Arquivo da tag: Netflix

Netflix libera teaser de novo filme com Gary Oldman; veja

Mank chega ao streaming em dezembro.


Netflix, liberou uma prévia de seu mais novo filme original, Mank, que terá direção de David Fincher e Gary Oldman no papel principal. Assista abaixo:

Anúncios

A trama irá acompanhar Herman J. Mankiewicz, famoso roteirista conhecido como Mank, que escreveu o roteiro de Cidadão Kane (1941), de Orson Welles, mostrará os bastidores do filme e a relação entre o diretor e o roteirista, e qual deles é o responsável pela grandeza de Cidadão Kane e sua importância para o cinema. O vencedor do Oscar de Melhor Ator por O Destino de Uma Nação, Gary Oldman, irá interpretar Mank.

“Acompanhe esta jornada pela Hollywood da década de 1930 através dos olhos do roteirista alcoólatra e crítico social Herman J. Mankiewicz (Gary Oldman) enquanto ele corre contra o tempo para terminar o roteiro de Cidadão Kane para Orson Wells (Tom Burke), diz a descrição oficial.
 
 
Com a direção de David Fincher e o roteiro baseado no de Jack Fincher, seu pai, mas escrito no longa por Eric RothMank conta com Gary Oldman, Tom Burke, Amanda Seyfried, Lily Collins e Tom Pelphrey.
 
Mank chega ao catálogo da Netflix no dia 4 de dezembro.
Anúncios

Netflix volta atrás e cancela GLOW após três temporadas

Série iria para uma quarta temporada, mas Netflix desiste.


A série GLOW, original da Netflix, que tem como temática luta-livre feminina, é cancelada pelo streaming, mesmo após ter sido renovada para o quarto ano em 2019.  As criadoras Liz Flahive e Carly Mensch falaram sobre o assunto:

“O COVID matou seres humanos de verdade. É uma tragédia nacional e deveria ser o nosso foco. COVID aparentemente também acabou com nossa série. A Netflix decidiu não terminar as gravações da temporada final de GLOW. Estávamos aproveitando a liberdade criativa de fazer uma comédia complicada sobre mulheres e contar suas histórias. E luta livre. E agora se foi. Há muita m**** acontecendo no mundo, muito maiores do que isso no momento. Mas ainda assim é triste não conseguirmos ver essas 15 mulheres na tela de novo. Sentiremos falta de nossas palhaças esquisitas e de nosso time heroico. Foi o melhor trabalho”.

Por conta da pandemia e outras questões do streaming, a Netflix cancelou diversas séries este ano, deixando os fãs revoltados e tristes por essa escolha, o que pode prejudicar ainda mais na questão de assinantes futuros ou já presentes.

Sinopse: Ruth Wilder (Alison Brie) é uma atriz desempregada na Los Angeles de 1985. Como última tentativa de tornar-se uma estrela, ela arrisca participar de um programa de wrestling profissional, juntamente com outras doze mulheres, sob o comando do diretor de filmes “B” Sam Sylvia (Marc Maron). Quando sua ex-melhor amiga Debbie Eagan (Betty Gilpin) chega ao ringue, o confronto entre as duas pode trazer fama à produção ou destruí-la de uma vez.

As três temporadas da série estão disponíveis no catálogo da Netflix.

Sabrina Carpenter vai estrelar musical de Alice no País das Maravilhas pela Netflix

Atriz irá produzir e estrelar musical.


A atriz Sabrina Carpenter (Crush à Altura), irá produzir e estrelar um novo original pela Netflix, porém desta vez sendo um musical focado em Alice no País das Maravilhas. A produção de Dançarina Perfeita, um dos filmes em que ela esteve presente no elenco, está se juntando para o musical (via The Hollywood Reporter).

Anúncios

Descrito como uma “versão contemporânea” escrita por Lewis Caroll, a atriz produzir o musical junto com a Alloy Entertainment (You), com o título do projeto chamado de “Wonderland” (País das Maravilhas).

Poucas informações da trama e elenco foram revelados, mas já há um roteirista trabalhando no projeto, Ross Evans (Catch the Moon)Leslie Morgenstein Elysa Dutton irão produzir o filme junto com Carpenter.

A nova versão de Alice no País das Maravilhas não tem data de estreia.


Confira o último CR News de sexta (2):

Gosta de nosso conteúdo? Apoie nosso projeto e contribua com a vakinha clicando aqui. Todo valor arrecadado será destinado a melhorias em todas as mídias do site!

Siga nosso Instagram e decida qual é a melhor animação do Batman:

Novas fotos do set de The Witcher revelam novo visual de Ciri

Com o início das gravações da segunda temporada de The Witcher ainda no meio de agosto, poucas informações sobre a produção surgem. Mas, recentemente, algumas imagens do set foram reveladas ao público pelo site Redanian IntelligenceVeja abaixo:

Anúncios

Nas imagens é possível ver Ciri, com uma roupa nova, podendo ser a de bruxa, a qual ela ganhará durante o treinamento em Kaer Morhen. Ao seu lado, há duas mulheres, uma loira e outra ruiva. A loira, pode ser a feiticeira élfica Lara Dorren, que é uma ancestral de Ciri. Já a ruiva, fontes próximas dizem não saber.

O elenco tem como principal ator Henry Cavill (Geralt), Freya Allan (Ciri), Adam Levy (Mousesack), Johdi May (Rainha Calanthe), Björn Hlynur (Rei Eist), MyAnna Buring (Tissaia), Anya Chalotra (Yennefer), Joey Batey (Dandelion), Eamon Farren (Cahir), Millie Brady (Princesa Renfri), Lars Mikkelsen (Stregobor), Royce Pierreson (Istredd), Rebecca Benson (Marilka), Roderick Hill (Fletcher) e Amit Shah (Torque).

A primeira temporada está disponível no catálogo da Netflix.


Siga nosso Instagram e fique sempre informado sobre novas notícias, de forma mais rápida e eficaz.

Rumor: 3ª temporada de The Witcher está a caminho pela Netflix

Com a confirmação da segunda temporada, um novo relatório indica que The Witcher já tem uma nova temporada sendo encaminhada pela Netflix, e que pode chegar em 2022, já que a pandemia do Covid-19 atrasou a produção da segunda temporada.

O relatório vem do site Redanian Intelligence, que postou uma imagem do banco de dados do Writers Guild of America (WGA), dando a confirmação de uma nova temporada de The Witcher, datando a produção entre 2020-2021, mas que seria lançado apenas no início de 2022, já que a segunda temporada chega em 2021, possivelmente no segundo semestre do ano.

season-3

Em 2019, houve a confirmação de um relatório por um insider, afirmando que a série teria pelo menos três temporada completas, seguindo os passos de Chilling Adventures of Sabrina, podendo se confirmar com o relatório atual.

Anúncios

A segunda temporada já está sendo filmada e produzida, com todos as medidas sanitárias dos locais de filmagens. Toda a produção começou ainda em agosto, e com uma semana de adiantamento, o que permite aos produtores e atores trabalharem ainda mais rápido para entregar a segunda temporada.

Sinopse: “O bruxo Geralt, um caçador de monstros mutante, está procurando um lugar no mundo em que as pessoas se mostrem mais bizarras do que os próprios monstros.”

O elenco tem como principal ator Henry Cavill (Geralt), Freya Allan (Ciri), Adam Levy (Mousesack), Johdi May (Rainha Calanthe), Björn Hlynur (Rei Eist), MyAnna Buring (Tissaia), Anya Chalotra (Yennefer), Joey Batey (Dandelion), Eamon Farren (Cahir), Millie Brady (Princesa Renfri), Lars Mikkelsen (Stregobor), Royce Pierreson (Istredd), Rebecca Benson (Marilka), Roderick Hill (Fletcher)Amit Shah (Torque).

A primeira temporada está disponível no catálogo da Netflix.


Confira o último CR Origens e conheça o supervilão Kang, o Conquistador:

Crítica: Enola Holmes (2020)

Aviso: Crítica sem spoilers!


Enola Holmes (Millie Bobby Brown) é uma adolescente cujo irmão, mais velho, é o renomado detetive Sherlock Holmes (Henry Cavill). Quando sua mãe desaparece, fugindo do confinamento da sociedade vitoriana e deixando dinheiro para trás para que ela faça o mesmo, a garota inicia uma investigação para descobrir o paradeiro dela, ao mesmo tempo em que precisa ir contra os desejos de seu irmão, Mycroft (Sam Claflin), que quer mandá-la para um colégio interno só de meninas.

O filme se baseia nos livros de Nancy Springer, que mostra uma história bem diferente do que estamos acostumados a ver sobre os Holmes. Até por que é contado de um ponto de vista diferente, o de Enola.

114687349_543bf041-b8fc-4ce1-ba26-045e8e0e03e0

O filme tem pontos altos e baixos, e um dos pontos altos são os atores. O longa possui um um elenco de grande peso e todos eles tem participações inesquecíveis. Millie Bobby Brown está incrível no papel com uma personagem bem carismática e cativante, assim como Henry Cavill apresentou um bom e diferente Sherlock. E Sam Claflin mostrou um Mycroft mais arrogante de forma bem diferente e especial.

O figurino é excelente, mostrando o visual das pessoas no século XIX com roupas muito bonitas e mais formais, como ternos, vestidos e outros que marcaram o século. A fotografia e o ambiente do filme é muito bonito, mostrando Londres durante o século XIX de forma bem ampla, visando bem os tempos antigos.

O roteiro é interessante, com uma investigação bem legal e cenas de ação animadas. Mas ele falha com cenas que acabam sendo meio forçadas, com uma quebra da quarta parede totalmente desnecessária que acaba um pouco do suspense das investigações.


Veredito

É um filme bem divertido para ver com a família e amigos, que irão se identificar com alguns personagens que são muito cativantes, mas tem coisas que não vão agradar muito alguns dos fãs dos Holmes. 

6,5/10.

Crítica: Noite Sem Fim (2015)

Aviso: Crítica sem spoilers!


Mais um filme de ação com Liam Neeson.


Com um título totalmente diferente do original (Run All Night), Noite Sem Fim é o filme típico de ação e fuga que todo fã gosta de ver. Do mesmo diretor de O Passageiro e outros dois filmes com Liam Neeson, Jaume Collet-Serra consegue deixar com que os espectadores fiquem imergidos numa ação quase contínua, em alto nível de intensidade. Essa é cara do Liam Neeson.

A trama gira em torno de um gângster aposentado chamado Jimmy Conlon, que sofre com pesadelos daqueles que teve de assassinar, e por ser um gângster no passado, seu filho Mike (Joel Kinnaman) não consegue aceitá-lo como pai. Mas tudo muda quando Mike é posto em perigo, após uma tragédia familiar acontecer na vida de Shawn Maguire (Ed Harris), antigo chefe de Jimmy, forçando Shawn e a polícia perseguirem Jimmy e Mike.

MV5BOTMyOTc5NDEyMF5BMl5BanBnXkFtZTgwMTgxMDk2NDE@._V1_SX1500_CR0,0,1500,999_AL_

“Badass” como sempre, Neeson entrega seu personagem como um homem sem destino, apenas esperando a própria morte. Flagelação do que ele fez no passado? Sim, e querendo pagar seus pecados, mas não sabendo como fazê-lo sem que fique com algum investigador o incomodando. A única esperança é seu filho, que é o oposto do pai, um segurança e motorista, que cuida de sua família, seu bem mais precioso.

Contrapondo esta visão de redenção, seu antigo chefe pensa o contrário, ainda atuando como um “chefão” nos bastidores e tendo um filho mimado, querendo ser tão maior quanto o pai – que reconhece, pelo menos, suas limitações -. O elo de amizade entre Jimmy e Shawn durou até um ponto, o qual Jimmy teve que ultrapassá-lo. E é por um simples aspecto no roteiro que ele todo muda, de algo mais calmo para avassalador, com uma ação incansável.

run-all-night-jimmy-talks-to-shawn-wallpaper-2048x1536-17366_26

O clima soturno consegue criar uma ambientação favorável para a visão de Collet-Serra, que usa e abusa de cores mais escuras em sua paleta, tornando a fotografia um dos pontos altos do filme, que é um pouco diferente de A Orfã, longa o qual há cores mais gélidas, não tão escuras quanto este thriller de ação. Seguindo por este caminho, a trilha sonora composta por Junkie XL representa muito bem o que é um filme de ação com Liam Neeson, tornando a música mais elétrica em momentos de fuga, e mais sentimental com cenas entre o elo familiar que o protagonista carrega. Os detalhes técnicos se conectam um ao outro, conseguindo formar um grande clima e ambientação para o longa de Collet-Serra.

runallnight10

Tanto estes pontos técnicos de compositor, como o de fotografia, é válido elogiar o roteiro construído por Brad Ingelsby, além da visão do diretor Jaume Collet-Serra, acertando em mais um longa de ação, com personagens fluidos e capazes de serem muito mais o que foi entregue no filme.


Veredito

Noite Sem Fim consegue mostrar o lado obscuro e sombrio do coração de um protagonista, que tenta se redimir de seus pecados, deixando sua família mais perto do que nunca e a salvando do perigo. Em atos rápidos e não cansativos, a proposta do filme se encaixa de forma linear com a visão do diretor, que não erra na ação e conta com um bom elenco.

8/10.

Anúncios

Sandman | Neil Gaiman confirma quando a produção da série vai começar

A série Sandman, muito aguardada pelos fãs dos quadrinhos do selo Vertigo/DC Comics, recebeu uma nova atualização, desta vez do próprio criador do universo nos quadrinhos, Neil Gaiman. Em sua conta no Twitter, o quadrinista revelou que a produção da série irá começar em três semanas, mas não deixou pistas sobre quem fará parte do elenco. Veja abaixo:

Anúncios

As filmagens não haviam se iniciado ainda por conta da pandemia do Coronavírus, mas agora, está quase tudo certo para que a produção da nova série da Netflix comece.

Nenhuma pista foi dada sobre qual diretor irá assumir a série, mas rumores indicam que Toby Haynes pode ser um forte candidato para dirigir alguns episódios de Sandman, que ao total terá 11 em sua primeira temporada.

A criação homônima de Neil Gaiman ganhará sua primeira adaptação para a TV. Gaiman será o co-escritor do primeiro episódio, e estará ao lado de David SGoyer e Allan Heinberg.

Sinopse: Uma rica mistura entre mito moderno e fantasia sombria na qual a ficção contemporânea, drama histórico e lenda são perfeitamente entrelaçados. Sandman acompanha os lugares e pessoas afetados por Morpheus, O Rei do Sonho, enquanto corrige os erros cósmicos – e humanos – que cometeu ao longo de sua vasta existência.”

Ao longo dos volumes nos quadrinhos, Sandman teve 75 edições ao todo, que durou de 1989 a 1996. Morpheus, ou Sonho, é um ser poderoso, que faz parte dos Perpétuos: Delírio, Desejo, Destruição, Desespero, Destino e Morte.

Sandman não tem data marcada para lançar.


Confira o último CR News do canal do Critical Room:

Anúncios

5 dicas de Filmes para assistir na Netflix

A reabertura dos cinemas já está sendo realizada no Brasil, no entanto, para quem prefere assistir de casa mesmo, venho mais uma vez indicar 5 filmes que podem passar despercebidos por você, caro assinante da Netflix. A lista de filmes abaixo pode ser encontrada no streaming, e conta com os filmes mais versáteis possíveis, desde um filme de guerra até um musical. Confira:

1. Até o Último Homem (2016)

Desmond T. Doss ao ser convocado para a guerra, se nega a segurar uma arma e matar pessoas. A postura gera repercussão e faz com que o soldado seja pressionado por seus companheiros. No entanto, o jovem entende que sua missão não é matar pessoas, e sim salvar.

Só pela sinopse se vê que Até o Último Homem é um dos filmes de guerra mais humanos que você pode ver. O longa consolidou Andrew Garfield como ator e reafirmou Mel Gibson como um grande diretor de Hollywood, ambos indicados ao Oscar.

2. Debi & Loide – Dois Idiotas em Apuros (1994)

 

Dois amigos, no mínimo excêntricos, resolvem viajar para Aspen, no estado do Colorado para devolverem uma maleta cheia de dinheiro que uma moça havia esquecido no aeroporto. No caminho, os dois companheiros passam por altas confusões, enrascadas e situações mais do que hilárias.

Se você busca por uma comédia, um bom entretenimento num fim de noite, Debi & Loide é a escolha certa. Este road movie divertidíssimo foi um dos grandes sucessos de 1994 e se tornou um dos grandes clássicos da comédia.

3. Akira (1988)

 

Em 2019, Neo Tóquio é uma cidade poluída, corrupta e que sofre de atentados terroristas. Em meio a isso, o jovem Tetsuo acaba se acidentando com uma criança com poderes que havia fugido do hospital onde era cobaia. Resultando desse encontro, Tetsuo desenvolve poderes inimagináveis, que o fazem ser comparado ao lendário Akira, responsável pela explosão de Tóquio em 1988.

Akira foi uma das principais obras que mostraram ao público que animação não era coisa só para criança. A obra conta não só com cenas fortes de violência, como também com nudez explícita e uma narrativa que aborda temas como religião e corrupção. Junto de Ghost in the Shell, Akira é uma das grandes obras cyberpunk da cultura pop, e, com certeza, uma das animações mais importantes já produzidas.

4. Os Embalos de Sábado à Noite (1977)

 

Tony Manero trabalha numa loja de tintas e leva uma vida tranquila morando com os pais. Nos fins de semana ele vai com os amigos à discoteca, onde se transforma no centro das atenções e demonstra seu sonho pela dança.

Os Embalos de Sábado à Noite foi um enorme sucesso, lançou John Travolta ao estrelato, dando a primeira indicação ao Oscar para o ator. Um clássico dos anos 70, com uma interessante narrativa sobre sonhos e, especialmente, conta com grandes músicas, clássicos da disco music.

5. Grease – Nos Tempos da Brilhantina (1978)

 

Na Califórnia de 1959, a boa moça Sandy e o popular Danny se apaixonam e vivem o verão perfeito na praia. Quando voltam às aulas, descobrem que frequentam a mesma escola. Danny é popular na escola e na sua turma de amigos, Sandy é o famoso esteriótipo da princesinha, a boa moça. Para ficarem juntos, eles vão ter que mudarem, ao som de muita música.

John Travolta em dose dupla aqui na lista. Talvez esse seja o papel da carreira do ator, em um musical que restaurou o gênero no final dos anos 70. Filme de atmosfera única dos Tempos da Brilhantina, época marcante dos jovens de jaquetas de couro e gel no cabelo dos anos 50. Com atores um poucos velhos para seus papéis, é verdade, mas com uma trilha sonora simplesmente inesquecível.


Confira os 6 quadrinhos mais importantes do Batman, celebrando o Batman Day:

One Piece dublado é oficialmente divulgado pela Netflix e tem data confirmada!

Com data para o dia 12 de outubro, a Netflix anuncia a chegada de One Piece ao serviço. Ela trará os 61 primeiros episódios da saga de East Blue, a primeira temporada. Estava previsto para a chegada no primeiro semestre, mas com os acontecimentos da pandemia acabou sendo adiado.

O anime conta a história de que uma homem, Gold D. Roger, junta todos os tesouros mais valiosos do mundo e até o mais valioso entre eles, que é o One Piece e com isso ele se torna o Rei dos Piratas, e em seu momento de morte ele anuncia sobre seus tesouros e o One Piece. Sendo assim, muitos depois disso se aventuraram no mar atrás de seus tesouros e com o desejo de se tornarem o próximo Rei dos Piratas. A história se trata como foco é a vida de um jovem chamado Monkey D. Luffy, que busca ser o próximo rei, porém ele come uma fruta amaldiçoada que lhe dá poderes, mas tira a sua capacidade de nadar. Ele sai em busca de conseguir companheiros para o seu bando pirata e com isso, a história se desenrola em rumo ao seu sonho, cheia de acontecimentos e mistérios envolvendo esse jovem.

Atualmente o seu mangá está no capítulo 990 e o anime se encontra no seu 941º episódio, e todos estão disponibilizados e sendo lançados semanalmente pelo serviço de streaming Crunchyroll.

Netflix retoma produção da 3ª temporada de Sex Education

Gravações eram previstas para agosto.


Netflix retomou a produção da terceira temporada de Sex Education, que tinham sido adiada por conta da pandemia do Coronavírus. Inicialmente, as gravações iriam acontecer em agosto, mas com tanta incerteza, elas foram adiadas pelo streaming.

O perfil da Netflix do Reino Unido publicou um vídeo do elenco se preparando para gravar a nova temporada, mostrando até mesmo a personagem de Gillian Anderson grávida. Veja:

Anúncios

Na nova temporada, a mãe de Otis (Asa Butterfield) está grávida, e Otis prepara para declarar seu amor mais uma vez para Maeve (Emma Mackey), porém não corre como o planejado. Ainda não está claro quando a terceira temporada irá lançar, mas espera-se que ela chegue ainda em 2021.

Sex Education conta com duas temporadas disponíveis na Netflix.

Confira o último vídeo do canal:

007 | Inteligência artificial escolhe Henry Cavill como o novo James Bond

O primeiro processo de casting assistido por IA determinou que Henry Cavill deveria ser o próximo James Bond.

Daniel Craig interpretou o espião icônico desde Casino Royale e a partir daí fez cinco sequências. Seu lançamento final como 007, Sem Tempo Para Morrer, estava programado para ser lançado em abril, mas a pandemia do coronavírus o atrasou. Atualmente, o longa agora está programado para 20 de novembro.

Por este ser o último filme com Daniel Craig, a pergunta que fica na mente dos fãs é: Quem será o próximo Bond? Como a franquia James Bond existe há décadas, é inevitável que um novo ator seja contratado para a próxima geração de filmes. No entanto, resta saber quem vai assumir as rédeas após a saída de Craig. Vários nomes foram citados pelos fãs, de Idris Elba a Richard Madden.

Se o elenco tivesse um caminho determinado, Henry Cavill (The Witcher) seria o James Bond. Em um novo estudo conduzido por uma empresa com focada em pesquisa tecno-científica, um software com inteligência artificial foi usado para comparar os atributos de um ator aos atributos de Bond, com o objetivo de avaliar melhor qual artista receberia as reações mais positivas do público. Quando se trata de atores britânicos, Cavill venceu com uma pontuação de 92,3%, seguido por Richard Armitage (O Hobbit) com 92% e Elba (Esquadrão-Suicida) com 90,9%.

Ao expandir o estudo para atores internacionais, a estrela de The Boys, Karl Urban, liderou a lista com 96,7%, o que o coloca firmemente à frente de Cavill. Logo atrás de Urban estava a estrela de “Vingadores: Ultimato“, Chris Evans com 93,9% e Will Smith 92,2%. Por uma questão de explorar todas as opções, o estudo também considerou atrizes para um título feminino, Gina Carano de “O Mandaloriano e “Deadpool chegando a 97,3% à frente de Cavill e Urban. Ela foi seguida por Katee Sackhoff com 94,4% e Angelina Jolie (Eternos) com 94,2%.

Curiosamente, Cavill quase se tornou Bond em 2005. Ele e Craig foram os dois candidatos finais, com o papel obviamente indo para Craig. Rumores até se espalharam em 2018 de que Cavill estava mais uma vez em consideração para o papel, e há definitivamente um argumento de que ele ainda seria uma excelente escolha. No entanto, como ele está atualmente trabalhando em The Witcher, da Netflix, e talvez retomando seu papel como Superman, ele pode estar muito ocupado para assumir outro papel de peso. Como o próximo ainda não foi lançado, pode demorar um pouco até que o próximo James Bond seja revelado, mas como este estudo revelou, opção é o que não falta.

Altered Carbon é cancelada pela Netflix após duas temporadas

Altered Carbon é mais uma série cancelada pelo streaming.


A série Altered Carbon, produzida pela Netflix, foi cancelada após a segunda temporada, tendo tido decisão tomada ainda em abril. O cancelamento não foi por conta da pandemia, mas sim da baixa audiência da série.

Anúncios

A série que é estrelada por Joel Kinnaman não foi a única a ser cancelada recentemente. I Am Not Okay With This e The Society também foram canceladas após uma temporada, e a explicação está relacionada a pandemia do Coronavírus.

Altered Carbon, inpisrada na obra de Richard K. Morgan, tinha como objetivo trazer um futuro cyberpunk, onde a humanidade, através das transferências de mente, poderia ser imortal. A história principal acompanha o ex-soldado Takeshi Kovacs numa intensa jornada investigativa.

Além das duas temporadas da série em live-action no catálogo da Netflix, o universo de Altered Carbon conta com uma série animada no estilo japonês.

Confira nossa crítica sobre o anime.

Netflix inicia marketing promocional de A Maldição da Mansão Bly nesta segunda-feira (24)

A série ganhou pôster e imagens inéditas.


Nesta segunda-feira (24), a Netflix Brasil divulgou as primeiras imagens de ‘A Maldição da Mansão Bly’, segunda temporada de uma antologia que se iniciou com a ‘A Maldição da Residência Hill’. O conteúdo promocional também foi publicado pela revista Vanity Fair, que pulicou um pôster inédito de ‘A Maldição da Mansão Bly’. Confira abaixo o pôster e as imagens promocionais da segunda temporada da série de TV.

Anúncios

Intitulada ‘A Maldição da Mansão Bly’, a segunda temporada da série de terror Original Netflix é baseada em ‘A Volta do Parafuso’, do escritor Henry James, assim como outras obras do autor. Em uma entrevista ao Games Radar, o showrunner da série de TV, Mike Flanagan disse que “A Volta do Parafuso” seria apenas uma dentre as diversas histórias que seriam seria adaptada. De acordo com Mike Flanagan, ele “estaria olhando todas as histórias de fantasmas de Henry James como o ponto de partida para a temporada […] O que eu tenho acesso, que nenhuma outra adaptação de A Volta do Parafuso tem, são as outras histórias de fantasmas de Henry James. Eu uso todas elas”.

A ‘Maldição da Mansão Bly’ contará a história de dois órfãos que vivem estão aos cuidados de Dani (Victoria Pedretti) uma jovem governanta de uma antiga mansão localizada na zona rural. Depois que chegam ao local, Dani começa a ver fantasmas e outros eventos sobrenaturais que assombram a velha mansão.

De acordo com o pôster divulgado, a segunda temporada da antologia tem uma previsão de estreia para o segundo trimestre de 2021.

The Society e I Am Not Okay With This são canceladas pela Netflix

Netflix cancelou as série The Society e I Am Not Okay With This após a primeira temporada. A grande causa foi a pandemia do Coronavírus, que causou incerteza do streaming para o andamento das produções da série (via Variety).

Um porta-voz da Netflix lamentou que as séries tenham sido canceladas em um comunicado: 

“Estamos desapontados por ter que tomar essas decisões devido às circunstâncias criadas pelo COVID, e somos gratos a esses criadores, incluindo: Jonathan Entwistle, Christy Hall, Shawn Levy, Dan Levine, Dan Cohen e Josh Barry na 21 Laps Entertainment for ‘I Am Not Okay With This;’ Chris Keyser, Marc Webb e Pavlina Hatoupis para ‘The Society;’ e todos os escritores, elencos e equipes que trabalharam incansavelmente para fazer esses programas para nossos membros ao redor do mundo”.

Anúncios

Mesmo não tendo sido oficializada uma renovação para I Am Not Okay With This, a produção já estava trabalhando em um roteiro para o segundo ano da série. Já The Society, a Netflix havia renovado a série, mas devido ao grande número de atores no elenco, houve uma impossibilidade para que pudesse ser montado um calendário para a produção.

The Society e I Am Not Okay With This estão disponíveis no catálogo da Netflix.

 

The Crown escala Elizabeth Debicki para viver a princesa Diana

A atriz será a princesa Diana na quinta e sexta temporada.


A série The Crown, da Netflix, que explora a família real britânica, ganhou mais uma adição em seu elenco. Elizabeth Debicki (O Grande Gatsby) irá interpretar a princesa Diana nas duas últimas temporadas da série (via Deadline). Uma postagem foi feita na conta oficial da série no Twitter.

Não foram revelados muitos detalhes a mais, além do anúncio, mas acredita-se que a atriz irá interpretar a Lady Di aos 19 anos, ainda no início de noivado com o príncipe Charles. Não é descartada a possibilidade de explorar a juventude de Diana, mostrando também como ela conheceu Charles e toda a família real.

As filmagens da quinta temporada estão previstas para junho de 2021, e o sexto ano da série ainda não tem previsão. A quinta temporada pode estrear entre 2021 e 2022.

The Crown conta com 3 temporadas na Netflix. Vale lembrar que a quarta temporada estreia ainda em 2020.

CR News #12 | Tenet ganha novos cartazes promocionais; veja

O tempo se esgota em Tenet!


Em mais uma edição do CR NewsTenet é um dos destaques, assim como a série The Witcher, que recentemente retomou as gravações da segunda temporada, já que foram interrompidas por conta da pandemia do Coronavírus. O vídeo pode ser conferido acima.

O filme que será dirigido pelo diretor Christopher Nolan, Tenet, ganhou novos cartazes promocionais, destacando o personagem de John David Washington. Confira:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vale lembrar que Tenet foi adiado três vezes por conta da pandemia, passando do dia 17 de julho para o dia 31 do mesmo mês, logo, para 12 de agosto, e por fim, para o dia 26. Mas, por coincidência, o filme terá três datas diferentes de estreia. Países com estabilidade melhor na pandemia, irão ver o filme chegar no dia 26 de agosto. Cidades americanas e demais territórios, no dia 2 de setembro, e no dia 10 do mesmo mês, Tenet finalmente chegará ao Brasil. Nada pode garantir que o filme sofra outro adiamento.

Do diretor de Trilogia Batman, A Origem e Interestelar, o elenco conta com John David Washington, Robert Pattinson, Michael Caine, Kennet Branagh, Aaron Taylor-Johnson, Clémency Poésy Elizabeth Debicki.

O quadro CR News acontece todas às sextas-feiras no canal do Critical Room, no YouTube. Você pode ver todas as notícias e especiais na playlist do canal.


Confira o último CR Origens do Critical Room, que é focado no Wolverine, personagem da Semana Heroica:

Confira a lista de indicados do Emmy 2020

A famosa premiação que vai para a 72° edição, anunciou os indicados nas 24 categorias, que incluem Melhor Série de Drama, Melhor Série de Comédia e Melhor Ator em Série de Drama. O anúncio foi feito pelos atores  Leslie JonesLaverne CoxJosh Gad Tatiana Maslany.  O anúncio do Emmy pode ser conferido acima.

Netflix foi a plataforma de streaming que mais recebeu indicações, 160, seguida da HBO, 107.  Watchmen, da HBO, faturou 26 nomeações. The Marvelous Mrs. Maisel, com 30, sendo a grande líder. The Mandalorian concorre à 15 indicações neste ano.

Veja a lista completa abaixo:


Melhor Série de Comédia

  •  Curb Your Enthusiasm
  • Disque Amiga Para Matar
  • The Good Place
  • Insecure
  • O Método Kominsky
  • The Marvelous Mrs. Maisel
  • Schitt’s Creek
  • What We Do in the Shadows

Melhor Atriz em Série de Comédia

  • Christina Applegate (Disque Amiga para Matar)
  • Rachel Brosnahan (The Marvelous Mrs. Maisel)
  • Linda Cardellini (Disque Amiga para Matar)
  • Catherine O’Hara (Schitt’s Creek)
  • Issa Rae (Insecure)
  • Tracee Ellis Ross (Black-ish)

Melhor Ator em Série de Comédia

  • Anthony Anderson (Black-ish)
  • Don Cheadle (Black Monday)
  • Ted Danson (The Good Place)
  • Michael Douglas (O Método Kominsky)
  • Eugene Levy (Schitt’s Creek)
  • Ramy Yousseff (Ramy)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia

  • Alex Borstein (The Marvelous Mrs. Maisel)
  • D’Arcy Carden (The Good Place)
  • Betty Gilpin (GLOW)
  • Marin Hinkle (The Marvelous Mrs. Maisel)
  • Kate McKinnon (Saturday Night Live)
  • Annie Murphy (Schitt’s Creek)
  • Yvonne Orji (Insecure)
  • Cecily Strong (Saturday Night Live)

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia

  • Mahershala Ali (Ramy)
  • Alan Arkin (O Método Kominsky)
  • Andre Braugher (Brooklyn Nine-Nine)
  • Sterling K. Brown (The Marvelous Mrs. Maisel)
  • Daniel Levy (Schitt’s Creek)
  • Tony Shalhoub (The Marvelous Mrs. Maisel)
  • Kenan Thompson (Saturday Night Live)

Melhor Direção em Série de Comédia

  • Gail Mancuso (Modern Family)
  • Ramy Youssef (Ramy)
  • Andrew Cividino e Daniel Levy (Schitt’s Creek)
  • Matt Shakman (The Great)
  • Amy Sherman-Palladino (The Marvelous Mrs. Maisel)
  • Daniel Palladino (The Marvelous Mrs. Maisel)
  • James Burrows (Will & Grace)

Melhor Roteiro em Série de Comédia

  • Schitt’s Creek (Happy Ending)
  • Schitt’s Creek (The Presidential Suite)
  • The Good Place (Whenever You’re Ready)
  • The Great (The Great)
  • What We Do in the Shadows (Collaboration)
  • What We Do in the Shadows (Ghosts)
  • What We Do in the Shadows (On The Run)

Melhor Série de Drama

  • Better Call Saul
  • The Crown
  • The Handmaid’s Tale
  • Killing Eve
  • The Mandalorian
  • Ozark
  • Stranger Things
  • Succession

Melhor Atriz em Série de Drama

  • Jennifer Aniston (The Morning Show)
  • Olivia Colman (The Crown)
  • Jodie Comer (Killing Eve)
  • Laura Linney (Ozark)
  • Sandra Oh (Killing Eve)
  • Zendaya (Euphoria)

Melhor Ator em Série de Drama

  • Jason Bateman (Ozark)
  • Sterling K. Brown (This is Us)
  • Steve Carell (The Morning Show)
  • Brian Cox (Succession)
  • Billy Porter (Pose)
  • Jeremy Strong (Succession)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Drama

  • Helena Bonham Carter (The Crown)
  • Laura Dern (Big Little Lies)
  • Julia Garner (Ozark)
  • Thandie Newton (Westworld)
  • Fiona Shaw (Killing Eve)
  • Sarah Snook (Succession)
  • Meryl Streep (Big Little Lies)
  • Samira Wiley (The Handmaid’s Tale)

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama

  • Nicholas Braun (Succession)
  • Billy Crudup (The Morning Show)
  • Kieran Culkin (Succession)
  • Mark Duplass (The Morning Show)
  • Giancarlo Esposito (Better Call Saul)
  • Matthew Macfadyen (Succession)
  • Bradley Whitford (The Handmaid’s Tale)
  • Jeffrey Wright (Westworld)

Melhor Direção em Série de Drama

  • Lesli Linka Glatter (Homeland)
  • Alik Sakharov (Ozark)
  • Ben Semanoff (Ozark)
  • Andrij Parekh (Succession)
  • Mark Mylod (Succession)
  • Benjamin Caron (The Crown)
  • Jessica Hobbs (The Crown)
  • Mimi Leder (The Morning Show)

Melhor Roteiro em Série de Drama

  • Better Call Saul (Bad Choice Road)
  • Better Call Saul (Bagman)
  • Ozark (Boss Fight)
  • Ozark (Fire Pink)
  • Ozark (All In)
  • Succession (This Is Not For Tears)
  • The Crown (Aberfan)

Melhor Minissérie

  • Little Fires Everywhere
  • Mrs. America
  • Inacreditável
  • Nada Ortodoxa
  • Watchmen

Melhor Filme Para TV

  • American Son
  • Má Educação
  • Dolly Parton’s Heartstrings:
  • These Old Bones
  • El Camino: A Breaking Bad Movie
  • Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy vs. The Reverend

Melhor Atriz em Minissérie ou Filme Para TV

  • Cate Blanchett (Ms. America)
  • Shira Haas (Nada Ortodoxa)
  • Regina King (Watchmen)
  • Octavia Spencer (A Vida e a História de Madam C.J. Walker)
  • Kerry Washington (Little Fire Everywhere)

Melhor Ator em Minissérie ou Filme Para TV

  • Jeremy Irons (Watchmen)
  • Hugh Jackman (Má Educação)
  • Paul Mescal (Normal People)
  • Jeremy Pope (Hollywood)
  • Mark Ruffalo (I Know This Much is True)

Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Filme Para TV

  • Uzo Aduba (Mrs. America)
  • Toni Collette (Inacreditável)
  • Margo Martindale (Mrs. America)
  • Jean Smart (Watchmen)
  • Holland Taylor (Hollywood)
  • Tracey Ullman (Mrs. America)

Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Filme Para TV

  • Yahya Abdul-Mateen II (Watchmen)
  • Jovan Adepo (Watchmen)
  • Tituss Burgess (Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy vs. The Reverend)
  • Louis Gossett Jr (Watchmen)
  • Dylan McDermott (Hollywood)
  • Jim Parsons (Hollywood)

Melhor Direção em Minissérie ou Filme Para TV

  • Lynn Shelton (Little Fires Everywhere)
  • Lenny Abrahamson (Normal People)
  • Maria Schrader (Nada Ortodoxa)
  • Nicole Kassell (Watchmen)
  • Steph Green (Watchmen)
  • Stephen Williams (Watchmen)

Melhor Roteiro em Minissérie ou Filme Para TV

  • Mrs. America (Shirley)
  • Normal People (Episode 3)
  • Inacreditável (Episode 1)
  • Nada Ortodoxa (Part 1)
  • Watchmen (This Extraordinary Being)

Melhor Talk Show de Variedades

  • The Daily Show with Trevor Noah
  • Full Frontal With Samantha Bee
  • Jimmy Kimmel Live
  • Last Week Tonight with John Oliver
  • The Late Show With Stephen Colbert

Melhor Programa de Competição

  • The Masked Singer
  • Nailed It!
  • RuPaul’s Drag Race
  • Top Chef
  • The Voice

A 72° edição do Emmy será totalmente virtual, tendo a apresentação apresentador e comediante Jimmy Kimmel, que irá acontecer no dia 20 de setembro.

SDCC 2020 | O Príncipe Dragão é renovada para até sete temporadas

Em um painel na San Diego Comic-Con, a Netflix revelou que renovou a animação até a sétima temporada. O terceira temporda foi lançada em 2019, e está disponível no catálogo do streaming.

O painel contou com os co-criadores Aaron Ehasz e Justin Richmond, que estiveram junto com os dubladores Jack DeSena, Erik Todd Dellums, SashaRojen, Jesse Inocalla, Paula Burrows, Jason Simpson e Racquel Belmonte.

Confira todo o painel:

Os criadores da animação anunciaram, também, que o seriado ganhará um quadrinho cânone, intitulado The Dragon Prince: Through The Moon, que será lançado no dia 8 de outubro deste ano, nas bancas estadunidenses.

San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho.

SDCC20 | Temporada final de Vikings ganha cena inédita

Uma das mais aguardadas séries do ano, Vikings, irá finalizar a sexta temporada com a segunda parte da série que terá mais dez episódios. Durante o painel, que contou com a presença do elenco e do criador da série, Michael Hirst, foi liberada uma  prévia inédita da sexta temporada. Confira:

A Rússia ainda está presente nas terras norueguesas dos Vikings, após a sangrenta batalha que travaram contra Bjorn (Alexander Ludwig), que está vivo, surpreendendo Ivar (Alex Høgh Andersen).

“Os personagens que todos nós passamos a amar terão seus destinos decididos. A conclusão da saga é bastante satisfatória. Um final digno e cheio de significado”, disse Michael Hirst, criador da série.

O painel ainda contou com alguns atores do elenco atual, como Alexander Ludwig (Bjorn) e Jordan Patrick Smith (Ubbe), e também de atores que deixaram Vikings, como Travis Fimmel (Ragnar), Katheryn Winick (Lagertha) e Clive Standen (Rollo). Os atores, junto com Hirst, relembraram durante o painel o legado que os Lothbrok cravaram na série, e o que fizeram para que a série chegasse até onde está.

Confira na íntegra todo o painel de Vikings:

Mas, ainda não é o fim para os Vikings, pois, a série ganhará um spin-off produzido pela Netflix. Valhalla será uma série derivada que se passará 100 anos após os acontecimentos da cruzada de Ragnar Lothbrok e seus filhos. O intuito é fazer os fãs terem ainda mais conhecimentos de personagens históricos do mundo nórdico, como Leif Erikson, Freydis Eiríksdóttir, Harald Hardrada e o Rei William, o Bastardo.

A segunda parte da sexta temporada de Vikings irá estrear ainda neste ano. A primeira parte está disponível na catálogo da Netflix.

San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho.

%d blogueiros gostam disto: