Arquivo da tag: Coringa

Confira os vencedores do Grammy 2021

Coringa vence na categoria de Melhor Trilha Sonora Original.


Nesse domingo (14), ocorreu a 63ª edição do Grammy Awards. O evento considerado como a maior premiação de música dos Estados Unidos, teve a sua realização nesse ano pelo modo virtual devido pandemia do Covid-19, o que possibilitou um evento sem plateia com performances e prêmios entregues de modo remoto.

A premiação teve destaque para as mulheres que concorriam e que venceram nas principais categorias do evento. Dentre elas destaca-se Beyoncé que era a cantora com o maior número de indicações (9 indicações) e que ganhou 4 prêmios, tornando-se a mulher com mais Grammys na história da cerimônia, um total de 28. Ao receber o prêmio de “Melhor performance R&B” por Black Parade, Beyoncédisse “Estou trabalhando a vida inteira desde os nove anos de idade. Nem acredito que isso está acontecendo, essa noite é mágica”, sua filha Blue Ivy (9 anos) recebeu o prêmio na categoria de “Melhor Clipe”, por “Brown Skin Girl”.

A cantora norte-americana Taylor Swift venceu a principal categoria da premiação (Álbum do Ano), com o álbum “Folklore”, se tornando a única mulher com três vitórias na categoria de “Álbum do Ano” (“Fearless”, 2010, “1989”, 2016 e “Folklore”, 2020), cada um com um estilo musical diferente. Billie Eilish que no.ano passado venceu essa mesma categoria, venceu nesse ano com a música “Everything I Wanted”, na categoria de “Gravação do Ano” enquanto que na categoria de “Música do Ano”, a premiada por a cantora H.E.R pela música “I can’t breathe”, título dado pelas últimas palavras ditas por George Floyd, cujo assassinato iniciou protestos contra racismo nos Estados Unidos com a hashtag #BlackLivesMatters, ao receber o prêmio a cantora menciona “A luta que tivemos por nós mesmos no verão de 2020 – mantenham essa energia”. Outras mulheres que venceram categorias principais foi a rapper Megan Thee Stallion na categoria de “Artista Revelação”, mas que também venceu na categoria de “Melhor Música de Rap” com a música “Savage”, um featuring com Beyoncé e a cantora britânica Dua Lipa com seu álbum “Fulture Nostalgia” que venceu a categoria de “Melhor Álbum Vocal Pop”.

Apresentado pelo comediante Trevor Noah, a premiação teve apresentações de artistas que foram indicados, como o boygroup coreano BTS, Taylor Swift, Billie Eilish, Cardi B, Doja Cat, Harry Styles, Dua Lipa, Post Malone, Black Pumas, Chris Martin, DaBaby, Miranda Lambert, Maren Morris, John Mayer, Haim, Mickey Guyton, Brandi Carlile e Brittany Howard.

Segue abaixo a lista de indicados e vencedores:


Álbum do Ano

  • Chilombo – Jhene Aiko
  • Black Pumas Deluxe – Black Pumas
  • Everyday Life – Coldplay
  • Women in Music Pt III – Haim
  • Future Nostalgia – Dua Lipa
  • Folklore – Taylor Swift – VENCEDOR
  • Hollywood’s Bleeding – Post Malone
  • Djesse Vol 3 – Jacob Collier

Música do Ano

  • Cardigan – Taylor Swift
  • Circles – Post Malone
  • Everything I wanted – Billie Eilish
  • If The World Was Ending – JP Saxe Feat Julia Michaels
  • I Can’t Breathe – H.E.R. – VENCEDOR
  • The Box – Roddy Rich
  • Black Parade – Beyoncé
  • Don’t Start Now – Dua Lipa

Gravação do Ano

  • Black Parade – Beyoncé
  • Colors – Black Pumas
  • Rockstar – DaBaby feat. Roddy Rich
  • Say So – Doja Cat
  • Everything I Wanted – Billie Eilish – VENCEDOR
  • Don’t Start Now – Dua Lipa
  • Circles – Post Malone
  • Savage – Megan Thee Stalion Ft. Beyoncé

Melhor Novo Artista

  • Noah Cyrus
  • Megan Thee Stallion – VENCEDOR
  • Doja Cat
  • Ingrid Andress
  • Phoebe Bridgers
  • Chika
  • D Smoke
  • Kaytranada

Melhor Álbum Pop Vocal

  • Fine Line – Harry Styles
  • Folklore – Taylor Swift
  • Chromatica – Lagy Gaga
  • Future Nostalgia – Dua Lipa – VENCEDOR
  • Changes – Justin Bieber

Melhor Performance Pop Duo/Grupo

 
  • Dynamite – BTS
  • Intentions – Justin Bieber e Quavo
  • Un Dia (One Day) – J Balvin, Dua Lipa, Bad Bunny e Tainy
  • Exile – Taylor Swift e Bon Iver
  • Rain On Me – Lady Gaga e Ariana Grande – VENCEDOR

Melhor Performance Pop Solo

  • Yummy – Justin Bieber
  • Cardigan – Taylor Swift
  • Everything i wanted – Billie Eilish
  • Don’t Start Now – Dua Lipa
  • Say So – Doja Cat
  • Watermelon Sugar – Harry Styles – VENCEDOR

Melhor Álbum Vocal de Pop Tradicional

  • Blue Umbrella – Daniel Tashian
  • True Love: A Celebration of Cole Porter – Harry Connick Jr
  • American Standart – James Taylor – VENCEDOR
  • Unfollow The Rules – Rufus Wainwright
  • Judy – Renée Zellweger

Melhor Performance de R&B

  • Lighting & Thunder – Jhené Aiko Feat. John Legend
  • Black Parade – Beyoncé – VENCEDOR
  • All I Need – Jacob Collier Feat. Mahalia & Ty Dolla $ign
  • Goat Head – Brittany Howard
  • See Me – Emily King

Melhor Performance de R&B Tradicional

  • Sit On Down – The Baylor Project Feat. Jean Baylor & Marcus Baylor
  • Wonder What She Thinks of Me – Chloe x Halle
  • Let Me Go – Mykal Kilgore
  • Anything For You – Ledisi – VENCEDOR
  • Distance – Yebba

Melhor Música de R&B

  • Better Than I Imagine – Robert Glasper Feat. H.E.R. & Meshell
  • Ndegeocello – VENCEDOR
  • Black Parade – Beyoncé
  • Collide – Tiana Major9 & EARTHGANG
  • Do It – Chloe x Halle
  • Slow Down – Skip Marley & H.E.R.

Melhor Álbum de R&B Progressivo

  • Chilombo – Jhené Aiko
  • Ungodly Hour – Chloe x Halle
  • Free Nationals – Free Nationals
  • F*** Yo Feelings – Robert Glasper
  • It is What It Is – Thundercat – VENCEDOR

Melhor Álbum de R&B

  • Happy 2 Be Here – Ant Clemons
  • Take Time – Giveon
  • To Feel Love/d – Luke James
  • Bigger Love – John Legend – VENCEDOR
  • All Rise – Gregory Porter

Melhor Gravação de Dance

  • On My Mind – Diplo e Sidepiece
  • My High – Disclosure Feat. Aminé e Slowthai
  • The Difference – Flume Feat. Toro y Moi
  • Both of Us – Jayda G
  • 10% – Kaytranada Feat. Kali Uchis – VENCEDOR

Melhor Álbum Dance/Eletrônico

  • Kick I – Arca
  • Planet’s Mad – Baauer
  • Energy – Disclosure
  • Bubba – Kaytranada – VENCEDOR
  • Good Faith – Madeon

Melhor Performance de Rap

  • Deep Reverence – Big Sean Feat. Nipsey Hussle
  • Bop – DaBaby
  • What’s Poppin – Jack Harlow
  • The Bigger Picture – Lil Baby
  • Savage – Megan Thee Stallion Feat. Beyoncé – VENCEDOR
  • Dior – Pop Smoke

Melhor Performance de Rap Melódico

  • Rockstar – DaBaby feat. Roddy Ricch
  • Laugh Now, Cry Later – Drake Feat. Lil Durk
  • Lockdown – Anderson .Paak – VENCEDOR
  • The Box – Roddy Ricch
  • Highest In The Room – Travis Scott

Melhor Música de Rap

  • The Bigger Picture – Lil Baby
  • The Box – Roddy Rich
  • Laugh Now, Cry Later – Drake Feat. Lil Durk
  • Rockstar – DaBaby Feat. Roddy Ricch
  • Savage – Megan Thee Stallion Feat. Beyoncé – VENCEDOR

Melhor Álbum de Rap

  • Black Habits – D Smoke
  • Alfredo – Freddie Gibbs & The Alchemist
  • A Written Testimony – Jay Electronica
  • King’s Disease – Nas – VENCEDOR
  • The Allegory – Royce Da 5’9″

Melhor Performance de Rock

  • Shameika – Fiona Apple – VENCEDOR
  • Not – Big Thief
  • Kyoto – Phoebe Bridges
  • The Steps – Haim
  • Stay High – Brittany Howard
  • Daylight – Grace Potter

Trilha Sonora de Mídia Visual

  • Um Lindo Dia na Vizinhança
  • Bill & Ted: Encare a Música
  • Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars
  • Frozen 2
  • Jojo Rabbit – VENCEDOR

Trilha Sonora Original Para Mídia Visual

  • Ad Astra – Max Richter
  • Becoming – Kamasi Washington
  • Coringa – Hildur Guðnadóttir – VENCEDORA
  • 1917 – Thomas Newman
  • Star Wars: A Ascensão Skywalker – John Williams

Melhor Performance de Metal

  • Bum-Rush – Body Count – VENCEDOR
  • Underneath – Code Orange
  • The In-Between – In This Moment
  • Boodmoney – Poppy
  • Executioner’s Tax (Sing of The Axe) Live – Power Trip

Melhor Música de Rock

  • Kyoto – Phoebe Bridgers
  • Lost In Yesterday – Tame Impala
  • Not – Big Thief
  • Shameika – Fiona Apple
  • Stay High – Brittany Howard – VENCEDOR

Melhor Álbum de Rock

  • Fontaines DC – A Hero’s Death
  • Michael Kiwanuka – Kiwanuka
  • Grace Potter – Daylight
  • Sturgill Simpson – Sound e Fury
  • The Strokes – The New Abnormal – VENCEDOR

Melhor Álbum de Música Alternativa

  • Fiona Apple – Fetch the Bolt Cutters – VENCEDORA
  • Beck – Hyperspace 
  • Phoebe Bridges – Punisher
  • Brittany Howard – Jaime
  • Tame Impala – The Slow Rush

Melhor Performance Country Solo

 
  • Stick That In Your Country Song – Eric Church
  • Who You Thought I Was – Brandy Clark
  • When My Amy Prays – Vince Gill – VENCEDOR
  • Black Like Me – Mickey Guyton
  • Bluebird – Miranda Lambert


Melhor Álbum New Age

 
  • Songs From The Bardo – Laurie Anderson, Tenzin Choegyal & Jesse Paris Smith
  • Periphery – Priya Darshini
  • Form/Less – Superposition
  • More Guitar Stories – Jim “Kimo” West – VENCEDOR
  • Meditations – Cory Wong & Jon Batiste

Melhor Álbum de Pop Latino/Urban

  • Bad Bunny – YHLQMDLG – VENCEDOR
  • Camilo – Por Primera Vez
  • Kany García – Mesa Para Dos
  • Ricky Martin – Pausa
  • Debi Nova – 3:33

Melhor Música Escrita para Mídia Visual

  • Beautiful Ghosts – Cats
  • Carried Me With You – From Onward
  • Into The Unknown – Frozen 2
  • No Time to Die – 007 – Sem Tempo para Morrer – VENCEDOR
  • Stand Up – Harriet

Melhor Clipe

  • Brown Skin Girl – Beyoncé – VENCEDOR
  • Life is Good – Future feat Drake
  • Lockdown – Anderson.paak
  • Adore You – Harry Styles
  • Goliath – Woodkid


Melhor Filme Musical

  • Beastie Boys Story – Beastie Boys
  • Black is King – Beyoncé
  • We Are Freestyle Love Supreme – Freestyle Love Supreme
  • Linda Ronstadt: The Sound of My Voice – Linda Ronstadt – VENCEDOR
  • That Little Ol’ Band From Texas – ZZ Top

Melhor Álbum de Instrumental Contemporâneo

  • Axion – Christian Scott Atunde Adjuah
  • Chronology of a Dream: Live at The Village Vanguard – Jon Batiste
  • Take The Stairs – Black Violin
  • Americana – Grégoire Maret, Romain Collin & Bill Frisell
  • Live At The Royal Albert Hall – Snarky Puppy – VENCEDOR

Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Rumor: Ator foi escalado como Coringa para a 3ª temporada de Titãs

Vilão terá papel fundamental na criação do Capuz Vermelho.


De acordo com o site Full Circle Cinema, a HBO Max escalou um ator para viver o Coringa na terceira temporada de Titãs, tendo em vista um papel fundamental do vilão na nova história da equipe de Dick Grayson. O rumor chega mais de um mês após os vazamentos reportados aqui no site.

Anúncios

O novo relatório sobre o terceiro ano de Titãs, alega que o Coringa terá um papel muito maior do que uma simples menção ou participação especial, fazendo sentido a trama. Ainda não se sabe qual ator irá interpretá-lo, porém, sabemos que o Príncipe Palhaço do Crime irá assassinar Jason Todd, participando ativamente da criação do Capuz Vermelho.

Como foi reportado aqui no site em dezembro, é possível que a motivação do Coringa e a criação do Capuz Vermelho se baseie em Batman: Arkham Knight. No jogo, o Coringa captura Jason e o tortura, manipulando para odiar o Batman, mostrando até mesmo fotos do novo Robin, Tim Drake, alegando que o herói o abandonou. O vilão forjou a morte do segundo Robin, e enviou uma fita para o Cavaleiro das Trevas, assassinando-o a sangue frio.

A terceira temporada de Titãs que está sendo produzida pela HBO Max e não tem data para estrear. Nenhum detalhe a mais da trama foi dado.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Coringa terá sua própria série de quadrinhos em 2021

The Joker se passará após os eventos de Joker War.


O maior vilão dos quadrinhos e da cultura pop, irá ganhar uma série mensal de quadrinhos pela DC Comics em 2021, explorando ainda mais o personagem e Punchline, uma das parceiras do Príncipe Palhaço do Crime que substituiu a Arlequina. A série mensal será ligada logo ao evento Joker War, onde o Coringa sofreu nas mãos de Bane e Arlequina. E claro, ele quer vingança.


Quer conhecer mais sobre o Coringa? Adquira o quadrinho de Jeff Lemire, Coringa: Um Sorriso de Matar. Para comprar, clique aqui!


Quando fui abordado pela DC sobre o conceito de um título mensal destacando o Coringa, pensei: ‘Como seria esse gibi?’”, disse Tynion“Estou animado para compartilhar esta história de forma que honre tudo o que um gibi do Coringa pode ser, embora seja de um ângulo emocionante e inesperado. Também estou entusiasmado em continuar trabalhando com Sam e Mirka para expandir a história da Punchline que começamos em novembro como um recurso de backup nesta nova série em andamento. Joker War foi apenas o começo do terror e do caos que estamos criando!”

A série irá explorar ainda mais a Punchline, uma personagem criada recentemente para os quadrinhos. Com certeza, será muito interessante expandir sua mitologia.

Confira abaixo as solicitações de capas para The Joker:

The Joker #1, escrita por James Tynion IV e Sam Johns;

Arte de Guillem March, Mirka Andolfo;

Capa de Guillem March;

Capa da variante do Coringa, por Frank Quitely;

Variante do Coringa 1:25, de Riccardo Federici;

Variante da Punchline de Francesco Mattina.

Confira a sinopse abaixo:

Sinopse: “Depois de um ataque impensável a Gotham City, o Príncipe Palhaço do Crime se tornou o homem mais procurado do mundo! O Coringa está fazendo o possível para ficar vários passos à frente da polícia no exterior, mas Jim Gordon, prestes a se aposentar, percebe que esta é a última caça ao homem de sua vida e jura rastrear o pior inimigo de Gotham, completando sua carreira histórica. Mas existem algumas forças misteriosas e mortais que também estão em busca do Coringa, e eles não vão deixar Gordon atrasá-los ou atrapalhar.

Na história de backup de Tynion IV, o co-escritor Sam Johns e a artista Mirka Andolfo, Alexis Kaye, também conhecida como Punchline, torna-se a mais nova residente da Penitenciária Blackgate, enquanto do lado de fora Harper Row retoma seu papel como Bluebird para evitar que seu irmão caia a influência de Punchline e sua marca sedutora de anarquia e caos.”

The Joker #1 tem data para 9 de março de 2021.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Fazer uma contribuição uma única vez

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Dia do Orgulho Nerd!

Caros nerds, chegou o nosso dia! O dia de comemorar o fato de sermos Nerds/Geeks.


Para quem não sabe, o dia 25 de Maio é conhecido como Dia do Orgulho Nerd, em homenagem ao lançamento do filme Star Wars IV (1977), e em homenagem ao Douglas Adams, autor de O Guia do Mochileiro das Galáxias (2001).

Bom, o que conhecemos hoje como Nerd, vem mudando ao longo dos anos.
O Nerd, era aquele cujo estereótipo era de “esquisitão”, “excluído”, “feio(a)”…
Mas com o passar dos anos, tal estereótipo, sobre o nerd, vem sido quebrado.

Na concepção mais atual, o nerd vem ganhando destaque, através do cinema, de HQ’s, e de games, por exemplo. Ser nerd, passa a ser algo mais “naturalizado”, por assim dizer, e passa-se a ser algo mais valorizado, encaixando-se, comumente, como parte da Cultura Pop.

Afim de homenagearmos todos os nerds que nos acompanham, nós do Critical Room separamos alguns filmes para vocês׃


  1. De Volta Para o Futuro

2. Coringa

3. Pantera Negra

4. Jogos Vorazes

5. O Exterminador do Futuro


Todos nós do Critical Room desejamos um feliz dia do Orgulho Nerd!

Oscar 2020: Confira os vencedores da 92° cerimônia do Oscar

Hoje aconteceu a 92° cerimônia do Oscar, ocorrida em Los Angeles, e reuniu os melhores do ano de 2019. Foi uma linda cerimônia, que contou com diversas atrações musicais e os mais renomados atores e atrizes para a apresentação.

A abertura de Chris Rock e Steve Martin soltou risadas em toda a platéia, que se entreteu ao longo do Oscar. Não só ambos, mas Kristen Wiig e Maya Rudolph fizeram muito bem suas interpretações no palco. O carisma imenso de Gal Gadot também esteve presente, junto de Brie Larson e Sigourney Weaver.

“Todas as mulheres são super-heroínas”, disse Weaver.

Um dos momentos mais fofos e que também gerou revolta na internet, foi Shia LaBeouf junto do ator Zack Gottshagen, que tem Síndrome de Down. A dupla atuou em The Peanut Butter Falcon, e apresentaram a categoria de Melhor Curta. LaBeouf, mesmo ajudando Zack a abrir o envelope, dando uma leve risada, anunciou o melhor vencedor da noite, cortando seu colega. Isso gerou tanta polêmica por parte dos internautas, principalmente os americanos.

Mas, a cerimônia de 2020 pode ficar marcada para sempre, com agradáveis surpresas no palco. Parasita leva 4 estatuetas para casa, deixando 1917 para trás com 3. Já Brad Pitt, levou seu primeiro prêmio com Era uma Vez em Hollywood.

Também, tivemos a terceira mulher a ganhar o Oscar de Melhor Trilha Sonora, batendo nomes de peso como John Williams, renomado compositor e Thomas Newman. Hildur Guđnadóttir, ganha mais um prêmio, após ser a primeira mulher a ganhar o BAFTA e o Globo de Ouro, sendo aplaudida de pé.

“Para as meninas, às mulheres, todas vocês por aí: nós precisamos ouvir a voz de vocês.”

Uma das maiores surpresas foi também as 10 indicações ao Oscar de O Irlandês, incluindo a de Melhor Filme, e não ter ganho em nenhuma categoria.

Porém o momento mais marcante, e com toda certeza emocionante, foi o discurso de Joaquin Phoenix, que venceu por Melhor Ator, fazendo o famoso vilão Coringa. Seu discurso emocionou muitos, o fazendo seu muito aplaudido após receber seu primeiro Oscar. O ator terminou o discurso, lembrando de seu irmão, River Phoenix, falecido em 1993 aos 23 anos.

Quando ele tinha 17 anos de idade, meu irmão escreveu uma música em que dizia ‘vá ao resgate com amor, e a paz o seguirá’.

Confira a lista dos vencedores abaixo:


 

Melhor Ator Coadjuvante

Vencedor: Brad Pitt (Era uma Vez em… Hollywood)

Indicados: Tom Hanks (Um lindo Dia na Vizinhança), Joe Pesci (O Irlandês), Al Pacino (O Irlandês) e Anthony Hopkins (Dois Papas)

Melhor Filme Animado

Vencedor: Toy Story 4

Indicados: Como Treinar Seu Dragão 3, Lost My Body, Klaus e Link Perdido

Melhor Curta Animado

Vencedor: Hair Love

Indicados: DCERA (Daughter), Kitbull, Memorable e Sister

Melhor Roteiro Original

Vencedor: Parasita

Indicados: 1917, História de um Casamento, Era uma Vez em… Hollywood e Entre Facas e Segredos

Melhor Roteiro Adaptado

Vencedor: Jojo Rabbit

Indicados: O Irlandês, Coringa, Adoráveis Mulheres e Dois Papas

Melhor Curta Metragem

Vencedor: The Neighbors’ Window

Indicados: Brotherhood, Nefta Football Club, Saria e A Sister

Melhor Design de Produção

Vencedor: Era um Vez em… Hollywood

Indicados: O Irlandês, Jojo Rabbit, Coringa e Adoráveis Mulheres

Melhor Figurino

Vencedor: Adoráveis Mulheres

Indicados: O Irlandês, Jojo Rabbit, Coringa e Era Uma Vez em… Hollywood

Melhor Documentário

Vencedor: American Factory

Indicados: The Cave, Democracia em Vertigem, For Sama e Honeyland

Melhor Documentário em Curta Metragem

Vencedor: Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)

Indicados: In The Absense, Life Overtakes Me, St. Louis Superman e Walk Run Cha-Cha

 

Melhor Atriz Coadjuvante

Vencedora: Laura Dern (História de Um Casamento)

Indicadas: Kathy Bates (O Caso Richard Jewell), Scarlett Johansson (Jojo Rabbit), Florence Pugh (Adoráveis Mulheres) e Margot Robbie (O Escândalo)

 

Melhor Edição de Som

Vencedor: Ford vs Ferrari

Indicados: 1917, Coringa, Era uma Vez em… Hollywood e Star Wars: A Ascensão Skywalker

 

Melhor Mixagem de Som

Vencedor: 1917

Indicados: Ad Astra, Ford vs Ferrari, Coringa e Era uma Vez em… Hollywood

 

Melhor Fotografia

Vencedor: 1917

Indicados: O Irlandês, Coringa ,O Farol, Era Uma Vez em… Hollywood

 

Melhor Montagem

Vencedor: Ford vs Ferrari

Indicados: O Irlandês, Jojo Rabbit , Coringa e Parasita

 

Melhores Efeitos Visuais

Vencedor: 1917

Indicados: Vingadores: Ultimato, O Irlandês, O Rei Leão, Star Wars: A Ascensão Skywalker

 

Melhor Maquiagem e Penteado

Vencedor: O Escândalo

Indicados: Coringa, Judy, Malévola – Dona do Mal e 1917

 

Melhor Filme Estrangeiro

Vencedor: Parasita (Coréia do Sul)

Indicados: Corpus Christi (Polônia), Honeyland (Macedônia do Norte), Os Miseráveis (Polônia) e Dor & Glória (Espanha)

 

Melhor Trilha Sonora Original

Vencedor: Coringa (Hildur Guđnadóttir)

Indicados: Adoráveis Mulheres (Alexandre Desplat), História de um Casamento (Randy Newman), 1917 (Thomas Newman) e Star Wars: A Ascensão Skywalker (John Williams)

 

Melhor Canção Original

Vencedor: Rocketman – “(I’m Gonna) Love Me Again”

Indicados: Toy Story 4 I Can’t Let You Throw Yourself Away”
Superação: O Milagre da Fé – “I’m Standing With You”
Frozen II – “Into The Unknown”
Harriet “Stand Up”

 

Melhor Diretor

Vencedor: Bong Joon-ho (Parasita)

Indicados: Quentin Tarantino (Era uma Vez em… Hollywood), Martin Scorsese (O Irlandês), Sam Mendes (1917) e Todd Phillips (Coringa)

 

Melhor Ator

Vencedor: Joaquin Phoenix (Coringa)

Indicados: Antonio Banderas (Dor & Glória), Leonardo DiCaprio (Era uma Vez em… Hollywood), Jonathan Pryce (Dois Papas) e Adam Driver (História de um Casamento)

 

Melhor Atriz

Vencedora: Renée Zellweger (Judy)

Indicadas: Saoirse Ronan (Adoráveis Mulheres), Cynthia Erivo (Harriet), Scarlett Johansson (História de um Casamento) e Charlize Theron (O Escândalo)

 

Melhor Filme

Vencedor: Parasita

Indicados: Ford vs Ferrari, O Irlandês, Jojo Rabbit, Coringa, Adoráveis Mulheres, História de um Casamento, 1917 e Era uma Vez em… Hollywood


Um ano de surpresas, acertos e decepções. O Oscar 2020 ficará marcado como uma das mais semblantes cerimônias de todos os tempos. Esperamos que mais cerimônias como esta, venham em outros anos.

Confira os vencedores do SAG Awards de 2020!

O SAG Awards aconteceu ontem (19), nos Estados Unidos, reunindo grandes atores, atrizes e diretores dos melhores filmes do ano. O prêmio do Sindicato de Atores de Hollywood é uma etapa a ser pensada antes do Oscar.

Parasita levou o grande prêmio da noite. Confira abaixo a lista dos vencedores e indicados.


Melhor Elenco de Filme

Vencedor: Parasita

Indicados: O Escândalo, O Irlandês (Martin Scorsese), Jojo Rabbit (Taika Waititi) e Era Uma Vez… em Hollywood (Quentin Tarantino)

Melhor Atriz

Vencedora: Renée Zellweger (Judy: Muito além do Arco-Íris)

Indicadas: Scarlet Johansson (História de um Casamento), Charlize Theron (O Escândalo), Cynthia Erivo (Harriet) e Lupita Nyong’o (Nós)

Melhor Ator

Vencedor: Joaquin Phoenix (Coringa)

Indicados: Christian Bale (Ford vs Ferrari), Leonardo Di Caprio (Era uma Vez… em Hollywood), Adam Driver (História de um Casamento) e Taron Egerton (Rocketman)

Melhor Atriz Coadjuvante

Vencedora: Laura Dern (História de um Casamento)

Indicadas: Scarlett Johansson (Jojo Rabbit), Nicole Kidman (O Escândalo), Margot Robbie (O Escândalo) e Jennifer Lopez (As Golpistas)

Melhor Ator Coadjuvante

Vencedor: Brad Pitt (Era uma Vez… em Hollywood)

Indicados: Joe Pesci (O Irlandês), Al Pacino (O Irlandês), Tom Hanks (Um Lindo Dia na Vizinhança) e Jamie Foxx (Luta por Justiça)

Melhor Elenco de Dublês em Filme

Vencedor: Vingadores: Ultimato

Indicados: Ford vs Ferrari, Coringa, O Irlandês e Era uma Vez em… Hollywood

Melhor Elenco de Série em Drama

Vencedor: The Crown

Indicados: Game of Thrones, Stranger Things, The Handmaid’s Tale e Big Little Lies

Melhor Atriz em Série de Drama

Vencedora: Jennifer Aniston (The Morningn Show)

Indicadas: Olivia Colman (The Crown), Helena Bonham Carter (The Crown), Jadie Comer (Killing Evie) e Elisabeth Moss (The Handmaid’s Tale)

Melhor Ator em Drama

Vencedor: Peter Dinklage (Game of Thrones)

Indicados: Steve Carrell (The Morning Show), Billy Crudup (The Morning Show), David Harbour (Strange Thing) e Sterling K. Brown (This is Us)

Melhor Elenco de Série de Comédia

Vencedora: The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon)

Indicadas: Barry (HBO), Fleabeg (BBC One), O Método Kominsky (Netflix) e Schitt’s Creek (CBC Television)

Melhor Atriz em Série de Comédia

Vencedora: Phoebe Waller-Bridge (Fleabeg)

Indicadas: Alex Borstein (The Marvelous Mrs. Maisel), Catherine O’Hara (Schitt’s Creek), Christina Applegate (Dead to Me) e Rachel Brosnahan (The Marvelous Mrs. Maisel)

Melhor Ator em Série de Comédia

Vencedor: Tony Shalhoub (The Marvelous Mrs. Maisel)

Indicados: Michael Douglas (O Método Kominsky), Bill Hader (Barry), Alan Arkin (O Método Kominsky) e Andrew Scott (Fleabeg)

Melhor Atriz em Minissérie ou Filme Para a TV

Vencedora: Michelle Williams (Fosse/Verdon)

Indicadas: Emily Watson (Chernobyl), Toni Collette (Unbelievable), Patricia Arquette (The Act) e Joey King (The Act)

Melhor Ator em Minissérie ou Filme Para a TV

Vencedor: Sam Rockwell (Fosse/Verdon)

Indicados: Russel Crowe (The Loudest Voice), Jared Harris (Chernobyl), Jharrel Jerome (Olhos que Condenam) e Mahershala Ali (True Detective)

Melhor Elenco de Dublês em Série de Comédia ou Drama

Vencedor: Games of Thrones (HBO)

Indicados: Watchmen (HBO), Glow (Netflix), Stranger Things (Netflix) e The Walking Dead (AMC/Fox Broadcosting Company)

Homenageado do Ano

Robert DeNiro


Com Joaquin Phoenix ganhando prêmio de melhor ator, muitos apostam no intérprete do Coringa.

Ao receber o prêmio, Phoenix elogiou os outros indicados e citou Heath Ledger, ator que interpretou o vilão em Batman: O Cavaleiro das Trevas.

“Realmente, estou sobre os ombros de meu ator favorito, Heath Ledger”.

Confira a lista de indicados ao Oscar de 2020

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas liberou a lista de indicados ao Oscar deste ano. A lista, que saiu pela manhã, traz vários atores, atrizes, diretores e filmes que muitos queriam e tinham certeza que se fariam presentes na lista. Confira abaixo todas as categorias:


Melhor Atriz Coadjuvante

Kathy Bates (O Caso Richard Jewell)
Laura Dern (História de Um Casamento)
Scarlett Johansson (Jojo Rabbit)
Florence Pugh (Adoráveis Mulheres)
Margot Robbie (O Escândalo)

Melhor Edição de Som

Ford V Ferrari
Joker
1917
Era uma vez em… Hollywood
Star Wars: A Ascensão Skywalker

Melhor Ator Coadjuvante

Tom Hanks (Um dia lindo na vizinhança)
Joe Pesci (O Irlandês)

Al Pacino (O Irlandês)
Anthony Hopkins (Dois Papas)
Brad Pitt (Era uma vez em… Hollywood)

Melhor Trilha Sonora Original

Coringa
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento
1917
Star Wars: A Ascensão Skywalker

Melhor Design de Produção

O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
Era um Vez em… Hollywood

Melhor Curta Metragem

Brotherhood
Nefta Football Club
The Neighbors’ Window
Saria
A Sister

Melhor Mixagem de Som

Ad Astra
Ford Vs Ferrari
Coringa
1917
Era uma Vez em… Hollywood

Melhor Filme Internacional

Corpus Christi (Polônia)
Honeyland (Macedônia do Norte)
Os Miseráveis (Polônia)
Dor & Glória (Espanha)
Parasita (Coréia do Sul)

Melhor Fotografia

O Irlandês
Coringa
O Farol
1917
Era Uma Vez em… Hollywood

Melhores Efeitos Visuais

Vingadores: Ultimato
O Irlandês
O Rei Leão
1917
Star Wars: A Ascensão Skywalker

Melhor Documentário em Curta Metragem

In The Absense
Life Overtakes Me
St. Louis Superman
Walk Run Cha-Cha

Melhor Roteiro Adaptado

O Irlandês
Coringa
Jojo Rabbit
Adoráveis Mulheres
Dois Papas

Melhor Roteiro Original

1917
História de um Casamento
Era uma vez em… Hollywood
Parasita
Entre Facas e Segredos

Melhor Ator

Antonio Banderas (Dor & Glória)
Joaquin Phoenix (Coringa)
Leonardo DiCaprio (Era uma vez em… Hollywood)
Jonathan Pryce (Dois Papas)
Adam Driver (História de um Casamento)

Melhor Diretor

Quentin Tarantino (Era uma vez em… Hollywood)
Bong Joon-ho (Parasita)
Martin Scorsese (O Irlandês)
Sam Mendes (1917)
Todd Phillips (Coringa)

Melhor Atriz

Saoirse Ronan (Adoráveis Mulheres)
Cynthia Erivo (Harriet)
Scarlett Johansson (História de um Casamento)
Renée Zellweger (Judy)
Charlize Theron (O Escândalo)

Melhor Filme Animado

Como Treinar Seu Dragão 3
Lost My Body
Klaus
Elo Perdido
Toy Story 4

Melhor Figurino

O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
Era Uma Vez em… Hollywood

Melhor Documentário

American Factory
Learning to Skateboard In a Warzone (If You’re A Girl)
The Cave
Democracia em Vertigem
For Sama
Honeyland

Melhor Maquiagem e Penteados

O Escândalo
Coringa
Judy
Malévola – Dona do Mal
1917

Melhor Curta Animado

DCERA (Daughter)
Hair Love
Kitbull
Memorable
Sister

Melhor Edição

Ford vs Ferrari
O Irlandês
JoJo Rabbit
Coringa
Parasita

Melhor Canção Original

Toy Story 4 I Can’t Let You Throw Yourself Away”
Rocketman – “(I’m Gonna) Love Me Again”
Superação: O Milagre da Fé – “I’m Standing With You”
Frozen II – “Into The Unknown”
Harriet“Stand Up”

Melhor Filme

Ford V Ferrari
O Irlandês
Jojo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
História de um casamento
1917
Era uma vez em… Hollywood
Parasita


Com 11 indicações, ‘Coringa’ lidera os indicados, sendo o maior filme de heróis e quadrinhos a levar mais indicações. ‘Batman O Cavaleiro das Trevas’ levou 8 e ‘Pantera Negra’ 7.

Logo atrás vem ‘Era uma vez em Hollywood’, ‘1917’ e ‘O Irlandês’, com 10 cada. Há uma surpresa tanbem entre os indicados. O documentário brasileiro ‘Democracia em Vertigem’, da diretora Petra Costa foi finalista e vai concorrer ao Oscar.

A cerimônia vai acontecer dia 9 de fevereiro em Los Angeles.

Aves de Rapina| Novo trailer cheio de ação dá mais detalhes da trama

Recentemente, A Warner Bros. divulgou o segundo trailer de Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa. Confira abaixo:

O trailer destaca ainda mais a equipe e como a Arlequina se “livrou” do Coringa. Além disso, temos o primeiro vislumbre de Roman Sionis como Máscara Negra e Victor Zsasz com suas marcas convencionais no corpo.

Sinopse: “Você já ouviu aquela música sobre um policial, uma cantora, uma psicopata e a princesa da música? Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa é um elemento distorcido narrado pela Harley, como ela poderia contar. Quando o mais terrível e narcisista vilão de Gotham, Roman Sionis, e seu braço direito, Zsasz, inicia um cassar uma jovem chamada Cass, a cidade é virada de cabeça para baixo em busca da garota. Os caminhos de Arlequina, Caçadora, Canário Negro e Renée Montoya se separam e o quarteto improvável não tem escolha a não ser um para derrubar romano”.

O filme estreia dia 6 de fevereiro nos cinemas.

Coringa ultrapassa a marca de US$ 900 milhões

O mais novo e aclamado filme da DC, ultrapassou a marca dos 900 milhões de dólares pelo mundo hoje.

O filme que é R-Rated, ou seja, proibido para menores de 18 anos nos EUA, tornou-se o maior a arrecadar mais em bilheterias. Aqui no Brasil ficou para 16 anos e Coreia do Sul para 21.

A produção que custou em torno de US$ 60 milhões, fora o marketing, pode gerar lucro de mais de US$ 500 milhões para a Warner, Village Roadshow e Bron Studios, que foram parceiros da empresa e têm 25% na participação do longa.

Coringa pode chegar a incrível marca de US$ 950 milhões, ou mesmo bater o bilhão. É o quarto maior filme da DC, ficando atrás de Aquaman, Batman o Cavaleiro das Trevas Ressurge e Batman o Cavaleiro das Trevas. E ainda pra completar, o filme não teve estreia na China, nem em 3D.

Coringa ainda está em exibição em todos os cinemas do Brasil.

Coringa quebra recorde de maior bilheteria de outubro nos EUA

Coringa acabou de estrear, mas já quebrou vários recordes de bilheteria. Já em seu primeiro final de semana, o filme fez US$ 93,5 milhões.

Além disso, Coringa arrecadou U$S 39,8 milhões e acabou quebrando o recorde de bilheteria na sexta feira de outubro, o filme está com US$ 234 milhões em sua bilheteria mundial.

Lembrando que a classificação indicativa em alguns países é para maiores de 18. No Brasil, maiores de 16 anos.

Coringa está em cartaz para todo o Brasil. Não perca!

Crítica: Coringa (2019)

O filme gira em torno de Arthur Fleck (Joaquin Phoenix) um comediante que trabalha numa agência de palhaços.

O protagonista enfrenta uma série de problemas como: problemas com o trabalho, problemas com a sociedade, problema com sua existência e problemas mentais.

O protagonista sofre de uma doença chamada “risada patológica” que faça com que ele ria conforme suas emoções dominassem.

Podem perceber que a risada de Phoenix se tornou algo tão bem trabalhado e tão natural durante o filme.

Joaquin Phoenix viveu a pele do personagem perfeitamente, literalmente caiu de cabeça nesse papel. Percebe-se que a atuação corporal dele também é algo impecável… o jeito de andar, seus comportamentos e até mesmo a tensão de seu físico magro é algo impressionante.

É um filme aonde não tem um herói pra impedir o vilão, não. É um filme onde o vilão faz o que quer do início ao fim, e nada e nem ninguém consegue fazê-lo parar.

O filme também tem um tom bem realístico e uma tensão bem mais séria, violenta e problemática.

Sinceramente é muito difícil pensar entre Phoenix e Ledger, pois os dois fizeram uma ótima atuação como Coringa. Por mais que o Coringa de Phoenix tenha um filme solo e mais explorado, e o do Ledger apenas apareceu em um filme solo do Batman. Ainda assim, Ledger deixou sua marca nesse papel.

O roteiro do filme pode até ter algo bem clichê, do tipo “um homem que sucumbe a loucura e tem o desejo de desafiar aqueles acima dele, inspirando todos com sua loucura”, mas é algo que funcionou bastante.

O filme surpreendeu de forma extraordinária. E também pode conter umas referências no roteiro.

O elenco do filme está de parabéns, suas atuações são intocáveis.

O elenco conta com Joaquin Phoenix (Arthur Fleck), Frances Conroy (Penny Fleck), Robert De Niro (Murray Franklin), Brett Cullen (Thomas Wayne), Dante Pereira-Olson (Bruce Wayne), Douglas Hodge (Alfred), Zazie Beetz (Sophie) e Marc Maron (Ted Marco).

A trilha do filme está perfeita também.

É bom ou não é?

O filme promete ser tudo que diz do início ao fim e eu não esperaria menos de Joaquin Phoenix.

O filme é bom com todas as letras do alfabeto.

Meu veredito para esse filme: 10/10.

Coringa| Joaquin Phoenix já é visto como o favorito do Óscar

Neste sábado (31), no festival de Veneza, o ator Joaquin Phoenix é parabenizado pela sua atuação impecável no papel de ‘Coringa’ e já é visto como o favorito do Óscar. Joaquin Phoenix está dando tudo de si para dar vida ao Palhaço Príncipe do Crime. Como foi visto nos trailers e fotos, o ator está vivendo a pele do personagem perfeitamente. Umas das coisas que os jornalistas de Veneza descreveu sobre sua atuação, foi: “digna de Óscar”.

“A gargalhada é o que emerge da figura de Arthur, por isso, eu pedia para que o Todd avaliasse bem como eu ria, para ver se funcionava, pois eu não podia fingir aquela gargalhada. Não há como um definir esse personagem.” – diz o ator

“Tudo o que eu queria era inviabilizar rótulos acerca dele. Não queria que um psiquiatra conseguisse decifrá-lo ao analisar seus modos” – explicou o ator

O diretor, Todd Phillips confirmou que esse filme têm alguns elementos que foi construído em outras obras.

“Fãs de quadrinhos costumam enxergar coisas no filme que nós sequer pensamos, mas, de fato, trouxemos elementos dos quadrinhos, como um pouco de ‘A piada mortal’ e muito do filme ‘O homem que ri’, de 1928”, disse Phillips ao Gshow.

“Esse filme é um estudo da falta de empatia no mundo em que vivemos”. – diz Phillips

Joaquin também revela sua liberdade para compreender mais o personagem do qual está vivenciando na trama.

“Há uma luz em Arthur. Tem uma música dentro dele. O que me interessou nesse trabalho foi poder explorar o personagem do meu jeito”. – diz o ator

O ator também diz que teve leituras sobre assassinos para melhor atuação do personagem.

“Dei uma lida em um livro sobre assassinos, o que me ajudou a encontrar uma personalidade para Arthur, com a liberdade de escapar das amarras”, diz Phoenix

‘Coringa’ será uns dos melhores filmes desse ano, sem sombra de dúvida. Deve-se lembrar que o filme terá uma censura para menores de 18 anos. Estreia dia 4 de outubro.

Análise sobre o trailer final de ‘Coringa’

O trailer final de ‘Coringa’ foi lançado no dia 29 de agosto. O trailer revela algumas cenas e frases interessantes.

Como alguns sabem, o diretor do filme, Todd Phillips confirmou que ‘Coringa’ será para um público mais velho e maduro, ou seja, será pra maiores de 18 anos.

Esse trailer revela o quão intenso e psicótico o filme promete ser, e isso é algo bastante satisfatório para os fãs da DC e do psicopata louco.

É nítido que o ator Joaquin Phoenix está dando sua total dedicação para dar vida ao personagem. Provavelmente, o público irá se sentir familiarizado com algumas referências no filme. Uma delas pode ser uma peque da história em quadrinho Piada Mortal, de Alan Moore.

Vale lembrar que esse filme não esta adaptando nenhuma HQ ou terá uma ligação com qualquer filme da DC. Será totalmente independente, e isso parece estar funcionando perfeitamente.

O elenco conta com Joaquin Phoenix (Arthur Fleck), Frances Conroy (Penny Fleck), Robert De Niro (Murray Franklin), Brett Cullen (Thomas Wayne), Dante Pereira-Olson (Bruce Wayne), Douglas Hodge (Alfred), Zazie Beetz (Sophie) e Marc Maron (Ted Marco).

Sinopse:Coringa, do diretor Todd Phillips, centra-se no icônico arqui-inimigo do Batman, e é uma história fictícia original e inédita, nunca vista nas telas. Phillips explora Arthur Fleck, retratado por Joaquin Phoenix, um homem lutando para encontrar o seu caminho na fraturada sociedade de Gotham. Trabalhando como palhaço de dia, ele sonha ser um comediante famoso nas noites… mas a piada sempre está nele. Preso entre uma existência cíclica entre apatia e crueldade, Arthur toma uma decisão ruim que provoca uma reação em cadeia de eventos neste ousado estudo de personagem.”

‘Coringa’ chega ao cinemas dia 4 de outubro.

Confira o trailer final de ‘Coringa’:

‘Coringa’ ganha classificação indicativa para maiores

Coringa chegará aos cinemas dia 4 de outubro deste ano, e o direitor Todd Phillips promete que esse filme não será aberto para todas as idades. É isso mesmo, ‘Coringa’ terá uma censura para menores de 18 anos.

O filme contará com cenas pesadas e bem diretas, como violência sangrenta forte, comportamento perturbador, linguagem ofensiva e breves imagens sexuais.

No dia 16 de junho, Phillips postou uma foto na qual Joaquin Phoenix está se olhando no espelho e passando maquiagem em seu rosto. Nela, Phillips, se desculpou pelo fato da Warner Bros. ter colada certas restrições sobre a classificação do filme, e isso fez com que ele pensasse que a maioria já sabia sobre a classificação.

Confira abaixo o comentário do cineasta:

“E a classificação da MPAA (Motion Picture Association of America)?”

“Será para maiores de 18. Tenho sido muito questionado sobre isso. Pensei que as pessoas sabiam, desculpe”. – concluiu, Phillips.

O elenco conta com Joaquin Phoenix (Arthur Fleck), Frances Conroy (Penny Fleck), Robert De Niro (Murray Franklin), Brett Cullen (Thomas Wayne), Dante Pereira-Olson (Bruce Wayne), Douglas Hodge (Alfred), Zazie Beetz (Sophie) e Marc Maron (Ted Marco).

Coringa chegará aos cinemas dia 4 de outubro, não perca.

Nova sinopse de ‘Coringa’ foi divulgada

O mais novo filme da DC está batendo a porta para sua estreia. Já com reações positivas, ‘Coringa’ ganha uma nova sinopse, detalhando um pouco o perfil de Arthur Fleck (Joaquin Phoenix). Confira abaixo:

Coringa, do diretor Todd Phillips, centra-se no icônico arqui-inimigo do Batman, e é uma história fictícia original e inédita, nunca vista nas telas. Phillips explora Arthur Fleck, retratado por Joaquin Phoenix, um homem lutando para encontrar o seu caminho na fraturada sociedade de Gotham. Trabalhando como palhaço de dia, ele sonha ser um comediante famoso nas noites… mas a piada sempre está nele. Preso entre uma existência cíclica entre apatia e crueldade, Arthur toma uma decisão ruim que provoca uma reação em cadeia de eventos neste ousado estudo de personagem.”

Antes mesmo de para os cinemas do mundo todo, o longa ainda será exibido no Festival de Veneza. A confirmação da organização já estabeleceu uma data. Dia 31 de agosto, às 19 horas (horário da Europa Central). O filme ganhou capa na revista italiana Il Venerdi di Repubblica.

O filme fará sua première no Festival de Toronto, que acontece nos dias 5 até 15 de setembro. Além do mais, já foi confirmado que terá 122 minutos (2 horas e 2 minutos).

A direção fica à cargo de Todd Phillips (Se Beber Não Case), o roteiro de Scott Silver (O Lutador) e a produção de Bradley Cooper.

O elenco conta com Joaquin Phoenix (Arthur Fleck), Frances Conroy (Penny Fleck), Robert De Niro (Murray Franklin), Brett Cullen (Thomas Wayne), Dante Pereira-Olson (Bruce Wayne), Douglas Hodge (Alfred), Zazie Beetz (Sophie) e Marc Maron (Ted Marco).

O filme estreia dia 4 de outubro. Confira o trailer: