Arquivo da tag: Fase 4

Confira as primeiras fotos dos bastidores de Thor 4

Filmagens jã estão em andamento.


As filmagens de Thor: Amor e Trovão, já começaram na Austrália, reunindo grande parte do elenco do filme. Algumas imagens já revelaram Chris Hemsworth, Chris Pratt, Sean Gunn e Karen Gillan, em seus respectivos personagens. Veja:

Anúncios

Christian Bale e Natalie Portman ainda não foram vistos no set, por enquanto. A produção do filme tenta manter ambos os atores em segredo da mídia.

O elenco do filme conta com Chris Hemsworth (Thor), Natalie Portman (Jane Foster), Christian Bale (Gorr), Chris Pratt (Senhor das Estrelas), Karen Gillan (Nebula), Sean Gunn (Kraglin) e Kat Dennings (Darcy).

Thor: Amor e Trovão chega em 6 de maio de 2022 aos cinemas.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

X-MEN | A maneira perfeita para estrear no UCM

O X veio para ficar! Veja como os mutantes devem ser introduzidos no UCM.

Apenas o mero pensamento de X-Men na Marvel Studios traz toda empolgação que um fã poderia ter. Wolverine brigando com o Soldado Invernal, Magneto como o grande vilão do próximo arco, a Fênix Negra vindo as telonas da maneira correta – tudo isso, um sonho, com possibilidades reais. Mas com os mutantes se juntando aos Vingadores, surge um obstáculo em forma de história, que a Marvel deve superar se quiser que os X-Men sejam um benefício e não um fardo, para um universo compartilhado cada vez mais complexo de super-heróis.

Uma certa provocação de Kevin Feige na Comic-Con de San Diego em 2019 ao dizer: “mutantes” pode ter sido bem recebida como um “nada”. No entanto, aparentemente pode ser introduzido mais cedo que se parece e a Marvel pode trazer isso ao público não familiarizado com o material de origem (assim como Homem de Ferro ou Guardiões da Galáxia). Da mesma forma, coisas surpreendentes ao longo de vários anos podem arriscar os fãs a ficarem cada vez mais impacientes e a perder o interesse nos X-Men.

A solução, no entanto, tem se escondido à vista de todos. A história em quadrinhos dos X-Men na concepção de Jonathan Hickman em 2019 não apenas rebootou os alunos do Instituto Xavier em uma linha do tempo mais simplificada, mas também serviu como base de sucesso para uma nova história dos X-Men concebida para os cinemas (O mesmo aconteceu com Guardiões da Galáxia poucos anos antes de fazer estreia nos cinemas).

Anteriormente, na história da Marvel, Moira MacTaggert era uma cientista leal à causa mutante – até aparecendo como geneticista em Primeira Classe e X-Men: Apocalypse. Em sua história em quadrinhos, Hickman decidiu retomar seu status humano e transformou Moira em um mutante com a capacidade de ressurreição. Não apenas qualquer ressurreição antiga, no entanto. Depois de ser morta (optada ou não), ela volta ao momento do nascimento e mantém intactas as memórias de suas vidas anteriores.

Nos quadrinhos de Hickman, os poderes de Moira são usados como uma maneira do mutante mudar o futuro e aprender com seus erros fatais. Moira tornou-se essencialmente um botão de redefinição andando e falando. E isso é um ponto de enredo bastante interessante. Nas mãos de Hickman, tornou-se uma maneira de aparar o excesso; décadas de relacionamentos e aventuras complicados poderiam ser remodelados em um universo singular para simplificar. É um problema não muito diferente do que Kevin Feige terá que enfrentar além da Fase 4 da Marvel com mais de meia dúzia de filmes de X-Men, trilogias paralelas, e entradas não muito canônicas, como Logan.

Há muitas lições que podem ser aprendidas aqui. Por exemplo, uma das primeiras vidas de Moira a viu entrar em contato com uma equipe clássica dos X-Men, mas crucialmente não com a que Hickman usaria daqui para frente. Para Moira – e leitores – essa versão dos X-Men ainda existe, embora em outro multiverso e outra vida. Poderia ser o mesmo conceito no UCM.

A personagem de Moira pode ser uma forma sutil de trazer os X-Men, respeitando o legado da franquia na Fox que veio antes. Ao usar os poderes mutantes de Moira, Feige poderia acenar de maneira viável para o universo de heróis da Fox que não se encaixam perfeitamente na sua concepção. Eles podem simplesmente existir separadamente, enquanto ainda permanecem tecnicamente cânones, como uma das vidas anteriores de Moira. Então, a vida que ela está vivendo agora – o UCM como a conhecemos – pode integrar lentamente rostos novos (e antigos), seja um caso de atores revendedores ou catadores de flores para dar um salto para a “aba” da Marvel Studios.

Os resultados seriam reveladores. Isso não apenas tornaria Xavier e Jean Grey bastante importantes por causa de sua história passada, como também desembaraçaria a teia bagunçada de histórias que foram tecidas ao longo dos anos. Na verdade, é o melhor tipo de reboot- uma pausa limpa que ainda honra o passado.

A partir daí, as histórias de origem ainda podem ser exibidas. Na vida de Moira no UCM, Wolverine (que talvez não seja mais o Hugh Jackman), nem a orientação de Xavier sobre mutantes também seria conhecida do público. Isso permite que os personagens carregando anos de bagagem – da mesma maneira que estavam quando Hickman assumiu a liderança – mudassem todo esse excesso de peso e os preparassem para ter alguma magia da Marvel sobre eles. Tudo isso sem gastar meia década apresentando cada mutante, nem complicando as coisas, fazendo um retcon no estilo Mysterio ou Abutre e dizendo que eles estavam lá o tempo todo, fora do nosso alcance.

Claro, há a pequena questão de trazer Moira. Onde ela poderia se encaixar? A sequência do Doutor Estranho, Multiverso da Loucura parece um candidato principal. A provável exploração do filme de universos paralelos oferece uma desculpa viável o suficiente para que as vidas passadas de Moira existam como multiversos que podem ser explorados pelo Mago Supremo. Sua parada final pode ser o UCM. Esse pode ser um ponto de partida para quaisquer histórias dos X-Men que virem a seguir, e Moira é a chave para tudo isso. É apenas um caso de trazê-la no momento certo

Com a introdução do X-Men, o UCM corre o risco de entrar em colapso devido ao seu próprio peso. Ele precisa desesperadamente do tipo de narrativa detalhada introduzida por Hickman para integrar perfeitamente um novo estábulo de super-heróis. E tudo o que precisamos são algumas vidas.

CONTINUE NO CRITICAL ROOM: MARVEL| 10 PERSONAGENS DO UNIVERSO CÓSMICO QUE PODEM SER APROVEITADOS

Ultimatum | Marvel estaria desenvolvendo filme de evento polêmico

Um dos eventos mais controversos da Marvel pode ganhar vida nas telonas

De acordo com o CBR, um usuário do MCU Cosmic afirmou que a Marvel Studios estaria silenciosamente adaptando a saga Ultimatum para o UCM.

RELACIONADOS: Marvel Studios| O cenário atual pode ajudar à introduzir velhos personagens


O usuário relata que os detalhes da história e do enredo são escassos em relação ao projeto, mas se a Marvel Studios está trazendo Ultimatum aos poucos, provavelmente não será fiel aos quadrinhos. Isso seguiria mudanças semelhantes dos quadrinhos para os cinemas que aconteceram da mesma forma em Soldado Invernal, Era de Ultron, Guerra Civil, Guerra Infinita e Ultimato. Todos esses filmes pegaram idéias básicas dos quadrinhos.

RELACIONADOS: Marvel | Grande encontro na Fase 4 não terá Vingadores 5


Ultimatum foi uma série limitada de 2009 do escritor Jeph Loeb e do artista David Finch, e reuniu os principais heróis do Universo Ultimate como Os Supremos Vingadores, Homem-Aranha, X-Men e Quarteto Fantástico. Magneto, buscando vingança pelas mortes de Feiticeira Escarlate e Mercúrio, reverteu o campo magnético da Terra, causando desastres naturais em todo o mundo. O evento atraiu críticas por suas muitas mortes, o que ajudou a preparar o cenário para a próxima era da linha Ultimate de quadrinhos.

Embora não esteja claro se a Marvel Studios irá adaptar o Ultimatum, agora que a Marvel detém os direitos da Fox assim como a parceria com a Sony, não vai ser impossível trazer o evento para as telonas. Ainda assim, os principais vilões Magneto e Doutor Destino provavelmente farão sua estréia no UCM somente depois que os X-Men e o Quarteto Fantástico forem introduzidos corretamente, apesar das recentes mudanças no calendário de lançamentos da Fase Quatro, quando isso vai acontecer ainda é um mistério.

Marvel| Grande encontro na Fase 4 não terá Vingadores 5

A Fase 4 do Universo Cinematográfico da Marvel está programada para ver emocionantes ligações no universo do MCU, mostrando que não há razão para um novo filme dos Vingadores acontecer nos próximos anos. Ultimato encerrou a jornada dos Vingadores originais, com o Homem de Ferro sacrificando sua vida para salvar o universo, e o Capitão América optando por ficar no passado com a Agente Carter. É claro que alguns desses heróis retornarão na Fase 4, com outras aparições planejadas para Viúva Negra, Thor e Gavião Arqueiro, mas, no entanto, já há muita conversa sobre a programação da próxima equipe dos Vingadores.

Quando Kevin Feige apresentou os planos que tinha para a Fase 4 na San Diego Comic-Con ano passado, todos ficaram surpresos por não terem anunciado um “Vingadores 5“. Afinal, cada Fase do MCU até agora construiu em grande parte – e foi definida por – seu próprio filme de equipe dos Vingadores. Tal como está, a Fase 4 está contrariando o que foi mostrado antes, sem reunir a nova versão dos Heróis Mais Poderosos da Terra, mas essa é realmente uma decisão inteligente para a Marvel Studios, e seus planos para os próximos anos ajudam a mostrar o porquê.

Os filmes da Marvel há muito tempo veem super-heróis passando de um projeto para outro, seja Hulk em Thor: Ragnarok, Homem de Ferro em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, ou quase todos na época reunidos em Capitão América: Guerra Civil. A Fase 4 do MCU não apenas continua isso, mas muito mais além de tornar essa interconectividade uma parte ainda maior do MCU. Com uma lista de programação da Disney+ agora estabelecidos para se encaixar nos filmes da Marvel , há uma chance de ver mais heróis juntos com maior frequência, o que, por sua vez, significa que há menos necessidade de os fãs verem uma grande equipe de super-heróis como os Vingadores.

Até agora, os planos confirmados ou pelo menos rumores incluem Feiticeira Escarlate em Doutor Estranho 2 (com Loki fazendo ligação), os Guardiões da Galáxia em Thor 4, Bruce Banner aparecendo em She-Hulk e até mesmo expandindo o MCU, com Morbius (e talvez Venom) vinculado ao Homem-Aranha, provavelmente para o Homem-Aranha 3, o que deve mexer com a cabeça dos fãs. As possibilidades vão além disso também: a Ms. Marvel pode ter sua aparição em Capitã Marvel 2, Viúva Negra pode apresentar várias participações especiais de personagens anteriores do MCU (além dos confirmados), da mesma forma como Falcão e o Soldado Invernal, e assim por diante. Mais do que nunca, quase todo projeto da Fase 4 da Marvel – em filmes e programas de TV – tem uma chance real de apresentar outros personagens do MCU, seja em papéis principais ou de apoio, ou simplesmente participações especiais.

Isso cria inúmeras possibilidades para grandes crossovers do MCU na Fase 4. À medida que o universo se expandia, os filmes dos Vingadores se baseavam mais em vários subgrupos de qualquer maneira, especialmente em Guerra Infinita e Ultimato, em vez de apenas estarem juntos em um núcleo menor. A Fase 4 pode continuar com isso, com a maioria dos filmes e programas potencialmente apresentando algum tipo de crossover divertido que, de outra forma, poderia ser reservado para Os Vingadores 5. Por sua vez, isso dá à equipe real uma pausa mais longa e necessária. Seria difícil depois de Ultimato, que carregava o peso do MCU até agora, ter outro filme dos Vingadores apenas dois ou três anos depois. Ao preencher a Fase 4 com uma gama ainda maior de crossovers, a Marvel pode realmente fazer uma pausa em sua franquia principal e ainda entregar as equipes que os fãs querem ver.