Arquivo da tag: Cathy Yan

Aves de Rapina encerra suas exibições e gera prejuízo para a Warner Bros

Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa encerrou suas exibições nos cinemas mundias ainda ontem (18), mas causando prejuízo aos cofres da Warner Bros, assim como ocorreu em Liga da Justiça (2017).

O novo filme da DC Comics arrecadou pouco mais de US$ 199 milhões, com US$ 84 milhões na bilheteria doméstica e US$ 115 milhões pelo resto do mundo, mesmo com as críticas positivas em torno do filme. Para que não houvesse prejuízo para a empresa, o longa precisaria fazer US$ 250 milhões.

Nem o orçamento, relativamente baixo, que não passou dos US$ 90 milhões, foi capaz de salvar a Warner ter sido prejudicada em US$ 50 milhões. Vale lembrar que Aves de Rapina, por exemplo, não entrou em cartaz em alguns países asiáticos devido a ascensão da Novo Coronavírus (Covid-19), na China. Também ficou de fora de alguns países europeus, que suspenderam as sessões de cinema por conta da doença.

Para acelerar o processo por conta do Coronavírus, a Warner Bros antecipou a chegada do filme em formato digital, ficando para 24 de março.  A pré-venda nos Estados Unidos já começou.

 

Diretora de Aves de Rapina revela que recebeu conselho de Patty Jenkins

O mais novo filme da DC se aproxima, trazendo nas telonas novamente Margot Robbie como a Arlequina, comandando as Aves de Rapina. Em uma entrevista a Variety, Cathy Yan afirmou ter recebido conselho de Patty Jenkins, que dirigiu Mulher Maravilha (2017).

Cathy Yan, diretora de 33 anos, fez quatro filmes em toda sua carreira, sendo três deles curta-metragens. A diretora nasceu na China, mas viveu boa parte de sua vida nos Estados Unidos.

Questionada em como ela ficou sabendo da equipe feminina da DC, ela respondeu:

Peguei um café com Christina Hodson, a roteirista, um mês ou dois depois de Sundance. Nós nos demos muito bem. E foi ótimo ver alguém que tinha um histórico semelhante a mim trabalhando nesse nível. Foi a primeira vez que ouvi falar sobre o filme.

Muito surpresa com sua escolha para a direção e entusiasmada com isso, a diretora revelou a escolha de um novo visual pra Gotham, mais colorido, sendo a cara da Harley.

Eu sabia que queria criar um tipo diferente de Gotham, através dos olhos da Harley, que nunca tínhamos visto antes. Você sabe, a Gotham do Batman é muito parecida com as torres ousadas, altas e art déco – como o centro de Manhattan. Eu estava pensando que essa Gotham deveria se sentir diferente. É o mundo da Arlequina. É um pouco mais sucateado, e um pouco mais do bairro externo. Além disso, eu também queria ter certeza de que estava mais colorido e colorido. É corajoso, mas ao mesmo tempo, as pessoas estão se divertindo. As pessoas ainda não desistiram. Não é um mundo triste, onde nada funciona.

Ainda na entrevista, ela falou sobre como Patty Jenkins a motivou nessa processo.

Eu tive esse apoio institucional desde o início. Mas, ao mesmo tempo, todos os dias, lembro-me de estar muito preocupado, tipo, nunca tinha feito isso antes. Na verdade, chamei Patty Jenkins durante a preparação e fico tipo “O que estou fazendo?” Ela me disse: “Você precisa se lembrar que ninguém conhece esse filme tanto como você. É isso que faz de você o diretor.” E isso foi muito, muito útil.

Muito animada com sua produção, além de Mulher Maravilha 1984, Viúva Negra e Os Eternos serem dirigidos por mulheres, Yan acredita que as diretoras podem fazer uma grande escala no universo cinematográfico, para garantirem seu espaço em grandes produções.


A nova produção da DC teve reações positivas, descrito como bastante violento, cenas de ação incríveis e sendo um dos melhores filmes de heróis desde a Trilogia Nolan.

Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa chega dia 6 de fevereiro nos cinemas.

Confira o trailer final abaixo: