Arquivo da tag: Stephen Amell

Heels | Stephen Amell é um lutador em trailer de nova série

Série é estrelada por ex astro de Arrow.


Conhecido por seu papel como Arqueiro Verde em Arrow, Stephen Amell embarcou em uma nova jornada, e irá ser um lutador que batalhará contra seu irmão para manter o legado de seu falecido pai. Veja o trailer:

Anúncios

Sinopse: “A história segue uma propriedade de uma família como dois irmãos e rivais, Jack Spade (Amell) e Ace (Alexander Ludwig) na guerra pelo legado de seu falecido pai. No ringue, alguém deve bancar o mocinho e alguém deve bancar o seu adversário. Mas no mundo real, esses personagens podem ser difíceis de viver… ou difíceis de deixar para trás.”

Heels foi criada em 2017 pela Paramount, na Starz (canal americano) para uma série de oito episódios. Agora, a série está sendo produzida pela Lionsgate TV, com associação da Paramount TV.

A direção fica por conta de Mike O’Malley. O roteiro foi escrito por Michael Waldron. Julie Yorn, Chris Donnelly e Patrick Walmsley serão os produtores executivos, juntando-se a Mike e Michael.

O elenco contam com Stephen Amell, Alexander Ludwig, Alison Luff, Mary McCormack e Keli Berglund.

Heels estreará no dia 15 de agosto.

Apoie o Critical Room no Apoia.se.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Netflix adquire os direitos da sequência de Code 8

Transmissão será mundialmente.


Segundo o Deadline, a Netflix, em um acordo com a XYZ Films, adquiriu os direitos da sequência de Code 8, que terá Stephen e Robbie Amell como protagonistas. Ted Sarandos, co-ceo e diretor de conteúdo do streaming anunciou durante o Banff World Media Festival.

Anúncios

Esta é a primeira aquisição original da Netflix no idioma inglês canadense. O filme é produzido pela Collective Pictures, e conta com Jeff Chan, Robbie Amell, Stephen Amell e Chris Paré como produtores.

O novo longa seguirá a história de uma adolescente lutando para obter justiça por seu irmão assassinado nas mãos de policiais corruptos. Depois de se tornar uma testemunha do encobrimento, ela se torna um alvo e pede a ajuda de um ex-condenado (Robbie Amell) e seu ex-parceiro no crime (Stephen Amell). Juntos, eles irão enfrentar um sargento da polícia altamente considerado e bem protegido, que usará todas as ferramentas para que ele não seja exposto.

Sinopse: “Em um mundo em que 4% da população nasce com poderes sobrenaturais, um jovem usa seu dom para cometer uma série de pequenos crimes, mas é caçado por uma força policial militarizada.”

O novo filme de Code 8 contará com os primos Amell como os personagens principais, com a direção de Jeff Chan e o roteiro de Chris Paré, Jeff Chan, Sherren Lee e Jesse LaVercombe.

A sequência não possui data de estreia. Code 8 está disponível na Netflix.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Code 8 | Stephen e Robbie Amell estrelarão sequência

Os primos estão de volta.


Segundo o Deadline, Code 8 terá uma sequência. filme que juntou os primos Stephen e Robbie Amell, para expandir o universo ainda mais. O filme terá a volta de Jeff Chan na direção.

Anúncios

O novo longa seguirá a história de uma adolescente lutando para obter justiça por seu irmão assassinado nas mãos de policiais corruptos. Depois de se tornar uma testemunha do encobrimento, ela se torna um alvo e pede a ajuda de um ex-condenado (Robbie Amell) e seu ex-parceiro no crime (Stephen Amell). Juntos, eles irão enfrentar um sargento da polícia altamente considerado e bem protegido, que usará todas as ferramentas para que ele não seja exposto.

Sinopse: “Em um mundo em que 4% da população nasce com poderes sobrenaturais, um jovem usa seu dom para cometer uma série de pequenos crimes, mas é caçado por uma força policial militarizada.”

Robbie Amell se disse muito ansioso para voltar a estrelar ao lado de seu primo, e uma sequência:

“Não há nada melhor do que trabalhar com família e amigos”, disse Robbie Amell“Code 8 foi a personificação disso. Mal posso esperar para voltar a trabalhar na sequência.”

Stephen Amell, por sua vez, exaltou o projeto, dizendo que “Code 8 é um projeto incrivelmente pessoal e especial para todos nós”.

A sequência não possui data de estreia. Code 8 está disponível na Netflix.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Semana Heroica | Da pior a melhor temporada de Arrow

Qual a melhor?


Arrow é uma série revolucionária do gênero de heróis, e que alavancou diversas outra séries da DC Comics. Esqueça Smallville e foque em Arrow. Apesar de ter sido uma série com altos e baixos, o show que tem a estrela Stephen Amell no papel do protagonista, possui momentos marcantes, e temporadas brilhantes.

Com tantos anos de bagagem, Arrow tornou o caminho da DC na TV fácil, construindo em sua volta um universo compartilhado coeso. Vários crossovers foram feitos, sendo o último Crise nas Infinitas Terras, na qual Oliver Queen se sacrificou para salvar o universo. Pouco tempo depois, a série finalizou com sua oitava e última temporada, tentando abrir caminho para o spin-off Green Arrow and the Canaries, mas que foi cancelado.

Na Semana Heroica do Arqueiro Verde, decidimos ranquear da pior a melhor temporada de Arrow. Confira abaixo:


8° – 4ª temporada

Não há discussão, a quarta temporada é disparada a pior, por sua season finale inconsistente, trama repetitiva e o vulgo casal Olicity – que é uma tristeza e forçado. Arrow se mostrou uma série muito forte em suas duas primeiras temporadas, com a terceira tendo uma queda de rendimento, mas ainda sendo muito boa. Porém, a quarta, trouxe Damien Darkh, que prometeu ser um dos grandes vilões do vigilante, mas foi um dos piores.

Apesar de já terem restaurado o verdadeiro nome para Star City – obrigado Ray Palmer -, a temporada em si sofre de um lá e cá, com batalhas que poderiam ser conclusivas na metade da temporada, um romance péssimo e a morte de Laurel Lance (Katie Cassidy). Apesar de ser emocionante, foi um dos maiores erros da série. Entretanto, há subtramas boas, como Merlyn (John Barrowman) tentando ascender como Ra’s Al Ghul contra Nyssa, e Oliver se candidatando à prefeito da cidade.

Constantine-4.05-4-640x426

7° – 7ª temporada

Sim, a sétima temporada de Arrow é um dos grandes desastres da série, mas não por sua inconsistência – que também possui -, e sim por sua quebra de paradigma dos vigilantes. Assumir a identidade publicamente no final da sexta temporada foi uma surpresa para muitos, e talvez, uma ideia para terminar Arrow no sétimo ano, mas não foi isso o que aconteceu.

O sétimo ano traz uma trama de Oliver preso por seus crimes como Capuz, e tendo que sobreviver junto de vários criminosos que ele mesmo botou atrás das grades. Porém, ao ser liberado, com sua identidade revelada, o mesmo continua a atuar como Arqueiro Verde, mas sem o misticismo de antes. Ao mesmo tempo, num futuro um pouco distante, Mia Smoak e William, seus filhos, são apresentados para o público. Isso, porém, agradou uma parte, e talvez, incluir uma substituta para o Arqueiro Verde não tenha sido uma boa jogada.

1532706181-do-bright-20

6° – 8ª temporada

O último e derradeiro ano de Arrow se encerrou em 2020, após a morte do mesmo como vigilante, e seu sacrifício como Espectro no crossover Crise nas Infinitas Terras. A oitava temporada se concentrou na redenção de Oliver, com ele tentando se redimir de seus pecados e se preparando para a maior Crise de todas. No entanto, a oitava temporada também foca no futuro, em seus filhos, com uma trama interessante, mas que cai de rendimento.

A oitava temporada apresentou referências de toda a série, relembrou diversos momentos e foi um terreno fértil para redenções de personagens. Apesar de ter desenvolvido um spin-off, Green Arrow and the Canaries – que não foi pra frente, e ainda bem -, o último ano possui consistência na história de Oliver, mas não esquece as ações do futuro. Contando com 10 episódios, o último ano pode não ter sido o melhor, mas possui momentos emocionantes, uma ação incrível no último episódio e que vale sua visita.

5° – 6ª temporada

Se contarmos do episódio 13 para frente, a sexta temporada foi boa, mas num todo, muito razoável e cansativa. Mesmo que ela esteja à frente da oitava temporada – muito por causa de possuir realmente um vilão -, poderia muito bem trocar de lugar com o último ano. Porém, não é o caso. A trama se divide em duas partes. A primeira parte da temporada é focada em Cayden James, um vilão ao estilo Calculador e Charada, que gosta de usar tecnologia, mas tem um péssimo gosto de não ir aos jogos de seu filho. Ricardo Díaz o acompanha, assim como Anatoly Kniazev, mas foi Díaz que tornou a segunda parte da temporada superior a primeira. O grande problema da temporada foi William, filho de Oliver, que queria forçar o pai a parar de ser vigilante. Que garoto chato!

ajU4z8pP9oCPx0HIaEwRnPj22E7

4° – 3ª temporada

A terceira temporada de Arrow marcou muito pela nova abordagem para o Arqueiro Verde na série, mas ainda mais, por trazer o Ra’s Al Ghul como vilão principal. Com a Liga dos Assassinos sendo o principal alvo, e se assemelhando muito a Batman Begins, Arkham City e outros quadrinhos do Batman, a temporada consiste em querer fazer de Oliver um membro da Liga dos Assassinos, após ter sua empresa vendida ao milionário Ray Palmer. Os eventos da terceira respingaram muito na quarta, onde tivemos o término do arco da Cabeça do Demônio.

img_2829

3° – 5ª temporada

Para a terceira posição, temos a quinta temporada, que tenta trazer Arrow de voltas às raízes. Considerada por muitos a melhor, ao lado da primeira e segunda, o quinto ano apresenta um dos melhores vilões da série: Prometheus. Além de mais membros no Team Arrow, o novo ano rapidamente conquistou os fãs por mostrar os eventos catastróficos da season finale. Sem dúvidas, a quinta temporada merece sua atenção.

arrow-9

2º – 2ª temporada

Consistente, maravilhosa e que te prende em uma trama incrível, a segunda temporada traz mais flashbacks do passado de Oliver na ilha, e o embate épico do Arqueiro Verde contra o Exterminador. A temporada toda focou em perdas para o Oliver, abalando seu psicológico e físico também. O plano de Slade era em montar um exército de homens modificados com o soro Mirakuru, que lhe deu grande força física. E com referências aos quadrinhos para explicar o ódio que Slade tem por Oliver – uma flechada no olho é uma delas -, a segunda temporada caminhou livremente para estar entre as favoritas dos fãs.

arrow-unthinkable

1° – 1ª temporada

O começo de tudo! A primeira temporada, sem dúvidas, é tão marcante quanto todas as outras, por apresentar a origem do Arqueiro Verde, sua família, seu passado conturbado e o melhor vilão de toda sua história nos quadrinhos, o Arqueiro Negro. Em toda a primeira temporada, vimos Oliver descobrir os pecados de seu pai, e se redescobrir, após ficar preso numa ilha por 5 anos. Totalmente renovado e pronto para trazer justiça, seguindo o caderno de seu pai com vários nomes de inimigos, ele utiliza suas habilidades com o arco e flecha, colocando um capuz e se autodenominando de O Capuz.

Atuando como O Capuz, Oliver recebeu várias vezes a culpa da polícia de estar matando cidadãos importantes, algo que estava sendo feito pelo Arqueiro Negro. Caçado pela polícia e pelo Arqueiro Negro, o vigilante está no meio de um fogo cruzado para salvar sua pele e também da cidade, após descobrir o diabólico plano de Merlyn contra os Glades.

d52327d2afe10e4e81fddb0b69545945


Semana Heroica é um projeto exclusivo do C.R, que acontece uma vez a cada três meses, focando em algum personagens do quadrinhos da DC/Vertigo ou Marvel. Durante uma semana, a Semana Heroica tem a proposta em trazer diversos conteúdos do personagem escolhido, entre artigos, indicações de quadrinhos, vídeos e demais outros assuntos.

Acompanhe nosso Instagram e participe de quizzes disponíveis nos stories sobre o Arqueiro Verde!


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Semana Heroica | As 6 melhores cenas de luta de Arrow

Série é conhecida por ter cenas de ação épicas.


Mesmo que não seja a melhor série de heróis, e que tenha representado um Arqueiro Verde ao estilo Batman, Arrow possui seus dons. Além de uma boa trilha sonora e vilões marcantes, as cenas de luta se destacam muito durante a série, graças ao ator Stephen Amell.

Continuando a Semana Heroica, iremos listar as seis melhores cenas de luta que envolvem o Arqueiro, desde a primeira temporada até sua última.


6. Arqueiro Verde vs Ricardo Díaz (6×23)

Na season finale da sexta temporada, Oliver continua na cola de Ricardo Díaz (Kirk Acevedo) para colocá-lo atrás das grades. No episódio ‘Life Sentence’, Oliver quer uma revanche contra Díaz, e o encontra no telhado de um prédio pronto para fugir. Apesar de não ter tido um desfecho agradável, a luta tem uma boa coreografia, e fotografia, sustentada por uma trilha sonora magnífica e épica.

5. Arqueiro Verde vs Vigilante, Sereia Negra e bandidos (6×10)

A sexta temporada de Arrow, apesar de não ser mil maravilhas, nos condecorou com diversas cenas de luta ótimas. Com o passar do tempo, a série de Greg Berlanti melhorou em sua coreografia de luta, apresentando muito mais do que em temporadas anteriores. No décimo episódio do sexto ano, Oliver está em um armazém de Star City, e encontra uma grande luta entre a gangue de Cayden James e os Bertinelli. No meio de tudo isso, o Arqueiro Verde entra em ação derrubando um por um, até que o Vigilante o interrompe. O episódio provou do que o Arqueiro Verde é capaz de fazer sem a ajuda de sua equipe.

4. Oliver Queen vs Ra’s Al Ghul (3×09)

Com a terceira temporada tomando forma, a trama de todo o ano consistiu em explorar a Liga dos Assassinos, chegando a referenciar Batman Begins e a Batman #244, quadrinho clássico do Cavaleiro das Trevas por Neal Adams. Oliver e Ra’s estão em uma montanha, e o playboy precisa provar que é digno de derrotar o líder da Liga dos Assassinos. É ótimo ver que Oliver está lutando sem seu arco e suas flechas, e apenas com o que aprendeu, com o apoio de uma espada. O final vocês já sabem.

3. A luta final de Oliver contra Slade (2×23)

O Exterminador não iria ficar de fora do Top 3. A season finale da segunda temporada foi épica e fenomenal, e se manteve em alto nível assim como na primeira. Em todo o segundo ano, Oliver foi testado psicologicamente, fisicamente e emocionalmente, tendo de lidar com grandes perdas. Misturando o presente com flashbacks, as duas lutas entre Oliver e Slade no passado, na ilha, e em Starling City, explicam o ódio que o Exterminador sente pelo vigilante.

2. O três rounds contra o Arqueiro Negro (1ª temporada)

A primeira temporada, sem dúvidas, é a melhor já feita. Tão pé no chão quanto as outras, foi o começo do Capuz salvar de os cidadãos de Starling City e aplicar o medo nos criminosos. Com a temporada se desenrolando, mostrando os planos diabólicos de Malcolm Merlyn e a ascensão do Arqueiro Negro, maior inimigo de toda a história do Arqueiro Verde.

Interpretado por John Barrowman, que voltou em temporadas posteriores, o Arqueiro Negro assassinava sem piedade, e toda a culpa era descontada para o vigilante denominado de O Capuz. O primeiro encontro entre os maiores arqueiros dos quadrinhos se deu em um armazém, uma armadilha preparada por Merlyn, que saiu vitorioso nesta luta e na segunda, mas perdeu na terceira. Mesmo com a derrota, seus planos vingaram.

1. Arqueiro Verde e sua luta final (8×10)

Sem dúvida nenhuma, ‘Fadeout’ apresentou a melhor sequência de ação de toda a série, e também do Arrowverse. De voltas às origens, na qual o vigilante deixava uma pilha de corpos, o Arqueiro Verde caça John Byrne, um criminoso que apareceu na lista de Robert Queen, envolvido em tráfico humano. Oliver o caça até o fim, derrotando dezenas de capangas em um esconderijo, mostrando o quão brutal ele era.

A cena em específico também quer passar que o Arqueiro Verde é tão habilidoso como o Batman, e não precisaria de alguma equipe ou parceiro para ajudá-lo a derrotar vários inimigos. É válido ressaltar a trilha sonora, a fotografia e o movimento de câmera, que ajudaram muito na cena, além da coreografia, que estava em seu total ápice. Arrow encerra a temporada com uma magnífica cena de luta, e do jeito que a série e o personagem mereciam.


Semana Heroica é um projeto exclusivo do C.R, que acontece uma vez a cada três meses, focando em algum personagens do quadrinhos da DC/Vertigo ou Marvel. Durante uma semana, a Semana Heroica tem a proposta em trazer diversos conteúdos do personagem escolhido, entre artigos, indicações de quadrinhos, vídeos e demais outros assuntos.

Acompanhe nosso Instagram e participe de quizzes disponíveis nos stories sobre o Arqueiro Verde!


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios