jogo, e o fizeram estar no pódio entre os melhores já feitos de super-heróis – se não o melhor.


16. Novo jogo, novo traje

02d59YeUacjuY8olmMvrRhy-2.fit_scale.size_2698x1517.v1569487536

Mesmo que tenha tantos gadgets e aparelhos em seu arsenal, o Batman também precisava de um traje novo. Para derrubar inimigos rapidamente, sem que eles pudessem reagir, ele aciona o Batwing e recebe sua armadura totalmente mais forte e resistente, que o deixa ainda mais rápido.

16. Um novo meio para interrogar

O Batmóvel tem mil e uma utilidades, e serve também para intimidar os inimigos. Batman usa o carro, ou melhor, o tanque, para interrogar um inimigo da milícia do Cavaleiro de Arkham. Sem muita paciência, ele usa o pneu carro e acelera, ameaçando de passar por cima da cabeça do inimigo.

15. Primeira aparição do Morcego-Humano

Com os ideais de querer ajudar grande parte da população com problemas auditivos, o Dr. Kirk Langstrom fez um experimento em si mesmo, misturando o DNA humano com o de um morcego-vampiro. Esse experimento deu errado, e ele se tornou uma criatura aterrorizante. Solto por Gotham, e quando o Batman está prestes a subir em um prédio, ele aparece tentando golpeá-lo, assustando qualquer jogador.

14. Espantalho retorna à Gotham

O Espantalho estava sumido de Gotham desde Batman: Arkham Asylum, quando o Crocodilo quase tentou devorá-lo no Asilo Arkham, após o Mestre do Medo ter ameaçado jogar sua toxina em toda a água de Gotham. Em Arkham City, a Rocksteady começou a preparar terreno para o Arkham Knight, colocando um easter egg ou outro do Espantalho no game.

Na noite do Halloween, Crane arma um plano para pegar Gotham de surpresa, usando pouco de sua toxina contra toda uma lanchonete, levando a parecer que um apocalipse zumbi havia começado. O início do jogo é aterrorizante, e o plano do Espantalho de afugentar todos da cidade e libertar todos os vilões deu certo.

13. Sacrifício de Hera Venenosa

O Cavaleiro de Arkham havia acionado o dispositivo de precipitação, inundando toda Gotham com o gás do medo, ainda mais potente e fatal, atravessando até as camadas do novo traje do Batman. Solicitando a ajuda de sua inimiga, a Hera Venenosa, para que use as plantas para dissipar os gás, o herói fez de tudo para ajudá-la, e conseguiu, mas não evitou o sacrifício heroico de Hera

12. Comissário Gordon descobre que Barbara trabalha para o Batman

Com toda a confusão acontecendo, o rapto de Barbara Gordon e Gotham escapando das mãos de Batman, o herói protege o Comissário James Gordon e o leva até a Torre do Relógio. Lá, ele descobre que Barbara trabalhava para Bruce como Oráculo, e dá um soco em seu parceiro, logo não necessitando mais de sua ajuda.

11. Piada Mortal

Batman: Arkham Knight recriou diversas cenas icônicas do herói, e o o tiro e Coringa contra Barbara Gordon foi um deles. Em um dos flashbacks que perturbavam a mente de Batman, ele vê o Coringa adentrar em seu apartamento e atirar em Barbara, logo tirando fotos dela quase morta, no chão.

10. Cremação do Coringa

No início do jogo, o corpo do Coringa após sua morte nos eventos de Arkham City, precisa ser cremado, já que nos quadrinhos deste universo, havia um prêmio em dinheiro para capturar o corpo. Ao som de I’ve Got You Under My Skin de Frank Sinatra, o Comissário Gordon incinera o corpo do vilão. Nas HQs, Gordon e Batman concordavam em fazer isso.

9. Sequência final e “eu sou o Batman”

O Coringa domina totalmente a mente do Batman durante a reta final do jogo, e em uma das sequência, o jogador pode controlar o vilão, que sonhava em fazer justiça e dominar Gotham no corpo do Batman. Enquanto você toca o terror como Coringa em outros vilões, você é caçado pelo Batman, e passa por vários momentos em que ele o assusta, até chegar ao domínio do herói. Mudando de personagem agora, o jogador luta contra o Coringa, com o Morcego dizendo a famosa frase: “Eu sou a vingança. Eu sou a noite. Eu sou o Batman”.

8. A Morte de Jason Todd

Seguindo a sequência de flashbacks, temos a morte de Jason Todd, o segundo Robin. Em algumas partes, o jogo mostra ele sendo torturado pelo Coringa, e ao aceitar entrar em uma cela após Tim Drake descobrir que ele era o quinto Coringa e o mais perfeito, Bruce tem uma visão com Jason e Coringa. Ele vê Jason preso a uma cadeira de rodas, enquanto o Coringa estava gravando o momento para enviar a fita ao Batman. O restante, você já sabe…

7. Cavaleiro de Arkham revela sua identidade 

A história estava se encaminhando para o final, e alguns ainda se perguntavam “quem era o Cavaleiro de Arkham?”, enquanto outros descobriram. Mantendo Gordon preso em um shopping abandonado, a milícia estava com o Cavaleiro de Arkham, que fora derrotado duas vezes pelo Batman. Bruce ainda se perguntava sobre quem era este vilão, que revelou ser Jason Todd, seu antigo parceiro.

6. Barbara se suicida na frente do Batman

Sem dúvidas, é o momento mais chocante de toda a trilogia Arkham feita pela Rocksteady, pois ninguém esperava por isso. Ainda sendo mantida de refém pelo Espantalho, Barbara estava presa no mesmo lugar em que a Hera Venenosa estava em Chinatown. Batman a encontra, e vê ela perto desacordada, e logo acorda com a toxina do medo sendo expelida. Crane manipula a mente da garota para ficar contra o Bruce, e a faz dar um tiro em sua própria cabeça na frente do herói, para desestabilizá-lo.

Em uma das passagens, e com a trilha sonora de fundo, o Coringa fala “Ele está escutando, só se perguntando como se aguenta”. De fato, um momento muito doloroso, triste e o mais cruel que o herói teve de passar.

5. “Equilibrando as Coisas”

A sequência em que Batman se encontra como o Comissário Gordon e ele some de vista, posteriormente, é uma das mais emocionantes cenas que todo jogador teve o sonho de jogar. Ao salvar o policial de alguns capangas, e de ser atropelado por um carro militar, Batman salta do prédio ao dizer que estava equilibrando as coisas, e pula em seu Batmóvel pela primeira vez no jogo. Acho que toda criança já sonhou em controlar uma vez na vida o Batmóvel.

4. Espantalho revela a identidade do Batman

A derradeira cena que fez a identidade do Batman vir à público. O mesmo se entrega para Crane, que ameaçou matar Robin e Gordon. Bruce sabia dos riscos que correria, mas estava disposto. O comissário tira a máscara do  Batman, que revela para o mundo inteiro que o bilionário é o vigilante mascarado.

3. Protocolo Knightfall

Para completar o 100% do game, todos os troféus e charadas do Charada precisam ser capturados, revelando a cena final de Arkham Knight. Após salvar Gotham de uma vez por todas e ter sua identidade revelada, Bruce deixa de ser o Batman após ativar o Protocolo Knightfall. A cena em si é fantástica, contendo muita emoção, enquanto o herói caminha para sua reclusa mansão.

2. Sr. Frio se reencontra com Nora

Esta missão faz parte da história de uma expansão para incluir mais um vilão que capture o Batman, o Sr. Frio. O Espantalho rouba o corpo congelado de Nora Fries, esposa de Victor Fries, e todo o barco do vilão é tomado pela milícia. Batman promete ajudá-lo a encontrá-la, e quando isso acontece, ele a tira da criogenia e leva para Frio cuidar dela. Herói e vilão lutam lado a lado para deter a milícia, e quando isso acaba, o Sr. Frio paralisa ao ver Nora em pé, viva, a sua frente. Ambos protagonizaram um dos mais belos e tristes momentos de toda a saga.

1. Primeiro encontro com o Espantalho e retorno do Coringa

Não há dúvida alguma de que a cena na Ace Chemicals é a mais tensa de todo o jogo, muito por causa da trilha sonora ao fundo, que ajuda ainda mais a deixar a cena dramática. Batman se encontra pela primeira vez com o Espantalho, que revela ter capturado Barbara Gordon. Ao avisar Barbara, Crane o deixa preso na Câmara de Mistura, com tudo prestes a explodir. 

Precisando reduzir o alcance da explosão, enquanto Alfred tenta rastrear Barbara, Batman prepara um agente neutralizador em cilindros de metal, muito voláteis. Toda a sequência é ainda mais tensa, apresentando que Bruce não estava disposto a deixar o Espantalho vencer, posicionando todos os agentes neutralizadores em seus lugares. Com Alfred no comunicador e mantendo contato constante, Bruce só não espera ver um velho inimigo: o Coringa.


Sentiu falta de alguma outra cena presente no jogo? Deixe nos comentários. Você também pode ler nosso artigo, mostrando a importância de Batman: Arkham Knight, e nossa lista elencando os melhores jogos do Batman. 

Certifique-se de nos estar seguindo no Instagram, e de se inscrever em nosso canal no YouTube.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Titãs | Os easter eggs do teaser da 3ª temporada

Um primeiro vislumbre cheio de referências.


A terceira temporada de Titãs ganhou seu primeiro teaser trailer ainda ontem, e levou muitos fãs à euforia na Internet. O novo ano é muito esperado pelos fãs, após a season finale da segunda temporada que deixou grandes coisas em aberto para a que está por vir.

Com diversos easter eggs e referências, como Morte em Família e o Bat-símbolo aparecendo pela primeira vez, o teaser foi apenas um vislumbre do que está por vir em Titãs. Por isso, decidimos listar todos os easter eggs perceptíveis, e aqueles que você deixou passar.

Confira nossa lista abaixo:


Tim Drake e Bat-sinal

Tim-Drake

Logo no começo, Tim Drake (Jay Lycurgo) aparece no teaser, perto de alguns policiais que estão entrando em sua viatura. Provavelmente, aconteceu alguma ocorrência, já que o Bat-sinal apareceu nos céus.

Parque de diversões do Coringa

Este slideshow necessita de JavaScript.

O parque de diversões do Coringa – que não é tanto dele, provavelmente -, aparece ao longo do teaser, no qual leva Jason Todd (Curran Walters) a ir até ele. O parque já apareceu em algumas ocasiões como nos quadrinhos, animações e games. Em A Piada Mortal de Alan Moore, Coringa “compra” o parque de homem, e o usa como refúgio para enfrentar o Batman e fazer o comissário James Gordon enlouquecer, após o vilão ter quase matado Barbara Gordon.

Nos games da trilogia Arkham, o parque aparece em dois jogos: Arkham City e Arkham Knight, este último na DLC Uma Questão de Família, que conta com a Batgirl e o Robin, enfrentando o Coringa e a Arlequina para que consigam resgatar o Comissário Gordon.

Toxina do Medo e Espantalho

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na nova temporada, veremos um dos mais perigosos inimigos do Batman, o Espantalho (Vincent Kartheiser), denominado pela polícia como Mestre do Medo. Em uma das partes do teaser, podemos ver alguém segurando algum tubo com um tipo de produto alaranjado, dando indícios de que pode ser a Toxina do Medo. 

Logo após, um homem de costas aparece atrás da cela do Arkham, sendo este Jonathan Crane. No final do teaser, o Gás do Medo é espalhado pelo ar, afetando o Superboy (Joshua Orpin), visivelmente em pânico.

Gotham

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois de um longo tempo, os Titãs foram para Gotham. A nova temporada irá explorar o líder Asa Noturna (Brenton Thwaites), e sua equipe na cidade em que o crime floresce mais rápido, e mortes acontecem constantemente. Ele irá ter de enfrentar a nova comissária de polícia, Barbara Gordon (Savannah Welch), para que não sejam atrapalhados em desempenhar sua missão.

Novos trajes e Krypto

titans-novos-trajes-teaser

No teaser, a equipe está reunida, e ao lado de Asa Noturna, vemos a Estelar (Anna Diop), com seu novo traje, mais próximo aos quadrinhos. No meio dos heróis, está Krypto, o cãozinho do Superman, que promete ter um pouco mais de aparições na série.

Morte em Família

Este slideshow necessita de JavaScript.

A maior falha do Batman se fará presente na terceira temporada, a qual os fãs ansiavam para ver. A HQ de Jim Starlin, lançada ainda em 1988, ganhou algumas adaptações – não totalmente fiéis – em games e animações. Com o começo do teaser levando Jason para o parque de diversões do Coringa – ainda não sabemos o motivo dele ter ido atrás do vilão -, em uma outra parte, é visto o Príncipe Palhaço do Crime o espancando com um pé de cabra. Até hoje, a morte de Jason Todd choca muitos leitores.

Capuz Vermelho 

Este slideshow necessita de JavaScript.

A espera para ver o Capuz Vermelho na nova temporada é grande, e os fãs tiveram o primeiro vislumbre de uma parte de seu visual no teaser. Em uma sequência de cenas, um grupo, que ao que parece, são chefes do crime de Gotham, estão reunidos em um local. Uma clara referência à Batman Contra o Capuz Vermelho.

Bruce Wayne

bruce-wayne-titans

Bruce Wayne (Iain Glen) é visto em uma parte do teaser, com um olhar incrédulo, e posteriormente querendo com que parecesse um olhar de vingança. À essa altura, ele já deveria estar sabendo do que o Coringa fez com Jason.

Um presente para o Batman

pe-de-cabra-titans

Seguido da cena da aparição de Bruce, é mostrado o pé de cabra num cômodo da Mansão Wayne, com Dick Grayson olhando ao fundo. O Coringa pode ter feito Jason falar a identidade secreta do Batman, ou seria um aviso do próprio Robin de que ele quer sua vingança.

Batcaverna

batcaverna

Não vimos muito da Batcaverna na série, mas, o teaser do terceiro ano prometeu que ela terá mais algumas aparições, com Dick retornando para o local onde cresceu e se tornou o Robin.


A terceira temporada de Titãs levará a equipe para Gotham, a cidade mais temida do Universo DC. O líder Asa Noturna (Brenton Thwaites) tenta estabilizar sua equipe após a perda de Donna Troy (Connor Leslie). Porém a ida dos Titãs para Gotham não agradou em nada a comissária de polícia Barbara Gordon (Savannah Welch), pois sabe que a presença deles pode ser perigosa e incitar criminosos, como o Espantalho (Vincent Kartheiser) e o Coringa. Muitas surpresas foram guardadas para a jovem equipe, que terá de lidar com a galeria do Batman à solta.

Atualmente, a terceira temporada terminou de ser filmada no Canadá, e a produção se prepara para o lançamento de um trailer estendido para julho.

Com 13 episódios encomendados, o novo ano terá seus três primeiros episódios exibidos no dia 12 de agosto, enquanto os outros chegarão semanalmente todas às quintas-feiras até o dia 21 de outubro.

O elenco conta com Brenton Thwaites (Asa Noturna)Conor Leslie (Donna Troy)Curran Walters (Jason Todd)Teagan Croft (Ravena), Jay Lycurgo (Tim Drake)Anna Diop (Estelar)Damaris Lewis (Estrela Negra)Ryan Potter (Mutano)Joshua Orpin (Superboy)Minka Kelly (Rapina)Alan Ritchson (Columba) e Savannah Welch (Barbara Gordon).

Titãs tem produção da HBO Max, e estreia com sua terceira temporada no dia 12 de agosto.

Fique ligado no Critical Room para mais atualizações, e siga nosso Instagram para receber mais conteúdos incríveis! Não esqueça de se inscrever em nosso canal no YouTube.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Os 6 momentos mais marcantes de Batman Begins

Filme completa 16 anos hoje.


Batman Begins, sem dúvidas, é um dos melhores filmes de heróis de todos os tempos. e remodelou para sempre como o público vê o Cavaleiro das Trevas. Nesta mesma data, em 2005, o filme de Christopher Nolan, que iria tentar fazer com que a crítica e o público esquecesse o fiasco de Batman e Robin, foi lançado. E para a alegria de todos, o longa se tornou um dos melhores filmes de origens e de heróis do cinema. 

O novo filme do herói era uma produção invejável, de um diretor que estava apenas começando sua carreira em Hollywood. Muitos esperavam grandes coisas do longa, e foram isso que receberam, fazendo com que Batman Begins entre para o legado do Homem-Morcego. Nomes de peso como o ator Christian Bale, Liam Neeson e Gary Oldman foram adicionados, e não poderia sair nada menos que um belo filme.

Em comemoração pela data, vamos destacar os 6 momentos mais marcantes do filme, com cenas épicas que tiram o fôlego de qualquer um até hoje.


1. Cena de treinamento de Bruce e Ra’s

O momento mais marcante do filme, com toda a certeza, é o treinamento de Bruce Wayne com Ra’s Al Ghul ao adentrar na Liga das Sombras. Tudo bem que “eu sou o Batman” é legal, a perseguição com o Tumbler é fantástica, mas o treinamento de Bruce é divino. Com diversas lições ao longo disso e frases motivacionais, Ra’s enfrenta Bruce em uma geleira, e ambos protagonizam uma das melhores passagens da trilogia com a frase do mentor: “treinamento não é nada, a vontade é tudo. A vontade de agir”. Entraria nas 10 melhores cenas da trilogia facilmente.

2. Perseguição com o Tumbler (Batmóvel)

Ah, o Tumbler… Aquele tanque que destrói todas as ruas de Gotham e passaria por cima de um carro num piscar de olhos. Em uma das sequências do filme, Batman precisa resgatar Rachel (Katie Holmes) do Asilo Arkham, visto que ela estava drogada por conta do Espantalho (Cillian Murphy). Não havíamos visto o potencial do tanque em todo o filme, mas em uma das fantásticas cenas de ação da trilogia com algum veículo – e ouso dizer a melhor e mais emocionante -, vemos do que esse Bat-tanque é capaz.

3. “Reforços”

E por falar no Asilo Arkham, a cena que mais se assemelha aos quadrinhos do Batman em todo filme ocupa a terceira posição. Batman Begins usa muito dos elemento de Batman: Ano Um, de Frank Miller. Um destes momentos é a revoada de morcegos para cegar a polícia e a SWAT que cercou o Batman no Arkham. Usando eles a seu favor pela primeira vez, o Morcego apresenta mais um de seus truques, fazendo referência aos quadrinhos e também a animação da Liga da Justiça.

4. Batalha final contra Ra’s Al Ghul

Batman e Ra’s Al Ghul são adversários mortais nos quadrinhos, e isso foi provado nos filmes também. O mentor e o aprendiz lutam pelo mesmo objetivo: acabar com o crime. Porém, um deles, é muito mais radical do que o outro, com Bruce mantendo seu senso de moralidade em não matar ninguém. Nem mesmo seus piores inimigos. 

Todo o longa coloca o herói à prova, para que esteja à altura de seu mestre ao final, para uma batalha épica. Batman e Ra’s se enfrentam pela primeira vez, protagonizando uma das mais marcantes cenas de todo o filme e trilogia. Com a dualidade mais uma vez sendo colocada em pauta, Bruce não assassina seu inimigo à sangue frio, e ainda deixa uma frase muito memorável: “Eu não vou matar você. Mas também não tenho que salvá-lo”. O resto é história…

5. “Não é quem eu sou por dentro, e sim o que eu faço, que me define”

Bruce possui uma longa amizade com Rachel Dawes, da promotoria de Gotham. Em uma das passagens, Rachel encontra com Bruce e diz que o que ele faz o define. A frase parece ter tocado no coração e na mente do playboy, que, após salvar sua amiga/amada e o garoto das mãos dos internos do Asilo Arkham, diz a famosa frase “não é quem eu sou por dentro, e sim o que eu faço, que me define”. Depois da frase, Rachel descobre que Bruce era o herói de Gotham.

6. Primeira aparição e “eu sou o Batman”

Para fechar a lista, colocamos a primeira aparição do Batman. Determinado a mudar o rumo da cidade e evitar que o crime aflore, Bruce se torna o Batman e seu primeiro alvo é o carregamento de drogas de Carmine Falcone (Tom Wilkinson). Usando muito do que aprendeu na Liga das Sombras e o medo a seu favor, o Morcego assusta seus inimigos e captura Falcone.

Sentiu falta de alguma cena? Concorda com nossa lista? Deixe nos comentários e assista Batman Begins hoje para comemorar este dia especial. Siga nosso Instagram para estar por dentro de mais novidades.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Os 7 casais mais adoráveis do cinema

Qual você prefere?


Neste sábado (12), é comemorado o Dia dos Namorados, uma data especial para àqueles que dedicam o amor um pelo outro, e querem o melhor para ambos. E claro, o Critical Room não iria ficar de fora dessa data comemorativa.

Para entrar no clima de romance e comemorar esta data tão especial para alguns, o C.R decidiu separar os sete casais mais queridos do cinema, que você gosta de lembrar sempre. Confira a lista.

Matéria feita em conjunto com Paulo Henrique.


1. Han Solo e Princesa Leia

IMG_20210612_162730_633

 

Sem dúvidas, Han Solo e a Princesa Leia marcaram gerações de fãs por formar o mais belo casal do universo Star Wars, e também um dos mais queridos dos filmes de ficção. Se conhecendo com um gostinho amargo de Solo por ela em Star Wars: Uma Nova Esperança, ambos foram ficando ainda mais próximos nos seguintes filmes. Apesar das discussões e brigas que os separaram com o passar do tempo, eles nunca deixaram de se amar e terem grandes momentos de romance.

2. Superman & Lois

poltrona-margot-kidder-dies-superman-lois-lane-actress

Para integrar o segundo lugar desta lista, está um dos maiores casais, se não o maior dos quadrinhos, que foi crescendo ao longo do tempo. A partir do filme de Richard Donner, de 1978, Superman (Christopher Reeve) e Lois (Margot Kidder) começaram a terem atração um pelo outro. Uma repórter que começou a desconfiar do amigo Clark Kent, e um super-herói, que trabalhava como jornalista ao lado de Lois. Ambos protagonizaram cenas memoráveis, como a do voo no primeiro filme.

3. Carl & Ellie

tumblr_m8szo7bCDO1rvkbyno1_500 (1)

O casal da animação Up – Altas Aventuras, que conquistou o público e que foi introduzido no início do filme está em terceiro na lista. Porém, na mesma rapidez que ele apareceu, ele também sumiu, já que (alerta de spoiler) Ellie morre logo no início, após uma linda cena mostrando o casal se casando e depois envelhecendo. Mesmo assim, os dois não poderiam ficar de fora da lista, já que o amor de Carl por Ellie que fez a trama se desenvolver e chegar em uma linda conclusão.

4. Mulher-Elástica & Sr. Incrível

86 (1)

Não há dúvidas de que o Sr. Incrível é totalmente a contraparte da Mulher-Elástica em Os Incríveis. Os dois heróis, mesmo que tenham pontos muito diferentes e briguem uma vez ou outra como todo casal, sempre encontram uma maneira de salvarem o mundo e serem felizes. Com certeza, eles fizeram parte da infância de muitos.

5. Gomez & Mortícia Addams

12-reasons-gomez-and-morticia-addams-have-the-lov-2-22428-1439482857-8_dblbig

Talvez o casal mais estranho da lista, diretamente da clássica Família Addams, Gomez e Mortícia formam um casal com bastante química, já que Gomez ama sua esposa e sempre tenta agrada-lá. Já Mortícia é bastante amorosa com seu marido e com o restante da família.

6. Aragorn & Arwen 

tumblr_ldv5g9MPHs1qe38nwo1_500_large (1)

Um belo exemplo de como o amor supera todas as barreiras, já que Aragorn e Arwen tinham literalmente uma guerra separando a união dos dois na trilogia O Senhor dos Anéis. Mesmo assim, eles não desistiram, e quando a missão da Sociedade do Anel finalmente foi cumprida, os dois puderam se casar.

7. Elizabeth Swann & Will Turner

(L-R) ORLANDO BLOOM, KEIRA KNIGHTLEY

Toda a trilogia de Gore Verbinski para Piratas do Caribe teve um belo plano de fundo: o romance entre Elizabeth (Keira Knightley) e Will (Orlando Bloom). Apaixonados um pelo outro, ambos enfrentaram obstáculos como o próprio pai de Elizabeth e o Comandante James Norrington. Durante uma épica batalha em Navegando em Águas Misteriosas, os namorados são casados pelo capitão Barbossa (Geoffrey Rush), mas a felicidade durou pouco após Will morrer e se tornar o novo capitão do Holandês Voador.

O que achou da nossa lista? Adicionaria alguém? Deixe nos comentários, e feliz Dia dos Namorados.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

5 atrizes que poderiam interpretar a Zatanna em seu filme

Filme fará parte do Universo Sombrio de J.J Abrams.


Após rumores de que a Zatanna teria algum projeto em mente pela DC, foi confirmado no Investor Day da AT&T de que a heroína realmente possui um projeto em live-action. Após a confirmação, a dúvida estava em se seria um filme ou série, mas essa dúvida já foi tirada, e a Zatanna terá seu próprio filme.

Com o roteiro de Emerald Fennell, descrito pela mesma como “assustador e intenso”, o filme fará parte do Universo Sombrio que J.J Abrams quer criar para a HBO Max. O filme da Zatanna, atualmente, seria o início da série da Liga da Justiça Sombria, e que pode render bons frutos para a Warner Bros.

No momento, a produção procura um diretor ou uma diretora, e também sua intérprete. Sendo assim, iremos listar cinco atrizes que podem interpretar a Zatanna nos cinemas:


Eiza González

CquGTI1XEAAzOgh

A predileta de muitos fãs encabeça a lista. Eiza González, atriz mexicana de 31 anos, já esteve em blockbusters como Godzilla vs Kong neste ano, no derivado da franquia Velozes e Furiosos, Hobbs & Shawn, e também no filme Eu Me Importo. Apesar de não ser um nome muito conhecido, González se mostrou estar na lista dos fãs para interpretar a Zatanna nos cinemas.

Ana de Armas

ana_d_armas_83093891_2901017576621465_2536367663211597773_n

Ana de Armas, atriz cubana de 33 anos, também já é um dos nomes na lista dos fãs de atrizes que podem ser a Zatanna. Apesar de ser uma atriz ainda jovem, Ana de Armas já atuou ao lado de diversas estrelas como Harrison Ford e Christopher Plummer. A atriz esteve em Blade Runner 2049, Entre Facas e Segredos, O Informante, e poderá ser vista ainda neste ano em 007 – Sem Tempo para Morrer. Com seu nome em duas famosas franquias do cinema, não seria tão estranho vê-la interpretando a Zatanna.

Kaya Scodelario

kaya-scodelario-cinema-75251-1

Kaya Scodelario é mais um nome que aparece nesta lista. Com apenas 29 anos, a atriz é mais conhecida pela franquia Maze Runner. Mas, ela também já atuou na famosa franquia de Piratas do Caribe, estando no quinto filme, em Predadores Assassinos e Fúria de Titãs. Seu mais recente trabalho foi na série Spinning Out da Netflix. Ela também está escalada para o futuro filme Resident Evil, e seria um bom nome para interpretar a poderosa maga da DC.

Alexandra Daddario

BGUS_1353773_016-1280x720

Estrela de Baywatch: S.O.S Malibu, Alexandra Daddario é um atriz experiente e muito bem lembrada pela duologia Percy Jackson. Com seus 35 anos, Daddario já chegou a fugir do Leatherface em O Massacre da Serra Elétrica – A Lenda Continua, presenciou um grande terremoto em Terremoto: A Falha de San Andreas e estrelou uma comédia romântica da Netlifx, Quando Nos Conhecemos. A atriz é um dos nomes que podem ser cotados para ser a filha de John Zatara.

Lizzy Caplan

Lizzy-Caplan

Sendo a mais experiente entre todas listas, Lizzy Caplan de 38 anos tem uma vasta experiência na TV, e seria fácil de integrar a série da Liga da Justiça Sombria de J.J. Abrams. Caplan também é um dos nomes em muitas listas de fãs que poderiam interpretar a Zatanna, após sua sólida atuação em Truque de Mestre 2. A atriz também esteve no infame A Entrevista, e na comédia Quatro Amigas e um Casamento, e atuou em diversas séries como Masters of Sex, New Girl e Castle Rock. Caplan fecha a lista como um dos nomes possíveis para a Zatanna.


E aí, gostou desta lista? Concorda com alguma indicação nossa? Acrescentaria outra atriz? Deixe nos comentário sobre o assunto.

Fique ligado no Critical Room para mais atualizações de Zatanna, e siga nosso Instagram para receber mais conteúdos incríveis! Não esqueça de se inscrever em nosso canal no YouTube.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Semana Heroica | Os 10 melhores vilões do Arqueiro Verde

Uma galeria repleta de vilões para o Arqueiro Esmeralda.


Mesmo que seja um herói sem poder algum, o Arqueiro Verde é um dos mais importantes mocinhos do Universo DC, salvando Star City e o mundo de diversos perigos, utilizando seu arco e flecha, e suas grandes habilidades de combate.

E como muitos estão acostumados com a popular série de TV Arrow, o Arqueiro Verde não possui, em sua galeria, vilões como Pistoleiro ou Ra’s Al Ghul, sendo estes exclusivos da bat-família. Nesta lista da Semana Heroica, iremos ranquear os 10 melhores vilões do Arqueiro Verde presentes em sua galeria.


10. Brick

1148646-brick_1

Brick é um dos adversários mais peso pesados do Arqueiro Verde, e também chefe de gangues de Star City. Esqueça o que você viu em Arrow e abrace o personagem dos quadrinhos. Daniel Brickwell apareceu pela primeira vez, em Green Arrow vol 3 #4, em 2004, e se transformou em um grande algoz para Oliver, por possuir uma força sobre-humana e invulnerabilidade, capaz de derrubar o Arqueiro facilmente.

9. Komodo

unnamed

Muito mal aproveitado na série, Komodo é um grande inimigo para o Arqueiro Esmeralda, se provando tão bom quanto ele na habilidade do arco e flecha. Codinome de Simon Lacroix, o personagem esteve na expedição do totem do Clã Flecha, pelas Indústrias Queen.

O poder subiu à cabeça, e Lacroix conseguiu com que Oliver perdesse sua fortuna, e também, vencendo-o com o manto de Arqueiro Verde. Após os eventos, Komodo ainda matou Robert Queen com uma flecha no peito. História maluca.

8. Onomatopeia

d0ec17e122b05757f4bcfa38f2618d107399f0b8_00

Kevin Smith, de longe, criou o vilão mais estranho e incomum no Universo DC. Tudo bem que tem alguém que controla ratos, bolinhas ou condimentos, mas um vilão que imita sons ao seu redor é muito mais incomum, como torneiras pingando ou algo caindo no chão.

O Onomatopeia é um inimigo que atormenta a vida do vigilante, com suas habilidades esportivas e marciais, e sua família não tem conhecimento de sua vida dupla. Muito menos, os heróis sabem se o vilão é um meta-humano ou não, já que sofreu diversas flechadas e tiros ao mesmo tempo, não morrendo e sobrevivendo a um queda de um telhado. Mas, se ele faz barulho pelo som, já podem usar isso contra o vilão.

7. Cupido

c8cda1cc1a9aafbfd46a659d27ce6f5fe7babfb4v2_hq

Um tipo de Hera Venenosa para o Arqueiro Verde, a Cupido é extremamente habilidosa com o arco, tanto quanto qualquer outro, e faz tudo por amor ao vigilante mascarado – ou quase isso. A vilã sempre foi uma das inimigas recorrentes em Arrow ao longo de algumas temporadas, mas teve um ótimo desenvolvimento e memoráveis cenas, fazendo parte até mesmo do Esquadrão Suicida.

6. China White

chinawhitecomics1

Mais uma vilã para a galeria do Arqueiro Esmeralda, China White teve grande importância para a origem do Arqueiro Verde em Ano Um, sendo uma contrabandista de drogas ao estilo Carmine Falcone. Sua primeira aparição nos quadrinhos se deu em Arqueiro Verde: Ano Um, em 2007, China White possui habilidades em artes marciais, sendo uma das assassinas mais procuradas de Star City.

5. Drakon

58SRCtaV

Tendo aparecido pela primeira vez em Green Arrow vol 3 #27 (2003), Constantine Drakon se tornou um dos mais habilidosos lutares do Universo DC, e muitos cogitam que ele pode ser um meta-humano. Drakon se encontrou com Oliver algumas poucas vezes, mas seu grande inimigo é Connor Hawke, o segundo Arqueiro Verde. Entre um de seus feitos, está o de pegar várias flechas em movimento, e também grande habilidade no combate corpo a corpo.

4. Prometheus

7d97dad05defa2e4f93110b36430c899

Nem sempre Oliver Queen foi tão bonzinho e Robin Hood assim, até ele se deparar com Prometheus, um novo e grande inimigo que atormentou sua vida em Liga da Justiça: Clamor por Justiça. Como uma versão parecida com a de Bruce Wayne, o vilão viu seus pais morrerem nas mãos de policiais quando criança, e saiu mundo afora para buscar conhecimento e treinamento em artes marciais.

No minissérie Clamor por Justiça, de 2009-10, Prometheus conseguiu se infiltrar nas operações da Liga da Justiça e dos Jovens Titãs, para conhecer melhor as habilidades e neutralizar cada um. Tendo assassinado alguns heróis e atacado outros, o vilão matou a filha de Roy Harper, o Arqueiro Vermelho, decepou seu braço. Após ser espancado por Donna Troy, ao ter sua libertação em troca do fracasso de seu plano posterior, Prometheus volta para seu esconderijo e é morto por Oliver Queen, com uma flecha na cabeça.

3. Conde Vertigo

Count_Vertigo_Werner_Vertigo-1

Conde Vertigo é uma das grande pedras no sapato do Arqueiro Verde, e por isso, integra a terceira posição na lista. A primeira aparição do Conde Vertigo se deu em World’s Finest #251, em 1978. Werner Vertigo, descendente da família real de Vlatava, é conde do país em que vive, e tenta sabotar a realeza para virar rei – algo que não é permitido para ele. 

Como já diz em seu nome, Vertigo usa a artimanha de um dispositivo eletrônico implantado em sua têmpora, por possuir um problema hereditário no ouvido. Pouco tempo depois, ele descobre que pode utilizar isso a seu favor, conseguindo distorcer a percepção das pessoas, o chamado efeito vertigem. Por muito tempo, Werner Vertigo entrou em conflito com o Arqueiro Verde e a Canário Negro, até ser reiniciado nos Novos 52 sob o nome de Werner Zytlev.

2. Exterminador 

war2020-0117e

Mesmo que o Exterminador seja um dos inimigos principais do Batman e dos Titãs, sua rivalidade com o Arqueiro Verde começou a aumentar após os eventos de Crise de Identidade, no qual Oliver flechou o olho direito de Slade. O Exterminador é um adversário que, facilmente, consegue superar as habilidades do Arqueiro de todas as formas, sempre usando o fator surpresa contra Oliver

Em algumas de suas batalhas, Slade saiu vitorioso, e Oliver admitiu que o Batman é um dos únicos capazes de derrotar ele. O Exterminador possui uma grande percepção estratégica que Oliver não tem, e na maioria das vezes, o que salva o Arqueiro Verde é o seu arco e suas flechas especiais. Slade, com certeza, é o inimigo mais carrasco que o herói já enfrentou.

1. Arqueiro Negro

873156ce0651f322b23b41d10a9d67ba

Não há nenhuma dúvida de que Arqueiro Negro é o maior rival de toda a história do Arqueiro Verde, e foi criado justamente para ser seu oposto. Malcolm Merlyn, que tem o nome real de Arthur King, é considerado por ele mesmo e inimigos como o melhor arqueiro de Star City, e não é nenhuma surpresa. Oliver se inspirou no arqueiro conhecido como Merlyn, o Mago, que o desafiou num duelo e saiu vitorioso.

Merlyn apareceu pela primeira vez em Liga da Justiça da América #94, de 1971. Por algum tempo, ele treinou com a Liga dos Assassinos, e adquiriu novas habilidades de combate corpo-a-corpo e com o arco. Apesar de não ser mostrado como um mercenário na série, Merlyn adora contratos para assassinar um alvo, e já chegou a quase matar o Batman, se não fosse pelo Arqueiro Verde. Ao passar do tempo, Oliver foi melhorando em suas habilidades de arquearia, ambos os personagens são inimigos ferrenhos, e não é à toa que Merlyn pode ser considerado o melhor vilão de toda a galeria do Arqueiro Verde.


Semana Heroica é um projeto exclusivo do C.R, que acontece uma vez a cada três meses, focando em algum personagens do quadrinhos da DC/Vertigo ou Marvel. Durante uma semana, a Semana Heroica tem a proposta em trazer diversos conteúdos do personagem escolhido, entre artigos, indicações de quadrinhos, vídeos e demais outros assuntos.

Acompanhe nosso Instagram e participe de quizzes disponíveis nos stories sobre o Arqueiro Verde!


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Semana Heroica | Por que o Arqueiro Verde merece ter um filme?

Filme do personagem é o desejo de muitos fãs.


Com o final de Arrow ainda no início de 2020, atores interessados em fazer o Arqueiro Verde, e um filme cancelado do mesmo em 2008, o Arqueiro Esmeralda poderia – e merece – ter seu próprio filme. A adição da Canário Negro em Aves de Rapina reforça a ideia de que o vigilante poderá integrar o Universo DC nos cinemas, e não seria surpresa alguma se o víssemos pelo menos ser mencionado.

Na Semana Heroica focada no Arqueiro Verde, vamos colocar em pauta atores perfeitos para o personagem, como integrá-lo ao DCEU, e por que o playboy Oliver Queen merece ter seu próprio filme.


Por que um filme?

Arrow modelou o Arqueiro Verde mais uma vez, se inspirando em Arqueiro Verde: Ano Um, mas passando longe de sua personalidade de sarcástico e divertido. Mesmo que em muitos quadrinhos Oliver seja cabeça quente, em Arrow, ele era tão sombrio como o Batman, algo que não é a cara do chef do chilli picante.

Stephen Amell deixou seu nome na história do Robin Hood da DC, e teve momentos marcantes, mas não os melhores para compararmos aos quadrinhos em si. Em uma série, o Arqueiro pôde ser bem explorado, até não der mais, com uma abordagem que foge das HQs, mas gosta de brincar com a realidade. Claro que na série, há muitos elementos para explorar do que em um filme, por possuir diversos episódios de 40 minutos cada e várias temporadas, mas um longa-metragem do Arqueiro Verde, se aproximando um pouco mais dos quadrinhos, seria tão mais interessante do que ver Arrow e todas as suas 8 temporadas.

e7a57853-3afc-4138-a79c-e52edef1c34b

É inegável dizer que o Arqueiro Verde não é um personagem popular, por que ele vem sendo desde 2007 para cá, aumentando ainda mais em 2012 com o início da série. Sendo um dos melhores personagens da DC, e estando no panteão dos mais famosos ao lado de Batman, Superman, Mulher-Maravilha, Flash e outros, o Arqueiro, precisa de seu próprio filme. Possuindo participações em filmes animados, e tendo um Showcase (curta animado) próprio, Oliver Queen ainda tem história para ser explorada, e diretamente para os cinemas. A sua popularidade ainda é alta entre os fãs, e pode se alavancar ainda mais.

Um filme pode trazer um pouco mais da rica mitologia do Arqueiro Verde nos quadrinhos, brincando de ser engraçadinho e orgulhoso como o de Dennis O’Neil, ou sendo um pouco mais realista como o de Mike Grell. Misturar personalidades no Arqueiro, seria um grande acerto para um possível filme, e com certeza, deixaria os fãs mais felizes do que o que foi entregue na série. 

896daca2ed7fb2fafd0d5f0659f04ac5

Facilidade para se integrar ao DCEU

O Arqueiro Verde teria muita facilidade para estar integrado ao DCEU, diferentemente do Gladiador Dourado, como já falamos há algum tempo em um artigo. Aves de Rapina nos apresentou a segunda Canário Negro, Dinah Laurel Lance, interpretada por Jurnee Smollett, a quem os fãs pedem incessantemente por uma série na HBO Max. Porém, como dizia, há uma facilidade de colocar Oliver no cinema, já que a existência da Canário Negro e sua primeira aparição pode confirmar que Oliver Queen está operando como Arqueiro Verde em Star City.

Green-Arrow-5-review-variant-cover

Mesmo que The Flash possa fazer um reboot do universo -que também pode facilitar a entrada do velho Queen -, nada impede que haja alguma menção/referência ao Arqueiro Verde propriamente em The Flash, ou em algum outro filme.

Atores

Muito ainda se fala em qual ator é perfeito para o papel, e nós colocamos dois nomes: Charlie Hunnam e Travis Fimmel. Hunnam já demonstrou interesse em interpretar o personagem, e Fimmel sempre foi imaginado sendo o Arqueiro Verde, ao lado de Katheryn Winnick como Canário Negro. Ambos eram os protagonistas de Vikings, Ragnar e Lagertha.

Vamos falar primeiro de Fimmel. O ator tem uma vasta experiência na TV e no cinema, e se demonstrou capaz de ser o playboy Oliver Queen. Mesmo que não lembre muito o jeito de playboy, lembra de vigilante, por ter feito o viking Ragnar em Vikings. Ele também está na série Raised by Wolves, e nos filmes Dreamland, Perigo Eminente e Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos. 

Já, Charlie Hunnam, de Sons of Anarchy, é o favorito entre os fãs, e possivelmente, o cast que a DC quer se assemelhar. Hunnam possui o jeito de playboy de Queen, por conta de sua semelhança com o Arqueiro Verde dos quadrinhos – talvez seja o ator que mais se assemelha ao vigilante. O ator também possui uma boa bagagem no cinema, estrelando em Círculo de Fogo, Rei Arthur: A Lenda da Espada, Magnatas do Crime e Operação Fronteira.

Charlie-Hunnam-Green-Arrow


A DC Comics pode aproveitar muito da popularidade para fazer um filme solo do Arqueiro Verde, e tornar o herói ainda mais famoso. Com certeza, com a escolha certa de um ator, diretor e roteirista, o filme faria um grande sucesso de bilheteria e poderia agradar diversos fãs. Um futuro brilhante aguarda o Arqueiro Esmeralda, que merece muito mais do que já lhe foi entregue.

Semana Heroica é um projeto exclusivo do C.R, que acontece uma vez a cada três meses, focando em algum personagens do quadrinhos da DC/Vertigo ou Marvel. Durante uma semana, a Semana Heroica tem a proposta em trazer diversos conteúdos do personagem escolhido, entre artigos, indicações de quadrinhos, vídeos e demais outros assuntos.

Acompanhe nosso Instagram e participe de quizzes disponíveis nos stories sobre o Arqueiro Verde! Vote em sua temporada favorita de Arrow no “Esse ou Aquele?” nos stories.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Semana Heroica | Da pior a melhor temporada de Arrow

Qual a melhor?


Arrow é uma série revolucionária do gênero de heróis, e que alavancou diversas outra séries da DC Comics. Esqueça Smallville e foque em Arrow. Apesar de ter sido uma série com altos e baixos, o show que tem a estrela Stephen Amell no papel do protagonista, possui momentos marcantes, e temporadas brilhantes.

Com tantos anos de bagagem, Arrow tornou o caminho da DC na TV fácil, construindo em sua volta um universo compartilhado coeso. Vários crossovers foram feitos, sendo o último Crise nas Infinitas Terras, na qual Oliver Queen se sacrificou para salvar o universo. Pouco tempo depois, a série finalizou com sua oitava e última temporada, tentando abrir caminho para o spin-off Green Arrow and the Canaries, mas que foi cancelado.

Na Semana Heroica do Arqueiro Verde, decidimos ranquear da pior a melhor temporada de Arrow. Confira abaixo:


8° – 4ª temporada

Não há discussão, a quarta temporada é disparada a pior, por sua season finale inconsistente, trama repetitiva e o vulgo casal Olicity – que é uma tristeza e forçado. Arrow se mostrou uma série muito forte em suas duas primeiras temporadas, com a terceira tendo uma queda de rendimento, mas ainda sendo muito boa. Porém, a quarta, trouxe Damien Darkh, que prometeu ser um dos grandes vilões do vigilante, mas foi um dos piores.

Apesar de já terem restaurado o verdadeiro nome para Star City – obrigado Ray Palmer -, a temporada em si sofre de um lá e cá, com batalhas que poderiam ser conclusivas na metade da temporada, um romance péssimo e a morte de Laurel Lance (Katie Cassidy). Apesar de ser emocionante, foi um dos maiores erros da série. Entretanto, há subtramas boas, como Merlyn (John Barrowman) tentando ascender como Ra’s Al Ghul contra Nyssa, e Oliver se candidatando à prefeito da cidade.

Constantine-4.05-4-640x426

7° – 7ª temporada

Sim, a sétima temporada de Arrow é um dos grandes desastres da série, mas não por sua inconsistência – que também possui -, e sim por sua quebra de paradigma dos vigilantes. Assumir a identidade publicamente no final da sexta temporada foi uma surpresa para muitos, e talvez, uma ideia para terminar Arrow no sétimo ano, mas não foi isso o que aconteceu.

O sétimo ano traz uma trama de Oliver preso por seus crimes como Capuz, e tendo que sobreviver junto de vários criminosos que ele mesmo botou atrás das grades. Porém, ao ser liberado, com sua identidade revelada, o mesmo continua a atuar como Arqueiro Verde, mas sem o misticismo de antes. Ao mesmo tempo, num futuro um pouco distante, Mia Smoak e William, seus filhos, são apresentados para o público. Isso, porém, agradou uma parte, e talvez, incluir uma substituta para o Arqueiro Verde não tenha sido uma boa jogada.

1532706181-do-bright-20

6° – 8ª temporada

O último e derradeiro ano de Arrow se encerrou em 2020, após a morte do mesmo como vigilante, e seu sacrifício como Espectro no crossover Crise nas Infinitas Terras. A oitava temporada se concentrou na redenção de Oliver, com ele tentando se redimir de seus pecados e se preparando para a maior Crise de todas. No entanto, a oitava temporada também foca no futuro, em seus filhos, com uma trama interessante, mas que cai de rendimento.

A oitava temporada apresentou referências de toda a série, relembrou diversos momentos e foi um terreno fértil para redenções de personagens. Apesar de ter desenvolvido um spin-off, Green Arrow and the Canaries – que não foi pra frente, e ainda bem -, o último ano possui consistência na história de Oliver, mas não esquece as ações do futuro. Contando com 10 episódios, o último ano pode não ter sido o melhor, mas possui momentos emocionantes, uma ação incrível no último episódio e que vale sua visita.

5° – 6ª temporada

Se contarmos do episódio 13 para frente, a sexta temporada foi boa, mas num todo, muito razoável e cansativa. Mesmo que ela esteja à frente da oitava temporada – muito por causa de possuir realmente um vilão -, poderia muito bem trocar de lugar com o último ano. Porém, não é o caso. A trama se divide em duas partes. A primeira parte da temporada é focada em Cayden James, um vilão ao estilo Calculador e Charada, que gosta de usar tecnologia, mas tem um péssimo gosto de não ir aos jogos de seu filho. Ricardo Díaz o acompanha, assim como Anatoly Kniazev, mas foi Díaz que tornou a segunda parte da temporada superior a primeira. O grande problema da temporada foi William, filho de Oliver, que queria forçar o pai a parar de ser vigilante. Que garoto chato!

ajU4z8pP9oCPx0HIaEwRnPj22E7

4° – 3ª temporada

A terceira temporada de Arrow marcou muito pela nova abordagem para o Arqueiro Verde na série, mas ainda mais, por trazer o Ra’s Al Ghul como vilão principal. Com a Liga dos Assassinos sendo o principal alvo, e se assemelhando muito a Batman Begins, Arkham City e outros quadrinhos do Batman, a temporada consiste em querer fazer de Oliver um membro da Liga dos Assassinos, após ter sua empresa vendida ao milionário Ray Palmer. Os eventos da terceira respingaram muito na quarta, onde tivemos o término do arco da Cabeça do Demônio.

img_2829

3° – 5ª temporada

Para a terceira posição, temos a quinta temporada, que tenta trazer Arrow de voltas às raízes. Considerada por muitos a melhor, ao lado da primeira e segunda, o quinto ano apresenta um dos melhores vilões da série: Prometheus. Além de mais membros no Team Arrow, o novo ano rapidamente conquistou os fãs por mostrar os eventos catastróficos da season finale. Sem dúvidas, a quinta temporada merece sua atenção.

arrow-9

2º – 2ª temporada

Consistente, maravilhosa e que te prende em uma trama incrível, a segunda temporada traz mais flashbacks do passado de Oliver na ilha, e o embate épico do Arqueiro Verde contra o Exterminador. A temporada toda focou em perdas para o Oliver, abalando seu psicológico e físico também. O plano de Slade era em montar um exército de homens modificados com o soro Mirakuru, que lhe deu grande força física. E com referências aos quadrinhos para explicar o ódio que Slade tem por Oliver – uma flechada no olho é uma delas -, a segunda temporada caminhou livremente para estar entre as favoritas dos fãs.

arrow-unthinkable

1° – 1ª temporada

O começo de tudo! A primeira temporada, sem dúvidas, é tão marcante quanto todas as outras, por apresentar a origem do Arqueiro Verde, sua família, seu passado conturbado e o melhor vilão de toda sua história nos quadrinhos, o Arqueiro Negro. Em toda a primeira temporada, vimos Oliver descobrir os pecados de seu pai, e se redescobrir, após ficar preso numa ilha por 5 anos. Totalmente renovado e pronto para trazer justiça, seguindo o caderno de seu pai com vários nomes de inimigos, ele utiliza suas habilidades com o arco e flecha, colocando um capuz e se autodenominando de O Capuz.

Atuando como O Capuz, Oliver recebeu várias vezes a culpa da polícia de estar matando cidadãos importantes, algo que estava sendo feito pelo Arqueiro Negro. Caçado pela polícia e pelo Arqueiro Negro, o vigilante está no meio de um fogo cruzado para salvar sua pele e também da cidade, após descobrir o diabólico plano de Merlyn contra os Glades.

d52327d2afe10e4e81fddb0b69545945


Semana Heroica é um projeto exclusivo do C.R, que acontece uma vez a cada três meses, focando em algum personagens do quadrinhos da DC/Vertigo ou Marvel. Durante uma semana, a Semana Heroica tem a proposta em trazer diversos conteúdos do personagem escolhido, entre artigos, indicações de quadrinhos, vídeos e demais outros assuntos.

Acompanhe nosso Instagram e participe de quizzes disponíveis nos stories sobre o Arqueiro Verde!


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

27 de maio: O dia em que o Super-Homem parou de voar

Christopher Reeve se acidentou neste mesmo dia, em 1995.


Se por um lado Christopher Reeve nos fez acreditar que o homem poderia voar ao interpretar o Superman no final dos anos 1970 e 80, por outro, ele deixou de voar após seu fatal acidente que o deixou tetraplégico até os últimos dias de sua vida.

Reeve nasceu em 25 de setembro de 1954, e já era ator desde seus 14 anos, tendo estudado nas melhores escolas de artes cênicas. Iniciando em papéis pequenos na TV, o ator conseguiu sua grande chance no filme Alerta Vermelho: Netuno Profundo, de 1977. No ano seguinte, ele estrelou SOS Submarino Nuclear, mas foi em Superman: O Filme que Reeve deixou seu nome para sempre no cinema, e na história do super-herói.

“Ele foi colocado nesta Terra por… muitas razões. Ele não estava aqui apenas para ser um ator. Ele era um verdadeiro Super-Homem”, disse Richard Donner, diretor de Superman lançado em 1978.

DS6GoBnW4AAtW0p

Não é nenhum exagero falar que o Superman de Reeve ainda é o melhor de todos os tempos, por ser tão perto dos quadrinhos, quanto o que ele propriamente marcou ao longo dos filmes, inspirando jovens, levando carisma e muito heroísmo. Alto, com porte atlético e que suava muito em algumas cenas, era perceptível a entrega do ator para com o Homem de Aço, papel que desempenhou de 1978 a 1987. A interpretação do desajeitado Clark Kent, e depois a entrada do Superman, eram os pontos mais fortes que Reeve fez, virando sinônimo para posteriores filmes, séries e também quadrinhos. Na verdade, o Superman de Reeve em si virou um sinônimo para a DC.

Sua carreira estava indo muito bem, até que no dia 27 de maio de 1995, Christopher Reeve sofreu uma queda no cavalo, fraturando suas duas vértebras cervicais e o deixando paraplégico. Mas, seu acidente não o parou, e determinado em ajudar os outros assim como fazia como Superman, o ator criou a Christopher Reeve Paralysis Foundation, objetivando uma luta por pesquisas de células-tronco. Posteriormente, virou Christopher and Dana Reeve Foundation, após sua esposa ter falecido em 2006, dois anos depois dele. Você pode conhecer a fundação clicando aqui.

ChrisDanaReeveTGS570x280

“Muitos de nossos sonhos, a princípio, parecem impossíveis, depois parecem improváveis ​​e, então, quando invocamos a vontade, logo se tornam inevitáveis”, Christopher Reeve.

Ele não parou por aí. Não mesmo! Reeve ainda teve fôlego para atuar um pouco mais, e agora foi nem Janela Indiscreta de 1998, o fazendo ser indicado ao Globo de Ouro, e ganhando o Screen Actors Guild Award de Melhor Ator em Filme para Televisão ou Minissérie. Ele também esteve na direção de In The Gloaming da HBO, ganhando várias indicações e prêmios. Sua última aparição creditada na TV foi na série Smallville, uma última vez dentro da franquia de quem o tornou famoso por várias gerações, o Superman. Em 1996, no Oscar, ele foi aplaudido de pé por 1 minuto por diversos atores, atrizes e diretores, e não deixou que seu acidente afetasse sua humildade e carisma.

Com a saúde debilitada depois do acidente, o ator deu seu último suspiro no dia 10 de outubro de 2004, vítima de infarto após sofrer uma infecção. Ele deixou dois filhos, frutos de um primeiro relacionamento, e seu filho mais novo, Will, que teve junto com Dana. Seu corpo foi cremado. Este ano iremos completar 17 anos sem o ator.

Mesmo que você prefira um outro Superman e uma nova abordagem, é inegável dizer que Christopher Reeve deixou o maior legado do herói em live-action de todos tempos, e será dificilmente superado. Com todo seu carisma, sua persistência e determinação de ajudar pessoas que possuíam um tipo de paralisia, Reeve jamais deixou de crer que ele fez todos acreditarem que o homem poderia voar. Apenas um obrigado não basta, e descrever sua importância é uma enorme honra!

Dedicado a Christopher Reeve. Obrigado por nos fazer acreditar que o homem poderia voar.

christopher-reeves-superman-costume-up-for-auction_7qu9


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Semana Heroica | As 6 melhores cenas de luta de Arrow

Série é conhecida por ter cenas de ação épicas.


Mesmo que não seja a melhor série de heróis, e que tenha representado um Arqueiro Verde ao estilo Batman, Arrow possui seus dons. Além de uma boa trilha sonora e vilões marcantes, as cenas de luta se destacam muito durante a série, graças ao ator Stephen Amell.

Continuando a Semana Heroica, iremos listar as seis melhores cenas de luta que envolvem o Arqueiro, desde a primeira temporada até sua última.


6. Arqueiro Verde vs Ricardo Díaz (6×23)

Na season finale da sexta temporada, Oliver continua na cola de Ricardo Díaz (Kirk Acevedo) para colocá-lo atrás das grades. No episódio ‘Life Sentence’, Oliver quer uma revanche contra Díaz, e o encontra no telhado de um prédio pronto para fugir. Apesar de não ter tido um desfecho agradável, a luta tem uma boa coreografia, e fotografia, sustentada por uma trilha sonora magnífica e épica.

5. Arqueiro Verde vs Vigilante, Sereia Negra e bandidos (6×10)

A sexta temporada de Arrow, apesar de não ser mil maravilhas, nos condecorou com diversas cenas de luta ótimas. Com o passar do tempo, a série de Greg Berlanti melhorou em sua coreografia de luta, apresentando muito mais do que em temporadas anteriores. No décimo episódio do sexto ano, Oliver está em um armazém de Star City, e encontra uma grande luta entre a gangue de Cayden James e os Bertinelli. No meio de tudo isso, o Arqueiro Verde entra em ação derrubando um por um, até que o Vigilante o interrompe. O episódio provou do que o Arqueiro Verde é capaz de fazer sem a ajuda de sua equipe.

4. Oliver Queen vs Ra’s Al Ghul (3×09)

Com a terceira temporada tomando forma, a trama de todo o ano consistiu em explorar a Liga dos Assassinos, chegando a referenciar Batman Begins e a Batman #244, quadrinho clássico do Cavaleiro das Trevas por Neal Adams. Oliver e Ra’s estão em uma montanha, e o playboy precisa provar que é digno de derrotar o líder da Liga dos Assassinos. É ótimo ver que Oliver está lutando sem seu arco e suas flechas, e apenas com o que aprendeu, com o apoio de uma espada. O final vocês já sabem.

3. A luta final de Oliver contra Slade (2×23)

O Exterminador não iria ficar de fora do Top 3. A season finale da segunda temporada foi épica e fenomenal, e se manteve em alto nível assim como na primeira. Em todo o segundo ano, Oliver foi testado psicologicamente, fisicamente e emocionalmente, tendo de lidar com grandes perdas. Misturando o presente com flashbacks, as duas lutas entre Oliver e Slade no passado, na ilha, e em Starling City, explicam o ódio que o Exterminador sente pelo vigilante.

2. O três rounds contra o Arqueiro Negro (1ª temporada)

A primeira temporada, sem dúvidas, é a melhor já feita. Tão pé no chão quanto as outras, foi o começo do Capuz salvar de os cidadãos de Starling City e aplicar o medo nos criminosos. Com a temporada se desenrolando, mostrando os planos diabólicos de Malcolm Merlyn e a ascensão do Arqueiro Negro, maior inimigo de toda a história do Arqueiro Verde.

Interpretado por John Barrowman, que voltou em temporadas posteriores, o Arqueiro Negro assassinava sem piedade, e toda a culpa era descontada para o vigilante denominado de O Capuz. O primeiro encontro entre os maiores arqueiros dos quadrinhos se deu em um armazém, uma armadilha preparada por Merlyn, que saiu vitorioso nesta luta e na segunda, mas perdeu na terceira. Mesmo com a derrota, seus planos vingaram.

1. Arqueiro Verde e sua luta final (8×10)

Sem dúvida nenhuma, ‘Fadeout’ apresentou a melhor sequência de ação de toda a série, e também do Arrowverse. De voltas às origens, na qual o vigilante deixava uma pilha de corpos, o Arqueiro Verde caça John Byrne, um criminoso que apareceu na lista de Robert Queen, envolvido em tráfico humano. Oliver o caça até o fim, derrotando dezenas de capangas em um esconderijo, mostrando o quão brutal ele era.

A cena em específico também quer passar que o Arqueiro Verde é tão habilidoso como o Batman, e não precisaria de alguma equipe ou parceiro para ajudá-lo a derrotar vários inimigos. É válido ressaltar a trilha sonora, a fotografia e o movimento de câmera, que ajudaram muito na cena, além da coreografia, que estava em seu total ápice. Arrow encerra a temporada com uma magnífica cena de luta, e do jeito que a série e o personagem mereciam.


Semana Heroica é um projeto exclusivo do C.R, que acontece uma vez a cada três meses, focando em algum personagens do quadrinhos da DC/Vertigo ou Marvel. Durante uma semana, a Semana Heroica tem a proposta em trazer diversos conteúdos do personagem escolhido, entre artigos, indicações de quadrinhos, vídeos e demais outros assuntos.

Acompanhe nosso Instagram e participe de quizzes disponíveis nos stories sobre o Arqueiro Verde!


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Semana Heroica | As 7 melhores histórias do Arqueiro Verde nos quadrinhos

Qual deverá ser a melhor?


Criado para ser um paralelo entre o Batman e o Robin Hood, o Arqueiro Verde apareceu pela primeira vez na More Fun Comics #73, ainda em 1941. Apesar de não ter sido muito popular durante boa parte de sua carreira, os roteiristas começaram a mudar sua personalidade e caracterização, adotando seu cavanhaque clássico.

Fato é que Dennis O’Neil reinventou para sempre o Arqueiro Verde, mas ele não foi o único. Em mais uma lista para a Semana Heroica, iremos ranquear as sete melhores histórias do Arqueiro Esmeralda, um herói que se tornou muito popular com o passar dos anos.


7. Liga da Justiça: Ascensão e Queda

81N+CQjcQdL

Mesmo que seja criticada por alguns, Ascensão e Queda tem seu lugar nas grandes histórias do Arqueiro Verde. A história se segue logo após os eventos que culminaram no assassinato do vilão Prometheus, nas mãos de Oliver Queen. O Arqueiro Verde se tornou um fugitivo após o ocorrido, e é caçado pelos próprios companheiros da Liga da Justiça, tendo também, um encerramento no seu casamento com a Canário Negro. O quadrinho antecede a série O Dia Mais Claro.

6. Arqueiro Verde: A Busca

Green_Arrow_0018

Durante seis capítulos de Arqueiro Verde Vol. 3, o herói teve um arco chamado “A Busca”, que trouxe Roy Harper consigo. Com o roteiro de Brad Meltzer, o arco explora Oliver em busca de suas antigas memórias, após sua morte nos anos 90. Ele vai em busca de diversos itens e memórias mais profundas, querendo saber até mesmo quem compareceu em seu funeral. A história também revela uma grande conexão entre ele e seu filho, Connor Hawke.

5. Arqueiro Verde: O Espírito da Flecha

Green-Arrow-Quiver

Escrita por Kevin Smith e lançada em 2001, Arqueiro Verde: O Espírito da Flecha é o quadrinho que coloca Oliver Queen de volta às ruas de Star City. Durante o crossover Noite Final, o Arqueiro Verde havia morrido, e Hal Jordan, agora como Espectro, o revive, mas sem sua alma. Connor, seu filho e o segundo Arqueiro Verde, precisa resgatar a alma do pai, devolvendo ao corpo atual que foi ressuscitado por Jordan.

4. Lanterna Verde Vol. 2 #85 e #86

Green_Lantern_Vol_2_85

Para trazer mais seriedade e crítica social aos quadrinhos, Dennis O’Neil se junta ao artista Neal Adams nos títulos do Lanterna Verde, que mostram a parceria fantástica com o Arqueiro Verde. Na década de 70, falar sobre assuntos como drogas, sexo e violência exagerada nos quadrinhos não era comum, mas O’Neil trouxe isso para a história do Lanterna Verde com o Arqueiro Verde

Em duas edições, sendo a primeira como título de “Snowbirds Don’t Fly”, Oliver é acertado por uma flecha sua no ombro, por drogados que estavam querendo arranja confusão na rua. Ele consegue ir para um hospital e pede ajuda de Hal para achar os traficantes, e consequentemente, seu pupilo, o Ricardito. Seguindo sua aventura com o Lanterna e um braço inutilizado, Oliver descobre o esconderijo dos traficantes que vendiam as drogas. Não demorou muito para os heróis acabarem com o lugar, mas não conseguirem levar todos à justiça. Em meio a este tempo, Roy Harper está em sua casa, se drogando com heroína e Oliver vê isso. Por detestar drogas, e por ver que Roy está aderindo por tudo àquilo que Oliver lutou, o Arqueiro dá um tapa em seu pupilo, desfazendo de vez, sua parceria com ele.  A história teve grande repercussão na época, e é discutida pelos grandes fãs de quadrinhos até hoje.

3. Liga da Justiça: Clamor por Justiça

green-arrow-kills-prometheus-2

Mesmo não sendo uma história do Arqueiro Verde em si, e sim da Liga da Justiça, Clamor por Justiça é uma das tramas mais importantes da carreira do Arqueiro Esmeralda, que definiu diversos assuntos do herói. James Robinson traz o vilão Prometheus como antagonista principal. Ele orquestrou um grande plano contra a Liga da Justiça, se passando por Freddy Freeman, melhor amigo de Billy Batson, o Shazam. O vilão ganhou acesso a Torre de Vigilância, onde pôde colocar dispositivos de teletransportes nas cidades de vários heróis, para prendê-los no passado ou futuro. Não demorou muito para Roy Harper descobrir que Freddy não era o inimigo. Uma luta acontece, e Prometheus acaba arrancando o braço do Arqueiro Vermelho.

Após derrotar os Jovens Titãs e a Liga da Justiça, Donna Troy captura o vilão e o espanca. Em troca de libertação, Prometheus resolve entregar as localizações de seus dispositivos, após eles falharem e começarem a explodir. Star City foi uma das cidades que teve uma explosão, e que acabou matando Lian Harper, filha de Roy. Oliver descobre o corpo da menina junto com a Canário Negro, e resolve querer matar Prometheus. Tomado pela raiva e querendo justiça, o Arqueiro Verde vai até o esconderijo de Prometheus após o mesmo retornar, e a sangue frio, atira uma flecha em sua cabeça, o matando.

O quadrinho é um dos mais importantes do Universo DC, e mais bem avaliados da editora, se tornando cânone na história principal do Arqueiro Verde.

2. Arqueiro Verde: Ano Um

1e68a09ae5523c110e2b017994f6834ce27742f3r1-1280-720v2_hq

Lançada em 2007, a minissérie que traz o roteiro de Andy Diggle, Arqueiro Verde: Ano Um, conta uma nova origem para o vigilante mascarado, que serviu de inspiração para a série Arrow. Oliver Queen é um playboy milionário mimado, que adora uma bebedeira. Após decidir viajar em seu barco com seu guarda-costas, ele é traído pelo mesmo e jogado ao mar, até chegar em uma ilha remota no Pacífico.

Queen é obrigado a sobreviver e explorar a ilha, e utilizando de materiais no local, ele constrói um arco e coloca um capuz verde para se proteger do sol. Descobrindo que a ilha era uma plantação de ópio de China White, e após conversar com uma escravizada que lhe deixa claro toda a situação, Oliver começa sua aventura pelo bem, para frustar os planos da vilã e ser o herói entre os escravos. Facilmente, pode ser considerada a segunda melhor história do Arqueiro Verde.

1. Arqueiro Verde: Os Caçadores

green-arrow-oliver-queen-the-longbow-hunters

Os Caçadores de Mike Grell é um clássico e uma leitura obrigatória de todo fã do Arqueiro Esmeralda. Mesmo que uma das edições apresente o pior vilão do herói em toda a sua história, a trama em si é consistente e bela. Oliver se muda para Seattle, e mantém sua boa relação com Dinah Lance, a Canário Negro. Abandonando todas as suas flechas especiais, e adotando um capuz para mantê-lo mais sombrio, o Arqueiro Verde precisa parar o assassino em série de Seattle, enquanto a Canário está investigando uma organização criminosa.

Envolvendo também a Yakuza, sendo mais minucioso, a personagem Shado, o Arqueiro Verde tem um ponto crucial nesta história que o definiu para sempre, após experimentar matar um inimigo pela primeira vez. As consequências para o interior de Oliver foram grandes, fazendo com que o mesmo não conseguisse encontrar a paz após ter matado pela primeira vez. Os Caçadores é a história mais profunda do Arqueiro Verde, e crucial de sua história, que fecha esta lista.


Semana Heroica é um projeto exclusivo do C.R, que acontece uma vez a cada três meses, focando em algum personagens do quadrinhos da DC/Vertigo ou Marvel. Durante uma semana, a Semana Heroica tem a proposta em trazer diversos conteúdos do personagem escolhido, entre artigos, indicações de quadrinhos, vídeos e demais outros assuntos.

Acompanhe nosso Instagram e participe de quizzes disponíveis nos stories sobre o Arqueiro Verde!

Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Jason Kilar negocia sua saída da WarnerMedia

Kilar completou seu primeiro ano na liderança.


As novidades do acordo entre a WarnerMedia e o Discovery ainda não pararam, e estão respingando entre os atuais líderes da WarnerMedia. Segundo o NY Times, o CEO da empresa, Jason Kilar, já contratou uma equipe jurídica para negociar sua saída, após David Zaslav (chefe do Discovery), ser anunciado como CEO da nova empresa que não possui nome.

Anúncios

“Como acredito ser importante neste momento continuarmos a manter nosso foco e viver de acordo com nosso potencial como equipe”, disse em um memorando, que pode ser conferido na íntegra no final da matéria.

O anúncio da fusão pegou todos de surpresa, já que a WarnerMedia foi comprada pela AT&T por US$ 85 bilhões em 2016, com oficialização apena em 2018. A venda por US$ 43 bilhões movimentou o mercado de ações na manhã de ontem (17), com o nome de David Zaslav no topo da liderança da nova empresa. Apesar da venda, a gigante das telecomunicações irá controlar 71% das ações, enquanto a Discovery Inc. o restante.

John Stankey, CEO da AT&T, disse que “David tem decisões que deve tomar em uma ampla seção transversal de como ele deseja organizar o negócio e quem estará em quais funções avançando neste período de transição”. Uma das posições é Jason Kilar, CEO da WarnerMedia, que parece estar dentro dos planos, mas não gostou da fusão. Zaslav disse posteriormente que Kilar é “um talento fantástico”.

Com a possível contratação de uma equipe jurídica, não deve demorar muito para que Kilar anuncie formalmente sua saída da WarnerMedia. Uma integração total da nova empresa que será administrada por Zaslav, terminará em meados de 2022. 

Kilar foi contratado ainda em maio de 2020 durante a pandemia do COVID-19, após ter ocupado cargo de executivo na Amazon, e como CEO fundador do Hulu. Ele foi um dos responsáveis pelo anúncio da retomada de lançamentos da Warner Bros. nos cinemas em 2022. Kilar se manteve apenas um ano como CEO da WarnerMedia. Sua saída pode acontecer até o final deste ano.

A WarnerMedia não quis comentar.

Confira seu memorando:

“Equipe –

Vocês provavelmente já devem ter lido um pouco sobre as notícias da WarnerMedia e da Discovery chegando a um acordo definitivo para a combinação. Entre o recente e-mail de toda a empresa e a prefeitura de amanhã, John Stankey e Pascal Desroches fizeram e continuarão a fazer um trabalho muito forte de compartilhar os detalhes e o contexto da transação com toda a equipe.

O objetivo deste e-mail é duplo.

Em primeiro lugar e mais importante, quero agradecer a cada um de vocês. O orgulho, a paixão e o carinho que tenho por esta equipa – por cada um de vós – e por esta empresa são impossíveis de comunicar. Não considero nenhum dia na equipe da WarnerMedia um dado adquirido, é uma honra poder servir nossos clientes e poder atendê-lo nesta função. Esteja eu entrando no estacionamento em Burbank ou no saguão do Hudson Yards (ou em outro lugar), me sinto a pessoa mais sortuda do planeta. Sou muito grato por tudo o que você faz e por cada dia precioso em que estou nesta equipe nesta função.

Em segundo lugar, quero enfatizar a importância que acredito ser neste momento para continuarmos a manter o nosso foco e a viver de acordo com o nosso potencial como equipa. Como eu compartilhei no mês passado no contexto de nossos resultados do primeiro trimestre, há muito vento em nossas velas. Esse tipo de impulso é conquistado com dificuldade, mas facilmente perdido. Estou grato que as notícias importantes de hoje chegam durante um período em que nosso foco passa a ser particularmente intenso: vamos realizar nosso Upfront nesta quarta-feira, vamos lançar o  Friends  Reunion na próxima quinta-feira, a semana seguinte traz o lançamento de um anúncio apoiado pela HBO Max,  In The Heights estreia na semana seguinte e, no final de junho, a HBO Max vai ao ar em mais 39 países. É um período muito bom de seis semanas e há muito mais por vir (21 lançamentos adicionais em toda a Europa, DC FanDome, nosso trecho mais forte de lançamentos de filmes desde o início da pandemia, trabalho vital na CNN, e muito mais). Este é um momento de definição para nós. E reconheço que será necessário tudo o que temos para manter o foco coletivo na missão. Nós podemos fazer isso 🙂

Neste dia e em todos os dias… muito obrigado ao melhor time que existe.”

Jason

Para mais informações sobre o mega-negócio, fique de olho no C.R, seguindo nosso Instagram e se inscrevendo em nosso canal no YouTube.

Saiba mais sobre o assunto:

AT&T anuncia fusão entre WarnerMedia e Discovery; CEO do Discovery assumirá o comando


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

AT&T anuncia fusão entre WarnerMedia e Discovery; CEO do Discovery assumirá o comando

A empresa está disposta em se tornar uma gigante no streaming.


De acordo com a Variety, a WarnerMedia e o Discovery anunciaram uma fusão entre as duas gigantes empresas, para se consolidarem entre os maiores conglomerados de mídia, com o avanço significativo do streaming. A AT&T, empresa de telecomunicações dos Estados Unidos, e antiga dona da WarnerMedia (antiga Time Warner), será a grande beneficiada com a aquisição, que tornará a disputa pelo streaming ainda mais acirrada, querendo bater de frente com a gigante Netflix e a Disney+, que ascendeu rapidamente.

Anúncios

O acordo que resultou em US$ 43 bilhões, foi feito durante uma várias reuniões com o chefe do Discovery, David Zaslav. O CEO da AT&T John Stankey, parece ter conseguido finalmente se juntar com Zaslav para querer ainda mais alavancar a receita de todo o conglomerado. Com a HBO Max em execução na América do Norte, o serviço de streaming entrará no mercado mundial ainda em junho, sem uma data pré-estabelecida. Agora, a fusão da WarnerMedia e Discovery poderá incluir um novo streaming integrado à HBO Max, o Discovery+.

“Não somos apenas melhores juntos, somos os melhores juntos”, disse Zaslav em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira.

Como foi dito, o acordo beneficia muito a AT&T, pois irá reter dívidas da compra oficializada da Time Warner em 2018, para que a gigante de telecomunicações consiga continuar com seu desenvolvimento do 5G. Como parte do acordo, a AT&T receberá US$ 43 bilhões em dinheiro, títulos de dívida e retenção de certas dívidas pela WarnerMedia. Além disso, os acionistas da AT&T controlarão 71% das ações da nova empresa, enquanto os do Discovery ficarão com os 29%. Os conselhos das duas empresas aprovaram a transação, que deve ser concluída até 2022.

“Estamos agora em um mundo onde a relevância e o sucesso futuro estarão vinculados a maior escala e crescimento global”, escreveu Stankey. “Para ser uma das melhores empresas globais de mídia, é necessário não apenas ativos criativos amplos e profundos, mas também uma base de investidores e acesso a capital para que isso aconteça. A decisão de combinar WarnerMedia com Discovery está enraizada nesta conclusão.”

Apesar de ser uma fusão oficializada, ela ainda fica pendente para a aprovação do governo americano. Mesmo com a fusão, um nome ainda não foi divulgado, e nem toda a gestão corporativa, mas David Zaslav será o principal CEO desta nova empresa. A posição de Jason Kilar, atual CEO da WarnerMedia, ainda está incerta, mas sua saída é iminente, bem como o chefe da CNN Jeff Zucker, que parece estar de saída, assim como Toby Emmerich, chefe da divisão de cinema da Warner Bros.

“David tem decisões que deve tomar em uma ampla seção transversal de como ele deseja organizar o negócio e quem estará em quais funções avançando neste período de transição”, falou Stankey.

O conteúdo da WarnerMedia, que inclui diversas empresas como a DC Comics, HBO e TNT, agora irá se fundir totalmente com o conteúdo do Discovery, focado em culinária, ciência e o jornalismo, seja esportivo ou diário. A AT&T tem o desejo de expandir a HBO Max para o mercado internacional, impulsionando diversas assinaturas a partir de junho.

“Este acordo une dois líderes de entretenimento com forças de conteúdo complementar e posiciona a nova empresa como uma das principais plataformas globais de streaming direto ao consumidor”, disse o CEO da AT&T, John Stankey. “Ele apoiará o crescimento fantástico e o lançamento internacional do HBO Max com a pegada global do Discovery e criará eficiências que podem ser reinvestidas na produção de mais conteúdo excelente para dar aos consumidores o que eles desejam.”

A promessa é de que o investimento de mais conteúdo será realmente pesado, superando a Netflix e NBCUniversal, e se mantendo na segunda posição de entidade de mídia de Hollywood, apenas atrás da Walt Disney Company. A quantia gira em torno de US$ 20 bilhões para os serviços de streaming da HBO Max e Discovery+.

“É muito empolgante combinar essas marcas históricas, jornalismo de classe mundial e franquias icônicas sob o mesmo teto e desbloquear tanto valor e oportunidade”, disse Zaslav. “Com uma biblioteca de propriedade intelectual estimada, equipes de gestão dinamite e experiência global em todos os mercados do mundo, acreditamos que todos ganham… consumidores com escolhas mais diversas, talentos e contadores de histórias com mais recursos e caminhos atraentes para públicos maiores e acionistas com uma visão global empresa de crescimento em escala comprometida com um forte balanço patrimonial que está melhor posicionada para competir com os maiores streamers do mundo.”

Até o momento, todo o conteúdo da WarnerMedia e Discovery irão respingar em um único pilar. A HBO Max traz em seu catálogo conteúdos da Warner Bros. Pictures, DC Comics, HBO, TNT, TBS, TCM, CW, Cartoon Network, Adult Swin, CrunchyrollNew LineLooney Tunes CNN, além da WarnerMedia possuir o canal Cinemax. Já o Discovery tem como conteúdo o Discovery Channel‎‎, Food Network, HGTV, OWN, TLC, SCI, Animal Planet, HLN, Turner Sports, Magnolia Network, Investigative Discovery e Eurosport.‎ 

Ainda não se sabe se a HBO Max e Discovery+ serão serviços integrados um no outro como a Amazon Prime e StarzPlay, ou se abrigarão um serviço de streaming ainda maior, com outro nome. Novos detalhes ainda não foram divulgados.

Atualização (17:59)

Ao Axios, um representante da negociação, revelou que a WB Games (ou Warner Bros. Interactive Entertainment) será repartida entre a AT&T e Discovery. A gigante das telecomunicações resolveu querer vender a divisão de jogos da Warner ainda em 2020, mas recuou. Agora, parece que a divisão será afetada.

“A WB Games está se separando de alguma forma devido à venda / fusão da WarnerMedia-Discovery. Parte dos jogos ficarão com a AT&T e parte com a nova empresa.”

A WB Games possui 11 estúdios operantes:  Avalanche Software, Monolith Productions, Rocksteady, NetherRealm, TT Games, WB Games Montreal, WB Games Boston, WB Games San Diego, WB Games New York e WB Games San Francisco.

Dois destes estúdios, WB Montreal e Rocksteady, estão desenvolvendo jogos baseado nos personagens da DC Comics: Gotham Knights e Suicide Squad: Kill the Justice League, respectivamente. Além disso, a Avalanche Software está desenvolvendo um jogo da franquia Harry Potter. Todos os três games possuem data de lançamento para 2022. 

Assim que mais informações surgirem, o Critical Room estará atualizando nesta matéria em em novas.

Para mais informações sobre o mega-negócio, fique de olho no C.R, seguindo nosso Instagram e se inscrevendo em nosso canal no YouTube.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Há 5 anos Uncharted 4 era lançado e encerrava a jornada de Nathan Drake

Nathan Drake encerra sua história de forma emocionante.


Uncharted, com certeza, é uma das melhores franquias de games já criados, e trouxe Nathan Drake se aventurando pelo mundo, como um explorador. Assim como o Indiana Jones, Nate era um historiador, e gostava de fortes emoções, mas como dizia em Indiana Jones e a Caveira de Cristal, um “ladrão de túmulos”. Mas, o que aprendemos com Uncharted 4?

Anúncios

Jogado por mais de 37 milhões de pessoas, e com 13,3 milhões de pessoas já tendo experimentado o modo multiplayer, Uncharted 4 foi e é um sucesso de crítica e de público, apesar de não ser considerado por alguns fãs o melhor jogo da franquia. Era uma obrigação da Naughty Dog de fazer um jogo à altura para Nate, e exclusivo apenas para o PlayStation 4

É claro que os anteriores são jogos incríveis, sendo uma franquia que soube usufruir bem de sua mecânica, roteiro, personagens carismáticos e uma trilha sonora cativante. Uncharted 4 marcou uma pequena confusão nos bastidores, com os diretores que estava para dirigir o projeto, Amy Hennig e Justin Richmond  saindo do projeto em 2014. O jogo sofreu adiamentos, e Neil Druckmann assumiu o projeto, ao lado de Bruce Straley. Com o pouco tempo que eles tinham para terminar, os diretores tiveram de fazer grandes alterações na história, para entregar um jogo de conclusão perfeito para a franquia e a história de Nathan Drake.

O que faz de Uncharted 4 ser tão especial?

“Sou um homem afortunado e devo buscar minha fortuna.”

Sendo o último jogo e o encerramento do arco de Nate, Uncharted 4 é tão especial para os fãs, assim como Batman: Arkham Knight foi, concluindo as histórias principais de seus protagonistas. Ele não é só especial por ser o quarto jogo, e o encerramento de Nate, mas é mais especial por ter uma história que mergulha o jogador no drama familiar que a família Drake enfrentava.

A história trazia os antigos aliados, Sully e Elena – sua atual esposa -, além de trazer seu irmão perdido, dado como morto, Sam. A trama tem como objetivo, focar nos irmãos Drake e na despedida de Nate, enquanto se aventura pela Europa e África em busca do tesouro perdido de Henry Avery, um dos piratas mais procurados pela Coroa Inglesa.

É muito bacana de ver que essa caça ao tesouro não leva o jogador a enfrentar monstros num complexo nazista no meio da Amazônia, ou yetis no Tibete, e foca em algo mais realista, apesar de macabro em muitas partes. Mudar os ares e trazer a pirataria à tona na franquia, não só foi uma ideia brilhante, como alavancou ainda mais o desejo de vermos histórias “pé no chão” de Nate e sua turma de ladrões de túmulo.

Um dos grandes momentos – que são vários -, fica justamente para a intro do jogo, que referencia toda a carreira de Nate ao longo dos anos. No jogo em si, é possível explorar e encontrar várias referências dos games anteriores.

O que aprendemos com Uncharted 4 e toda a franquia?

Uncharted é uma franquia de sucesso, e molda, além de um entretenimento para jovens, conhecimento histórico também. Em Uncharted 4, o conhecimento histórico falou mais alto, que  adorou mexer com pirataria e fazer grande alusão até mesmo a Piratas do Caribe em alguns momentos, porém, de uma forma mais realista.

Não só aprendemos que Uncharted é uma franquia definitiva para os jogos de aventura, como também ficamos na imersão de Nathan Drake e suas épicas aventuras. O último jogo conseguiu trazer todo o sentimento épico dos jogos anteriores, mostrando uma nova jogabilidade, em um drama incrível, que encerrou a jornada de Nate de forma emocionante. Se um dia veremos ele novamente? Não sei. Mas sei que para os fãs, este jogo tem seu lugar reservado no coração, e que ele não será esquecido tão cedo.

maxresdefault (2)
Sic Parvis Magna

Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Quem é Shang-Chi, o novo herói do MCU?

Personagem é um exímio lutador de artes marciais.


O filme do novo herói do MCU está prestes a sair e seu trailer aumentou as expectativas de muitas pessoas! Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis é o novo longa da Marvel Studios, e que traz o herói pela primeira vez nas telonas.Reunimos algumas informações sobre o personagem.


Criação

O personagem foi criado por Steve Englehart e Jim Starlin, aparecendo pela primeira vez na edição #15 da Special Marvel Edition, em 1973.

Origem

Shang-Chi foi criado e treinado em diversos estilos de artes marciais por seu pai Fu Manchu, também chamado de Zheng Zu, um imortal líder de uma poderosa organização criminosa. Quando Shang-Chi descobre a verdade sobre seu pai durante uma missão, ele passa a não se importar com a sua origem e começa a enfrentar toda a organização de Fu Manchu. E assim nasce O Mestre do Kung Fu.

Poderes e Habilidades 

Shang-Chi possui um domínio quase absoluto do chi, a energia vital de toda a vida, o que lhe permite ter atributos muito superiores ao de um ser humano normal. Com isso ele possui uma força sobre-humana, uma forte resistência a dor e consegue ser capaz de desviar até mesmo de balas de armas.

Quando ele foi exposto a uma radiação cósmica, Shang-Chi consegue fazer clones de si mesmo, cada um com habilidades diferentes.Além disso tudo, o Mestre do Kung Fu tem domínio de TODAS as artes marciais da Terra, incluindo as que já foram esquecidas pela humanidade. Também é preparado ao uso de várias armas, tanto armas brancas quanto armas de fogo, mas elas quase nunca são usadas.

shang-chi-marvel-first-look-3-1265030-752x440-1

Shang-Chi no MCU

Shang-Chi pode ter uma papel muito importante no MCU, pois ele já foi um dos Vingadores e tem uma boa conexão com os personagens, especialmente com o Homem-Aranha. Peter acabou perdendo seu sentido aranha durante a saga Ilha das Aranhas, com isso, a Madame Teia pediu a Shang-Chi que ensinasse um pouco do que ele sabe para o Homem-Aranha, criando um novo estilo, que complementava os poderes de aranha do Peter.

Sobre o filme do Shang-Chi, tudo indica que será uma ”homenagem” aos filmes de luta dos anos 80 e 90. Esperamos que esse filme mostre muitas coisas da cultura chinesa, e que abra brechas para futuros filmes com personagens que misturam artes marciais com artes místicas. Será bem diferente dos filmes de heróis da Marvel que já nos foi mostrado.

Sinopse: “Shang-Chi precisa confrontar o passado que pensou ter deixado para trás. Ao mesmo tempo, ele é envolvido em uma teia de mistérios da organização conhecida como Dez Anéis.”

Simu Liu foi escalado para o papel principal e Tony Leung como Mandarim. O filme terá direção de Destin Cretton. A estreia acontece no dia 3 de setembro deste ano.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Legends of Tomorrow | O que esperar da 6ª temporada?

A nova temporada trará os aliens contra as Lendas.


A estreia da sexta temporada de Legends of Tomorrow vai se aproximando, e muitos fãs da série estão ansiosos pelo que pode vir. Sendo a série mais consistente da CW, fazendo parte do Arrowverse, LoT – assim apelidada pelos fãs – continuará do ponto final da quinta temporada: Sara (Caity Lotz) sendo abduzida por extraterrestres. Com uma promo lançada da nova temporada, confirmando a situação de Sara, as Lendas terão de resgatar sua capitã e principal personagem. Mas, o que podemos esperar da nova temporada?

Confira tudo o que sabemos sobre o sexto ano da série.

*Nota do editor: Este artigo foi feito em conjunto com a página DC Legends Brasil, presentes no Twitter e Instagram.
Anúncios

História 

legends-of-tomorrow-season-6-promo

Já sabemos um pouco mais da história, e quais serão os vilões principais da nova temporada. Sara foi capturada por aliens, deixando a Waverider defasada, e os aliens estão espalhados pelo tempo como anacronismos, e as Lendas precisam consertar o probema. No DC FanDome, a produtora executiva Graine Godfree confirmou Ava (Jes Macallan) como a capitã substituta, porém, o que vimos no pequeno teaser, ela e Mick (Dominic Purcell) estão dividindo a posição. Pode haver uma rodagem entre os membros mais velhos da equipe assumindo a capitania, e seria interessante ver Nate (Nick Zano) como líder.

Além de resgatar Sara, os personagens Zari (Tala Ashe) e Behrad (Shayan Sobhian), terão um episódio para explorar a relação dos irmãos na infância. Gary (Adam Tsekhman) também terá um arco na temporada, que irá abordar sua origem que ainda não foi contada, e três novos personagens irão aparecer, algo que será falado.

Sinopse (1º episódio)

Intitulado ‘Ground Control to Sara Lance’, a sinopse do primeiro episódios diz: “Depois de uma noite celebrando sua derrota contra o Destino, as Lendas rapidamente descobrem que Sara (Caity Lotz) está desaparecida. Tentando se controlar, as Lendas ficam chocadas ao descobrir que ela foi levada por Aliens. Ava (Jes Macallan) envia Rory (Dominic Purcell) e Behrad (Shayan Sobhian) para seguir uma pista sobre quem pode ajudá-los a encontrar Sara, enquanto Constantine (Matt Ryan) tenta fazer sua mágica. Enquanto isso, Sara faz de tudo para tentar escapar, o que inclui liberar Aliens na linha do tempo, mas fica surpresa ao saber quem é um de seus sequestradores.”

Personagens 

Para a nova temporada, quatro atores entraram, substituindo outros três. A equipe está mais pequena com a saída de Ray (Brandon Routh), Nora (Courtney Ford) e Charlie (Maise Richardson-Sellers). Lisseth Chaves, Raffi Barsoumian, Nicholas Bishop e Aliyah O’Brien foram contratados para a sexta temporada. 

Chaves interpretará a nova membro da equipe, Esperanza Cruz, abduzida por aliens quando criança; Barsoumian será Bishop, um gênio do mal; Bishop fará o papel de General Kilgore e Aliyah O’Brien, será a guerreira misteriosa Kayla.

Nada de Átomo e Nora

Legends-of-Tomorrow-Slay-Anything-Header

A saída de Routh e Ford da série causou revolta e tristeza entre os fãs – estou incluso nessa. Routh era o personagem principal da série junto de Lotz, e sua saída decepcionou até mesmo o ator. Havia muito o que fazer ainda, e o casal Ray e Nora foi pouco explorado. Um fato inegável é que, Ray era o personagem mais engraçado e interessante da série, e não vê-lo mais, pode parecer estranho, mesmo que na reta final da série, ele já não estava.

David Ramsey de volta ao Arrowverse

Conhecido por interpretar John Diggle em Arrow, o ator David Ramsey estará presente na sexta temporada da série. Seu papel, aparentemente, continuará o mesmo, mas o que não sabemos é se ele terá o anel de Lanterna Verde ou não, visto no final de Crise nas Infinitas Terras.

Mick Rory fora da 7ª temporada

O ator Dominic Purcell, através dos stories de seu Instagram, anunciou que estaria deixando o elenco regular da próxima temporada de Legends of Tomorrow. Sua alegação foi quanto a divergências financeiras com o estúdio, e agora, deixaria apenas Caity Lotz como a única atriz que esteve presente em todas as temporadas – e claro, Amy Pemberton como Gideon. Mais informações em breve.

Vilões

Como é de costume, LoT sabe equalizar bem seus vilões, denotando um perigo em menor escala para a primeira parte, e um perigo em maior escala que envolve toda a temporada e a reta final. Na sexta temporada, poderemos ver até quatro vilões – um deles seria anti-herói – e um vilão principal por toda a temporada. 

Além dos aliens serem uma grande aposta, quem estaria por trás deles? Bishop, o gênio do mal – que pode ser (ou se acha) um deus – será o principal antagonista da temporada. De acordo com sua descrição, “a vontade de Bishop de bancar deus pode ser o que leva ao fim do mundo. E não é nenhum acidente que ele tenha vivido tanto. Ele usou sua brilhante mente científica para aplicar alguns melhoramentos a si mesmo”. Seria ele o vilão com um traje “tecnológico”?

Legends-vilao-6a-temporada-cr

General Kilgore (Nic Bishop) também é um dos perigos, mas de apenas um episódio, o quarto. Em ‘Bay of Squids’, Nate e Zari se infiltram na Casa Branca, para impedir Kilgore de convencer John F. Kennedy de iniciar a Terceira Guerra Mundial. Em uma parte do teaser, podemos ver um soldado sendo jogado para fora do caminhão por Mick, podendo ou não já ser no período dos anos 60, durante a Guerra Fria. Kilgore também é conhecido por Dr. Strangelove, do clássico Dr. Fantástico de Stanley Kubrick.

Além dos dois mencionados acima, teremos Kayla, a guerreia misteriosa. Sua descrição diz que ela é “uma guerreira impaciente que cruzará o caminho das Lendas diversas vezes ao longo do novo ano; ela lutará contra e pelo grupo titular, muito por não estar acostumada a cometer erros”. Podemos perceber que será um empecilho no caminho das Lendas, mas também irá ajudar.

Efeitos especiais melhores?

As séries da CW são conhecidas por terem efeitos especiais bem abaixo do esperado, mas, Superman & Lois parece ser a porta para outras séries possuírem efeitos melhores. No teaser de LoT, vemos uma grande melhora nos efeitos, que já estavam “bons” a partir da terceira temporada – em comparação com Supergirl e The Flash. O acordo da HBO Max em co-financiar shows da CW e vice-versa, parece estar em andamento.

Episódios, data de estreia e pôster

Ao todo, a sexta temporada terá 15 episódios, sendo 14 deles já intitulados e revelados ao público. A estreia acontece no dia 2 de maio, às 21 horas, na CW.

  • 6×01 – Ground Control to Sara Lance
  • 6×02 – Meat: The Legends
  • 6×03 – The Ex-Factor
  • 6×04 – Bay of Squids
  • 6×05 – The Satanist’s Apprentice
  • 6×06 – Bishop’s Gambit
  • 6×07 – Back to the Finale Part II
  • 6×08 – Stressed Western
  • 6×09 – This is Gus
  • 6×10 – Bad Blood
  • 6×11 – The Final Frame
  • 6×12 – Bored On Board Onboard
  • 6×13 – Silence of the Sonograms
  • 6×14 – There Will Be Brood
  • 6×15 – Não revelado

EzHnGkTW8AcF7y0

A sexta temporada, com certeza, será uma grande surpresa para os fãs, levando a série para o espaço pela primeira vez. Apesar da falta de alguns personagens consagrados na série como Ray Palmer, podemos esperar que os novos personagens se encaixem bem na trama, além de mais uma temporada consistente.

E você, o que espera sobre a sexta temporada de Legends of Tomorrow?

A sexta temporada de Legends of Tomorrow estreia no dia 2 de maio de 2021. A série também já foi renovada para a sétima temporada.

O elenco também conta com Caity Lotz (Sara Lance), Matt Ryan (Constantine)Dominic Purcell (Mick Rory)Nick Zano (Nate Heywood)Tala Ashe (Zari Tomaz)Shayan Sobhian (Behrad)Jes Macallan (Ava Sharpe), Amy Pemberton (Gideon)Olivia Swann (Astra) e Adam Tsekhman (Gary).


Aproveite

Ganhe desconto em diversas HQs e Mangás, e veja mais ofertas. Para comprar, clique aqui.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

5 atrizes que seriam perfeitas para a Batgirl

Qual sua escolha?


Recentemente, no dia de investidores da AT&T, a Warner revelou alguns projetos de filmes e séries com propriedades da DC, e um deles é a nova produção da Batgirl. A produção segue sendo desenvolvida pelo estúdio, no entanto, nenhum nome dos envolvidos foi divulgado, nem mesmo o da atriz que viverá a heroína. Portanto, aproveitando o momento, organizei uma lista de 5 atrizes que, na minha opinião, seriam boas escolhas para o papel da Batgirl. 

Confira:

Anúncios

Kaitlyn Dever


screenshot_20210328-220924~2362119006..jpg


Constantemente indicada para interpretar Ellie na série The Last of Us, da HBO, Kaitlyn Dever é uma atriz para ficarmos de olho nos próximos anos. Ela chamou muita atenção após a minissérie Inacreditável, da Netflix, por qual recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de melhor atriz em minissérie ou telefilme.

Inclusive, em entrevista para a Variety, Dever revelou que gostaria de viver a Batgirl nos cinemas, e ainda comentou que acha Robert Pattinson o ator “perfeito para o Batman”. Somasse o talento da atriz com seu interesse de interpretar a personagem. Seria a escolha ideal.

Sophia Lillis



Certamente, das cinco mencionadas da lista, Sophia Lillis é a mais conhecida pelo grande público. A atriz ganhou o mundo com IT: A Coisa, e ficou ainda mais popular com a série adolescente I Am Not Okay With This, da Netflix. Em ambos, Lillis interpreta jovens que procuram novas amizades e identificação no colégio. A atriz conhece bem esse papel, e seria uma boa escolha, caso queiram investir na fase mais jovem da personagem, que frequenta o colégio de Burnside.

A atriz migrou recentemente para o terror, com Maria e João: O Conto das Bruxas, filme que a limita por seus problemas de narrativa. Interpretar a Batgirl, então, seria uma boa para que a atriz demonstrasse mais uma vez seu inegável talento.

Thomasin McKenzie



Thomasin McKenzie aqueceu o coração das pessoas ao interpretar uma judia escondida na Alemanha Nazista em Jojo Rabitt. Indicada ao Critic’s Choice Awards, a neozelandesa caiu nas graças de Hollywood. Ela vai compor o elenco dos grandes lançamentos Top Gun 2 e Last Night In Solo, de Edgar Wright. Com uma carreira promissora e em alta em Hollywood, McKenzie seria um grande talento na pele de Barbara Gordon.

Alexandra Shipp



Confesso que eu gostaria de ver mais do jovem elenco dos X-Men da Fox, não só de Alexandra Shipp como de Tye Sheridan, Sophie Turner, etc. É um elenco de grandes talentos, e Alexandra Shipp é um deles. A atriz interpretou a Tempestade em grande estilo – com mais energia que Halle Berry – e deixou um gostinho de “quero mais” da personagem. Shipp já está familiarizada com grandes franquias e grandes personagens. A Batgirl seria, então, uma oportunidade da atriz reviver uma heroína dos quadrinhos com seu envolvente carisma.

Margaret Qualley



Margaret Qualley não é uma novata em adaptações de quadrinhos. A atriz fez parte do elenco do polêmico Death Note, da Netflix. Mas, principalmente, interpretou uma das hippies de Era Uma Vez em Hollywood, de Quentin Tarantino. Pelo filme, Qualley recebeu elogios árduos, chegando a ser mencionada pelo El País como a “nova revelação de Hollywood”, e recebendo a alcunha de “it girl” pelo IndieWorld. Tais elogios são merecidos, até porque roubar o show de Brad Pitt e Leonardo DiCaprio para si não é uma tarefa nada fácil. Qualley é uma atriz prestigiada que, sem nenhuma hipérbole, poderia fazer da Batgirl uma personagem tão popular quanto a Arlequina de Margot Robbie.

Dois anos do C.R: Os favoritos do Departamento

A lista inclui os filmes favoritos de parte da equipe.


Nesta data, o Critical Room foi criado, ainda em 2019, no intuito de trazer notícias e críticas, visitando os famosos quadrinhos da DC e Marvel, além do cinema e o mundo da TV de Hollywood. Estabelecendo princípios de ser um dos principais portais nerds de Santa Catarina, com variedades de informações e conteúdos exclusivos, o site está empenhado em trazer o melhor para o público. Neste ano, o Critical Room estará cobrindo a San Diego Comic-Con pela terceira vez, e já conta com projetos futuros, que aos poucos estão sendo implantados.

Então, para que o público conheça cada um da equipe um pouco mais, o C.R lista os favoritos do Departamento, – nome inspirado em The Office – para que o público saiba o gosto pessoal de cada um. E como é difícil escolher só um, também terá menção honrosa a um segundo favorito. Confira a lista:

*Nota do editor: Nem todos os membros estão inclusos na lista.

1. Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (Gabriel, criador e editor-chefe)

tdkr-thepit

Para mim, Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge é um filme que sela a perfeita trilogia imposta por Christopher Nolan ao Batman. Se entendermos as entrelinhas, o filme não conta apenas que um vilão megalomaníaco como o Bane, domina uma cidade inteira e expulsa o guardião de Gotham, o humilhando. Ele é mais do que isso, há uma filosofia por trás, que traz O Conto das Duas Cidades de Charles Dickens, e também a história inspirada na Revolução Francesa, mais especificamente no Período do Terror.

Entretanto, não é por isso que escolhi o terceiro filme da franquia Cavaleiro das Trevas, mas sim, pela mensagem que quer passar, e por seu meu primeiro filme de heróis a ter assistido no cinema. Ver meu herói favorito pela primeira vez nas telonas foi uma sensação indescritível, e jamais imaginei que todas as mensagens de persistência e motivação que o filme transmite, pudessem refletir em minha vida. Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge me ensinou que, mesmo com tantas dificuldades, caímos para sempre aprendermos a nos levantar, e nunca desistir de nosso grande desafio: Viver.

Menção honrosa: Indiana Jones e a Última Cruzada

2. Interestelar (Augusto, Administrador)

17-Interestelar_2014

Uma praga nas colheitas levou à falta de alimentos e a um desastre ecológico mundial. Cooper, um ex piloto tenta encontrar uma maneira para sobreviver com sua família. Uma possível esperança é descoberta quando o Professor Brand e sua filha Amelia acreditam que um novo planeta tem a possibilidade de sustentar a vida, mas esse planeta se encontra do outro lado de um buraco de minhoca perto do planeta Saturno. Cooper, Amelia e uma equipe de astronautas embarcam em uma busca anual para encontrar o planeta e encontrar a salvação da humanidade.

Esse filme é uma obra-prima para aqueles que gostam de física, apresentando diferentes planetas em situações diferentes e que mostra o espaço e diversos outros elementos do universo na perspectiva do diretor Christopher Nolan. Para quem gosta de uma boa fotografia, o longa possui uma bela ambientação com excelente efeito especial! E para ajudar e deixar tudo mais emocionante, a trilha sonora é linda e memorável, composta pelo meu compositor favorito Hans Zimmer.

Menção honrosa: Gladiador.

3. Curtindo a Vida Adoidado (Paulo, Administrador)

19387651

Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’ Day Off) foi lançado em 1986 e se tornou um verdadeiro clássico do cinema, o clima adolescente dos anos 80 é um grande atrativo, principalmente por conta dos momentos cômicos do longa. Além disso, a cena em que Ferris canta o clássico Twist And Shout é inesquecível. O filme representa que todos nós precisamos de um dia de folga pra se divertir.

Menção: Clube da Luta.

4. Batman (Sebastian, Apresentador do Canal e Administrador)

216-batman-1989

O primeiro filme do Batman que assisti, foi o de 1989 por Tim Burton, com Michael Keaton no papel, remodelou o tom sombrio do Cavaleiro das Trevas para sempre. Burton implementa o Coringa (Jack Nicholson) clássico, uma espécie de alívio cômico para o filme, e traz o Batman para as telonas, após a franquia do Superman de Christopher Reeve. Foi marcante a frase do “eu sou o Batman”, e também ver Keaton e Nicholson em seus respectivos personagens, que deixaram sua marca na DC.

Menção: Superman – O Filme.

5. Vingadores: Ultimato (Yduan, Designer Gráfico e Administrador)

vingadores-ultimato-poster

Sendo o maior fã da Marvel no grupo, a escolha de Vingadores: Ultimato é assertiva por ser o fechamento de um grande ciclo e vários arcos, como o do Homem de Ferro. Ultimato une o épico, e pela primeira vez, junta os grandes heróis da Marvel nos cinemas, para batalhar contra o maior perigo jamais enfrentado. Vingadores: Ultimato finaliza uma história de um universo que durou 11 anos.

Menção honrosa: Homem de Ferro (2008).

6. Cidade de Deus (Angelim, Editor do Site)

$value

Um dos melhores filmes brasileiros de todos os tempos, de longe o melhor. Excelente crítica aos aspectos políticos e sociais à respeito de drogas, favelas e violência.

Este é um filme icônico do nosso cinema. Esta película violou os padrões e limites de sua cultura e se tornou um marco no cinema brasileiro. “Cidade de Deus” é um filme de altíssima qualidade visual, técnica e artística.
Um dos melhores filmes brasileiros de todos os tempos, de longe o melhor. Excelente crítica aos aspectos políticos e sociais à respeito de drogas, favelas e violência.

Este é um filme icônico do nosso cinema. Esta película violou os padrões e limites de sua cultura e se tornou um marco no cinema brasileiro. “Cidade de Deus” é um filme de altíssima qualidade visual, técnica e artística.

Embora a maioria dos atores tenha pouca experiência, o elenco de atores é incrível, o que os ajuda a mostrar mais emoções e atuações vívidas. Longe de utilizar técnicas de atuações, mas estão muito dispostos a desempenhar um grandíssimo papel. De tirar o fôlego, visual e tecnicamente impecável, aliado a conceitos artísticos e visuais, associados a um roteiro original e cruel, é o mesmo ritmo complexo e simples que continua a ser fascinante.

Menção honrosa: O Poderoso Chefão.

7. Batman: O Cavaleiro das Trevas (Pablo, Editor e Crítico do Site)

t0b81

Curiosamente, Batman: O Cavaleiro das Trevas não era um filme que eu gostava, quando criança. Talvez fosse sério e complexo demais para uma criança se afeiçoar. Me lembro do meu primeiro contato com a obra, quando comprei o DVD do longa e não assisti mais da metade. No entanto, com o passar dos anos, e quanto mais eu assistia ao filme – lembro de ver por várias vezes no Cine Espetacular, às terças, no SBT -, mais fui adquirindo uma nova perspectiva da obra. Tenho ele hoje como meu filme favorito. Vejo e revejo sem pestanejar. E a cada vez que reviso, cresce minha admiração pela obra e, principalmente, pela incrível direção de Christopher Nolan.

Menção honrosa: 2001 – Uma Odisseia no Espaço.

8. Mulher-Maravilha 1984 (Marcelo, Colunista e Roteirista)

thumb-1920-1074104

Este filme representa pra mim uma mensagem de paz e esperança as pessoas e ao mundo, principalmente no momento em que estamos passando. Além de contar com um elenco de peso, principalmente com Pedro Pascal atuando como o vilão Max Lord, a trilha sonora de Hans Zimmer é maravilhosa e consegue ser um dos pontos altos do filme. A sequência de Mulher-Maravilha consegue ser um filme leve, divertido, engraçado e acima de tudo inspirador.

Menção honrosa: De Volta Para o Futuro.

9. Taxi Driver (Diego, Colunista)

B000T433L0_taxidriver_UXSY1._Ve15da118bf7f6284e74e0434ece92b36_SX1080_

Considero “Taxi Driver” como meu filme favorito por um motivo pessoal: o cinema. Assisti Taxi Driver pela primeira vez em uma mostra de filme comentado e logo em seguida assisti toda a filmografia de seu realizador – Martin Scorsese. Não demorou muito para que Martin Scorsese fosse escolhido como meu cineasta favorito. Foi com Martin Scorsese que conheci a “Nova Hollywood” e filmes de cineastas como Paul Schrader, Francis Ford Coppola, Steven Spielberg, Brian De Palma dentre outros. Scorsese foi o início de um estudo em cinema que continuo fazendo, seja com cineastas de décadas anteriores como atuais. “Viver o cinema” se iniciou assistindo um dos personagens mais icônicos da história do cinema: Travis Bickle, em Taxi Driver.

Menção honrosa: Kill Bill.

10. Hora de Aventura (Daniel, Colunista)

Adventure_Time_-_Title_card

Hora de Aventura é um desenho que eu sempre gostei muito, eu lembro de acordar cedo aos sábados para assistir aos episódios no Sábado Animado do SBT. Quando criança eu gostava porque era divertido, um reino feito de doces é algo chamativo, e com o passar dos anos eu fui entendendo a história por trás desse grandioso desenho e gostando ainda mais. Finn, Jake, Marceline e BMO foram os personagens que mais me acompanharam durante os 10 anos do desenho, e sempre que eu posso, eu revejo essa obra prima pra matar saudades. Hora de Aventura é o meu desenho favorito e tudo isso graças a Pendleton Ward, o criador por trás dele.

Menção honrosa: Liga da Justiça Sem Limites.

11. O Enigma de Outro Mundo (Leonardo, Crítico)

1__3XGg-TgAZN1DhwUSOZK1Q

Sendo um dos mais influentes da ficção científica, The Thing trabalha com paranoia em um ambiente claustrofóbico. Estreando Kurt Russel, ambientado na remota Antártica, acompanhamos um grupo composto por 12 homens na estação científica americana. Numa atmosfera que anda sempre à beira de um penhasco de insanidade, o foco é na degradação da consciência e desesperança que os personagens ali enfrentam, além da constante insegurança num paralelo que Carpenter traçaria com o início da AIDS nos anos 80, onde um ser desconhecido encontrado congelado nas geleiras poderia se transformar em uma cópia idêntica de qualquer ser vivo, ou seja, uma ameaça camuflada.

Menção honrosa: Projeto Flórida.

12. Kill Bill (Toby, Roteirista)

Kill-Bill-1

Kill Bill foi um dos primeiros filmes do Tarantino que eu assisti, além do tema que me atrai bastante, uma assassina com uma Katana em mãos que sai matando todo mundo em busca de vingança. Esse filme foi quem me deu a curiosidade de procurar e conhecer mais sobre o Tarantino, o que acarretou em várias horas de euforia vendo aqueles filmes maravilhosos.

Menção honrosa: A Origem.

13. Enola Holmes (Fernanda, Apresentadora do Canal)

FILME-ENOLA-HOLMES-05.jpg

Enola Holmes é a minha escolha, pelo fato de explorar o lado da irmã do Sherlock Holmes, Enola. É muito legal vê-la em ação, e o tom do filme é leve e empolgante, você embarca numa história sensacional que te prende do início ao fim e desperta a curiosidade com um suspense, te divertindo com cenas leves e engraçadas, mas com alguns momentos de ação, com Enola lutando de maneira incrível!

Menção honrosa: Cobra Kai.

14. A Voz do Silêncio (Eduardo, Designer Gráfico)

A-Voz-do-Silêncio-1024x576

A Voz do Silêncio é um filme que consegue passar a mensagem dele muito bem, retratando temas sensíveis que vão de a relação com pessoas com necessidades especiais a até suicídio, sem necessitar do uso de sensacionalismo. Isso traz uma reflexão de como qualquer relação, seja ela familiar, romântica ou qualquer outra coisa do tipo, pode interferir na sua vida como na de qualquer um que você conhece.

Menção honrosa: Batman – O Cavaleiro das Trevas.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Contribuir Contribuir Contribuir
Anúncios