Arquivo da tag: Games

5 vilões do Batman que queremos ver em Gotham Knights

O novo jogo da WB Montreal chega em 2021.


Anunciado no DC FanDome pela Warner Bros Montreal, Gotham Knights é o mais novo jogo do Batman que irá explorar sua mitologia através de seus antigos parceiros, Asa Noturna, Batgirl, Robin e seu algoz e aliado Capuz Vermelho. O estúdio que desenvolveu Batman: Arkham Origins, que está ligado ao universo Batman Arkham da Rocksteady, tem a chance de se redimir e fazer um jogo melhor para agradar a crítica – ou pior.

São mais de cinco anos de espera por um novo jogo do Batman, que já trouxe inúmeros vilões do Cavaleiro das Trevas para os games, incluindo os principais, como o Coringa, Espantalho e Exterminador, e até mesmo os mais desconhecidos, como o professor Hugo Strange e o Diácono Blackfire. Agora, com um novo jogo do Batman,o estúdio poderá explorar novos vilões que não conseguiram ter suas aparições em jogos anteriores do Cruzado Encapuzado. Pouco sabemos sobre os inimigos do novo game, mas temos a confirmação de que o Sr. Frio e a Corte das Corujas, criada ainda em 2011, serão dois dos vários antagonistas que o Gotham Knights pode oferecer.


1. Ventríloquo (Arnold Wesker)

ventriloquo

Um dos mais curiosos inimigos do Batman, o boneco Scarface tem um história perturbadora quando se fala na origem do primeiro Ventríloquo. Arnold Wesker, nascido numa família de crime organizado de Gotham sofre de transtorno dissociativo de identidade, após ver sua mãe ser assassinada por uma família rival. Após uma briga que resultou em sua prisão, sua ida à Blackgate virou totalmente seu sentido de vida, já que conheceria seu futuro chefe. Donnegan, seu companheiro de cela apresentou o boneco de madeira Woody – posteriromente Scarface, por conta do ganho de uma cicatriz no meio da briga, que foi feito com pedaços da forca da prisão. Com seu transtorno, Wesker passou a escutar o boneco, e o mesmo ordenou que Wesker matasse Donnegan e fugisse. E é isso que ele faz, assumindo a alcunha de Ventríloquo e passando a roubar e cometer assassinatos por ordem de Scarface.

O curiosos vilão apareceu em diversas animações, já morreu nos quadrinhos, tendo sucessores e tendo sido também representado na série Gotham, como Artur Penn. Nos games, Wesker nunca apareceu, sendo apenas mencionado pelo Coringa no final de Batman: Arkham Asylum ou tendo enigmas do Charada espalhados por Arkham City. Wesker ainda faz uma breve aparição emBatman: The Telltale Series. Já o Scarface apareceu no Asilo e também em Batman: Arkham City em duas ocasiões. O verdadeiro está no museu do Pinguim e uma cópia está na Siderúrgica, durante a Vingança da Arlequina, simulando o bebê de Arlequina com o Coringa. O boneco mafioso pode ser visto no DPGC como troféu do Cash em Batman: Arkham Knight.

2. Amanda Waller

EPeibgQWsAAoEj5

Amanda Waller é um caso à parte, podendo ser mostrada como uma inimiga de toda a Liga da Justiça e do Batman, ou às vezes uma aliada, mas bem raramente. Sendo uma das pessoas no comando do Cadmus e controlando o Esquadrão Suicida, Waller tem um grande poder de influência do Universo DC, podendo até mesmo intimidar autoridades locais dos Estados Unidos.

Sempre em contato com grandes lideranças e tendo uma boa reputação de líder, não seria estranho ver Waller no jogo. Mesmo que ela esteja em Suicide Squad: Kills the Justice League, pode muito bem aparecer em Gotham Knights, controlando alguma operação contra os Cavaleiros de Gotham, podendo até mesmo ameaçar a revelar suas identidades. Ela foi uma das antagonistas em Batman: The Enemy Within, segunda temporada da Telltale.

3. Anarquia 

Anarquia_

Lonnie Machim era um garoto contra o sistema, que utilizava o grafite para esboçar um A de Anarquia nas paredes de toda Gotham e seu descontentamento com o governo. Sua criação vem para se basear em V, personagem de V de Vingança de Alan Moore, que representa a luta contra um sistema opressor.  Já sendo um velho conhecido dos fãs da Saga Arkham, o Anarquia esteve envolvido no incidente da véspera de Natal em Arkham Origins, querendo destruir a cidade e desafiando o Batman a enfrentá-lo. 

Com sua prisão, o vilão é transferido algumas vezes até que desaparece do radar dos policiais, pensando que o Estado já deve tê-lo em suas mãos. Nos eventos do Halloween em Batman: Arkham Knight, sua jaqueta é um dos troféus do Cash no DPGC e logo no prólogo do jogo, é possível ver sua marca na mesa do restaurante, quando o policial aborda o suposto fumante delatado por um dos clientes. Tudo fazia parte de um plano do Espantalho, mas não se sabe se era realmente o Anarquia ou apenas um seguidor seu. E essa temática de caos que vemos em Gothahm Knights pode ser o estopim perfeito para Machim manipular a polícia e a população contra os heróis de Gotham.

4. Lady Shiva

1382712588-bao-launch-shiva-1024x576

A mais habilidosa entre as artistas marciais e mãe de Cassandra Cain, Lady Shiva é uma das possíveis figuras que poderiam aparecer em Gotham Knights, já que o jogo envolve a Corte das Corujas e possivelmente a Liga dos Assassinos. Sendo uma das únicas a derrotar o Batman em combate, Shiva utiliza apenas de sua katana em algumas ocasiões para lutar, mas, em sua maioria, luta desarmada.

Não sendo uma vilã e nem uma heroína, Shiva já esteve lutando ao lado de Batman e contra ele, ao lado das Aves de Rapina e também contra suas integrantes, e sendo treinada por Ra’s Al Ghul e lutando contra o próprio mestre. Shiva já teve sua aparição pelas mãos da WB Montreal em Batman: Arkham Origins, onde desafiou Batman e lutou contra ele. 

5. Máscara Negra

BatmanAOTrailerBM610

Máscara Negra, um dos grandes chefões do crime organizado e líder também da Sionis Industries (Arkham), Roman Sionis tem grande influência no submundo de Gotham, creditado muitas vezes por ser brutal em suas torturas e sádico em alguns métodos. Possuindo um ótimo poder aquisitivo para financiar o tráfico de drogas e armas e dar boas recompensas para seus capangas.

Em Batman: Arkham Origins, Sionis foi o antagonista terciário após Coringa tê-lo roubado e se passado por ele, guiando seus assassinos para matar o Batman. Ele ainda trafica drogas em contêineres por toda Gotham, mas Batman o impede. Ele também fez aparições em Batman: Arkham City e Knight. No primeiro, ele foi o único a escapar da prisão de Arkham City, mas é derrotado pelos vigilantes em uma fábrica de carne de sua propriedade e enviado para Arkham City novamente. Já em Arkham Knight, no modo história ele não apareceu em algum momento, exceto na espansão do Capuz Vermelho, sendo morto pelo mesmo após se tornar o novo chefe do crime de Gotham.

Em Gotham Knights, o Máscara Negra seria muito bem utilizado para firmar um pouco mais a equipe de heróis, sendo uma possível missão secundária ou fazendo parte da história como um dos vilões principais.


Intitulado de Gotham Knights, a trama seguirá os novos Cavaleiros de Gotham, Asa Noturna, Batgirl, Capuz Vermelho e Robin em uma nova cruzada, agora que Batman está supostamente morto. Com o auxílio de toda a tecnologia deixada por Bruce Wayne e também o apoio de Alfred, o novo jogo irá explorar a Corte das Corujas como o novo antagonista. Muitos outros vilões como o Senhor Frio irão fazer sua presença para dominar Gotham.

Gotham Knights chega em algum momento de 2021 para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X e PC.

Anúncios

Far Cry 6 e Rainbow Six Quarantine são adiados

De acordo com o analista Daniel Ahmad, Far Cry 6 e Rainbow Six Quarantine foram adiados pela Ubisoft e só serão lançados somente em 2021.

O motivo dos adiamentos é de que a pandemia de Coronavírus trouxe algumas dificuldades para o desenvolvimento dos jogos.

Anúncios

“Ser capaz de maximizar o valor a longo prazo de nossas propriedades intelectuais enquanto, ao mesmo tempo, manter alvos financeiros sólidos reforçam a natureza cada vez mais recorrente de nosso arrecadamento, a força do portfólio de nossas franquias, confiança em nossos lançamentos de fim de ano e a atual dinâmica de apoio da indústria” declaração da Ubisoft.

Por conta disso, os últimos jogos que serão lançados nesse semestre são o remake de Príncipe da Persia e Riders Republic.


Veja o último CR Origens do Critical Room:

5 games para você jogar durante o Halloween

Com incontáveis filmes de terror, horror e slasher e séries tentando passar o suspense das telonas, os games não ficam de fora da lista de mais assustadores, ou mesmo com temática de Halloween. Para celebrar o Dia das Bruxas, vamos dar 5 dicas de jogos para você jogar no Halloween.


1. Outlast

Abrindo a lista, sem mais nem menos, e sendo um jogo de terror absurdo, Outlast (2013) traz para o jogador uma imersão do horror e survival em primeira pessoa, tornando-se um dos games mais aterrorizantes de todos os tempos. O que piora a situação do jogador é ter que controlar um jornalista que apenas tem o apoio de sua câmera com visão noturna, permitindo-o enxergar no escuro. O jornalista Martin Upsher vai investigar um manicômio abandonado, após receber e-mail de uma fonte anônima. Encontrando pacientes locais, corpos mutilados e uma possível entidade, ele precisa escapar e sobreviver, caso ainda queira um furo de notícia.

outlast-2-5

2. Dead by Daylight

Desenvolvido pela Behaviour Interactive e lançado em 2016 para PC, e nos anos seguintes para consoles, Dead by Daylight é o típico jogo de terror e sobrevivência em multijogador mais clássico que pode existir. Ao todo, são 23 personagens disponíveis, sendo aleatorizados para 4 jogadores sobreviverem de algum, dos 21 assassinos que um único jogador controla. Entre os sobreviventes mais conhecidos, temos Laurie Strode, de Halloween. Já na parte dos assassinos, há vários, como Michael Myers, Ghostface e até mesmo Freedy Krueger é um dos serial killers disponíveis. O game está disponível para PS4, Xbox  One, PC, Google Stadia e Nintendo Switch

H2x1_NSwitch_DeadByDaylight_image1600w

3. Friday the 13th: The Game

Lançado em 2017, o survival horror se baseia no clássico Sexta-Feira 13, que acompanha o assassino Jason Voorhees no acampamento Crystal Lake. O jogo que comporta até 7 jogadores para controlar os monitores do acampamento, um apenas vive o Jason, e tem a obrigação de impedi-lo de chamar a polícia ou fugir da acampamento. O game está disponível para PS4, Xbox  One, PC e Nintendo Switch.

f13game

4. Five Night’s at Freddy’s

A grande franquia que se popularizou muito entre os jovens nos últimos anos, começou a ser deixada de lado, mas está revivendo aos poucos graças ao novo jogo anunciado para o PS5. O primeiro jogo explora um guarda de segurança de uma pizzaria, que vigia os animatrônicos Freddy, Bonnie, Foxy e Chica. Eles são deixados perambulando pela noite, pois caso fossem desligados, seus motores travariam. Tudo o que precisa-se fazer é não ser visto por eles, pois caso eles o vissem, iriam querer revesti-lo como um deles. Bom, eu tomaria cuidado com os jump scares.

five-nights-at-freddys-serie-aterrorizante-terror

5. Batman: Arkham Knight

Você deve estar se perguntado o que um jogo da franquia Arkham faz aqui. A explicação está em um simples evento que acontecia antes do Espantalho atacar Gotham, o Halloween. Ao ser atacada na véspera de Halloween, ou nele em si, toda a população é evacuada da cidade quando o Espantalho ameaça jogar sua toxina. Para isso, Batman teria de salvar Gotham de novo, e para a surpresa, teria que lutar contra um inimigo que achou que estava morto, o Espantalho. Com o apoio de missões secundárias assustadoras, que compõem o medo do Dia das Bruxas, mais a alusão feita ao Espantalho, que é um símbolo do Halloween, Batman: Arkham Knight fecha uma saga com chave de ouro e essa lista também.

80e4f481f2e10f4c597600cb65db1184

 

Distraint, um jogo simples, mas que assusta

Distraint é um jogo 2D de terror, que mistura gore e terror psicológico em uma mesma obra, confira mais detalhes:

“DISTRAINT: Pocket Pixel Horror é um jogo de aventura em terror psicológico 2D. DISTRAINT foi originalmente desenvolvido para PC e lançado no Steam 2015. Em DISTRAINT: Pocket Pixel Horror você joga como um jovem ambicioso chamado Price. A fim de forjar uma parceria com uma empresa famosa, Price confisca uma propriedade de uma mulher idosa.Nesse exato momento ele descobre o preço de sua humanidade.
Esta é sua história e o conto de seus arrependimentos…”

Mesmo que seja um jogo pixel 2D, a obra consegue assustar o jogador em vários momentos usando elementos de terror psicológico. Os cenários presentes ajudam a montar essa experiência, eles são tão bem feitos, que seus detalhes nos momentos ápice (com paredes cheias de sangue ou lugares totalmente abandonados) chegam a dar nojo, por simplesmente ter que olhar para tudo aquilo.

Além disso, a ação de alguns personagens já deixa o jogador culpado, porque o pensamento de “fazer tudo pelo dinheiro” é o que movimenta a história.

Por fim, Distraint é um ótimo jogo de terror, que além de assustar, também te deixa “mal” pelas ações do protagonista.

O jogo está disponível na Play Store e Steam.


Veja o vídeo desta semana:

Resident Evil: A franquia absoluta de games de terror

Poucos jogos são tão emblemáticos e tem uma franquia tão poderosa como Resident Evil. Com diversos títulos lançados, a saga já tem mais de 20 anos, e continua conquistando quem deseja solucionar puzzles complicados, escapar de zumbis sanguinários e derrotar chefões amedrontadores. Então hoje iremos falar dos principais games da franquia.


A trilogia inicial

O primeiro jogo da franquia lançado em 1996, chegava ao Japão com o nome de Biohazard,e já no ocidente com o nome de Resident Evil.

A história acompanhava o esquadrão S.T.A.R.S que é enviada para a Arklay Mountain, localizada na cidade de Raccoon City, para investigar um caso de assassinato em uma mansão do local. No entanto, a equipe enviada, a Bravo, perde contato com a base e o departamento policial resolve mandar outro time de policiais para resgatá-los, a equipe Alpha comandada por Albert Wesker. Na pele de Chris Redfield ou de Jill Valentine, o jogador descobre que a mansão está infestada de zumbis, com pouca munição e muitos segredos para decifrar.

resident-evil-ataque

Os próximos dois jogos da franquia, melhoraram tudo o que o primeiro jogo fez, dando mais liberdade para os jogadores explorarem para achar recursos como munição,ervas e chaves. A principal atenção em Resident Evil 3 era Nemesis, um monstro gigante que atrapalhavam muito a vida dos jogadores.

Os ganados

Em Resident Evil 4, lançado para PlayStation 2 em 2006, estamos no comando de Leon S. Kennedy, um agente secreto do governo dos Estados Unidos que é enviado em uma missão para resgatar a filha do presidente norte-americano, a garota Ashley Graham, que foi sequestrada e está na Espanha.

apps.53379.65720361252122895.6705784f-9e29-4778-8df4-707828cc2c63

Ao longo do jogo, Leon descobre que a vila está infestada por ganados, uma espécie de zumbi mais forte e capaz de empunhar armas. Eles são controlados por Osmund Saddler, líder de um culto religioso que deseja infestar o mundo com a doença que transforma humanos em mortos-vivos.

Menos terror, e mais ação

E a partir daqui que a maioria dos jogadores falam que a franquia se perdeu, trazendo jogos mais pro lado de ação do que de terror. Isso começou com Resident Evil 5, que trazia inimigos mais inteligentes e que usavam armas de fogo. O game acompanhava Chris Redfield em uma missão na África para parar um novo vírus que pode contaminar o mundo todo.

apps.20864.64671248987334422.19b0f72f-a5aa-4961-92cc-db687c1f0d12

Resident Evil 6 chegava em 2012 para Xbox 360, PlayStation 3 e PC, trazendo uma revolução nunca vista na franquia. Você poderia escolher entre três personagens diferentes para jogar, podendo vivenciar as histórias de Leon S. Kennedy, Chris Redfield ou Jake Muller.

O renascimento

Depois de vários jogos fracos, que não fizeram tanto sucesso, a Capcom decide fazer uma continuação da franquia original. Lançado em 2017, Resident Evil 7 voltava para o terror clássico da franquia.

A história segue a busca do civil Ethan Winters por sua esposa Mia, que p leva a uma mansão agrícola aparentemente abandonada e habitada pela família Baker. Ethan faz uso de armas e ferramentas na luta contra os membros da família e os “Mofados”, uma forma humanoide de bactéria.

O jogo fez sucesso tanto pela crítica quanto pelo público, a volta ao terror da franquia agradou muito e fez com que a Capcom voltasse com tudo para a franquia.

Remakes

Em 2019 a Capcom decide fazer um remake do segundo jogo da franquia. Resident Evil 2 Remake, acompanha a história do recém policial Leon S. Kennedy e a jovem Claire Redfield, enquanto tentam escapar de um apocalipse zumbi em Raccoon City.

O jogo foi muito elogiado por reinventar o game clássico, trazendo uma ótima jogabilidade, gráficos impressionantes e uma boa história.

E todo esse sucesso fez com que o terceiro jogo da franquia também ganhasse uma remasterização. Resident Evil 3 Remake acompanha Jill Valentine tentando escapar de um apocalipse zumbi, enquanto é caçada por um ser biologicamente inteligente conhecido como Nemesis.

O jogo também foi muito bem em crítica e público, vendendo mais de dois milhões de cópias em apenas uma semana de seu lançamento.

O futuro da saga

E vamos ter mais Resident Evil na próxima geração de consoles. Resident Evil Village chega em 2021 e vai acompanhar o que aconteceu com Ethan e sua esposa Mia depois dos acontecimentos de Resident Evil 7.

maxresdefault

Marvel’s Avengers | Expansão com Kate Bishop chega ainda em 2020

A expansão ainda não possui data de lançamento.


Recentemente, Marvel’s Avengers é alvo de inúmeros questionamentos de fãs sobre possíveis expansões e novos conteúdos. O chefe da Crystal Dynamics, Scot Amos deu uma pista de quando o conteúdo que inclui a personagem Kate Bishop, filha do Gavião Arqueiro, será lançado.

2e5f3829-8bdc-4e9a-92f1-085fc902d894
Composição de trilhas sonoras de filmes, games e séries sobre a alcunha de Geek Batera.

“Ainda não anunciamos a data oficial de entrega de Kate, mas vou te dizer uma coisa. Você poderá jogar com ela antes do final do ano. Kate para nós é aquele primeiro tipo de look, aqui está um novo herói com todos os tipos de coisas novas, que tem cenas, que tem novos cenários”, disse Amos.

É válido lembrar que o lançamento da expansão havia sido adiado ainda uma semana atrás, mas com a confirmação de que Kate chegaria ainda neste ano, seguido do Gavião Arqueiro e de um novo herói em 2021, que pode ser o Homem-Formiga de Hank Pym. O pacote com Kate é uma nova história, com uma nova ameaça, acontecendo logo após a finalização da campanha ‘Remontar’.

Divulgação/Square Enix

Além da chegada de uma nova personagem, Amos revelou que novos conteúdos como skins e habilidades também irão ser lançados em breve, juntamente com novos inimigos para os Vingadores:

“Conforme apresentamos nossos novos heróis, eles virão na verdade com tudo, desde novas habilidades e novos equipamentos e tudo o mais que você esperaria de um novo herói.”

Ainda mais, o chefe do estúdio afirma que “o pacote de Kate terá um enredo completo que você pode jogar no modo single player ou co-op e realmente vivenciar essa história”.

Marvel’s Avengers está disponível para PlayStation 4, Xbox One, PC e Google Stadia.


Quer passar o final de semana assistindo a algum filme? Que tal cinco dicas de filmes na Netflix?

Semana Heroica #4 | Marvel’s Spider-Man

Lançado em 2018 para PS4, Marvel’s Spider-Man é um jogo sobre o Homem-Aranha com todas as características do herói, desde seu senso de responsabilidade até a rica galeria de personagens que foram muito bem aproveitados. Tudo isso mesclado a um combate fluído e um web-swing que realmente lembram movimentos que o Aranha realiza em suas HQs.

Focando na galeria de personagens, o visual dos vilões foi reformulado, mesmo assim respeitando o material original:

homem-aranha-ps4-capa8883443910507454890.png

Anúncios

Além do traje do próprio Homem-Aranha, a Classic Suit é linda e a Advanced Suit é inovadora.

Personagens como Mary Jane, Tia May e Miles Morales são personagens bem trabalhados, mesmo que sejam coadjuvantes na história. A MJ, principalmente recebeu uma abordagem completamente diferente do convencional, já que transformaram ela numa repórter do Clarim Diário e a tornaram independente, o mesmo ocorre com a May, que além de ser independente, ajuda várias pessoas através do instituto F.E.S.T.A.

A relação de Octavius e Peter como mestre e mentor é um dos grandes pontos do jogo, já que os dois eram melhores amigos e depois se tornaram inimigos mortais, tudo por conta do desejo de vingança de Octavius e a manipulação que ele sofreu por conta dos tentáculos. Você percebe que o Otto não é uma pessoa ruim, mas o seu desejo por vingança mudou tudo e o tornou um super-vilão, que acaba entrando em conflito com a única pessoa que ainda ao seu lado, Peter Parker.

marvels-spider-man-villains-dr_octopus-square-02-ps4-us-27jun183101701110015666446.jpg
Doutor Octopus ou Otto Octavius

E assim como em outras mídias, a figura de Peter Parker foi muito bem trabalhada, mostrando todas as dificuldades de ter duas vidas completamente diferentes, uma como herói e outra como uma pessoa comum. Esse dilema é trabalhado no jogo até o final, quando Peter tem que escolher salvar a vida de sua tia ou salvar a cidade. O conflito entre as duas vidas completamente diferentes acaba resultando num final triste, com a morte da May, que em seu leito de morte, revela que sempre soube do segredo de Peter, dando ainda mais profundidade a trama do jogo.

d6mslj9wqem118057406435081917457.jpg

Marvel’s Spider-Man “pegou” vários elementos da franquia Arkham, mas conseguiu entregar um jogo sensacional do Homem-Aranha, com um roteiro e personagens muito bem trabalhados. Então, sim, o jogo pegou elementos da franquia Arkham, mas conseguiu por mérito próprio, alcançar o título de melhor jogo do Homem-Aranha e melhor da jogo da Marvel.


Semana Heroica acontece uma vez por mês, durante uma semana, focando em algum personagem dos quadrinhos, para falar sobre quadrinhos, games, filmes e sua origem ou um vídeo falando sobre algum quadrinho, essas últimas no canal do Critical Room.

Confira a segunda parte da Semana Heroica, que aconteceu no CR Comics:

Marvel’s Spider-Man ganha trailer remasterizado para PS5

Até com mudança de rosto.


Tendo sido confirmado ainda para incluir a versão premium de Marvel’s Spider-Man: Miles Morales, a Insomniac e a PlayStation revelaram um trailer do jogo remasterizado, sofrendo uma mudança no rosto de Peter Parker. Confira o trailer abaixo:


Mas antes de continuar, conheça o nosso patrocinador:

Dolario-300x250
Gameplays de diversos jogos, sempre com boa companhia e humorismo

Acesse seu canal clicando a imagem!


Anúncios

Muita coisa será atualizada para o jogo funcionar com melhor desempenho e ter maior visibilidade gráfica para o PlayStation 5, como melhorias gráficas em sombras, maior fidelidade para os personagens, como pele, olhos, dentes e fios de cabelos. O jogo também rodará em 4k, tendo um desempenho de 60FPS.

Mas o que chamou a atenção dos fãs foi a mudança de rosto do herói. Na versão de PS4, o ator John Bubniak era a inspiração para construir o rosto de Peter Parker, mas na versão remasterizada, o dublador do herói, Ben Jordan, terá seu rosto no do personagem.

Para trazer as melhores performance aos nossos jogadores com os jogos de Marvel’s Spider-Man da próxima geração, tivemos de escalar um novo rosto para Peter Parker. Amamos trabalhar com John Bubniak no jogo original; entretanto, para conseguir uma combinação melhor com a captura facial de Yuri Lowenthal [dublador de Parker], escolhemos Ben Jordan para ser o novo modelo de Peter Parker no PS5“, disse a Insomniac.

Marvel’s Spider-Man remasterizado chega no dia 19 de novembro para o PS5, mas apenas na versão Ultimate de Marvel’s Spider-Man: Miles Morales.

Yakuza: Like a Dragon ganha data de lançamento para o PS5

Jogo chega em novembro para a atual geração.


O mais novo jogo da franquia desenvolvido pela Ryu Ga Gotoku Studio, Yakuza: Like a Dragon, ganhou data de lançamento para chegar ao PlayStation 5. Enquanto o game chega no dia 10 de novembro para o PlayStation 4, apenas em 2021, no dia 2 de março, Yakuza: Like a Dragon chegará para o PS5.


Mas antes de continuar, conheça o nosso patrocinador:

https://www.twitch.tv/Dolario
Gameplays de diversos jogos, sempre com boa companhia e humorismo.

Acesse seu canal clicando a imagem!


A versão de PS4 receberá uma atualização gratuita quando o game for lançado no PS5, considerando as versões físicas e digitais do jogo. Além disso, o preço do jogo para a versão de PS5 chegará aos mercados por US$ 59,99.

Sinopse: “Pela primeira vez na série Yakuza, o foco muda de Tóquio e da recreação fictícia de Kabukichō, chamada Kamurocho. Em vez disso, a maior parte da jogabilidade ocorre no distrito de Yokohama em Isezaki Ijincho, que é baseado no distrito de Isezakichō da vida real de Yokohama.

No entanto, Kamurocho e o distrito de Osaka, Sotenbori (outra área dos jogos anteriores da Yakuza , baseados no distrito de Dōtonbori da vida real), serão apresentados no jogo. Yakuza: Like a Dragon também é o primeiro jogo principal a não ter Kazuma Kiryucomo protagonista, apresentando o novo personagem Ichiban Kasuga. A Sega descreveu Kasuga como muito mais franco e emotivo do que Kiryu.

Ao lado de Kasuga, outros personagens que podem ser recrutados para a festa do jogador incluem Namba, Koichi Adachi e Saeko Mukouda. Mukouda é a primeira personagem de luta feminina da série Yakuza que é controlada diretamente pelo jogador. O protagonista anterior da série Yakuza , Kazuma Kiryu, também aparece no jogo, ao lado de Goro Majima e Taiga Saejima, desta vez como chefes principais inicialmente e depois como parte do grupo.”

O jogo já chegou ao Japão, recebendo boas críticas. Yakuza: Like a Dragon terá versões para PS4, Xbox One, Xbox Series X/S e PC, chegando no dia 10 de novembro. Já a versão para PS5 chega apenas no dia 2 de março de 2021.

Anúncios

Xbox | Microsoft adquire a Bethesda Softworks

Em um anúncio surpresa, a Microsoft anunciou a compra da ZeniMax Media, dona da Bethesda e de outros estúdios. O anúncio foi feito nessa segunda.

A desenvolvedora tem títulos de peso, como a franquia The Elder Scrolls, Fallout, Doom e muitos outros jogos.

Em um comunicado, Phil Spencer, chefe da divisão Xbox, falou da compra do estúdio:

“Os jogos da Bethesda sempre tiveram um lugar especial no Xbox e nos corações de milhões de jogadores em todo o mundo. Nossas equipes têm uma história estreita e histórica de trabalho conjunto, desde o incrível primeiro DOOM e seu motor id Tech inovando jogos em PCs, até Bethesda trazendo seu primeiro jogo de console para o Xbox original, o inovador The Elder Scrolls III: Morrowind”, disse Phil Spencer.

“Ao longo dos anos, tive muitas conversas profundas com os líderes criativos da Bethesda sobre o futuro dos jogos e há muito compartilhamos visões semelhantes sobre as oportunidades para os criadores e seus jogos alcançarem mais jogadores de mais maneiras”, finalizou.

De acordo com o jornalista Jason Schreier, a compra do estúdio rendeu US$ 7,5 bilhões de dólares, sendo a maior aquisição da história na indústria dos games.



CR News #13 | Franquia Call of Duty ganhará novo jogo

Na décima terceira edição do CR News, Call of Duty e Tenet são os grandes destaques. Tenet ganhou um trailer final na madrugada ainda do final de semana, e já estreou em alguns territórios com a pandemia do Coronavírus estabilizada. Além disso, o filme vem recebendo boas críticas. O vídeo pode ser conferido na íntegra acima.

A franquia Call of Duty ganhou um novo jogo, intitulado Call of Duty: Black Ops Cold War, que irá se passar no meio da Guerra Fria, em 1981 e antes dos acontecimentos de Black Ops. O jogo também ganhou um trailer, mostrando Woods, Mason e Hudson conversando com Ronald Reagan, presidente dos Estados Unidos.

Nada é o que parece em uma emocionante Campanha para um jogador, em que os jogadores ficarão frente a frente com figuras históricas e verdades inconvenientes em batalhas ao redor do mundo, passando por locais emblemáticos como Berlim Oriental, Vietnã, Turquia, a sede da KGB soviética e muito mais“, diz a descrição do jogo.

Call of Duty: Black Ops Cold War será lançado no dia 13 de novembro deste ano e chegará para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X e PC.

O quadro CR News acontece todas às sextas-feiras no canal do Critical Room, no YouTube. Você pode ver todas as notícias e especiais na playlist do canal.


Confira o resumo dos painéis e nossas impressões sobre o DC FanDome:

Semana Heroica #6 | 5 jogos com participação do Wolverine

Wolverine certamente é um dos X-Men mais famosos e queridos da equipe. Essa fama fez o baixinho canadense ganhar filmes, HQs e até jogos! Desde o SNES até o PS2. Confira 5 jogos que o Carcaju ganhou ao longo dos anos!


5- Wolverine (NES)

nes longplay [405] wolverine7873911847950940984..jpg

“Wolverine” foi um jogo produzido pela Software Creations e lançado em  1991 para o “Nintendo“. No game, o anti-herói é capturado pelo Magneto e seu arqui-inimigo Dentes-de-Sabre, e preso numa ilha. O objetivo do jogo é derrotar os inimigos e enfrentar os dois vilões no fim do game. Alguns X-Men também fizeram rápidas aparições na obra, como Jubileu, Havok e Psylocke. Porém, o jogo foi criticado por sua falta de fidelidade e um alto nível de dificuldade.

4- Wolverine – Adamantium Rage (SNES, Sega Genesis)

play wolverine – adamantium rage (usa) (beta) [30b8]6080191765948946414..jpg

“Wolverine – Adamantium Rage” é um jogo produzido por duas empresas diferentes, a Tenny Wenny Games (que fez a versão de SNES) e Bits Studios (responsável pela versão de Sega Genesis). O jogo lançado em 1994 para o Super Nintendo e Super Genesis apresentava algumas diferenças em relação a história, e também em relação aos vilões, já que a versão de Super Genesis apresentava o Dentes-de-Sabre, enquanto a de SNES não. Fora isso, a história era igual e mostrava o Wolverine indo atrás de respostas, após uma transmissão ter revelado algo de seu passado misterioso. A versão de Super Nintendo recebeu críticas mistas, enquanto a de Super Genesis recebeu críticas bastante negativas.

3- X-Men Mutant Apocalypse (SNES)

x-men mutant apocalypse7546477882706423122..jpg

X-Men Mutant Apocalypse” foi um dos primeiros jogos dos mutantes que a Capcom produziu. Lançado para Super Nintendo em 1994, o jogo dos mutantes contava com 5 personagens (Ciclope, Fera, Psylocke, Wolverine e Gambit), onde cada personagem tinha uma fase própria, baseado nas habilidades do mutante escolhido. No jogo, o Professor X envia seus X-Men para Genosha, onde o Apocalipse está mantendo vários mutantes como reféns. Porém, depois de derrota-ló, Magneto surge prometendo causar caos em Genosha. No fim, o vilão é derrotado numa batalha épica. Em seu lançamento, o game foi considerado como o melhor jogo dos mutantes já lançado, com gráficos de alta qualidade para época.

2- X2: Wolverine’s Revenge

x-2-wolverines-revenge884663982443816390.jpg

X-Men 2: Wolverine’s Revenge” é um jogo multiplataforma lançado para PS2, GameCube, Xbox, GBA, PC e Mac. Ele foi produzido pela Genepool Software e lançado em 2003, ano do lançamento do segundo filme da franquia X-Men. O jogo mostra o Wolverine nas instalações do projeto Arma X, em uma busca por respostas enquanto é atacado por todos os lados, tendo a participação de vilões como Magneto, Lady Deathstrike, Dentes-de-Sabre, Fanático, etc. O jogo teve uma boa recepção para as versões de GBA e PS2.

1- X-Men Origins: Wolverine

x-men-origins-wolverine-jogo-711x400-13292253093205165618.jpg

Baseado no filme de mesmo nome ‘X-Men Origins: Wolverine’ é um daqueles raros casos onde um jogo baseado num filme fica bom. Desenvolvido pela Raven Software e lançado em 2009 para PC, PS2, PS3, Xbox 360, Wii, Nintendo DS e PSP, o jogo seguia a história do filme de mesmo nome, porém com uma jogabilidade digna de um jogo do Wolverine, já que é possível desmembrar seus inimigos de várias maneiras, sendo o mais violento possível! Além do sistema de habilidades, o jogo contou com trajes alternativos e novos vilões. O game recebeu críticas positivas, mas ficou um pouco repetitivo e com uma dificuldade bem baixa.


Curtiu a lista? Confira o novo vídeo do canal sobre o Wolverine e a matéria sobre sua primeira aparição!

A parte #5 aconteceu mais cedo no Instagram. Confira:

Semana Heroica acontece uma vez por mês, durante uma semana, focando em algum personagem dos quadrinhos, para falar sobre quadrinhos, games, filmes e sua origem, essa última no canal do Critical Room.

Jogo do Esquadrão Suicida é anunciado pela Rocksteady

Anúncio do jogo ainda divide muitos fãs.


Um rumor lançado há quase dois meses pelo ex editor-chefe da Game Informer, Imran Khan, o Esquadrão Suicida foi anunciado pela Rocksteady, mesma desenvolvedora da Trilogia Batman Arkham, que inclui Batman Arkham Asylum (2009), Batman Arkham City (2011) e Batman Arkham Knight (2015). Veja abaixo: 

Na imagem, o alvo travado é o Superman, um dos membros da Liga da Justiça que já foram mencionados no Universo Arkham. Em sua cabeça, está o logo do Esquadrão Suicida

O jogo estava sendo cotado desde 2013, após o término de Batman: Arkham Origins, já que na cena pós-créditos do game Amanda Waller oferece um contrato para o Exterminador, evidenciando que poderia ser uma força tarefa. Os rumores foram ganhando cada vez mais força após Batman: Arkham Knight.

Esquadrão Suicida da Rocksteady pode se passar no Universo Arkham, pois o próprio possui a equipe, mesmo que ela não apareça nos games e seja apenas mencionada. Porém, ainda não há mais informações sobre o nome do jogo em si, detalhes técnicos de gameplay e de enredo. A Rocksteady promete novidades no DC FanDome.

O novo game da Rocksteady não recebeu nenhuma data de lançamento. No dia 22, mais detalhes serão revelados no DC FanDome.

Ubisoft Forward | Brawlhalla Mobile chega com crossplay e novos personagens

No evento online Ubisoft Forward foi anunciado que Brawlhalla ganhará uma versão mobile no dia 6 de agosto.


Chamado Brawlhalla Mobile o game contara com mais de 50 personagens e também contará com crossplay, possibilitando jogadores de várias plataformas jogarem juntos.

A versão para smartphones também traz customização em controles dentro do jogo, contando com várias opções para o jogador.

Uma skin exclusiva, estará disponível para todos aqueles que se cadastrarem no link de pré-registro antes da data de lançamento. 

Brawlhalla é gratuito e está disponível para Xbox One, Playstation 4, Nintendo Switch e PC. E no dia 6 de agosto vai ficar disponível para Android E iOS

Ubisoft Forward | Far Cry 6 ganha trailer de anúncio e data de lançamento

Far Cry 6 finalmente foi revelado durante o evento Ubisoft Forward, mostrando mais sobre a história e apresentando o vilão Anton, vivido por Giancarlo Esposito, de Breaking Bad.

Confira abaixo:

Além do trailer,o jogo também teve sua animação inicial revelada:

No novo jogo, você assumirá o papel de Dani Rojas, que pode ser do gênero masculino ou feminino, e seu objetivo será de incentivar a revolução. Para isso, Rojas terá uma ampla seleção de armas e veículos, além da possibilidade de recrutar aliados para a causa, incluindo um cachorrinho mega simpático chamado Chorizo.

Far Cry 6 chega em 18 de fevereiro de 2021 para Playstation 4, Xbox One, PC e para os consoles da nova geração.

Ubisoft Forward | Assassin’s Creed Valhalla ganha trailer e data de lançamento

A Ubisoft, em seu evento online que aconteceu neste domingo (12), no canal oficial da desenvolvedora, revelou o primeiro trailer da gameplay de Assassin’s Creed Valhalla, fornecendo muitos detalhes, e também revelou a data de lançamento. Confira abaixo:

O trailer da gameplay mostra muita coisa do game, fornecendo detalhes sobre novos inimigos com uma variedade maior no combate, a furtividade em casos específicos no jogo, as invasões à territórios inimigos, marca registrada dos vikings e também o destaque para o combate, que será ainda mais brutal que qualquer outro jogo da franquia. 

A disponibilização de novas armas, possibilita o jogador a se portar melhor com o protagonista Eivor, que pode ser tanto masculino quanto feminino. O uso do escudo é uma novidade na franquia, podendo até mesmo usar dois escudos contra os inimigos. 

Com o vazamento não proposital da data de lançamento de Assassin’s Creed Valhalla do perfil italiano oficial do jogo, a data de estreia se confirma, com o novo game chegando no dia 17 de novembro.

Quer saber mais sobre Assassin’s Creed Valhalla? Leia nossa matéria completa sobre a história do game, jogabilidade e muito mais:

• Tudo o que você precisa saber sobre Assassin’s Creed Valhalla

Assassin’s Creed Valhalla estará disponível para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X, PC e Google Stadia. O jogo chegará ao mercado no dia 17 de novembro de 2020, para o PlayStation 4, Xbox One e PC. Não há uma data ainda para a nova geração.

Confira também a gameplay de pós-show ainda mais detalhada de Assassin’s Creed Valhalla:

Assassin’s Creed Valhalla ganha possível data de lançamento

O vazamento da gameplay de Assassin’s Creed Valhalla causou um tumulto entre os fãs da franquia. Mesmo com a exclusão da gameplay dos canais que vazaram no YouTube, a Ubisoft teve outro vazamento, dessa vez, sugerindo a possível data de lançamento do jogo.

17 de novembro é o dia em que Assassin’s Creed Valhalla chegará para PlayStation 4 e Xbox One. A data foi vazada por um dos perfis oficiais do game, especificamente o da Itália. Veja abaixo:

A Ubisoft pretende fazer um anúncio oficial da data de lançamento do game em seu evento online, chamado Ubisoft Forward, que acontecerá neste domingo (12), no canal oficial da empresa.

O Critical Room estará cobrindo o evento, trazendo todas as novidades para você!

Falamos mais sobre o evento em nosso CR News #8, que já foi ao ar em nosso canal do YouTube. Confira:

Sinopse: “Partindo da Noruega, por meio de guerras infinitas e com recursos cada vez mais escassos durante o século IX d.C., os jogadores conduzirão o clã nórdico de Eivor através do gelado Mar do Norte até as ricas terras dos reinos controlados pela Inglaterra. Será preciso estabelecer um novo destino para seu clã, batalhando ao implacável estilo de luta dos guerreiros vikings, apresentados no jogo a partir de um sistema de combate renovado, que inclui a capacidade de manejar duas armas ao mesmo tempo, e enfrentar a maior variedade de inimigos já vista na série. Com poucos recursos à disposição, os jogadores irão liderar ataques a qualquer local promissor que encontrarem no litoral utilizando seus barcos e adquirindo riquezas. Conforme os vikings se estabelecem em novos lugares, encontram a resistência dos saxões, como o rei Aelfred de Wessex. Contra todas as probabilidades, Eivor deve fazer o que for necessário para manter Valhalla ao seu alcance.”

Quer saber mais sobre Assassin’s Creed Valhalla? Leia nossa matéria completa sobre a história do game, jogabilidade e muito mais:

Tudo o que você precisa saber sobre Assassin’s Creed Valhalla

Assassin’s Creed Valhalla estará disponível para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X, PC e Google Stadia. O jogo chegará ao mercado no final do ano.

NBA 2K20, Rise Of The Tomb Raider e Erica são os jogos da PS Plus desse mês

Os assinantes da Playstation Plus receberão três games nesse mês de julho.

Os jogos escolhidos são NBA 2K20, a edição de 20 anos de franquia de Rise Of The Tomb Raider e Erica, uma experiência narrativa eletrizante com múltiplo finais.

Os três jogos ficarão disponíveis para resgate entre 7 de julho até 3 de agosto.

Batman: Arkham Knight era lançado há 5 anos

O último jogo da Trilogia Arkham pela Rocksteady Studios era lançado no dia 23 de junho de 2015 para Playstation 4 e Xbox One, sendo o desfecho principal do Batman nos games e de toda a Saga Arkham, incluindo Batman Arkham Origins, da Warner Bros Montreal.

Com os sucessos absurdos de Batman Arkham Asylum (2009) e Batman Arkham City (2011), tendo ganhado a crítica – até hoje ganham -, a decisão de fazer o encerramento foi tomada. Antecipando o último jogo da franquia, a WB Montreal desenvolveu Batman Arkham Origins, um prelúdio de Arkham Asylum e Arkham City. O jogo agradou uma parte dos fãs pela história, trilha sonora e personagens, assim como a crítica, mas teve uma nota bem abaixa do esperado por conta dos gráficos e a mecânica não ter evoluído, tornando o jogo discriminado pela base de fãs do Arkham.

Planejado para lançar em outubro de 2014, Batman Arkham Knight teve a data modificada para junho de 2015, e os fãs dos games esperavam ansiosamente o lançamento do que seria o último jogo da Saga Arkham. A pré-venda começou no dia 2 de junho, com as edições especiais Limited Edition e Batmobile Edition, que asseguravam muitos itens especiais do jogo. Ambas as edições incluem um Steelbook, artbook, um quadrinho do jogo referente à primeira edição e uma skin da versão do Batman dos Novos 52. A única coisa que difere é que a Limited Edition traz uma estátua do Batman, e a Batmobile Edition uma estátua do Batmóvel, com o mesmo visual do game.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com o lançamento, a euforia foi grande e as vendas chegaram a 5 milhões de cópias em outubro de 2015. A crítica elogiou muito a história, inovação na mecânica e jogabilidade, porém focou mais na parte do uso excessivo do Batmóvel, seja em partes da história ou nas missões do Charada – convenhamos, todas elas são chatas, só é mais dignificante decifrar as charadas pela cidade e ler as histórias. Além disso, boa parte dos fãs ficou decepcionada com a luta contra o Exterminador, pois esperavam um combate corpo-a-corpo, assim como em Arkham Origins. Mas tudo isso não tirou a beleza que o jogo tem, em conquistar o fã pelo visual e enredo.

Por falar em enredo, Batman: Arkham Knight tem uma história brilhante, que consegue misturar tensão, medo e tristeza. Vários acontecimentos do jogo fizeram com que Batman fosse perdendo sua capacidade física e mental, pois o sangue do Coringa ainda corria por suas veias. No anterior da trilogia, Arkham City, o Coringa envenenou Batman e Gotham com seu sangue infectado pelo veneno TITAN, o mesmo que Bane usa e o Coringa usou no final de Arkham Asylum. Batman recebe ajuda do Senhor Frio para produzir uma cura, porém, por discordâncias, Frio quebrou um dos frascos, restando apenas um, que fora roubado em seguida pela Arlequina. Ao final de tudo, impedindo o Protocolo 10, uma obra de Hugo Strange e Ra’s Al Ghul, Bruce confronta Coringa para salvar Talia e a si mesmo. Batman bebe a cura, mas recebe uma facada no ombro, deixando a única esperança do Palhaço morrer.

Uma das teorias feitas pelos fãs, é dito que Batman deixou a cura cair de propósito, pois em uma das falas deixa claro que ele estava cansado de sempre prendê-lo, o Coringa fugir, causando morte e miséria e sempre faz tudo de novo, repetindo isso várias vezes. Mas é logo descartado quando Batman diz que o salvaria, mesmo depois de ter causado o caos.

Batman: Arkham Knight se passa 9 meses depois da morte do Coringa, com a decisão de Batman e o Comissário Gordon terem queimado o corpo do vilão, após uma série de recompensas de quem recuperasse o corpo – acontecimentos dos quadrinhos. Por um tempo, Bruce se concentrou em se curar e curar os infectados restantes. A calmaria reinava na cidade, até que um ataque começado pelo Anarquia acontece em um restaurante. O Espantalho se revela, fazendo uma transmissão para toda Gotham, contando sobre o ataque que planejou, e que iria vir a planejar na noite de Halloween. Toda a polícia de Gotham evacuou a cidade, e só restava um homem para salvá-la.

c26b9074fdad411d39cbbd7d69ab2f5a

O rumo em que a história toma selaria o fim da lenda do Cavaleiro das Trevas. E realmente selou. A jogada de colocar o Espantalho como vilão foi muito bem sacada, usufruindo de todo conhecimento que ele tem para derrotar o Batman, mas não matá-lo, e sim, arrancar toda sua esperança de que poderia salvar Gotham. Por outro lado, Bruce lutava contra o Coringa em sua mente, relembrando vários acontecimentos que definiram o Batman para sempre. O final de toda a história é muito emocionante e chocante, pois todos agora se pergunta: “quem matou o Batman?”. Essa teoria eu deixo para vocês.

A direção de arte do jogo por David Hego e Albert Feliu é algo surreal, mostrando uma Gotham com grandes prédios, suja e chuvosa, assim como ela deve ser. Claro que, Ian Ball teve um grande trabalho para o design do jogo, tornando ele incrível para nossos olhos. O visual de Gotham encaixou muito bem com o enredo e a mensagem que o jogo quis passar, em meio a tragédias e dor.

Mas, uma das coisas mais marcantes de toda a trilogia foi sempre a dublagem americana, com as vozes de Kevin Conroy (Batman) e Mark Hammil (Coringa), os mesmos da série animada e outras animações. Até o final, ambos fizeram um grande trabalho, assim como Martin Jarvis (Alfred). Era perceptível a entrega de todos os dubladores, causando apenas na voz, uma emoção e tensão. Até mesmo John Noble, que dublou o Espantalho, causou um tremendo pavor coma sua voz.

joker-games-0

Cada dublador encaixou perfeitamente no personagem, tornando-os representantes oficiais no universo Arkham. A forma em que os games retratam toda a mitologia do Cavaleiro das Trevas, indo da personalidade até o visual dos personagens é única. Toda a Saga Arkham construiu um vasto universo, redefinindo para sempre muitos personagens, como o Batman, Coringa, Espantalho e até mesmo Jim Gordon. É muito improvável achar outra mídia que todos os personagens, sem exceção, sejam muito bem apresentados. A Saga Arkham é a melhor representação do Batman já feita desde então.

Antes que eu esqueça de mencionar, a trilha sonora de Batman: Arkham Knight é fantástica, pois demonstra em muitos momentos a tensão e Batman diante do perigo e o medo do fracasso. Nick Arundel e David Buckley entregaram uma trilha majestosa, que faz jus ao Morcego. Definindo a trilha em três palavras, eu diria: tensa, emocional e triste.

Batman: Arkham Knight, sem dúvidas, é o jogo mais profundo de heróis já feito, mostrando todo o sacrifício e perdas que um herói tem pelo caminho. A Saga Arkham definiu o Batman e seu universo para sempre!


 

d9kkesh-3aaa901d-90c5-4474-84c5-4f4348463566

“E foi isso o que aconteceu. Foi assim que o Batman morreu.” 

BGS 2020 é adiada para 2021

A Brasil Game Show, evento anual sobre Games no Brasil foi oficialmente adiada para o ano que vem por conta da pandemia do Coronavírus.

Segundo os organizadores da BGS, a próxima edição vai acontecer apenas em outubro de 2021. Confira o comunicado oficial abaixo:

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=3367271353317662&id=129279747116855

As pessoas que já tinham adquirido os ingressos pro evento desse ano, já tem entrada garantida pro evento de 2021.