Arquivo da tag: X-Men

X-Men | Quadrinhos da equipe serão publicados quinzenalmente pela Panini

Antes, as publicações eram mensalmente.


Nessa semana, a Panini, atual editora que publica diversos quadrinhos da DC Comics e Marvel no Brasil, passará a publicar os quadrinhos dos X-Men de forma quinzenal, agora vindo dois quadrinhos às bancas por mês. Antes, o formato era mensal, assim como a maioria das revistas (via Jamesons e Omelete).

Anúncios

A saga Dinastia X/Potências de X, que durou da primeira até a quarta edição da revista dos X-Men, começará a ser lançada de quinze em quinze dias em dezembro, a partir da sexta edição. A quinta edição já estará nas bancas ainda neste mês.


Você pode comprar os quadrinhos dos X-Men no site da Panini clicando aqui.


Nos Estados Unidos, a Marvel já publicou entre 14 e 15 edições. Por conta deste atraso, e para tentar alcançar as publicações nos EUA, talvez tenha acarretado a Panini a tomar essa decisão.

A quinta edição terá um três em um, com: X-Men #1, Excalibur #1 e Carrascos #1. A edição seguinte segue a mesma mão da anterior, e terá  Novos Mutantes #1, X-Force #1 e Fallen Angels #1. Esse mix da Panini será feito na sétima edição, com seis títulos em apenas uma revista de quadrinhos. Todas as três edições irão custar R$ 24,90, trazendo mais de 100 páginas cada.

Essa mudança ainda não foi oficializada pela editora. A sexta edição chegará no dia 2 dezembro e a sétima no dia 16. Os quadrinhos tendem a serem publicados todo início e meio do mês.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Fazer uma contribuição uma única vez

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

contribuir contribuir contribuir

Semana Heroica #9 | Crítica: Logan (2017)

No ano de 2029, onde os mutantes estavam quase sendo extintos, vemos que Logan (Hugh Jackman), também conhecido como Wolverine, está envelhecendo, pois o adamantium que está fundido em seus ossos criou um tipo de doença que enfraquece seu fator de cura, fazendo com que quanto mais Logan envelhece, mais fraco seu corpo vai ficando. Para que Logan consiga comprar alguns medicamentos, ele passa os dias trabalhando como motorista de limousine. Ele e o mutante Caliban (Stephen Merchant) vivem em uma fábrica abandonada, onde cuidam do Professor Xavier (Patrick Stewart) que está com uma doença neurodegenerativa, o fazendo perder o controle de seus poderes. Tempo depois aparece uma enfermeira que precisa da ajuda de Logan para escoltar Laura (Dafne Keen), uma garota de 11 anos, também conhecida como X-23, que está sendo caçada por um grupo de mercenários.

https___fansided.com_files_2017_03_logan-trailer-thumbnail

Logan é um filme que mistura ação e drama de uma forma muito positiva, mostrando um mutante debilitado que sofre tanto fisicamente como emocionalmente, pois carrega muita coisa em seu passado. Mesmo com tudo isso, o filme mantém cenas de ação violentas e incrivelmente bem feitas, e isso faz com que cada vez que Logan tire as garras seja uma emoção diferente.

Todas as cenas de ação são bem sangrentas, violentas e muito bem coreografadas. Era isso que queríamos em um filme do Wolverine. Em todas as cenas em que vemos Logan em ação, vemos suas expressões extremamente marcantes e que não podem faltar no personagem.

Hugh Jackman fez um trabalho incrível, que passa as emoções do protagonista para os telespectadores, fazendo com que sintam tudo o que Logan está sentindo. O Wolverine de Jackman jamais será esquecido e sempre estará nos corações dos fãs, assim como Patrick Stewart sempre será Professor Xavier, e que teve uma atuação sensacional no filme.

assistimos-o-filme-logan-wolverine-2017-analise-super-metal-brothers

Apesar de todo o drama do filme, o longa contém algumas cenas de alívio cômico que Laura nos entrega, uma personagem extremamente necessária, que quebra um pouco do drama e que possui habilidades como a de Logan. Suas cenas são muito divertidas de ver, pois é quase uma novidade assistir uma criança de 11 anos esquartejando mercenários. Também contém cenas, as quais Logan tem um forte laço paterno com Laura, que faz com que o público se envolva completamente com esses personagens.

A fotografia do filme é um ponto muito alto, pois a ambientação é bem utilizada, junto com o movimento de colocação da câmera e posições dos personagens. Com um ambiente meio desértico, sua fotografia lembra muito a de filmes de faroeste. O movimento da câmera em cenas de ação são ótimos, pois é bem colocada em relação aos de Logan.

A trilha sonora também chega a ser muito interessante, pois o filme não conta com muitas músicas de fundo, ele conta mais com o som do ambiente, que ajuda a manter certo drama nas cenas.

Não só estes detalhes técnicos anteriores, mas a maquiagem e os efeitos práticos do filme são muito bem feitos e introduzidos, fazendo com que o telespectador veja o quão velho e debilitado Logan está. O longa não conta com muito uso nos efeitos especiais, é apenas usado em partes que seja de extrema importância, como em algumas cenas de ação, no uso do poder do Xavier ou do Wolverine, mas, é mais usado o efeito prático, que consegue trazer uma sensação mais real de tudo o que está acontecendo.

34ea8cff0b6bf3517dfc3aa07a507cc2f820b1a4-png

Com certeza, o roteiro do filme é o melhor de todos os filmes de super-heróis da Marvel, tanto que recebeu uma indicação ao Oscar para Melhor Roteiro Adaptado. Logan encerra os filmes do Wolverine de maneira muito triste e emocionante, com um desfecho incrível e que será impossível de esquecer.


Veredito

O filme é incrível, contém cenas de ação espetaculares, um drama pesado e muito bem desenvolvido. É um encerramento digno de uma série de filmes, e que promete que pode haver mais filmes do mesmo universo. Palavras não são o suficiente para descrever a importância e a qualidade de Logan.

10/10.

Semana Heroica #8 | Os melhores e os piores filmes com o Wolverine

Um dos grandes heróis dos quadrinhos da Marvel e dos X-Men, o Wolverine foi bastante utilizado nos cinemas, desde os filmes dos anos 2000 dos X-Men com Bryan Singer, até seu último filme solo, Loga, lançado em 2017. O personagem foi interpretado por Hugh Jackman durante 17 anos, sendo o ator que interpretou um herói dos quadrinhos por mais tempo.

Mesmo que o Wolverine de Jackman não tenha um uniforme que seja fiel ao dos quadrinhos, o ator com certeza marcou ao longo de seus 10 filmes, incluindo participações especiais. Nessa lista, os destaques serão apenas os 7 filmes em que o ator teve uma participação maior.


7. X-Men Origens: Wolverine

Sem dúvidas, é o pior filme de toda a franquia dos X-Men já feitos, mas também não é grotesco. Lançado em 2009, tendo direção de Gavin HoodX-Men Origens: Wolverine conta a origem do personagem e também de seu vilão, Dentes-de-Sabre. O longa não deixa de ter as referências dos quadrinhos do Carcaju, com o mesmo conseguindo ganhar suas garras de Adamantium e todo seu esqueleto ter o mesmo metal, que reforça ainda mais sua força e fator de cura. O filme em si, tem um ótimo desenvolvimento na primeira parte, mas se perde do meio para o final. Não é nem preciso citar o personagem que aparece no final… Mas, para um filme de origem, o começo retratou muito bem o nascer de um personagem, assim como foi proposto nos quadrinhos.

6. X-Men 3: O Confronto Final

Com tantos erros e acertos, numa produção que teve troca de diretor, com Matthew Vaughn, que teria oportunidade anos mais tarde de dirigir o brilhante X-Men: Primeira Classe, para o diretor Brett RatnerBryan Singer, que dirigiu X-Men 1 e 2, não voltaria, já que estava encarregado de trazer o Superman para os cinemas novamente, com Superman: O Retorno. Mas, isso não fez ser o pior filme de toda a franquia dos X-Men, mas foi o mais fraco da antiga trilogia. Explorando a Fênix Negra de uma melhor forma que o filme de 2019, o Wolverine foi mais uma vez o protagonista do longa. Nos filmes de Bryan Singer Brett Ratnerele seria o líder perfeito da equipe.

x3-featured-image
Divulgação/Fox

5. Wolverine – Imortal

Baseado no quadrinho de Frank Miller e Chris Claremont, em que o Wolverine viaja ao Japão, o longa se passa após os acontecimentos de X-Men 3: O Confronto Final, com Logan vivendo longe da civilização. Deprimido após matar Jean Grey, a personagem Yukio o encontra num bar, a pedido de Yashida, que foi salvo pela bomba atômica de Nagasaki. O velho estava com um câncer e prestes a morrer. Yashida oferece a mortalidade para Logan, e em troca, o japonês seria imortal. Logan recusa e toda a trama começa. Para sobreviver e frustrar os planos de Yashida, pois sabia que ele não usaria seus poderes para o bem, Wolverine enfrenta o Samurai de Prata e vence, matando o velho. A batalha final é uma das melhores batalhas travadas por Logan.

34605978_RS-Rio-de-Janeiro-RJ-24-07-2013-Cena-do-filme-WolverineImortal.-Foto-Divulgacao

4. X-Men: O Filme

O primeiro filme de Bryan Singerque iniciou toda a leva de filmes dos Mutantes, estreou nos anos 2000, modelando os novos filmes de heróis para a virada do século. Com um elenco de peso, a história do filme envolveu uma das maiores rivalidades dos quadrinhos, o Professor Charles Xavier contra o vilão Magneto. É neste mesmo filme que Logan é salvo por Ciclope e Tempestade, e recrutado para a equipe que tenta trazer a paz entre mutantes e humanos. Por outro lado, o senador Robert Kelly tenta criar um Ato de Registro de Mutantes, que forçaria todos os mutantes a revelarem suas identidades e seus poderes. Em todos os anos de batalhas, Logan nunca imaginaria que entraria para uma equipe de mutantes, e enfrentaria um homem capaz de controlar o metal, inclusive do seu corpo. Ao final, com a ajuda de Tempestade, Jean Grey e Ciclope, Wolverine derrota Magneto e acaba com a máquina do vilão, que transformava humanos em mutantes.

3. X-Men 2

X-Men 2 é considerado o melhor filme da trilogia antiga, pela sua trama e desenvolvimento, e que começa a todo vapor, com Noturno tentando assassinar o presidente dos Estados Unidos. Isso não passava de um golpe feito pelo coronel William Stryker, que tinha como pretexto invadir o Cérebro na Mansão X, conseguindo arrancar informações preciosas do Magneto na prisão de plástico. Na invasão de suas tropas à Mansão X, Wolverine, o mais experiente da equipe, defendeu os alunos e demais mutantes, conseguindo fugir com eles em seguida. Usando seu filho telepata, Jason, o coronel consegue controlar o Professor Xavier para que encontre e mate todos os mutantes do mundo. Os X-Men, se unindo a Magneto, conseguem derrotar Stryker e salvar Xavier. Logo, Magneto e seu grupo fogem, e a equipe de heróis também, mas, não contavam que os controle do X-Jato falhassem. Jean Grey salva a equipe. Com a missão cumprida, Charles Xavier entrega os arquivos relacionados à Stryker ao presidente.

painel-lona-festa-infantil-x-men-1-00x0-70-painel_1_widelg

2. X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido é um dos melhores filmes da equipe já feitos. O longa une a antiga geração e a nova de uma forma brilhante, além de ter Bryan Singer na direção. Toda a trama é focada em alterar a linha do tempo, com Wolverine voltando em 1973, para salvar os mutantes e a humanidade serem destruídos pelos Sentinelas em 2023. A construção da obra baseada no quadrinho de John Byrne e Chris Claremont, consegue se superar em muitos momentos, trazendo uma sociedade dividida entre mutantes e humanos. Em 1973, Logan deveria convencer Charles e Magneto a se unirem em prol da defesa do planeta, e reverter o assassinato de Trask por Mística. Raven, por sua vez, continuou com seu plano e apenas mudou de ideia no final, após atirar em Magneto,  que controlou as Sentinelas e derrotou o Wolverine e o Fera. O fim do Wolverine em 1973 foi no fundo do rio. Mas, com a linha do tempo alterada, Logan acorda em 2023, com toda a equipe dos X-Men viva, até mesmo Jean Grey. Mais uma vez, o baixinho é um dos grandes protagonistas do filme.

thumb-1920-673877

1. Logan

Ah, esse filme… uma obra de James Mangold que sela o fim do ciclo de Hugh Jackman no papel, o fim do personagem e de todos os X-Men. O que falar de Logan, além de elogiá-lo como merece? A obra – que é literalmente uma obra-prima, conquistou a crítica e o público, chocando a todos com o desenvolvimento proposto no filme. O Wolverine está doente, pois o adamantium de seu corpo o envenena dia após dia. À medida em que ele envelhece, fica mais fraco. Além de cuidar de si, foi o único que restou para cuidar de Charles Xavier, que sofre também de uma doença, o fazendo perder controle de seus poderes telepáticos. No meio de um de seus trabalhos, Logan Xavier ficam encarregados de cuidar de uma menina chamada Laura, uma das crianças salvas do projeto X-23, o qual transformam crianças em mutantes, com poderes de outros. Em uma de suas paradas, Logan vê Charles morto na cama da casa em que se hospedaram. O clone, X-24, havia o matado. Este mesmo iria vir a matar Logan ao final, restando apenas Laura e as crianças para tentarem manter o legado dos mutantes ainda no mundo.

58b84b93b09d131f008b4608


Semana Heroica acontece uma vez por mês, durante uma semana, focando em algum personagem dos quadrinhos, para falar sobre quadrinhos, games, filmes e sua origem, essa última no canal do Critical Room.

A parte #5 aconteceu no Instagram. Confira:

Semana Heroica #7 | 5 HQs do Wolverine

Criado em 1974 por Lee Wein, o Wolverine era apenas um coadjuvante, que fez sua estreia em The Incredible Hulk #180. O personagem seria completamente esquecido se não fosse Chris Claremont e Dave Cockrum, que decidiram introduzir o personagem aos Novos X-Men em 1975, mas foi apenas com a entrada de John Byrne que o personagem ganhou um estilo arrojado, confiante e um pouco arrogante, tudo isso misturado com a fúria assassina do personagem. Depois disso, o Carcaju sempre esteve ligado a equipe de mutantes, se tornando um integrante fundamental, e claro, ganhando seus próprios quadrinhos. Confira algumas das obras que o personagem protagonizou durante esses anos:


5. Wolverine Origem

origem7344000464315033754.jpg

Com roteiro de Paul Jenkins e desenhos de Andy Kubert, “Wolverine Origem” foi lançada em 2001 em formato de minissérie em 6 edições. A obra mostra a infância de Logan, ou melhor, a infância de James, o real nome do personagem, que foi criado numa família rica no Canadá, e o “surgimento” de seus poderes após um evento traumático envolvendo sua família. A partir daí, ele tem que abandonar sua antiga vida, acompanhado de Rose, uma amiga e um interesse romântico.

4. Arma X

arma_x1288637412401226451.jpg

Publicada em 1990 e com roteiro e desenhos de Barry Windsor-Smith, a HQ conta a história de como Logan ganhou suas garras e ossos revestidos de Adamantium, mostrando seu sequestro para servir de cobaia para o experimento “Projeto X“, do momento em que ele deixou de ser um mutante para se tornar uma verdadeira arma de guerra, uma verdadeira Arma X.

3. Eu, Wolverine

51lx0z3cpvl7580875076994427476.jpg

A dupla Chris Claremont e Frank Miller lançaram uma das obras mais famosas do personagem, com a famosa introdução “Sou o melhor no que faço, mas o que faço não é muito agradável“. Eu, Wolverine, foi lançada em 1982, e conta a saga de Logan que parte rumo ao Japão para conquistar sua amada Mariko, porém ele acaba se envolvendo com gangues japonesas e o próprio Tentáculo. Para conseguir, ele precisa provar seu valor se quiser conquistar o coração de sua amada.

2. Inimigo do Estado

3057702092115196908591266.jpg

O Wolverine é uma das maiores armas que a S.H.I.E.L.D tem a sua disposição, mas o que aconteceria se essa arma mudasse de lado? É isso que a HQ com roteiro de Mark Millar e desenhos de John Romita Jr e Klaus Janson trouxeram em 2005, um Wolverine que sofreu uma lavagem cerebral e agora está sob controle da HYDRA e do Tentáculo. E se não bastasse, o principal plano dessas organizações criminosas é assassinar os maiores heróis da terra e trazê-los de volta a vida, mas como agentes da HYDRA, assim como foi feito com o Wolverine, a Arma X.

1. O Velho Logan

51psy6j8zml8994348492614288265..jpg

Publicada em 2009, com roteiro de Mark Millar e desenhos de Steve McNiven, a HQ O Velho Logan conta uma história sombria, onde os heróis do mundo inteiro caíram, e o Wolverine foi um dos poucos que restou, mas ele se recusa a usar suas garras, mantendo essa promessa por longos 50 anos. Mas quando sua família é ameaçada pela Gangue do Hulk após não ter pago suas dívidas sua única saída é partir em uma jornada perigosa ao lado de Clint Barton, o velho Gavião Arqueiro, que promete pagar uma quantia em dinheiro se Logan o ajudar a levar um carregamento secreto até Nova Babilônia, cruzando o território dos EUA e revisitando os lugares onde os heróis e a esperança de todos caíram; ao mesmo tempo em que Logan relembra a noite em que tudo deu errado e os vilões tomaram o poder.

Bônus – O Incrível Hulk #340: Círculo Vicioso

showimage370645340097118471.jpeg

Com roteiro de Peter David e arte de Todd McFarlane, Círculo Vicioso é um dos embates mais emblemáticos entre o Hulk e Wolverine, já que o X-Men estava passando por uma fase de reconstrução e tentando ser mais racional. Enquanto o Hulk estava buscando vingança contra todos que o menosprezaram no passado, o Carcaju é um dos primeiros da lista.


Essa foi a lista de algumas HQs do Wolverine, é uma lista pequena se formos analisar toda a história do personagem, que conta com vários arcos famosos e vilões inesquecíveis. Confira a matéria sobre a primeira aparição do Carcaju, seus games e o CR Origens sobre o personagem:

A parte #5 aconteceu no Instagram. Confira:

Semana Heroica #4 | A primeira aparição do Wolverine nos quadrinhos

Wolverine deu as caras pela primeira vez no quadrinho O Incrível Hulk #180 (datado em Outubro de 1974), mas ele aparece apenas no último quadro da última página da HQ, fazendo com que os leitores ficassem curiosos sobre quem era esse personagem. Até que ele estreou finalmente na edição #181.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mas tinham algum propósito para criarem esse personagem?

Sim, pois os quadrinhos dos X-Men haviam sido cancelados nos anos 70, e com isso, alguns mutantes acabaram fazendo aparições apenas nas HQs de outros heróis. Porém, tempo depois teve uma previsão do retorno dos X-Men que estava programado por Roy Thomas (editor-chefe da Marvel). Sendo assim, o roteirista Len Wein e o desenhista Dave Cockrum teriam que fazer novos mutantes para a futura HQ Giant Size X-Men. Com isso, eles queriam um mutante raivoso que fosse para o quadrinho do Hulk, que seria então reaproveitado nas páginas dos X-Men, e esse mutante era Wolverine.


Algumas curiosidades:

O nome Wolverine é por causa de um animal que tem um comportamento ranzinza e bem baixinho, exatamente como o Wolverine é retratado.

Seus poderes eram para ser apenas força e resistência sobre-humana, ele não teria fator de cura e suas garras não sairiam dos seus braços e sim das suas luvas. Mas isso foi mudado em The Uncanny X-Men #98, de 1976, onde foi mostrado que suas garras saíam de dentro dos seus braços. E nessa mesma HQ, foi a primeira vez que Wolverine apareceu sem máscara.

Foi em The Uncanny X-Men #120 de, 1979, que Wolverine finalmente revela seu nome, Logan.


Wolverine foi essencial para a Marvel, pois ele foi um dos personagens que motivaram os produtores para que continuassem a produzir HQs dos X-Men. E a Marvel estava precisando de um personagem mais bruto e estressado, mas que todos gostassem dele de alguma forma.


Confira o CR Origens do Wolverine, destaque na Semana Heroica:

O elenco ideal para os novos X-Men do MCU

Com a compra da Fox pela Disney, logo mais os mutantes devem ser integrados ao MCU, como foi prometido por Kevin Feige. Agora, a Marvel deve escolher de forma cuidadosa o novo elenco dos X-Men, que passaram por quase 20 anos nas mãos da Fox.

Enquanto as escolhas de casting não são anunciadas, vamos imaginar e sugerir quais seriam as escolhas ideais para o novo elenco dos X-Men do MCU. Lembrando que isso aqui não é notícia, mas uma matéria feita de fã para fã, para imaginarmos qual seria um bom elenco para a equipe dos mutantes.

Confira:


1314601_jamiefoxx_creditdrewaltizerphotographyshutterstockcrop_870997

Professor Xavier – Jamie Foxx

Segundo alguns rumores, os novos Professor Xavier e Magneto do MCU podem ter suas etnias trocadas nos novos filmes dos mutantes. Se realmente o MCU decidir optar por essa mudança, Jamie Foxx seria uma excelente escolha. O ator já está familiarizado com o mundo das grandes franquias e das adaptações de quadrinhos depois de interpretar o vilão Electro em O Espetacular Homem-Aranha 2. Logo, o MCU não seria uma grande novidade para o ator vencedor do Oscar. Ele tem presença e poderia entregar uma caracterização diferente das que vimos anteriormente, com um Professor Xavier de personalidade forte e de grande liderança para com os X-Men.

e734da77fdd808aa0c98890f8d22201e6819e7f5

Magneto – Michael Shannon

Assim como Jamie Foxx, Michael Shannon não é nenhum novato no mundo das adaptações de quadrinhos. O ator interpretou o vilão Zod em O Homem de Aço. Assim sendo, Shannon tem o perfil de vilão ideal para interpretar o Mestre do Magnetismo. Fora que, para viver o personagem que foi brilhantemente interpretado por Ian McKellen e Michael Fassbender, precisamos de um ator que entregue um trabalho equivalente, e Shannon vem mostrando cada vez mais ser um grande ator em performances como em Animais Noturnos e Entre Facas e Segredos.

5c6da9320e9c2f13cbc94572_gettyimages-1089794850

Ciclope – Armie Hammer

Sinceramente, eu adoraria ver mais de Tye Sheridan como Ciclope, que interpretou muito bem Scott Summers, mas diante do reboot total no MCU, a escolha fica com Armie Hammer. O ator tem a fisicalidade semelhante a do personagem, e tem carisma e alcance suficiente para ser o grande nome de liderança dos X-Men e da raça mutante, algo que nunca foi muito bem aproveitado no cinema.

jack_oconnell_do-not-reuse-1

Wolverine – Jack O’Connell

Fato é que não vai ser fácil para nenhum ator substituir Hugh Jackman como Wolverine, o ator viveu o personagem por quase 20 anos e foi o grande nome da franquia Mutante da Fox. Tom Hardy seria o Wolverine perfeito, mas infelizmente este já está envolvido com Venom, então a escolha fica com Jack O’Connell. O ator era um dos favoritos para interpretar o Batman no novo filme do Homem Morcego, mas o papel acabou sendo entregue para Robert Pattinson. Assim sendo, o MCU poderia ser uma boa oportunidade para O’Connell mostrar seu talento em produções de maior alcance. Além da aparência semelhante a de Logan, o ator tem ainda a altura ideal, que aproximaria o personagem do Carcaju dos quadrinhos.

Jean Grey – Saoirse Ronan

Não tem como fugir de Saoirse Ronan. A atriz quase foi escolhida para viver Jean Grey nos filmes da Fox, mas optaram por escolher Sophie Turner para o papel da mutante. Ronan vem sendo um dos nomes mais interessantes da indústria, com apenas 26 anos ela coleciona quatro indicações ao Oscar, sendo um dos grandes nomes da sua geração. Ela tem tudo para ser uma excelente Jean Grey, inclusive um bom potencial dramático, caso o MCU decida adaptar (mais uma vez) o arco da Fênix no cinema.

b6171582b78ac34b5e316a289914d2d01d6b4d40

Tempestade – Sonequa Martin-Green

Sonequa Martin-Green se destacou com a personagem Sasha em The Walking Dead, o que permitiu que a personagem fosse bem mais desenvolvida do que o esperado pelos produtores. Na série de zumbis ela demonstrou ter um bom potencial para o drama e para viver mulheres fortes e destemidas em tela. Ela, com certeza seria uma excelente escolha para viver Ororo Monroe, que antes foi interpretada por Halle Barry e Alexandra Shipp.

kristen-stewart-750x416-1

Vampira – Kristen Stewart

Juro que a intenção aqui não era fazer uma piada ao escalar a atriz de Crepúsculo para interpretar a VampiraKristen Stewart vem se mostrando cada vez mais ser uma boa atriz, vinda de boas performances como em Acima das Nuvens e Personal Shopper, sempre em papéis introspectivos, a atriz ainda demonstrou ter carisma suficiente para viver a Vampira que merecemos ver nas telas do cinema, uma personagem forte e divertida, diferentemente da versão de Anna Paquin.

Fera – Joel Edgerton

Um dos atores mais subestimados recentemente. Joel Edgerton vem sempre entregando excelentes performances como em Guerreiro, Loving e Ao Cair da Noite. O MCU seria uma boa porta de entrada para o ator mostrar seu talento para o grande público, e Fera seria um personagem ideal para isso. Hank McCoy precisa ter a junção de uma performance leve com o bom humor do personagem, o que Edgerton demonstrou fazer bem em O Rei, sendo o personagem que servia para descontrair o tom do filme. Joel Edgerton tem tudo para ser um excelente Fera, e seria demais ver o diplomata mutante interagindo com os outros integrantes da equipe.

Kitty Pryde – Millie Bobby Brown

Assim como Ronan, não tem como fugir de Millie Bobby Brown, ela é a escolha mais natural que se possa fazer. Para o papel de Kitty Pryde, imaginamos uma jovem atriz com menos de 20 anos, para ser esse nome de leveza e ser a caçula da equipe, o que renderia momentos divertidos da interação dela com os outros membros dos X-Men. Dito isso, Millie Bobby Brown é a escolha ideal. A atriz já está familiarizada com o mundo das grandes franquias, ela participou de Godzilla II: Rei dos Monstros, mas foi com a personagem Eleven de Stranger Things que a atriz explodiu para o mundo. Com Eleven, Brown ainda interpretou uma jovem lidando com poderes na adolescência, o que iria de encontro com a nossa Kitty Pryde, a jovem Lince Negra.

Os dez casais icônicos da cultura pop

Hoje é o Dia dos Namorados, e nada melhor do que relembrar alguns dos casais mais fofos da cultura pop.

1- Homer e Marge (The Simpsons)

Homer e Marge são um dos melhores casais da cultura pop. Os dois se conheceram no colegial e estão juntos até hoje. Mesmo que tenham se separado algumas vezes, os dois sempre reataram o casamento, e seguem firmes e fortes para a 31° temporada de Os Simpsons.

2 – Peter e Mary Jane (Marvel)

Quando Gwen morreu, Mary Jane foi uma das pessoas mais importantes na vida de Peter Parker. Ela o ajudou a se recuperar daquele golpe duro que seu amigo havia sofrido, mas a amizade acabou se transformando num sentimento de paixão e depois de alguns desencontros, os dois finalmente se casaram e se tornaram um dos casais mais conhecidos e amados das HQs.

3 – Bruce e Selina (DC)

Certamente esse é o casal que mais briga nessa lista, porque um é um vigilante encapuzado, e a outra, uma ladra profissional, mas por incrível que pareça conseguiram ficar juntos, mesmo que tenham se separado várias vezes ao longo dos anos. Uma verdadeira briga de gato e morcego?

4 – Clark e Lois (DC)

O Homem de Aço tem um coração, e a dona dele é a repórter Lois Lane. Mesmo que no início ela achasse que Clark fosse um fracote covarde, tudo mudou depois que ela descobriu que ele era o Superman. Os dois formaram um vínculo tão forte, que quando ela foi assassinada pelo Coringa em Injustice, o ser mais bondoso do universo estabeleceu uma verdadeira ditadura na terra, tudo isso pela culpa de não ter impedido a morte de sua amada.

5 – Scott e Jean (Marvel)

Além de serem dois membros essenciais para os X-Men, Jean e Scott formam um casal que quase não teve a oportunidade de aparecer, por conta da timidez de Scott em revelar seus verdadeiros sentimentos para Jean. Por sorte ele conseguiu se abrir e hoje esse casal se tornou um dos mais queridos e conhecidos do universo Marvel.

6 – Hera Venenosa e Arlequina (DC)

Essas duas certamente são o casal que o público sempre torceu. Desde o início da amizade entre as duas, Hera sempre tentou tirar Arlequina do relacionamento abusivo que ela tinha com o Coringa, e quando isso aconteceu, as duas finalmente ficaram juntas. Inclusive se casaram no universo de Injustice.

7 – Hulkling e Wiccano (Marvel)

Outro casal LGBT, só que da Marvel! Hulkling e Wiccano fazem parte dos Novos Vingadores, além da química entre os dois ser incrível, o primeiro beijo do casal se tornou um ícone, mesmo que tenham sido deixados de lado hoje em dia.

8 – Jim e Pam (The Office)

Talvez esse seja o melhor casal de The Office. Já no primeiro episódio da série, Jim e Pam demonstraram uma química incrível, mesmo que nesse período eles fossem apenas amigos. Mas depois de um pouco de sofrimento, os dois finalmente ficaram juntos na quarta temporada da série.

9 – Julius e Rochelle ( Todo Mundo Odeia o Chris)

Na série Todo Mundo Odeia o Chris, os pais do protagonista roubaram a cena diversas vezes, com a economia de Julius, ou com as frases de Rochelle sobre seu marido ter dois empregos. Mesmo que essa seja uma adaptação de um casal real, eles mereciam um lugar nessa lista.

10 – Lily e Marshall (How I Meet Your Mother)

Esses dois certamente são o casal mais adorado de How I Met Your Mother, porque mesmo depois de diversas turbulências que abalaram a vida do casal, eles permaneceram unidos até o fim.


Essa foi a lista, espero que tenham curtido e feliz dia dos namorados!

X-MEN | A maneira perfeita para estrear no UCM

O X veio para ficar! Veja como os mutantes devem ser introduzidos no UCM.

Apenas o mero pensamento de X-Men na Marvel Studios traz toda empolgação que um fã poderia ter. Wolverine brigando com o Soldado Invernal, Magneto como o grande vilão do próximo arco, a Fênix Negra vindo as telonas da maneira correta – tudo isso, um sonho, com possibilidades reais. Mas com os mutantes se juntando aos Vingadores, surge um obstáculo em forma de história, que a Marvel deve superar se quiser que os X-Men sejam um benefício e não um fardo, para um universo compartilhado cada vez mais complexo de super-heróis.

Uma certa provocação de Kevin Feige na Comic-Con de San Diego em 2019 ao dizer: “mutantes” pode ter sido bem recebida como um “nada”. No entanto, aparentemente pode ser introduzido mais cedo que se parece e a Marvel pode trazer isso ao público não familiarizado com o material de origem (assim como Homem de Ferro ou Guardiões da Galáxia). Da mesma forma, coisas surpreendentes ao longo de vários anos podem arriscar os fãs a ficarem cada vez mais impacientes e a perder o interesse nos X-Men.

A solução, no entanto, tem se escondido à vista de todos. A história em quadrinhos dos X-Men na concepção de Jonathan Hickman em 2019 não apenas rebootou os alunos do Instituto Xavier em uma linha do tempo mais simplificada, mas também serviu como base de sucesso para uma nova história dos X-Men concebida para os cinemas (O mesmo aconteceu com Guardiões da Galáxia poucos anos antes de fazer estreia nos cinemas).

Anteriormente, na história da Marvel, Moira MacTaggert era uma cientista leal à causa mutante – até aparecendo como geneticista em Primeira Classe e X-Men: Apocalypse. Em sua história em quadrinhos, Hickman decidiu retomar seu status humano e transformou Moira em um mutante com a capacidade de ressurreição. Não apenas qualquer ressurreição antiga, no entanto. Depois de ser morta (optada ou não), ela volta ao momento do nascimento e mantém intactas as memórias de suas vidas anteriores.

Nos quadrinhos de Hickman, os poderes de Moira são usados como uma maneira do mutante mudar o futuro e aprender com seus erros fatais. Moira tornou-se essencialmente um botão de redefinição andando e falando. E isso é um ponto de enredo bastante interessante. Nas mãos de Hickman, tornou-se uma maneira de aparar o excesso; décadas de relacionamentos e aventuras complicados poderiam ser remodelados em um universo singular para simplificar. É um problema não muito diferente do que Kevin Feige terá que enfrentar além da Fase 4 da Marvel com mais de meia dúzia de filmes de X-Men, trilogias paralelas, e entradas não muito canônicas, como Logan.

Há muitas lições que podem ser aprendidas aqui. Por exemplo, uma das primeiras vidas de Moira a viu entrar em contato com uma equipe clássica dos X-Men, mas crucialmente não com a que Hickman usaria daqui para frente. Para Moira – e leitores – essa versão dos X-Men ainda existe, embora em outro multiverso e outra vida. Poderia ser o mesmo conceito no UCM.

A personagem de Moira pode ser uma forma sutil de trazer os X-Men, respeitando o legado da franquia na Fox que veio antes. Ao usar os poderes mutantes de Moira, Feige poderia acenar de maneira viável para o universo de heróis da Fox que não se encaixam perfeitamente na sua concepção. Eles podem simplesmente existir separadamente, enquanto ainda permanecem tecnicamente cânones, como uma das vidas anteriores de Moira. Então, a vida que ela está vivendo agora – o UCM como a conhecemos – pode integrar lentamente rostos novos (e antigos), seja um caso de atores revendedores ou catadores de flores para dar um salto para a “aba” da Marvel Studios.

Os resultados seriam reveladores. Isso não apenas tornaria Xavier e Jean Grey bastante importantes por causa de sua história passada, como também desembaraçaria a teia bagunçada de histórias que foram tecidas ao longo dos anos. Na verdade, é o melhor tipo de reboot- uma pausa limpa que ainda honra o passado.

A partir daí, as histórias de origem ainda podem ser exibidas. Na vida de Moira no UCM, Wolverine (que talvez não seja mais o Hugh Jackman), nem a orientação de Xavier sobre mutantes também seria conhecida do público. Isso permite que os personagens carregando anos de bagagem – da mesma maneira que estavam quando Hickman assumiu a liderança – mudassem todo esse excesso de peso e os preparassem para ter alguma magia da Marvel sobre eles. Tudo isso sem gastar meia década apresentando cada mutante, nem complicando as coisas, fazendo um retcon no estilo Mysterio ou Abutre e dizendo que eles estavam lá o tempo todo, fora do nosso alcance.

Claro, há a pequena questão de trazer Moira. Onde ela poderia se encaixar? A sequência do Doutor Estranho, Multiverso da Loucura parece um candidato principal. A provável exploração do filme de universos paralelos oferece uma desculpa viável o suficiente para que as vidas passadas de Moira existam como multiversos que podem ser explorados pelo Mago Supremo. Sua parada final pode ser o UCM. Esse pode ser um ponto de partida para quaisquer histórias dos X-Men que virem a seguir, e Moira é a chave para tudo isso. É apenas um caso de trazê-la no momento certo

Com a introdução do X-Men, o UCM corre o risco de entrar em colapso devido ao seu próprio peso. Ele precisa desesperadamente do tipo de narrativa detalhada introduzida por Hickman para integrar perfeitamente um novo estábulo de super-heróis. E tudo o que precisamos são algumas vidas.

CONTINUE NO CRITICAL ROOM: MARVEL| 10 PERSONAGENS DO UNIVERSO CÓSMICO QUE PODEM SER APROVEITADOS

Logan| Diretor apoia Hugh Jackman como Wolverine no MCU

O diretor de Logan, James Mangold, apoiaria Hugh Jackman no papel de Wolverine no MCU, desde que a história fosse boa e não barateasse nada.

O diretor de Logan, James Mangold que Hugh Jackman retornando como Wolverine no Universo Cinematográfico da Marvel tem todo o seu apoio, desde que a história seja boa. Três anos atrás, Mangold e Jackman se uniram em Logan, que foi uma ótima despedida do ator no papel do personagem além de ser considerada um dos maiores filmes de super-heróis do cinema. Logan é considerado uma das melhores adaptações de quadrinhos de todos os tempos, recebendo uma indicação ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado. Muitos espectadores concordam que foi o despedimento ideal para Jackman, terminando sua carreira como Wolverine.

Após o lançamento de Logan, a Disney iniciou o processo de aquisição da 20th Century Fox, que obviamente incluía os direitos do filme X-Men. Os fãs da Marvel estão animados que os X-Men estão agora sob o guarda-chuva da Marvel Studios, mas alguns sentem uma leve decepção por ter acontecido após a saída de Jackman. O público adoraria ver seu Wolverine interagir com outros heróis do UCM, e parece que Mangold ainda o faria – desde que fizesse sentido narrativo.

Em entrevista com ao ComicBook, Mangold falou sobre a possibilidade de Jackman reprisar o Wolverine, agora no MCU. O diretor afirmou que  “não se incomodaria com isso” se o roteiro estivesse pronto e o material fizesse algo interessante com o personagem

Vale ressaltar que Mangold não está defendendo que Jackman retorne; ele está simplesmente descrevendo as condições em que ele ficaria bem com esse movimento. É provável que sua posição seja compartilhada por muitos, especialmente porque o consenso é que Logan foi o final perfeito não apenas para Jackman, mas também para a franquia X-Men da Fox em geral. É difícil imaginar um cenário em que Jackman volte e isso não prejudique o significado da história de  Logan

Mesmo a Marvel Studios que foi pioneira no modelo de universo compartilhado além de trazer a Saga do Infinito as salas de cinema de todo o mundo, teria um problema de desenvolvimento. Por melhor que seja ver Jackman ao lado de nomes como Tom Holland, Benedict Cumberbatch e outros, é provavelmente o melhor se Hollywood deixar sua versão de Wolverine descansar em paz.

Houve um momento em que Jackman teria entrado para o UCM, mas agora ele parece estar em paz com sua decisão de se aposentar. Ele está animado por um novo ator assumir o papel de Wolverine e trazer o personagem para uma nova abordagem. A Marvel tem  planos envolvendo os X-Men e  Quarteto Fantástico, mas ainda não há nada confirmado. No caso dos  X-Men, eles sabiamente irão deixar Logan por mais tempo longe das telas, distanciando-se do retrato icônico de Jackman. A popularidade de Wolverine significa que o mutante não ficará na prateleira para sempre, mas quem segue os passos de Jackman, dificilmente irá aceitar o novo rumo que o personagem seguir. Todos nós estamos bem ciente desse fato.

Marvel | 10 personagens do universo cósmico que podem ser aproveitados

Não é novidade que James Gunn agora faz parte dos Mundos da DC (ou DCEU, como todos conhecem), mas o que ninguém sabe é que o novo diretor de O Esquadrão Suicida deveria estar supervisionando o universo cósmico da Marvel. Mas as coisas mudaram após a demissão de Gunn pela Disney. O diretor apenas voltou para a conclusão do terceiro capítulo de Guardiões da Galáxia.

RELACIONADOS:
The Batman, The Flash e Shazam! 2 têm estreias remarcadas pela Warner

O que tudo significa é que o Universo Cósmico da Marvel ainda permanece desconhecido, mas com a chegada dos Eternos, parece haver muito mais para os personagens explorar no espaço sideral. Aqui vai uma lista sobre 10 personagens do universo cósmico que ainda não não foi aproveitado no UCM.


10° – ADAM WARLOCK

Havia um easter-egg (ou bem mais que isso) adicionado em Guardiões da Galáxia Vol. 2 que possivelmente sugeriu, Adam Warlock. Em um pós-créditos, Ayesha tinha um casulo e disse a sua serva que ela o chamaria de Adam.

No entanto, o verdadeiro Adam Warlock ainda não apareceu no UCM. O momento perfeito para a introdução do personagem seria em Guerra Infinita, desde que ele desempenhou um papel importante nos quadrinhos, mas o personagem não foi aproveitado.

9° – NOVA

Assim como Adam Warlock, James Gunn deixou o cenário perfeito para a introdução de um super-herói importante na editora, Nova. A Tropa Nova desempenhou um papel importante no primeiro filme dos Guardiões da Galáxia, e embora houvesse muitos membros, um membro específico permaneceu ausente – Richard Rider, o terráqueo que se juntou ao grupo.

No entanto, a melhor forma para o UCM apresentar o personagem de Nova seria com Sam Alexander, a criança que teve seus poderes herdados e poderia fazer parte da nova geração de Vingadores.

8° – GALACTUS

Não seria a primeira vez que o vilão daria a cara nos cinemas, ele foi apresentado em Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (de uma forma não muito amigável para os fãs), o filme da Fox que sofreu reboot uma vez antes da franquia finalmente voltar para a Marvel.

Para o desgosto de muitos, ele foi apresentado como uma nuvem de poeira (ou uma tempestade de areia) e nunca teve uma aparição honrosa. No UCM, ele poderia finalmente aparecer em toda a sua glória e isso também poderia introduzir o próximo nome nesta lista.

7° – O SURFISTA PRATEADO

Um destaque do Quarteto Fantástico e Surfista Prateado foi o design e a aparência do personagem. Doug Jones foi o ator responsável pela captura de movimento que deu vida ao Surfista e seria uma grande jogada se a Marvel trouxesse Jones de volta na pele do personagem no futuro.

RELACIONADOS: Ultimatum| Marvel estaria desenvolvendo filme de evento polêmico

Se o Surfista aparece ou não como o arauto de Galactus ou tiver um papel importante em outro filme da franquia, ele pode ser o melhor personagem que ainda não foi apresentado pelo UCM.

6° – Rei do Caos

Esse é um vilão que teve um papel importante na saga, Guerra do Caos. Seu nome verdadeiro é Amatsu-Mikaboshi e é inspirado na mitologia japonesa.

Ele é um inimigo dos deuses, conectado a Thor e Hércules, e com aqueles considerados extra-terrestres na Marvel, ele pode fazer alguma aparição em um futuro filme se a Marvel quiser continuar sua expansão no universo cósmico.

5° – Senhora Morte

Existem rumores de que a Senhora Morte está chegando ao MCU, ou já se faz presente. Isso poderia acontecer mais cedo do que se imagina, em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura. Senhora Morte representa a personificação da morte nesse universo.

Ela também foi o pivô para a Guerra Infinita que levou a obsessão de Thanos nos quadrinhos quando ele estava fazendo isso para provar seu amor por ela. Como ela aparece no UCM pode ser interessante, pois ela seria a segunda das abstratas entidades cósmicas da Marvel que os fãs poderiam ver.

4° – Seres Supremos

Se a Senhora Morte tiver uma ótima recepção nos cinemas, as maiores entidades abstratas da Marvel Cosmic poderão vir a seguir. Estes são os seres mais poderosos de todo o universo e mantêm todo o equilíbrio dos mundos em suas mãos.

RELACIONADO: Marvel Studios| O cenário atual pode ajudar a introduzir velhos personagens

As principais entidades cósmicas que a Marvel poderia introduzir de uma maneira ou de outra são Eternidade, Tribunal Vivo e Infinito. A eternidade é o ser supremo, o Tribunal é o juiz que garante que todas as leis cósmicas sejam obedecidas e o Infinito é o equivalente da Eternidade.

3° – O VIGIA

Os Vigias foram apresentados em uma cena cômica num pós-crédito em Guardiões da Galáxia Vol. 2, quando Stan Lee é visto sentado e contando suas histórias antes que todos se virassem e se afastassem.

No entanto, Uatu, o Observador, é alguém que a Marvel poderia apresentar, especialmente depois que o Quarteto for apresentado. Uatu é o ser que registra a história da Terra para manter um registro de todos os eventos que já aconteceram.

2° – A ZONA NEGATIVA

Quando o Quarteto Fantástico chegar ao UCM, os filmes também precisam apresentar a Zona Negativa. Foi Reed Richards quem criou uma maneira de chegar à dimensão e, nessa dimensão, existem muitos personagens malignos.

A idéia do Aniquilador ser um dos próximos grandes problemas para o UCM é intrigante, mas ele não pode aparecer sem que a Zona Negativa seja introduzida. Felizmente, o UCM pode fazer um trabalho melhor do que a Fox em 2015.

1° – O IMPÉRIO SHI’AR

Quando a Marvel rebootar os X-Men, a melhor coisa que eles podem fazer é criar algo completamente diferente do que a Fox fez. Embora a Fox tenha concentrado quase todo o tempo nas idéias de desigualdade em seus filmes, há muito mais a explorar.

Fora do Quarteto Fantástico, X-Men não pode explorar o espaço, com exceção de Fênix Negra que tem seu pontapé inicial gravado no espaço, e este é o melhor momento de trazer o Império Shi’ar e os heróis dessa equipe.


PRÓXIMO: DC| Superman: Homem do Amanhã terá a participação de Darren Criss e Zachary Quinto

Ultimatum | Marvel estaria desenvolvendo filme de evento polêmico

Um dos eventos mais controversos da Marvel pode ganhar vida nas telonas

De acordo com o CBR, um usuário do MCU Cosmic afirmou que a Marvel Studios estaria silenciosamente adaptando a saga Ultimatum para o UCM.

RELACIONADOS: Marvel Studios| O cenário atual pode ajudar à introduzir velhos personagens


O usuário relata que os detalhes da história e do enredo são escassos em relação ao projeto, mas se a Marvel Studios está trazendo Ultimatum aos poucos, provavelmente não será fiel aos quadrinhos. Isso seguiria mudanças semelhantes dos quadrinhos para os cinemas que aconteceram da mesma forma em Soldado Invernal, Era de Ultron, Guerra Civil, Guerra Infinita e Ultimato. Todos esses filmes pegaram idéias básicas dos quadrinhos.

RELACIONADOS: Marvel | Grande encontro na Fase 4 não terá Vingadores 5


Ultimatum foi uma série limitada de 2009 do escritor Jeph Loeb e do artista David Finch, e reuniu os principais heróis do Universo Ultimate como Os Supremos Vingadores, Homem-Aranha, X-Men e Quarteto Fantástico. Magneto, buscando vingança pelas mortes de Feiticeira Escarlate e Mercúrio, reverteu o campo magnético da Terra, causando desastres naturais em todo o mundo. O evento atraiu críticas por suas muitas mortes, o que ajudou a preparar o cenário para a próxima era da linha Ultimate de quadrinhos.

Embora não esteja claro se a Marvel Studios irá adaptar o Ultimatum, agora que a Marvel detém os direitos da Fox assim como a parceria com a Sony, não vai ser impossível trazer o evento para as telonas. Ainda assim, os principais vilões Magneto e Doutor Destino provavelmente farão sua estréia no UCM somente depois que os X-Men e o Quarteto Fantástico forem introduzidos corretamente, apesar das recentes mudanças no calendário de lançamentos da Fase Quatro, quando isso vai acontecer ainda é um mistério.