Arquivo da tag: Série Animada

Invencível | 2ª temporada da série já está em produção

Sem descanso para a equipe criativa.


A série animada de sucesso da Amazon Prime, Invencível, finalizou com sua primeira temporada na última sexta-feira (28), sendo um enorme sucesso de crítica. Não demorou muito para a série ter sido renovada por mais duas temporadas, e agora, a equipe criativa já começou os trabalhos para a produção da segunda temporada. Confira:

Anúncios

Sinopse: “Baseada na série homônima de quadrinhos criada por Robert Kirkman (The Walking Dead), Invencível acompanha Mark Grayson, um adolescente que tenta levar uma vida comum, exceto por um pequeno detalhe: ele é filho do super-herói mais poderoso da Terra. Conhecido como Omni-Man, seu pai veio de uma raça alienígena chamada Viltrumites para proteger o planeta. Pouco depois de seu 17º aniversário, Mark começa a desenvolver seus próprios poderes, incluindo superforça, velocidade, vôo, cura rápida e alguma invulnerabilidade. Agora, o jovem vai precisar de seu pai para aprender a controlar suas habilidades. Mas ele logo descobre que o legado familiar é mais sombrio do que imaginava.”

A nova temporada de Invencível ainda não possui data de estreia.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Crítica: Invencível (1ª temporada)

Aviso: Crítica sem spoilers!


Um começo surpreendente para um final ainda mais chocante.


Invencível, a nova série animada da Amazon Prime, baseada nos quadrinhos de Robert Kirkman, terminou com sua primeira temporada ainda ontem pela noite, e de forma incrível. A série animada segue o jovem Mark Grayson (Steven Yeun), filho do super-herói mais poderoso da Terra, o Omni-Man (J.K. Simmons), um dos membros dos Guardiões Globais, uma espécie de Liga da Justiça. Ao mesmo tempo que Mark vive uma vida normal, ele também anseia por ter poderes e ser igual ao pai. Realmente, isso acontece, e ele se torna o Invencível – que não é tão Invencível assim. 

A brutalidade da primeira temporada é imensa, e como ela é retratada, consegue ser muito pior que The Boys. Com um grande foco nos primeiros episódios em Mark, estabelecendo sua relação com seus pais, além de adquirir os poderes, o jovem de Ensino Médio precisa de roupa, nome e treinamento. A inexperiência de Mark no ramo é bem visível, até o mesmo adentrar num grupo de heróis jovens, a chamada Tropa Jovem. A interação para com os membros foi pouco explorada, e acredito que possa ficar para uma segunda temporada, porém, ele possui uma dinâmica muito bem feita com Eve Atômica (Gillian Jacobs). Diferentemente de Amber (Zazie Beetz), a interação com Eve consegue ser mais fluida, e Mark é ele mesmo. Com Amber, ele se segura, se atrasa nos encontros e não pode revelar quem realmente é . É uma relação forçada, que não consegue definir muito bem o que quer, e talvez, devesse ser esquecida para uma nova temporada.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O roteiro bem amarrado, não permite deixar pontas soltas para que criem os típicos “furos de roteiro”. Ele encaixa muito bem possíveis sequências, que podem ou não acontecer numa segunda temporada. Além de um roteiro consistente, a animação apresenta um elenco de voz agradável e muito bem confortável, com J.K. Simmons, Steven Yeun e Sandra Oh (Debbie) sendo os principais dubladores, com cada um tendo seu momento de brilho. Gillian Jacobs também não fica longe disso, dando voz a Eve, com leveza, tendo uma grande e importante participação, em toda a trama.

Se o roteiro é muito bem consistente, pode se falar também do próprio design da série animada. As cores mais vivas e claras são utilizadas nesta visão, além de possuir cenários vastos e bem renderizados. Acompanhado com os cenários, estão as cenas de ação e outros movimentos. As sequência de ação, retratada com muita brutalidade, é o ponto mais alto da série, que parece adorar mostrar este lado sanguinário. A trilha sonora é um outro ponto, que apesar de não se fazer tão presente, é agradável – principalmente a dos créditos, denotando um ar heroico para a animação.

Invincible-Amazon-Review
Divulgação/Amazon Prime

Toda a primeira temporada construiu uma grande base para Mark e sua família, preparando muito bem o terreno para a próxima. São oito episódios que não caem de qualidade, e o ritmo frenético é desacelerado propositalmente, optando sempre por um episódio calmo e dramático, antes de um que tenha muita ação e sangue. É uma jogada bem pensada pelos produtores e diretores, no sentido de deixar o espectador ansioso pelo que vem a seguir – e claro, sabendo também deixar tenso e chocado com os acontecimentos dos episódios. Principalmente os dois últimos.

Cada episódio explora muito bem os personagens, colocando subtramas em pauta que surpreendem para uma equipe – ou personagem -, ou aumentam ainda mais a visibilidade e heroísmo de Invencível, ajudando na construção do herói-título. Mesmo que nos quadrinhos de Kirkman não tenham muitos vilões secundário, a série utiliza estes como importantes para alguns aspectos da trama em si, sem que perca o foco principal da história que Invencível quer transmitir.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Se a Amazon quis tentar fazer que uma nova série se tornasse febre entre o público e um grande sucesso de crítica, conseguiu. Assim como a DC fez com a Arlequina, que tem sua própria série animada violenta – não tanto quanto Invencível -, a Amazon apostou nos quadrinhos novamente, trazendo o desconhecido para muitos, numa série. A violência das HQs, é muito bem retratada para a TV, e ainda, eleva a série como uma das melhores de heróis já produzidas, com potencial para dar ainda mais frutos.


Veredito

Invencível é uma série animada que possui uma construção de temporada sem perder o foco, seguindo realmente seu objetivo. Apesar da história ser bem desenvolvida, não podemos falar o mesmo da relação entre Mark e Amber, que parece forçar que todo herói precisa ter um par amoroso.  Apesar disso, o elenco de voz estava em grande performance, com muita confortabilidade para com seus personagens, em diálogos narrativos precisos.

O maior ponto positivo da série são as cenas de ação intensas e bem representadas, com um enorme excesso de violência. Possuindo uma trama consistente e conseguindo facilmente encaixar as subtramas com a principal, não seria menos dizer que Invencível é uma série animada grandiosa, que pode nos surpreender ainda mais com suas duas próximas temporadas. Invencível, com certeza, já está no rol das melhores séries de heróis já produzidas, e merece ganhar sua devida atenção.

10/10.


Aproveite

Ganhe desconto em diversas HQs e Mangás, e veja mais ofertas. Para comprar, clique aqui.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Amazon renova Invencível por mais duas temporadas

O último episódio chega amanhã.


Invencível, a série animada da Amazon Prime Video que está dando o que falar, foi renovada para uma segunda e terceira temporada, antes mesmo do seu último episódio estrear. O anúncio foi feito pelo criador, Robert Kirkman, com Steven Yeun, dublador do herói. Confira:

Anúncios

Sinopse: “Baseada na série homônima de quadrinhos criada por Robert Kirkman (The Walking Dead), Invencível acompanha Mark Grayson, um adolescente que tenta levar uma vida comum, exceto por um pequeno detalhe: ele é filho do super-herói mais poderoso da Terra. Conhecido como Omni-Man, seu pai veio de uma raça alienígena chamada Viltrumites para proteger o planeta. Pouco depois de seu 17º aniversário, Mark começa a desenvolver seus próprios poderes, incluindo superforça, velocidade, vôo, cura rápida e alguma invulnerabilidade. Agora, o jovem vai precisar de seu pai para aprender a controlar suas habilidades. Mas ele logo descobre que o legado familiar é mais sombrio do que imaginava.”

O novo episódio de Invencível irá ao ar na sexta-feira, na Amazon Prime Video.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

DC Super Hero Girls e Jovens Titãs em Ação! se reúnem em episódio especial

O episódio irá ao ar no dia 31 de maio.


Segundo o The Hollywood Reporter, a DC Comics anunciou um crossover entre Jovens Titãs em Ação! e DC Super Hero Girls. O episódio especial intitulado de ‘Space House’ terá duração de 60 minutos, e irá ao ar no dia 31 de maio, no Cartoon Network. Confira o trailer:

Anúncios

Este marcará o primeiro crossover entre as duas séries animadas. No episódio especial, as duas equipes são convidadas para passarem sua férias na Space House. No entanto, não se sabe quem os convidou, e agora, terão de unir forças para resolver este mistério intergaláctico.

DC Super Hero Girls retornará com sua segunda temporada no dia 6 de junho. Já Jovens Titãs em Ação! está com sua sétima temporada em andamento.


Aproveite

Ganhe desconto em diversas HQs e Mangás, e veja mais ofertas. Para comprar, clique aqui.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Fox está desenvolvendo uma sequência para Os Flintstones

O foco do desenho será Pedrita em sua fase adulta.


Segundo o Deadline, a Fox e Warner Bros Animation. parecem estar planejando uma nova série animada no universo de Os Flintstones. Bedrock focará em Pedrita já crescida, com Elizabeth Banks sendo a dubladora da personagem e produtora da animação.

Elizabeth já estaria há alguns anos planejando uma continuação para Os Flintstones, e essa nova versão mostrará os mesmos personagens duas décadas depois, com o Fred perto de sua aposentadoria e Pedrita já adulta em sua própria carreira, enquanto o mundo passa para a Idade do Bronze.

A série animada será para o público adulto, e contará com o roteiro de Lindsay Kerns, que roteirizou DC Super Hero Girls.

Não há mais detalhes sobre a série.

Fique ligado no Critical Room para mais atualizações de Bedrock, seguindo nosso Instagram e se inscrevendo em nosso canal no YouTube.

Anúncios

Liga da Justiça Sem Limites irá ganhar continuação nos quadrinhos

A velha equipe está de volta!


A DC Comics está preparando uma grande nostalgia para os fãs, trazendo a Liga da Justiça da série animada para os quadrinhos. Dessa vez, a Liga da Justiça Sem Limites ganhará continuação, na nova fase da DC, Infinite Frontier, em seu título Justice League Infinity para o DC Digital First, selo digital de HQs. Confira a capa abaixo:

JLINFINITY_Cv1 (Main)_607f509816d571.79093035

Anúncios

Muitos fãs até hoje esperavam uma continuação da série animada, e parece que poderemos ver uma. Em 2019, tivemos um gostinho da volta de Bruce Timm para a Liga, no filme animada Liga da Justiça vs Os Cinco Fatais. Agora, JM DeMatteis, que escreveu alguns episódios para a série animada e o produtor James Tucker escrevem a história, enquanto Ethan Beavers é encarregado da arte.

Os artistas irão ir até os confins do Multiverso da DC, trazendo novos personagens nesta série limitada de apenas sete edições. A Liga da Justiça agora, não só irá batalhar contra os perigos mundiais, mas de todo o Multiverso.

Justice League Infinity #1, escrita por JM DeMatteis e James Tucker;

Arte por Ethan Beavers;

Capa de Nicholas Filardi.

Leia a descrição do quadrinho abaixo:

Sinopse: “Nesta edição de estreia, há um ser vagando pelo universo em busca de seu verdadeiro propósito, mas o que ele descobrir nas extremidades mais distantes do cosmos mudará não apenas o nosso universo, mas muitos! Enquanto isso, a guerra pelo trono de Apokolips chega à Terra, e o verdadeiro governante só será decidido de uma forma: Quem pode destruir a Liga da Justiça?”

Justice League Infinity #1 chega no dia 13 de maio às lojas digitais de quadrinhos.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Star Wars: The Bad Batch ganha primeiro trailer; veja

Nova série animada chega no dia 4 de maio ao Disney+.


A nova série animada de Star Wars, The Bad Batch, derivada de The Clone Wars, ganhou seu primeiro trailer, apresentando personagens e a Força Clone 99, a equipe principal da animação, que enfrentará o exército de Clones de Moff Tarkin. Confira o trailer abaixo:

Anúncios

The Bad Batch segue um grupo de clonetroopers tentando se adaptar a uma galáxia pós-guerra. Cada um possui uma habilidade excepcional e singular que os torna soldados extraordinariamente eficazes e uma tripulação formidável.

Dave Filoni, criador de The Clone Wars, é produtor da animação junto com Brad Rau Jennifer Corbett. O primeiro episódio da série animada terá 70 minutos.

Star Wars: The Bad Batch chega no dia 4 de maio.

Fique ligado no Critical Room para mais atualizações do Snyder Cut, seguindo nosso Instagram e se inscrevendo em nosso canal no YouTube.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Harley Quinn | A 3ª temporada da série animada estreia quando?

Série animada foi um dos destaque da AT&T Investor Day.


Com a revelação de novos projetos, e também das logos de filmes e séries já anunciados, a série animada da Arlequina também foi um dos destaques, já que foi renovada ainda no ano passado. Porém, mesmo com os anúncios tendo sido feitos, nenhuma data de estreia da terceira temporada foi revelada durante o Dia dos Investidores, mas, o co-criador da série da série revelou uma janela de lançamento.

Anúncios

Em entrevista ao Masters of None, Justin Halpern disse que a terceira temporada pode chegar entre o final deste ano e no início de 2022, e comentou que o processo de produção de uma animação demora. O elenco já está gravando suas falas.

Sinopse: “‘Harley Quinn’, baseado nos personagens da DC, foca em Arlequina, que finalmente terminou de uma vez por todas qualquer que fosse seu relacionamento com o Coringa, tentando criar uma reputação para si mesma como a Rainha do Crime de Gotham City. A série traz Arlequina, Hera Venenosa e um elenco gigante de heróis e vilões, novos e antigos, do Universo DC.”

A série animada estreou ainda em 2019, no DC Universe, que hoje é DC Universe Infinite, e fez um grande sucesso até então, explorando ainda mais a mitologia da famosa vilã do Batman. A segunda temporada estreou no dia 3 de abril de 2020.

  • Zatanna e Batgirl estão com projetos live-action em desenvolvimento

O elenco conta com Kaley Cuoco (Arlequina)Lake Bell (Hera Venenosa)Alan Tudyk (Coringa)Diedrich Bader (Batman)Christopher Meloni (Jim Gordon)Tony Hale (Doutor Psycho)Rahul Kohli (Espantalho)Sanna Latham (Mulher Gato)Jason Alexander (Syd Borgman), Ron Funches (Tubarão Rei)Tom Kenny (Cara-de-Barro)J.B. Smoove (Planta da Ivy) e Wanda Skyes (Rainha das Fábulas).


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

The Patrick Show | Derivado de Bob Esponja recebe sinal verde

Série derivada será produzida pela Nickelodeon.


Um dos desenhos mais famosos do mundo, Bob Esponja Calça Quadrada, da Nickelodeon, irá ganhar um spin-off com seu melhor amigo, Patrick, sendo o protagonista. A Nickelodeon Animation Studio, que produz a série, teve uma encomenda da Nick de 13 episódios para a série animada, intitulada The Patrick Star Show, terá a mesma equipe criativa da série animada do Bob Esponja, e estará disponível na Paramount+ no verão norte-americano (via Deadline).

Anúncios

“A Nickelodeon está mergulhando mais fundo na Fenda do Biquíni para dar aos fãs uma olhada em nosso adorável jovem adulto Patrick Star e sua família inteira com um seriado que só ele poderia imaginar”, disse Ramsey Naito, presidente da Nickelodeon Animation. “Este segundo spin-off original nos permite expandir nosso alcance, contar novas histórias e nos conectar com nosso público ao redor do mundo que continua a amar esses personagens.”

Este já é o segundo spin-off de Bob Esponja. O primeiro, também uma série animada, é Kamp Koral: SpongeBob’s Under Years, que está disponível no catálogo da Amazon Prime Video.

Sinopse: “The Patrick Star Show segue um Patrick Star mais jovem vivendo em casa com sua família, onde ele apresenta seu próprio programa para o bairro de sua televisão que virou quarto. Sua irmã mais nova, Squidina, trabalha nos bastidores para garantir que o show de Patrick esteja sempre funcionando bem, enquanto seus pais, Bunny e Cecil e seu avô, GrandPat, apóiam Patrick de suas próprias maneiras hilariantes e absurdas. As aventuras imprevisíveis da família Star frequentemente informam, integram e às vezes até interferem no programa de TV de Patrick, mas uma coisa é certa: sua vida bizarra sempre contribui para uma ótima televisão!”

Velhos e novos personagens serão vistos na série animada. Marc Ceccarelli, Vincent Waller e Jennie Monica, de Bob Esponja Calça Quadrada, são co-produtores executivos da série. Bob Esponja foi criado pelo falecido Stephen Hillenburg.

The Patrick Star Show chega no verão norte-americano.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Crítica: The Liberator (1ª temporada)

Aviso: Crítica sem spoilers!


Minissérie sobre Segunda Guerra se baseia em história real.


Lançada no Dia dos Veteranos, a minissérie The Liberator, original da Netflix, explora o capitão Felix Sparks (Bradley James) e a Companhia E na Segunda Guerra Mundial em quatro episódios, com cerca de 45-55 minutos, redesenhando atores reais em um visual de animação muito parecido com os jogos da Telltale Games.  

A minissérie traz uma grande abordagem que o preconceito de superiores do exército diante de outros que não são de sua “raça”, dentro do contexto de uma guerra mundial. O oficial Sparks tem o grande trabalho de “reformar” soldados presos, que se envolveram em confusões após terem sofrido preconceitos por descenderem de mexicanos e tribos indígenas, esta última, que sofreu muito durante a Guerra de Secessão e contra colonos britânicos durante longos séculos. Mas, voltando, Sparks deveria colocar todos em forma e prepará-los para batalhas sangrentas na Europa, que estava tomada pelos nazistas.

TheLiberator_Season1_Episode1_00_18_16_12

 

Comandando o 157° Regimento de Infantaria, o oficial Sparks conseguiu unir soldados abatidos pelo preconceito e mergulhados no ódio, transformando-os em bons e guerreiros aos olhos de outros superiores. São várias operações em lugares na Itália, como Salerno e Anzio, sendo um destes lugares que sua companhia teve grande dificuldade. A campanha na Alemanha também não foi das melhores, sofrendo muita pressão do exército americano após o desastre de Dachau, um dos campos de concentração nazista.

The-Liberator

Vamos destacar aqui a ótima atuação de Bradley James, protagonista da minissérie. Com personalidade forte, o ator conseguiu passar as dificuldades de estar na posição de comando durante uma guerra, e também a força e persistência que todo líder deveria ter. Os outros que compõem o elenco não ficam muito atrás, fazendo atuações sólidas e marcando personagens que o espectador pode se apegar. Em aspectos técnicos, os traços podem ser estranhos no começo, mas nada que não possa ficar acostumado após alguns minutos do segundo episódio. O uso de CGI misturando com live-action, inova ainda mais séries animadas que podem vir a ocorrer futuramente, usando a mesma textura que The Liberator usou. Uma outra, embora não marcante, qualidade, é a trilha sonora bem específica para guerra, puxando um pouco dos clássicos como O Resgate do Soldado Ryan, para mostrar uma campanha americana em telas.

the-liberator-CR

Talvez, um ponto negativo seja um pequeno deslize feito no primeiro e segundo episódio, que podem confundir o telespectador caso não preste atenção aos detalhes cronológicos que a série propõe. Porém, esses erros são “consertados” no terceiro e quarto episódio, entregando uma nova perspectiva na reta final de um drama mais profundo, que não repete os erros dos episódios antecessores. Há cenas que tocam a fundo a emoção, misturando tensão e tristeza em meio a batalhas sangrentas, que podem ser decisivas para a população daquele determinado país. O último episódio, de fato, mostra o que uma guerra é e pode causar, tanto para civis de forma física, quanto para soldados de forma psicológica, e alerta o poder da decisão que cada um tem de fazer.


Veredito

Com uma trama interessante, tendo como base o livro The Liberator: A Odisséia de 500 dias de um soldado da Segunda Guerra Mundial das praias da Sicília aos portões de Dachau, de Alex Kershaw, The Liberator aborda o preconceito dentro do próprio exército e suas rivalidades.

Trazendo uma ótima performance de Bradley James como protagonista, a minissérie animada inova com o uso de CGI e live-action, denotando as dificuldades em operações e os horrores vivenciados pelo oficial Felix Sparks e seus soldados.

9/10.


Confira o último CR News:

Anúncios