Arquivo da tag: CW

O que esperar da 2ª temporada de Batwoman?

Com nova atriz, série caminhará para novos horizontes.


Batwoman, série produzida pela The CW, viveu momentos turbulentos quando a atriz Ruby Rose, protagonista do show pediu para sair, pegando todos de surpresa, inclusive os fãs. Fato é que o seriado não agradou boa parte do público, por motivos um pouco fúteis, não levando em questão detalhes mais técnicos ou roteiro. E com a nova escalação de outra atriz no papel, os fãs ficaram divididos, com alguns querendo que a série acabasse sem ter um final, e outros pensando em como vão substituir Kate Kane no show de TV.

Anúncios

A nova atriz escalada é Javicia Leslie, que esteve no elenco do seriado The Family Business, irá protagonizar a série no lugar de Ruby Rose, mas não assumindo Kate Kane e sim uma personagem original criada pelos roteiristas. Mas o que pensar dessa troca? Irá vingar ou ser uma protagonista genérica?

javicia-leslie-to-play-first-black-batwoman-ruby-roses-reaction-to

Com a nova temporada se encaminhando para estrear ainda em janeiro de 2021, a anterior deixou um bom gancho para a a que está por vir, com Thomas Elliot, o Silêncio, assumindo o rosto de Bruce Wayne. Isso seria muito utilizado contra Kate, mas com a nova protagonista que se chamará Ryan Wilder, qual será a conexão de Bruce com ela? É improvável que mantenham o foco nessa antiga trama, pois Kate sumiu do radar e é nisso que eles irão trabalhar. E onde ela está? Desistiu do manto e sumiu, assim como seu primo, ou morreu nas mãos de algum vilão como o Espantalho? Rumores apontam que ela será morta, mas ainda não se sabe como, porém tudo pode acontecer.

São vários pontos a serem debatidos, e com certeza, os fãs estão curiosos para saber sobre a trama. Mas, temos a confirmação de que o Espantalho estará envolvido na nova temporada e na origem de Ryan Wilder, já que o mesmo matou sua mãe. Isso basta para que ela procure vingança contra Crane, roube o traje da Batwoman e faça sua própria cruzada contra o crime em Gotham.

BW_Cv10_gallery_5a332d184cda76.43360149
Batwoman #10 (DC Universe)

Assim como Kate, Ryan irá trabalhar ao lado de Luke Fox e demais aliados da Batwoman original, o que poderá ajudá-la a ganhar mais visibilidade e confiança no trabalho. Mas também trará para si seus velhos inimigos, com Alice e o próprio Silêncio, que não estão conectados em nenhuma forma com a nova protagonista. Mas o que resta é esperar a segunda temporada estrear ou um trailer, para ver qual será a trama.

Confira a sinopse inicial da segunda temporada:

Sinopse: “Uma grande mudança de jogo que alterará Gotham e o time Bat para sempre. Conforme a poeira assenta, Batwoman tem tudo trabalhando contra ela – incluindo a galeria de vilões dos bandidos recentemente fugitivos – e todos virão a vê-la sob uma luz totalmente nova. Alice encontra seu par quando ela se envolve com um inimigo perigoso de seu passado que sabe exatamente como se aproveitar de suas vulnerabilidades. À medida que Luke (Camrus Johnson) e Mary (Nicole Kang) encontram seu lugar como ajudantes, um romance vai abalar sua dinâmica. Enquanto isso, o relacionamento inicial de Sophie (Megan Tandy) e Julia (atriz convidada Christina Wolfe) enfrentará seu primeiro teste real e fará Sophie questionar tudo o que ela pensava que sabia ser verdade”.


Ainda falando da Batwoman, o nosso CR Origens de hoje foi focado na personagem. Veja abaixo sua origem:

Será que você sabe tudo sobre a personagem? Participe do quiz em nosso Instagram!

CR News #17 | Peaky Blinders ganhará um quiz book

Peaky Blinders terá um Quiz Book em outubro!


Em mais uma edição apresentada pelo Sebastian, o CR News #17 contou com diversas notícias, incluindo um Quiz Book de Peaky Blinders, seriado britânico da BBC. Acima, confira o vídeo na íntegra.

Contando com mais de mil perguntas sobre toda a série em suas cinco temporadas, o lançamento está marcado para 29 de outubro ainda deste ano, com pré-encomendas na principal livraria do Reino Unido, Waterstones.


Mas antes de continuar, conheça o nosso patrocinador:

Dolario-300x250
Gameplays de diversos jogos, sempre com boa companhia e humorismo

Acesse seu canal clicando a imagem!


“O novo livro de perguntas oficiais Peaky Blinders é incrivelmente empolgante e demonstra mais uma maneira de como a Banijay Brands é capaz de trabalhar com licenciados para criar formas inovadoras de estender a marca em várias linhas de produtos que os consumidores vão adorar”, diz Jane Smith, diretor de grupo, licenciamento de marca, Banijay Brands.

A diretora comercial da Caryn Mandabach Productions, Susan Waddell, também comentou sobre o Quiz Book.

“Nós nos divertimos muito trabalhando com Matt Whyman e a talentosa equipe de Hodder na criação do primeiro Livro Oficial de Perguntas para Peaky Blinders”.

O quadro CR News acontece todas às sextas-feiras no canal do Critical Room, no YouTube. Você pode ver todas as notícias e especiais na playlist do canal.


Não deixe de conferir também nosso especial sobre o Batman Day:

6ª temporada será a última de Supergirl

Filmagens da última temporada iniciam em outubro.


Supergirl, série produzida pela The CW e que faz parte do Arrowverse/CWverse, irá finalizar sua história na sexta temporada. A decisão foi em conjunto do canal com os produtores do show de TV.

 

Anúncios

De acordo com o TVLine, a sexta temporada terá 20 episódios, e eles já estão sendo trabalhados pelos roteiristas e produtores da série. A produção irá começar no fim de setembro e começo de outubro, por conta da pandemia do Coronavírus, atrasando as filmagens.

Melissa Benoist, intérprete da heroína confirmou em seu Instagram a última temporada, e se disse empolgada para as filmagens. Veja:

“Ver o impacto que a série teve nas meninas do mundo todo sempre me deixou humilde e sem palavras. Ela teve esse impacto em mim também. Ela me ensinou uma força que eu não sabia que tinha, para encontrar esperança nos lugares mais sombrios e que somos mais fortes quando estamos unidos. O que ela representa nos leva a ser melhores. Ela mudou minha vida para melhor e sou eternamente grata.”

Originalmente, Supergirl teve sua primeira temporada exibida e produzida pela CBS, tendo um crossover com The Flash. Da segunda temporada em diante, a série foi cedida para a CW produzir. O primeiro episódio da série rendeu quase 13 milhões de espectadores, tendo uma média de 7.7. A audiência começou a cair gradativamente nas temporadas seguintes, chegando com uma média de 0,8 mil, uma das mais baixas de heróis da emissora de televisão.

O elenco da série conta com Melissa Benoist (Supergirl), Chyler Leigh (Alex Danvers), Katie McGrath (Lena Luthor), Jeremy Jordan (Winn), Jon Cryer (Lex Luthor) e David Harewood (Caçador de Marte).

A sexta e última temporada está prevista para estrear em 2021.

Anúncios

DC FanDome | 2ª temporada de Batwoman vai trabalhar com o desaparecimento da antiga heroína

A série da Batwoman ganhou novidades hoje durante o DC FanDome. A principal foi sobre como eles vão trabalhar a questão do desaparecimento de Kate, interpretada por Ruby Rose, que saiu do elenco após problemas físicos. Confira o depoimento da diretora, Caroline Dries:

“O primeira é: onde está Kate? O que aconteceu com ela? São grandes mistérios que nos fazem entrar na temporada. Todos os personagens terão perspectivas diferentes disso, isso criará muito drama, mistério e intriga. Será chocante, sensacional e incrível. E temos uma nova heroína chegando em Gotham, uma personagem nova no mundo da DC, e há muita coisa que joga contra ela: ela é uma garota que entrou para a estatística da injustiça no momento em que nasceu. O sistema não foi feito pra ela, então ela vai constantemente lutar contra o sistema. Ela lutou contra ele a vida toda e vai continuar como Batwoman”, completou.

Javicia Leslie também comentou sobre a nova fase da série:

“Quando li a descrição da personagem, era totalmente eu. Adorei a ideia que ela é meio pateta, meio durona, uma pessoa que não gosta de ser mandada, uma pessoa que não gosta de seguir as regras. Adoro o fato de que a Ryan Wilder é como eu, uma bagunça“, falou Leslie. “Eu me senti honrada e animada, em poder expressar a minha comunidade. Não é fácil para uma atriz fazer parte de uma comunidade e interpretar uma personagem dessa comunidade“, disse a atriz sobre a sexualidade e etnia da personagem.

A segunda temporada de Batwoman tem estreia prevista para janeiro de 2021.

Confira o review do episódio piloto da série.


Ainda não sabe sobre os painéis do evento? Não se preocupe, o Critical Room listou alguns dos mais importantes.

A primeira parte do DC FanDome aconteceu no dia 22, começando às 14h (no horário de Brasília), e terminando no dia 23 às 14h, sendo um evento de 24 horas. Já a segunda parte acontece no dia 12 de setembro, com todas as áreas tendo seus painéis às 14h, sendo reprisados no mesmo horário no dia seguinte. O Critical Room está fazendo uma cobertura especial no site e mídias sociais da segunda parte.

Você pode ver todos os painéis do evento no site oficial do DC FanDome.

DC FanDome | 6ª temporada de Legends of Tomorrow ganha detalhes e nova atriz

A sexta temporada estreia em 2021.


A mais divertida série da DC Comics, Legends of Tomorrow, teve seu painel especial o DC FanDome, reunindo roteiristas, produtores e grande parte do elenco da série, como Caity Lotz e Matt Ryan. Muito foi falado sobre a quinta temporada e os diversos acontecimentos nela, que teve uma questão em aberto ao final. O que as Lendas farão sem Sara (Caity Lotz)?

Anúncios

Graine Godfree, produtora executiva da série, disse que as Lendas irão enlouquecer sem a capitã da Waverider. Phil Klemmer, roteirista e produtor da série, citou Ava (Jes Macallan) como substituta de Sara no comando, mas ela quem irá sentir mas falta da capitã. Mesmo estando separada e sendo abduzida por alienígenas, a produtora Keto Shimizu disse que “não vamos perder Sara nessa história”.

Keto Shimizu, também revelou que a infância dos irmãos Behrad (Shayan Sobhian) e Zari (Tala Ashe) será mais explorada, ainda no segundo episódio da sexta temporada, uma relação que somente foi vista apenas quando adultos.

Os produtores ainda anunciaram uma nova personagem para a série, resumida em ” uma jovem latina do Texas que foi abduzida por alienígenas e agora está atrás de vingança”. Lisseth Chaves irá integrar o elenco da sexta temporada, interpretando a jovem Esperanza Cruz. Nenhum detalhe a mais foi revelada, tanto da personagem, quanto da temporada.

Confira a crítica da quinta temporada.

A sexta temporada de Legends of Tomorrow estreia na mid season de 2021.


Ainda não sabe sobre os painéis do evento? Não se preocupe, o Critical Room listou alguns dos mais importantes.

A primeira parte do DC FanDome aconteceu no dia 22, começando às 14h (no horário de Brasília), e terminando no dia 23 às 14h, sendo um evento de 24 horas. Já a segunda parte acontece no dia 12 de setembro, com todas as áreas tendo seus painéis às 14h, sendo reprisados no mesmo horário no dia seguinte. O Critical Room está fazendo uma cobertura especial no site e mídias sociais da segunda parte.

Você pode ver todos os painéis do evento no site oficial do DC FanDome.

DC FanDome | Geoff Johns revela detalhes da 2ª temporada de Stargirl

Geoff Johns e elenco falam sobre a primeira temporada.


Durante o painel de Stargirl, o criador da heroína, Geoff Johns, se juntou com a protagonista Brec Bassinger e outros integrantes do elenco, para falar sobre a primeira temporada da série. Relembrando alguns dos melhores momentos, a cena da batalha entre Solomon Grundy e F.A.I.X.A foi mostrada no painel, elevando os ânimos do criador, que elogiou muito a produção.

“Grundy é incrível. Eu precisei dar adereços a Andrew Orloff e à Zoic, à equipe de efeitos visuais e a Kevin Struckman que estava lá. Ma eles fizeram um Grundy tão legal”, disse o quadrinista. “Foi muito fiel aos quadrinhos e o F.A.I.X.A estava incrível. Aquela luta foi muito divertida. Nunca pensei que veria um live-action do F.A.I.X.A contra Solomon Grundy, mas foi bem legal”, finalizou.

A moderadora Lea Thompson, que dirigiu um dos episódios da série, ainda comentou que estava ansiosa para ver mais batalhas épicas, e questionou Johns, que quer que “as pessoas vejam mais do Grundy”. Ele ainda afirmou que o personagem não saiu da série, e tem grandes planos para o monstro.

Anúncios

Com algumas perguntas de fãs, surgiu uma sobere a coruja Hootie, companheira do Dr. Meia Noite. Johns disse que a coruja irá acompanhar Beth, a Dra. Meia Noite (Anjelika Washignton) em suas aventuras com a Sociedade da Injustiça. 

Brec Bassinger ainda comentou da história não terminada da caneta rosa, uma arma de Johnny Thunder, membro da Sociedade da Justiça. O quadrinista disse que a caneta ainda terá uma pequena história, e também que está ansioso para explorar ainda mais os personagens no segundo ano.

Confira a crítica sobre a primeira temporada.


Ainda não sabe sobre os painéis do evento. Não se preocupe, o Critical Room listou alguns dos mais importantes.

A primeira parte do DC FanDome aconteceu no dia 22, começando às 14h (no horário de Brasília), e terminando no dia 23 às 14h, sendo um evento de 24 horas. Já a segunda parte acontece no dia 12 de setembro, com todas as áreas tendo seus painéis às 14h, sendo reprisados no mesmo horário no dia seguinte. O Critical Room está fazendo uma cobertura especial no site e mídias sociais da segunda parte.

DC FanDome | Segunda parte do evento ganha teaser trailer; assista

A primeira parte do megaevento da DC, DC FanDome foi um sucesso absoluto, e a DC Comics liberou um teaser trailer da segunda parte do evento, que se chamará DC FanDome: Explore o Multiverso. Veja abaixo:

DC FanDome: Explore o Multiverso, acontecerá no dia 12 de setembro e trará quatro áreas de conteúdo exclusivo da editora: DC WatchVerse, DC YouVerse, DC InsiderVerse, DC FunVerse e DC KidsVerse. O DC WatchVerse será o grande responsável de trazer novidades das séries, quadrinhos, jogos e animações da DC Comics. O InsiderVerse colocará os fãs dentro dos sets de filmes, mostrando os bastidores de novos longas, dublagens de jogos e episódios aleatórios de séries. O FunVerse, terá conteúdos interativos e o YouVerse uma amostra de artes e cosplays por fãs.

A segunda parte do evento começa às 14 horas do dia 12 de setembro, terminando no mesmo horário dia seguinte. Os painéis podem ser vistos tanto na versão desktop, quanto para mobile, e o espectador poderá montar sua própria programação, dentro das 24 horas.

Séries como Legends of Tomorrow, Stargirl, Pennyworth, Supergirl, Batwoman, Superman & Lois e muitas outras ganharão diversas novidades em seus painéis exclusivos, com a presença de produtores e membros do elenco.

Tendo sido feita a primeira parte ainda no dia 22 de agosto, o Hall of Heroes teve exibição no mundo todo, sendo assistido por 22 milhões de pessoas em mais de 200 países. Vale lembrar que a DC havia mudado o evento, separando em dois, ainda no dia 19 de agosto. Em um comunicado oficial, a DC disse que ”podem garantir que você será capaz de ver e cobrir tudo sem estresse”.

DC FanDome será traduzido em dez idiomas, incluindo o português.  Além disso, no site oficial do DC FanDome, pode ser conferida a programação completa de todas as seis áreas do evento. É possível escolher os painéis de seu interesse, mas é preciso fazer o cadastro no site para adicionar na sua programação.

Anúncios

A primeira parte do DC FanDome aconteceu no dia 22, começando às 14h (no horário de Brasília), e terminando no dia 23 às 14h, sendo um evento de 24 horas. Já a segunda parte acontece no dia 12 de setembro, com todas as áreas tendo seus painéis às 14h, sendo reprisados no mesmo horário no dia seguinte. O Critical Room estará fazendo uma cobertura especial no site e mídias sociais da segunda parte.

 

2020-09-12T14:00:00

  dias

  horas  minutos  segundos

até

DC FanDome: Explore o Multiverso

DC Fandome | Trailer da 7ª Temporada de The Flash é divulgado

O DC Fandome está “pegando fogo”, só hoje já tivemos o Snyder Cut, Esquadrão Suicida, etc. Mas agora, o trailer da sétima temporada de The Flash que roubou a cena, a nova temporada mostrará um Barry quase sem velocidade, enfrentando uma nova vilã muito mais veloz.

Confira o trailer:

A sétima temporada de The Flash estreia em 2021.

Anúncios

Ainda não sabe sobre os painéis do evento. Não se preocupe, o Critical Room listou alguns dos mais importantes.

A primeira parte do DC FanDome acontecerá no dia 22, começando às 14h (no horário de Brasília), e termina no dia 23 às 14h, sendo um evento de 24 horas. Já a segunda parte acontece no dia 12 de setembro, com todas as áreas tendo seus painéis às 14h, sendo reprisados no mesmo horário no dia seguinte. O Critical Room estará fazendo uma cobertura especial no site e mídias sociais.

CR News #12 | Tenet ganha novos cartazes promocionais; veja

O tempo se esgota em Tenet!


Em mais uma edição do CR NewsTenet é um dos destaques, assim como a série The Witcher, que recentemente retomou as gravações da segunda temporada, já que foram interrompidas por conta da pandemia do Coronavírus. O vídeo pode ser conferido acima.

O filme que será dirigido pelo diretor Christopher Nolan, Tenet, ganhou novos cartazes promocionais, destacando o personagem de John David Washington. Confira:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vale lembrar que Tenet foi adiado três vezes por conta da pandemia, passando do dia 17 de julho para o dia 31 do mesmo mês, logo, para 12 de agosto, e por fim, para o dia 26. Mas, por coincidência, o filme terá três datas diferentes de estreia. Países com estabilidade melhor na pandemia, irão ver o filme chegar no dia 26 de agosto. Cidades americanas e demais territórios, no dia 2 de setembro, e no dia 10 do mesmo mês, Tenet finalmente chegará ao Brasil. Nada pode garantir que o filme sofra outro adiamento.

Do diretor de Trilogia Batman, A Origem e Interestelar, o elenco conta com John David Washington, Robert Pattinson, Michael Caine, Kennet Branagh, Aaron Taylor-Johnson, Clémency Poésy Elizabeth Debicki.

O quadro CR News acontece todas às sextas-feiras no canal do Critical Room, no YouTube. Você pode ver todas as notícias e especiais na playlist do canal.


Confira o último CR Origens do Critical Room, que é focado no Wolverine, personagem da Semana Heroica:

Superman & Lois | Série ganha pôster destacando Lois Lane

A série Superman & Lois, que faz parte do Arrowverse na CW, ganhou mais um pôster, destacando Lois Lane (Elizabeth Tulloch). Confira: 

Sinopse: Após anos enfrentando supervilões megalomaníacos, monstros causando estragos em Metropolis e invasores alienígenas com a intenção de acabar com a raça humana, o super-herói mais famoso do mundo, O Homem de Aço, conhecido como Clark Kent (Tyler Hoechlin) e a jornalista mais famosa dos quadrinhos, Lois Lane (Elizabeth Tulloch), se defrontam com um de seus maiores desafios de todos os tempos – lidar com todo o estresse, pressões e complexidades decorrentes de ser pais que trabalham na sociedade de hoje.

Para complicar o trabalho assustador de criar dois meninos, Clark e Lois também devem se preocupar se seus filhos Jonathan (Jordan Elsass) e Jordan (Alexander Garfin) podem herda os superpoderes kryptonianos à medida que ficam mais velhos. Voltando a Smallville para cuidar de alguns negócios da família Kent, Clark e Lois se reaproximam de Lana Lang (Emmanuelle Chriqui), uma administradora de empréstimo local que foi o primeiro amor de Clark, e seu marido, o bombeiro Kyle Cushing (Erik Valdez).

Os adultos não são os únicos a redescobrir velhas amizades em Smallville, pois is filhos de Kent se reencontram com a filha rebele de Lana e Kyle, Sarah (Inde Navarrette). Claro, nunca há momento de tédio na vida de um super-herói, especialmente com o pai de Lois, o general Samuel Lane (Dylan Walsh), procurando por Superman para derrotar um vilão ou salvar o dia a qualquer momento. Enquanto isso, o retorno de Superman e Lois à idílica Smallville deve ser revirado quando um estranho misterioso (Wolé Parks) entra em suas vidas.

A primeira temporada já foi encomendada, com roteiro de Todd Helbing (The Flash) e produção executiva de Helbing e Greg Berlanti, produtor de todas as séries do Arrowverse. Tyler Hoechlin volta para o papel de Superman, enquanto Elizabeth Tulloch será a repórter Lois Lane.

Mais novidades chegarão no DC FanDome, que acontece no dia 22 de agosto. Espera-se que seja liberado um teaser trailer da série.

Superman & Lois chega em janeiro de 2021.

Crítica: Stargirl (1ª temporada)

Alerta: SPOILERS! Desça e leia por sua conta e risco.


Stargirl se mostra como a melhor série de heróis já produzida pela DC.


A mais nova série da DC Comics lançada neste ano, Stargirl, é a prova viva de que seguir os quadrinhos é uma ótima opção, e podem fermentar ainda mais na construção da narrativa. Num momento onde o mundo é visto trancafiado em casa por conta da pandemia do Coronavírus, e num ano de renovação para a DC Comics e a WarnerMedia, o show de TV original do DC Universe não poderia vir em hora melhor.

Com uma segunda temporada de Titans fraquíssima em diversos quesitos, e um crossover avassalador produzido pela CW, dando fim à série Arrow e o arco de Oliver Queen, deveria haver mais uma série, mas agora, ainda mais puxada para os quadrinhos. E aconteceu graças a Geoff Johns, o criador da personagem nos quadrinhos, uma homenagem a sua irmã falecida.

Tivemos um vislumbre com os trailers, e a escolha de elenco, que de forma incrível foi inserida em seus respectivos personagens, foram escolhidos a dedo para que a série pudesse acontecer. A protagonista, Brec Bassinger consegue brilhar, assim como o cajado que carrega para as batalhas. Por outro lado, um dos mais experientes do elenco, Luke Wilson, é o próprio Pat Dugan. Duas, das várias ótimas atuações de todo um elenco jovem.

MV5BNThlMDdmYWQtMWM5Zi00Zjg0LTlkOTUtNWIyN2MxNmIyMGRlXkEyXkFqcGdeQXVyNzE3ODQxNjU@._V1_

O primeiro episódio carrega uma das cenas mais incríveis de toda a série, com toda a Sociedade da Justiça sendo aniquilada pela Sociedade da Injustiça. Pat (Luke Wilson) fica encarregado de guardar todos os arquivos, fotos, armas e manter em segredo a base da equipe. Deixar tudo para trás era o melhor a se fazer. E é isso que ele faz, após conhecer Barbara Whitmore (Amy Smart) e sua filha Courtney (Brec Bassinger)Court ainda não estava acostumada com a ideia de se mudar para Blue Valley. O que ela não contava é que Pat no passado era ajudante de um herói chamado Starman (Joel McHale), e que ele guardava uma das armas mais poderosas do planeta, o Cajado Cósmico.

Após se aventurar por Blue Valley, ela descobre que um dos vilões da Sociedade da Injustiça está na cidade, e com a ajuda de Pat, ambos descobrem que toda a Sociedade da Injustiça se mudou para a Blue Valley. Com toda a Sociedade da Justiça morta, Courtney precisa escalar novos membros que podem ser capazes de ajudá-la a criar uma Sociedade da Justiça 2.0. Ela escolhe os excluídos de sua escola, com quem sentava na hora do intervalo. Uma menina que foi motivo de risada do colégio, outra que só tem seus pais como amigos e um garoto que é filho do Homem-Hora. Yolanda veste o manto do Pantera, Beth Chapel é a Doutora Meia-Noite e Rick Tyler tenta manter o legado de seu pai, Rex Tyler. Todos eles mentoreados por Pat Dugan, o F.A.I.X.A. Esse é um dos pontos que torna a série ainda mais interativa, pois ela não exclui o passado, unindo ele ao presente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com uma equipe inexperiente, mas com um ótimo mentor, a nova Sociedade da Justiça estava sempre perto da Sociedade da Injustiça, só que cada um não sabia quem era quem. E um dos lados teve chance, já que Cindy (Meg DeLacy) sabia a identidade secreta da Stargirl, mas não contou aos vilões. Não demorou muito para que descobrissem a identidade de Stargirl, e tentar afetá-la, matando sua família também.

Pode-se dizer que o plano dos vilões é ousado (Projeto Nova América), já que incluem nele um alvo de 5 milhões de pessoas que serão reprogramadas a partir do Onda Mental (Christopher James Baker). Toda a ideia foi posta e trabalhada pelo Geada (Neil Jackson), líder da equipe de vilões, que desejava mudar o mundo para melhor, mas que apenas as mentes mais aptas sobreviveriam. Vale ressaltar que o foco era totalmente na população adulta de Blue Valley e outras cidades e estados perto de Nebraska. A nova Sociedade da Justiça corria contra o tempo para salvar o mundo na season finale. O resto não posso contar…

stargirl-villains-injustice-society

Pulando da história para os detalhes técnicos, Stargirl consegue ter um CGI absurdo para uma série de heróis, algo que jamais foi visto. É visualmente bonito ver o robô de Pat – ele realmente foi construído – e ver os poderes do cajado, Geada e até mesmo o Onda Mental. Ainda falando do CGI, Solomon Grundy foi retratado como merece, gigante, amedrontador e feroz – não aquela “coisa” horrível de Gotham.

A trilha sonora consegue moldar o clima adolescente e escolar da série, além do lado heroico. As lutas, especialmente com o Mestre dos Esportes (Neil Hopkins) e a Tigresa (Joy Osmasnki) foram um show à parte, com ótimas coreografias. Mas, o mais impressionante é a personalidade de cada personagem ali introduzido, os figurinos tão chegado aos quadrinhos clássicos e atuais, e também as subtramas, que liga todos os pontos secundários ao principal, e cria uma narrativa coesa e sem pontas soltas. Sem dúvidas, é a melhor produção do DCU já feita. Que venha a segunda temporada!


Veredito

Stargirl tem um começo de temporada arrebatador e um final tão bom quanto. O paralelo entre a Sociedade da Justiça antiga e a nova é algo muito bem explorado na série, e mostra toda a dificuldade de se acertar por conta da inexperiência. Manter a Sociedade da Injustiça ainda ativa, mas nos bastidores por um tempo, foi muito bem pensado, pois, sem os heróis para atrapalhar, o plano poderia vir a dar certo. É incrível como até os vilões seguiram em frente após todos os acontecimentos.

O CGI empregado na série é impecável, levando em conta que é uma série, e que não deve ter um orçamento absurdo para que isso seja feito. Os visuais, tanto dos heróis quanto dos vilões é mais um ponto positivo da série. Mas, o maior acerto foi a relação familiar entre  Pat e Court desenvolvida na trama, mostrando todo o carinho e preocupação que um sente pelo outro.

Referências não faltaram, nem carisma nos personagens. Brec Bassinger e Luke Wilson se superam uma ótima atuação, que não teve queda de rendimento, e que o elenco também conseguiu ter. Stargirl constrói muito bem sua história, indo do começo ao final sem perder a qualidade, se tornando a melhor série de heróis da atualidade.

10/10.

MV5BNzJhOGFmMzItY2U4Ni00NDgzLWJmNTctYzY5ZmExNmNjZDgzXkEyXkFqcGdeQXVyNzE3ODQxNjU@._V1_SY1000_SX750_AL_

Olivia Swann vira regular para a 6ª temporada de Legends of Tomorrow

Enquanto a nova temporada ainda não é lançada, os produtores de Legends of Tomorrow, a atriz Olivia Swann, intérprete da vilã Astra Logue, foi promovida para o elenco regular da série para a sexta temporada [via TV Line].

A atriz entrou no quarto ano da série, participando de alguns episódios, mas adentrou no quinto ano, sendo a vilã principal da primeira parte da quinta temporada, ao liberar figuras históricas para matar as Lendas e John Constantine (Matt Ryan), pois buscava se vingar do inglês. Após a mid-season, a vilã passou a ajudar as Lendas contra as Moiras, e tentou garantir que sua vida fosse normal mais uma vez.

“Ela tem muito o que descobrir, e isso pode ser super, super fascinante. Ela é ótima para o Constantine também. A história deles oferece uma boa dinâmica”, disse o co-showrunner Phil Klemmer.

Legends-of-Tomorrow-Astra-feature-1

Além de SwannShayan Sobbhian também entrou para o elenco regular da sexta temporada. Porém, o elenco ainda continua diminuindo com o tempo. No último episódio da quinta temporada, intitulado “Swan Thong”Maisie Richardson-Sellers não voltará para a próxima temporada. Não só a atriz, mas Brandon Routh e Courtney Ford também deixaram o elenco da série. A saída do casal foi confirmada ainda no ano passado.

A sexta temporada está prevista para estrear apenas em 2021.

SDCC20 | Criador e elenco de The 100 discutem sobre o legado da série

Já chegando a seu fim pela CW, The 100 se fez presente em um painel na San Diego Comic-Con @Home deste ano. O criador e produtor executivo da série, Jason Rothenberg, se reuniu no painel com o elenco, relembrando o legado que a série vai deixar, e também celebrando o sucesso que se tornou por seis anos. Veja todo o painel na íntegra:

Alguns atores que já deixaram o elenco, deixaram suas mensagens, agradecendo os fãs, showrunners, elenco e toda a equipe criativa de The 100. Sarah Thompson, Chelsey Reist, Zach McGowan e Alycia Debnam-Carter são alguns dos vários atores que agradeceram.

“Eu estou aqui para dizer obrigada, do fundo do meu coração. Obrigada por todo o amor e apoio, não apenas para minha personagem, mas para mim. Algumas das coisas, algumas das pessoas que conheci neste processo… eu não tenho palavras, sou tão grata que você existem, e eu não poderia estar mais feliz por fazer parte disso. Obrigada e talvez a gente se encontre novamente”, disse Sarah Thompson, atriz que interpretou a personagem Josephine.

A segunda metade da sétima temporada estreia no dia 5 de agosto deste ano. A Warner Channel Brasil confirmou que o sétimo ano estreia em setembro.

San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho.

Batwoman | Série ganha nova atriz protagonista

Depois da saída de Ruby Rose do papel principal de Batwoman (por conta da falta de segurança nos sets), uma nova atriz foi escolhida para ser a protagonista da série. A atriz escolhida foi Javicia Leslie, ela vai substituir Ruby Rose a partir da segunda temporada.

A atriz fez o seguinte pronunciamento:

“Estou extremamente orgulhosa por ser a primeira atriz negra a interpretar Batwoman na TV. Se trata de uma super-heroína icônica. É uma honra fazer parte da equipe dessa série incrível, que se torna ainda mais importante por conta da sua representatividade à comunidade LGBTQ+.”

https://www.instagram.com/p/CCZebKqp9pD/?igshid=1n8v9ujw1hgnl

Javicia Leslie vai interpretar uma personagem completamente diferente da primeira Batwoman, Ryan Wilder (personagem principal da série) promete ser uma mulher agressiva e passional, que passou anos usando drogas em Gotham City.

A segunda temporada de Batwoman está programada para 2021.

Confira o novo vídeo do canal sobre o maior herói da história, o Superman!

Stargirl é renovada para a 2ª temporada

A série Stargirl, foi renovada para a segunda temporada pelo canal americano The CW, o mesmo do Arrowverse. De acordo com o site The Hollywood Reporter, a série irá migrar do DC Universe (DCU) para a CW, garantindo assim os direitos de transmissão para o canal americano.

Stargirl, que atualmente está sendo transmitida pelo streaming da DC, o DCU e também passa na CW, um dia após chegar ao DCU. Agora. a série terá transmissão exclusiva da CW, que irá disponibilizar em sua plataforma gratuita um dia depois. Com a migração para o canal, o catálogo de séries do DCU encurta ainda mais, restando 4 programas televisivos, Titãs e Patrulha do Destino – Patrulha do Destino está com a segunda temporada sendo transmitida no HBO Max – e as séries animadas da Arlequina e Justiça Jovem.

O futuro do DCU é incerto, já que a WarnerMedia investiu em outra plataforma de streaming, que agrega todas as séries e filmes da Warner Bros. e suas afiliadas. E com o grande investimento da Warner em seu novo streaming, a primeira temporada, assim como a segunda de Stargirl, vão estar no catálogo após serem completadas.

Sinopse: Stargirl conta a história de Courtney Whitmore (Brec Bassinger), estudante forçada a se mudar para uma nova cidade, depois que sua mãe se casa novamente. Ela só não esperava que seu padrasto, Pat Dugan (Luke Wilson), costumava ser o Listrado, o braço direito do herói Starman (Joel McHale). Armada com seu bastão mágico, ela vai acabar inspirando uma nova geração de heróis inusitados.

Stargirl irá concluir sua primeira temporada com 13 episódios.  A personagem sendo uma criação de Geoff Johns para homenagear sua irmã falecida, a série tem como produtor o mesmo, sendo seguido Melissa Carter, Greg Berlanti, Sarah Schechter e Greg Beeman.

O elenco conta com Brec Bassinger (Stargirl), Luke Wilson (Pat Dugan), Yvette Monreal (Pantera), Anjelika Washington (Doutora Meia-Noite), Trae Romano (Mike Dugan), Amy Smart (Barbara Whitmore), Cameron Gellman (Homem-Hora), Meg DeLacy (Cindy), Neil Jackson (Geada), Christopher James Baker (Onda Mental)Jake Austin Walker (Herny King Jr.) e Neil Hopkins (Mestre dos Esportes).

Crítica: Legends of Tomorrow (5ª temporada)

Alerta: SPOILERS! Desça e leia por sua conta e risco.


Legends of Tomorrow não perde a essência e ainda continua sendo a melhor série do Arrowverse e uma das melhores da DCTV.


Descrever a quinta temporada de Legends of Tomorrow é difícil, e achar um erro nela é ainda mais. O final da quarta temporada deixou muita coisa em aberto do que veríamos na quinta, com Astra (Olivia Swann) usando suas moedas de figuras históricas famosas para atormentar as Lendas futuramente. Tudo não passava de um plano para se vingar de John Constantine (Matt Ryan). 

A season finale da quarta temporada no episódio “Hey, World” teve uma grande mudança na equipe e na vida as Lendas, como a Zari (Tala Ashe) deixando de existir na linha temporal das Lendas, com seu irmão Behrad (Shayan Sobhian) ficando em seu lugar, por conta dos eventos em Heyworld que alteraram a linha do tempo. Porém, com o crossover Crise nas Infinitas Terras, a equipe não se lembrava de nada que aconteceu no passado.

No pós-crise, as Lendas tiveram grandes problemas com os “bis”,  como eram chamados as figuras históricas que eram soltas do inferno por Astra. Isso culminou numa grande participação de Constantine, sendo integrado como uma Lenda, e nos conhecimentos de história de Nate (Nick Zano). A criatividade dos roteiristas e produção da série aqui, é realmente um absurdo. Trazer figuras históricas famosas do inferno, tentando colocar uma temática de filme de época, como é o caso do episódio “Miss Me, Kiss Me, Love Me”, no qual a equipe caça o gângster Bugsy Siegel. Ou, fazer uma sitcom, incluindo até Star Trek como referência. A quinta temporada foi realmente surpreendente e muito estranha.

legends-tomorrow-star-trek

A primeira parte da temporada foi inteiramente focada em Astra liberando os “bis” do inferno. Rasputin, Genghis Khan, e muitos outros nomes foram atormentar as Lendas a mando de Astra, que detinha um grande poder. Não só as moedas de assassinos ou líderes políticos ela possuía, mas também a de Constantine, que em um episódio quase morreu de câncer de pulmão devido ao uso constante de cigarros. Isso é bem recorrente pro personagem, pois seu vício vem desde os quadrinhos.

E precisamos de uma pausa para falar da interpretação de Matt Ryan como John Constantine. É realmente uma das melhores performances do Arrowverse, e a melhor representação do mago nas mídias da DC Comics. Esqueça Keanu Reeves em seu filme e foque em Matt Ryan. Tanto ele, quanto os roteiristas entregaram um Constantine perfeito, sem defeito algum. A proximidade dele com os quadrinhos e animações é incrível, fazendo jus ao personagem que passa a ser amado por muitos fãs do antigo selo Vertigo. E com certeza, ele merece muito ser escalado na futura série da Liga da Justiça Sombria que está sendo produzida pela HBO Max, já que ele é a voz oficial do Constantine nas animações. Matt Ryan nasceu para interpretar o britânico.

legends-of-tomorrow-daddy-darhkest-5

Os episódios conseguem rebelar vários sentimentos dos fãs, equilibrando alegria em momentos certos, tristeza, tensão, suspense e terror. Cada episódio teve um ponto especial e uma abordagem diferente, que jamais foi vista em outras séries de heróis. “Mr. Parker’s Cul-De-Sac” foi um dos episódios mais marcantes da temporada, pois trouxe Damien Darkh (Neal McDonough) de volta, e ainda teve o casamento de Ray Palmer (Brandon Routh) com Nora Darkh (Courtney Ford). A trilha sonora conseguiu criar um clima de emoção, e vemos que Damien procurava redenção – não é muito o caso em uma parte do episódio, em que Nora revela que não iria se casar com Constantine, mas sim com Ray. O casamento selou o destino dos dois juntos para fora da Waverider, que viria acontecer no episódio seguinte.

“Romeo v Juliet: Dawn of Justness”, nome que faz referência a Batman vs Superman: A Origem da Justiça (no original, Dawn of Justice), foi o episódio mais emocionante da temporada, e um dos mais marcantes de todo o Arrowverse. O episódio foi uma loucura, pois as Lendas vão para a Inglaterra nos anos de 1600, tentando reajustar a história do escritor William Shakespeare, que provocou uma peça dos heróis após vê-los em ação. Claro que, conseguiram reajustar a história, porém enquanto a peça de Romeu & Julieta, Ray Nora estavam dando adeus à equipe. Nate não conseguia aceitar que seu melhor amigo iria partir para viver sua vida, mas ao final, se arrependeu e foi encontrá-lo na Waverider.

No momento que Nate chega a nave, se perguntando onde Ray estava, o semblante triste foi o grande emocional, que se manteve quando Palmer apareceu para se despedir. É incrível a entrega de Brandon Routh tanto na cena de despedida, quanto em todo o episódio, que era totalmente focado no ator. A cena de ambos tristes, se abraçando, enquanto Zari estava atuando na peça e com sua fala ao fundo, torna a despedida belíssima, com uma grande carga emocional.

Talvez um tiro no pé por tirar Ray e Nora da equipe, pois a motivação e o coração da equipe era o Átomo, não preencheu o vazio que a equipe teve. Como Sara (Caity Lotz) disse no final do episódio, brindando em memória a Ray: “E que nos mostrou que não há problema grande demais que não possa ser resolvido com um sorriso”. A produção foi um tanto rude com Brandon Routh, que ficou insatisfeito com a saída. Havia muito há explorar. Quem sabe um dia, ele possa retornar.

Com a primeira parte da temporada finalizada, um segundo arco começa, mas que girava em torno ainda do Tear do Destino. A redenção de Astra é algo curioso, pois mesmo querendo comandar o inferno ao lado das Moiras, ela ansiava em ver sua mãe e tê-la mais uma vez, se aliando as Lendas. Com isso, a equipe ganhava mais um membro, mesmo que temporário, após a saída de Ray e Nora, e a morte de Behrad. Os episódios começavam a se tornar mais interativos numa caça a última peça para conseguir montar o Tear do Destino e ressuscitar Behrad.

As Lendas se encontram com uma das Moiras, Átropos (Joanna Vanderham), que entra em combate com Sara, quase a matando. Um pequeno arco se inicia em meio a outro, com a capitã da Waverider ganhando poderes de prever os acontecimentos futuros. Não bastasse estar cega, não poderia comandar as Lendas, deixando Ava Sharpe (Jes Macallan) no comando, conseguindo amarrar duas subtramas em uma só.

legends 3


Apesar de esperar algum poder que lhe desse super força, esse foi uma grande surpresa. O ganho de pode foi tudo graças a uma luta contra uma deusa. Os episódios seguintes trouxeram um grande dinamismo do elenco e das subtramas envolvendo cada personagem. Passando pelo deus grego Dionísio, a equipe chega a um apocalipse zumbi em “I Am Legends”. O 12° episódio pós-crise foi o mais desesperador, com certeza, com a equipe protagonizando o drama em meio ao caos. Com a imortalidade adquirida por 24 horas após beber do Cálice de Dionísio, as Lendas estavam prontas para usar o Tear do Destino, mas não contavam perder a nave para as Moiras. Sem nenhum Correio do Tempo, eles vão para um antigo bar, no qual funcionava um posto da Agência do Tempo. O tempo da imortalidade tinha se esgotado e os zumbis os alcançaram, matando quase toda a equipe, exceto por Charlie (Maisie Richardson-Sellers), que conseguiu fugir para tentar salvar o mundo e mudar as coisas.

legends 2


E, de forma inusitada salvou, os colocando na TV, em forma de sitcom, para fazer a população entender que o “regime” das Moiras era algo bom. Ela se uniu as irmãs para salvar a equipe. E é aí que entra a Zari 1.0 de volta à série. Assumindo o corpo da Zari 2.0, ela consegue fomentar a ideia de que tudo não passada de uma prisão criada pelas Moiras, colocando a equipe em séries de TV. Gary (Adam Tsekhman) e Mona (Ramona Young) entenderam o recado e conseguiram mudar o roteiro, fazendo as Lendas se lembrarem de quem são, tornando a cena marcante para a série, ao som da leveza da trilha sonora principal da série, rebuscando suas raízes.

Com a vitória parcial das Lendas, o episódio final seria o decisivo. Cabe ressaltar aqui o arco de Mick (Dominic Purcell) com sua filha. Todas as tentativas só funcionaram após Mick levá-la para a nave e se divertir com ela, junto de Nate. Porém, a trama vivida por Behrad e as Zaris ganharam mais força, na segunda parte da temporada e no episódio final. Tendo abrido mão da imortalidade por conta de Charlie (Clotho), Láquesis (Sarah Strange) consegue ainda manter voz e ordem na humanidade, juntamente com Átropos. Elas não esperavam que Clotho se viraria contra elas e as Lendas tivessem saído da televisão para derrotá-las. A batalha final acontece contra vários “bis”, sendo líderes políticos e assassinos. O final foi feliz, até certo ponto, em que Sara é abduzida, iniciando o gancho para a 6ª temporada.

Veredito

A 6ª temporada de Legends of Tomorrow é realmente perfeita, não sendo uma novela como uma vez foi na 1ª temporada. Muita coisa mudou desde então. O foco foi o Tear do Destino, incluindo muito bem a trama de Astra com Constantine. Muitas subtramas conseguiram se encaixar com a trama principal, não se desviando. A história não fugiu do que quis mostrar, não deixando pontas soltas e um gancho para a próxima temporada.

As atuações por parte do elenco principal foram ótimas, sendo Brandon Routh Caity Lotz os mais brilhantes. Por sua vez, Matt Ryan apresenta um Constantine muito próximo aos quadrinhos, assim sendo um outro destaque por sua performance. Nick Zano, Tala Ashe, Jes Macallan Dominic Purcell também não deixam a desejar, com cada um fazendo jus ao seu personagem, montando uma própria personalidade. Shayan Sobhian tem um grande futuro dentro do show de TV.

Em questão de trilha sonora, Blake Neely Daniel James Chan entregam uma faixa épica, sempre. O figurino, como sempre, muito bem feito, apesar de que as Lendas deveriam usar mais seus trajes quando pudessem, pois são suas identidades. Em meio a saída de atores, Legends of Tomorrow não caiu de produção em nenhum episódio, conseguindo fazer com que cada um passasse um sentimento, seja de emoção, tristeza ou tensão. A temporada demonstrou um grande equilíbrio entre os episódios e muito solidez, fazendo com que Legends of Tomorrow seja a melhor série do Arrowverse e a mais divertida da DC Comics.

10/10.

Shayan Sobhian vira regular para a 6ª temporada de Legends of Tomorrow

Com o término da quinta temporada de Legends of Tomorrow, a série entrará em um grande hiatus para começar a sexta temporada, mas os produtores já estão se mexendo.

De acordo com o site americano TVLine, o ator Shayan Sobhian estará presente no elenco regular do show para a sexta temporada. O ator, intérprete de Behrad Tarazi, ganhou espaço na Waverider na quinta temporada, após os eventos da season finale da quarta em Heyworld.

Em “Hey, World”, as Lendas salvam o mundo novamente, mas com uma perda. Zari Tarazi (Tala Ashe), irmã de Behrad, é apagada da linha do tempo em que as Lendas se encontravam, pois foi alterada pelos heróis para que pudessem salvar o mundo. No entanto, seu irmão que morreu em outra linha do tempo, ficou em seu lugar.

Mas, o elenco ainda continua diminuindo com o tempo. No último episódio da quinta temporada, intitulado “Swan Thong”, Maisie Richardson-Sellers não voltará para a próxima temporada. Não só a atriz, mas Brandon Routh e Courtney Ford também deixaram o elenco da série. A saída do casal foi confirmada ainda no ano passado.

A sexta temporada está prevista para estrear apenas em 2021.

Ray e Nora se despedem da equipe em fotos promocionais de Legends of Tomorrow

Review: Legends of Tomorrow (5×01)

Warner dará um evento virtual para os fãs da DC Comics

O estúdio anunciou nessa terça-feira que o DC FanDome terá duração de 24 Horas.

A Comic-Con pôde ser cancelada este ano, mas a Warner Bros. convocará um encontro virtual de 24 horas com os maiores nomes do universo da DC Comics.

O estúdio anunciou essa terça-feira que o DC FanDome será realizado em 22 de agosto a partir das 10h da manhã PDT. O evento contará com anúncios de talentos e revelará novos conteúdos de jogos, quadrinhos, filmes e televisão da WB.

Poster promocional do evento

Tudo isso anunciado alguns meses depois que a Comic-Con, que atrai dezenas de milhares de fãs de quadrinhos para San Diego, foi cancelada devido às restrições relacionadas ao COVID-19 em grandes reuniões.

Os painéis virtuais contarão com elenco e criadores de filmes da DC, incluindo The Batman, Adão Negro e Mulher-Maravilha 1984. Os painéis também irão destacar elencos das séries da CW como The Flash, Stargirl e Raio Negro.

Mulher-Maravilha 1984 era esperado para ser um dos maiores lançamentos do verão, mas sua chegada aos cinemas foi adiada novamente.


TENET E MULHER-MARAVILHA 1984 SÃO ADIADOS PELA WARNER

O FanDome estará espalhado por seis áreas diferentes no site do evento: Hall of Heroes, DC WatchVerse, DC YouVerse, DC KidsVerse, DC InsiderVerse e DC FunVerse.

Você deve se perguntar: Como tudo isso será organizado? Bem, de acordo com o comunicado de imprensa, haverá seis “áreas diferentes e totalmente programadas dentro do DC FanDome“.

O principal é o Hall of Heroes, onde você poderá assistir a todos os painéis, revelações e programação especial. Além disso, você pode visitar o DC WatchVerse, que tem mais painéis, exibições e conteúdo nunca visto antes; DC YouVerse, que destaca o conteúdo gerado por fãs; DC InsideVerse, que se concentra nas mentes criativas por trás de tudo que você ama e começará com um vídeo introdutório do editor da DC Jim Lee, presidente da produção de filmes baseada na DC, Walter Hamada, e do arquiteto do Arrowverse, Greg BerlantiDC KidsVerse será para fãs mais jovens; enqunto no DC FunVerse, você pode encontrar os produtos que estiver procurando e muito mais. 

DC comics Fandome Credit: WBTV

O DC FanDome é o mais recente evento on-line que surgiu após a crise dos coronavírus. Depois que a San Diego Comic-Con foi cancelada pela primeira vez em abril, foi anunciado que estava sendo transferido para uma versão em casa . Da mesma forma, o ATX Television Festival acabou de encerrar sua própria experiência em casa, e vários festivais de cinema seguirão ou já seguiram o exemplo como foi o caso do Global Citizen com o evento Live at Home.

A Plataforma estará disponível em pelo menos 10 idiomas diferentes – português do Brasil, chinês, inglês, francês, alemão, italiano, japonês, coreano e espanhol – e também contará com conteúdo para países específicos.

O conteúdo estará disponível no DCFanDome.com.

Continue com o Critical Room

CRÍTICA: DOCINHO DA AMÉRICA (2016)

Espantalho pode estar na segunda temporada de Batwoman

Com a repercussão da saída de Ruby Rose no papel de Batwoman, a The CW procura uma substituta para a protagonista. Em meio a isso, o site americano The Direct publicou um relatório que o Doutor Jonathan Crane, pode vir a estar no segundo ano de Batwoman.

O relatório diz que o Espantalho entrará para combater a sucessora de Kate Kane no manto de Batwoman. A sucessora, Ryan Wilder, teve a mãe morta pelo vilão, sendo essa a explicação para a introdução dos dois personagens. É dito também que Kate irá morrer, e Ryan Wilder vai roubar o traje da Batwoman e vingar sua mãe.

Ruby Rose não volta para próxima temporada de Batwoman

Conhecido por ser o Mestre do Medo, o Espantalho apareceu apenas duas vezes em live-action. Em Batman Begins, interpretado por Cillian Murphy, e apareceu também na série Gotham.

Divulgação/Warner Bros.

Também apareceu na trilogia de games Arkham da Rocksteady. Em Batman Arkham Asylum ele ameaçou jogar sua toxina na água de toda Gotham, e pronto para fazer isso, o Crocodilo o agarrou, quase comendo ele. Batman jogou um batarangue na coleira de choque, fazendo Croc cair com o Espantalho na água, e lá, ele quebrar o vilão e rasgar sua face.

Em Batman Arkham City, há três uma charada para desvendar, com sua máscara na ponte que dava acesso ao Distrito Industrial. Perto dali, nas docas do Falcone, também tem outro easter egg de Crane, num barco próximo. O vilão provavelmente comprou o barco e montou uma sala secreta, para trabalhar em uma toxina nova que seria usada meses depois nos eventos Arkham. Veja no vídeo abaixo:

Além disso, há transmissões de rádio secretas, todas feitas pelo Espantalho. Usando o sequenciador criptográfico, em certas sintonias, ele fala números, que são letras do alfabeto, e juntando, completa sua mensagem.

Já no último game da saga, Batman Arkham Knight, ele retorna como antagonista principal e com uma caracterização horrenda, devido ao ataque do Crocodilo no Asilo. No início, ele usou sua nova toxina em uma lanchonete, desencadeando ataques entre as pessoas do local e causando mortes. Logo em seguida, ele transmite uma mensagem no telão para toda Gotham, deixando a população em pânico e consequentemente, fazendo a policia evacuar as pessoas da cidade. Coincidentemente, o Espantalho atacou Gotham na noite de Halloween, fazendo alusão ao seu nome característico.

O intuito era quebrar a lenda do Batman, convocando seus maiores inimigos para ajudá-lo a destruir o Cavaleiro das Trevas.

Divulgação/Rocksteady

O vilão pode vir a ser o principal antagonista da segunda temporada. Ainda não se sabe sobre a trama e como será a explicação da saída de Ruby Rose do papel de Kate, mas é esperado que a nova personagem tenha ligação direta com o Espantalho.

Esperamos que seu visual seja tão próximo aos games, tranpassando medo sem mesmo usar o gás.

Batwoman retorna com sua segunda temporada apenas em 2021.

Maisie Richardson-Sellers deixa elenco regular de Legends of Tomorrow

Com o término da quinta temporada de Legends of Tomorrow e o fechamento do arco de Charlie, a atriz Maisie Richardson-Sellers não estará no elenco regular da sexta temporada (via TV Line).

A razão de sua saída foi por conta do rumo que a personagem seguiu na série, estabelecendo uma vida fora da Waverider. O co-showrunner Phil Klemmer comentou sobre a saída da atriz.

“Foi algo que esteve acontecendo há mais de um ano”, disse Klemmer. “Sabíamos que Maisie estava querendo seguir sua carreira como cineasta, e isso nos permitiu criar uma história que, esperançosamente, levaria a uma conclusão satisfatória para ela. O final era meio que completamente sobre sua personagem. Para mim, é tão agridoce, com ela de volta ao clube punk e para o The Smell. O bom é que as pessoas estão autorizadas a retornar”, finalizou.

A atriz se pronunciou em sua conta no Twitter e agradeceu por ter feito parte da série:

Obrigada por seu amor e apoio sem fim. Amaya e Charlie me deram tanta alegria nos últimos 4 anos, e vocês são a base de fãs mais gentil, generosa e inclusiva que um programa poderia esperar. Nunca mudem. Mal posso esperar para compartilhar os projetos que estou criando no momento. Amo todos vocês.”

Maisie Richardson-Sellers entrou para a série na segunda temporada interpretando Amaya Jiwe, a Vixen, membro da Sociedade da Justiça da América na década de 1940. Após aventuras, ela se estabeleceu em 1942, mas não abandonou a série e assumiu uma nova personagem, Charlie, um metamorfo.

A atriz pretende seguir sua carreira, agora como diretora, mas com certeza, a série está de portas abertas para caso um dia ela queira voltar.

Review: Legends of Tomorrow (5×01)

Ray e Nora de despedem da equipe em fotos promocionais de Legends of Tomorrow

Crítica: Crise nas Infinitas Terras