Arquivo da tag: Arlequina

Margot Robbie quer a Hera Venenosa e Arlequina juntas no cinema

Hera Venenosa é o par romântico da vilã na série animada.


A atriz que interpreta a Arlequina nos cinemas, Margot Robbie, revelou ao Den of Geek que está querendo ver a Hera Venenosa nos cinemas novamente. A atriz estar muito ansiosa para explorar um relacionamento entre Arlequina e Hera.

Anúncios

“Acredite em mim, eu falo com eles sobre isso o tempo todo. Eles devem estar cansados ​​de ouvir isso, mas eu digo, ‘Hera Venenosa, Hera Venenosa. Anda, vamos lá.’ Estou muito ansiosa para ver um relacionamento Harley-Hera na tela. Seria muito divertido. Então, vou continuar importunando-os. Não se preocupe”, falou Robbie.

As grandes parceiras do crime, que integraram as Sereias de Gotham, rivais das Aves de Rapina, são um casal nos quadrinhos e também na série animada da Arlequina. Anteriormente, ao Pride Source, a atriz comentou o desejo de ver nas telonas um relacionamento entre as duas personagens, utilizando os quadrinhos como base.

“Se você lê os quadrinhos, sabe que Hera e Harley têm um relacionamento íntimo. Em alguns quadrinhos, eles transmitem isso como uma amizade; em outros quadrinhos você pode ver que elas estão realmente envolvidas sexualmente como um casal. Tenho tentado e adoraria ter a Hera Venenosa lançada ao universo, porque a relação entre ela e Harley é um dos meus aspectos favoritos dos quadrinhos, então estou procurando explorar isso no cinema.”

A chance de os fãs verem a Hera Venenosa em O Esquadrão Suicida são mínimas, mas há possibilidades de que o novo projeto secreto de James Gunn e Margot Robbie possa explorar a Arlequina e a Hera Venenosa. Já com o lançamento de Aves de Rapina, não seria tão estranho vermos um possível filme solo da Arlequina, ou mesmo Sereias de Gotham.

O Esquadrão Suicida de James Gunn trará velhos membros da equipe de David Ayer, como ArlequinaCapitão Bumerangue, Rick Flag e a mandante Amanda Waller. O filme não terá tanta conexão com o Esquadrão Suicida (2016), e irá se aprofundar nos quadrinhos dos anos 80, de John Ostrander Kim Yale.

Com direção e roteiro por James Gunn, o elenco do longa conta com Margot Robbie (Arlequina)Viola Davis (Amanda Waller)Jai Courtney (Capitão Bumerangue)Joel Kinnaman (Rick Flag)Idris Elba (Bloodsport), John Cena (Pacificador), Peter Capaldi (Pensador), Nathan Fillion (TDK), Alice Braga (Solsoria), Daniela Melchior (Caça-Ratos II), Sean Gunn (Weasel), David Dastmalchian (Homem das Bolinhas), Michael Rooker (Savant), Flula Borg (Javelin), Pete Davidson (Blackguard) Sylvester Stallone (Tubarão-Rei) e Steve Agee .

A estreia está marcada para 6 de agosto de 2021.

Fique ligado no Critical Room para mais atualizações de O Esquadrão Suicida, seguindo nosso Instagram e se inscrevendo em nosso canal no YouTube.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Margot Robbie fala sobre a Arlequina em O Esquadrão Suicida

Atriz comenta sobre seu terceiro trabalho na personagem.


A intérprete da Arlequina nos filmes da DC, Margot Robbie, concedeu uma entrevista a revista Total Film, falando sobre seu papel em O Esquadrão Suicida de James Gunn. Até o momento, a atriz esteve sob três visões diferentes de diretores, mas com a mesma personagem. Robbie comentou sobre seu papel no novo longa da equipe.

Anúncios

“Uma das primeiras coisas que disse a James foi, ‘acho que Harley é um catalisador do caos…’ Ela não é necessariamente o seu centro narrativo, e às vezes é ótimo quando os pontos da trama podem repousar sobre os ombros de outros personagens, e ela pode ser a coisa que irrompe toda uma sequência de eventos. Isso é algo com que eu senti que ele concordou, com base no que eu estava lendo no roteiro”, falou a atriz.

Gunn já havia elogiado muito a atriz, e disse ter gostado de trabalhar com ela. Ao que parece, ambos estão em um projeto secreto para a Warner. Porém, este já é o terceiro diretor com quem Margot Robbie trabalha no papel da Arlequina. No Esquadrão Suicida de David Ayer, ela nos foi apresentada como uma vilã. Já em Aves de Rapina, ela se comporta como uma anti-heroína na visão de Cathy Yan. Agora, a personagem parece estar evoluindo para uma nova direção.

“[Em termos de] como ela mudou, é sempre interessante explorar quais características os diferentes diretores gravitam a partir da personagem… O denominador comum é o material de origem, que é o que eu sempre construí a personagem de qualquer maneira. Então ela evolui de maneiras diferentes sob a direção de pessoas diferentes.”

O Esquadrão Suicida de James Gunn trará velhos membros da equipe de David Ayer, como ArlequinaCapitão Bumerangue, Rick Flag e a mandante Amanda Waller. O filme não terá tanta conexão com o Esquadrão Suicida (2016), e irá se aprofundar nos quadrinhos dos anos 80, de John Ostrander Kim Yale.

Com direção e roteiro por James Gunn, o elenco do longa conta com Margot Robbie (Arlequina)Viola Davis (Amanda Waller)Jai Courtney (Capitão Bumerangue)Joel Kinnaman (Rick Flag)Idris Elba (Bloodsport), John Cena (Pacificador), Peter Capaldi (Pensador), Nathan Fillion (TDK), Alice Braga (Solsoria), Daniela Melchior (Caça-Ratos II), Sean Gunn (Weasel), David Dastmalchian (Homem das Bolinhas), Michael Rooker (Savant), Flula Borg (Javelin), Pete Davidson (Blackguard) Sylvester Stallone (Tubarão-Rei) e Steve Agee .

A estreia está marcada para 6 de agosto de 2021.

Fique ligado no Critical Room para mais atualizações de O Esquadrão Suicida, seguindo nosso Instagram e se inscrevendo em nosso canal no YouTube.


Aproveite

Ganhe desconto em diversas HQs e Mangás, e veja mais ofertas. Para comprar, clique aqui.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Morre Iara Riça, dubladora da Arlequina, aos 56 anos

A dubladora havia sofrido um aneurisma semana passada.


Após uma semana do anúncio do dublador Guilherme Briggs, de que Iara Riça estava em coma devido a um aneurisma, a dubladora não resistiu as complicações e faleceu. Sua morte foi confirmada por Briggs, sendo morte cerebral a causa.

Anúncios

Iara Riça havia se afastado da dublagem após ter tido um desentendimento quanto ao estúdio de Aves de Rapina, e foi demitida por sua voz não estar no tom desejado ainda no início de 2020. Ela dublava a Arlequina há mais de 20 anos, e foi a primeira dubladora a dar voz a personagem aqui no Brasil, desde o nascimento da personagem na série animada do Batman.

Iara Riça foi a voz em português da Florzinha em As Meninas SuperpoderosasTecna em O Clube das WinxJean Grey em X-Men Evolution e teve muitos outros trabalhos. Porém, sua voz foi eternizada na personagem Arlequina, a quem dublou no filme do Esquadrão Suicida, nos jogos Batman: Arkham Knight e OriginsInjustice 1 e 2 e outros, e em vários filmes e séries animadas, como a do Batman de Bruce Timm Batman e Arlequina: Pancadas e Risadas. Seu último trabalho com a personagem, oficialmente, foi no trailer oficial de Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa.

Desejamos nossas condolências à família da dubladora. Descanse em paz!

Anúncios

Iara Riça, dubladora oficial da Arlequina, está em coma após sofrer um aneurisma

Atriz havia se afastado da personagem em 2020.


A dubladora e atriz Iara Riça, de 56 anos, mais conhecida por dar voz a vilã Arlequina em diversas mídias e ser sua dubladora oficial, sofreu um aneurisma cerebral e está internada em estado grave. O dublador e amigo Guilherme Briggs informou sobre, pedindo oração.

Anúncios

Foi confirmado agora pela manhã que a dubladora Ana Lúcia Menezes faleceu, vítima de um AVC. A dubladora tinha 46 anos e era conhecida por dar voz a Ahsoka Tano nas animações de Star Wars, Sam em iCarly, voz da Peppa Pig e diversos outros trabalhos. Bia Menezes, filha da dubladora, publicou um texto homenageando a mãe.

Iara Riça havia tido um desentendimento quanto ao estúdio de dublagem de Aves de Rapina, e foi demitida por sua voz não estar no tom desejado ainda no início de 2020. Não demorou muito para a dubladora deixar sua personagem de lado e se afastar da dublagem. Ela dublava a Arlequina há mais de 20 anos, e foi a primeira dubladora a dar voz a personagem aqui no Brasil, desde o nascimento da personagem na série animada do Batman.

Iara Riça foi a voz em português da Florzinha em As Meninas Superpoderosas, Tecna em O Clube das Winx, Jean Grey em X-Men Evolution e teve muitos outros trabalhos. Porém, sua voz foi eternizada na personagem Arlequina, a quem dublou no filme do Esquadrão Suicida, nos jogos Batman: Arkham Knight e Origins, Injustice 1 e 2, e em vários filmes e séries animadas, como a do Batman de Bruce Timm e Batman e Arlequina: Pancadas e Risadas. Seu último trabalho com a personagem, oficialmente, foi no trailer oficial de Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa.

Desejamos melhoras a dubladora Iara Riça, e nossos sentimentos para a família de Ana Lúcia.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Fazer uma contribuição única

Fazer uma contribuição mensal

Fazer uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou digite um valor personalizado:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Review: Future State | Arlequina #2 (2021)

O Espantalho está de volta.


Na nova edição da minissérie da Arlequina no Future State, a trama de Harley ao lado de Jonathan Crane para trabalhar com o Magistrado continua, e dessa vez, vai além do esperado. Será mesmo que ela vai contribuir para o Magistrado, em vez de destruí-lo?

Anúncios

Stephanie Phillips continua mostrando sua visão para a Arlequina, explorando Gotham e seu submundo através dos olhos de um vilã. A capa pode enganar muito bem qualquer um, mostrando Máscara Negra segurando o Espantalho e com Harley no chão, mas não é bem assim que os eventos do quadrinho acontecem. É satisfatório ver que a personalidade de Roman Sionis em dominar Gotham não mudou nada, e que Crane está reutilizando velhos métodos, mas o final não é tão agradável.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A construção, é sem dúvidas, um dos pontos fortes da equipe criativa, com personalidades acertadas. Mas, mesmo que acerte em moldar os personagens, não leva um grande nêmese para frente, o Máscara Negra, mas abre um gancho para o Espantalho aparecer ainda mais vezes, na tentativa de agora neutralizar Arlequina. Isso não será tão possível pela minissérie finalizar nesta edição, e no geral, ter um decréscimo da primeira para a segunda edição.

Entre tantas e outras, a arte do quadrinho é um ponto positivo do qual gosto de destacar, mas ainda assim, mantenho-me a decepcionado sobre o visual um tanto infantil da Arlequina. Talvez Simone Di Meo possa melhorar em outras séries e fases do universo DC com um visual mais característico de Quinn. Já a coloração é outro ponto muito positivo, e merece bastante destaque. É realmente um acerto de Tamra Bonvillain, que remete muito sobre a paleta de cores de Aves de Rapina (2020). 

547d14bf04205e021cf7ddd942484525._SX1280_QL80_TTD_

Não muito satisfatório com seu final, a minissérie da Arlequina no Future State parece ter tido seu término, com uma trama que parecia ser incrível na primeira edição, virar uma total ineficiência na segunda. Phillips tem um futuro promissor no universo DC, e parece estar bem habituada com os grandes vilões da galeria do Batman. O Future State da Arlequina termina, mas não como o esperado, e abre possibilidades de haver uma continuação.

FS-Harley-Quinn-2


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Harley Quinn | A 3ª temporada da série animada estreia quando?

Série animada foi um dos destaque da AT&T Investor Day.


Com a revelação de novos projetos, e também das logos de filmes e séries já anunciados, a série animada da Arlequina também foi um dos destaques, já que foi renovada ainda no ano passado. Porém, mesmo com os anúncios tendo sido feitos, nenhuma data de estreia da terceira temporada foi revelada durante o Dia dos Investidores, mas, o co-criador da série revelou uma janela de lançamento.

Anúncios

Em entrevista ao Masters of None, Justin Halpern disse que a terceira temporada pode chegar entre o final deste ano e no início de 2022, e comentou que o processo de produção de uma animação demora. O elenco já está gravando suas falas.

Sinopse: “‘Harley Quinn’, baseado nos personagens da DC, foca em Arlequina, que finalmente terminou de uma vez por todas qualquer que fosse seu relacionamento com o Coringa, tentando criar uma reputação para si mesma como a Rainha do Crime de Gotham City. A série traz Arlequina, Hera Venenosa e um elenco gigante de heróis e vilões, novos e antigos, do Universo DC.”

A série animada estreou ainda em 2019, no DC Universe, que hoje é DC Universe Infinite, e fez um grande sucesso até então, explorando ainda mais a mitologia da famosa vilã do Batman. A segunda temporada estreou no dia 3 de abril de 2020.

O elenco conta com Kaley Cuoco (Arlequina)Lake Bell (Hera Venenosa)Alan Tudyk (Coringa)Diedrich Bader (Batman)Christopher Meloni (Jim Gordon)Tony Hale (Doutor Psycho)Rahul Kohli (Espantalho)Sanna Latham (Mulher Gato)Jason Alexander (Syd Borgman), Ron Funches (Tubarão Rei)Tom Kenny (Cara-de-Barro)J.B. Smoove (Planta da Ivy) e Wanda Skyes (Rainha das Fábulas).


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

DC Comics anuncia nova antologia focada em personagens LGBTQIA+

Quadrinho será lançado no mês do orgulho LGBTQIA+.


Nesta manhã, a DC Comics anunciou uma série de antologia nos quadrinhos, focando em seus personagens LGBTQIA+ para celebrar o mês do orgulho LGBT. Entre os personagens, estão Arlequina, Hera Venenosa, Alan Scott, Yara Flor e muitos outros, que farão participações na DC Pride #1. Confira todos os personagens e solicitações abaixo:

Anúncios
  •  Batwoman (Kate Kane) por James Tynion IV e Trung Le Nguyen
  • Hera Venenosa e Harley Quinn por Mariko Tamaki e Amy Reeder
  • Midnighter por Steve Orlando e Stephen Byrne
  • Flash of Earth-11 (Jess Chambers) por Danny Lore e Lisa Sterle
  • Lanterna Verde (Alan Scott) e Obsidian por Sam Johns e Klaus Janson
  • Aqualad (Jackson Hyde) por Andrew Wheeler e Luciano Vecchio
  • Dreamer por Nicole Maines e Rachel Stott
  • Renee Montoya por Vita Ayala e Skylar Patridge
  • Flautista por Sina Grace , Ro Stein e Ted Brandt

Com o lançamento previsto para junho, a DC também terá Crush & Lobo, minissérie derivada de Teen Titans Academy e Poison Ivy: Thorns, novas HQs da editora para 1° de junho.

A antologia ainda contará com elementos da DCTV, tendo em vista a heroína Dreamer, de Supergirl, primeira personagem trans da DC na CW. Ela terá sua primeira aparição nos quadrinhos após a série, com a atriz Nicole Maines estando junto da equipe criativa.

  • Capa variante de Batman #109 por Jen Bartel
  • Capa variante Crush & Lobo #1 por Yoshi Yoshitani
  • Capa variante DC Pride #1 por Jen Bartel
  • Capa variante Arlequina #4 por Kris Anka
  • Capa variante Asa Noturna #81 por Travis G. Moore
  • Capa variante Superman #32 por David Talaski
  • Capa variante Teen Titans Academy #4 por Stephen Byrne
  • Capa variante Moça-Maravilha #2 por Kevin Wada
  • Capa variante Mulher-Maravilha #774 por Paulina Ganucheau

Trazendo Constantine, Renee Montoya, Batwoman e muitos outros em sua primeira edição, DC Pride #1 chega às bancas americanas no dia 8 de junho.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

James Gunn e Margot Robbie podem estar envolvidos em novo projeto para a DC

Um filme da Arlequina vindo aí?


O diretor de O Esquadrão Suicida, James Gunn, pode estar envolvido em um novo projeto para a DC Comics, ao lado de Margot Robbie, intérprete da Arlequina. Respondendo a um fã, o diretor confirmou que houve uma conversa sobre um novo projeto, mas não sabe se ainda irá acontecer.

Anúncios

margots

“Margot e eu discutimos isso outro dia. Teremos que ver o que acontece!”.

O que isso significa?

Após o sucesso da personagem em Esquadrão Suicida (2016), apesar do filme ser abaixo, permitiu um novo olhar para a Arlequina, agora em Aves de Rapina, tentando deixar para trás sua história com o Coringa. Rumores chegaram a cogitar sobre uma possível sequência do filme, ou spin-offs, como Sereias de Gotham, ou projetos para a Canário Negro, e propriamente dito, para a Arlequina.

Seria interessante uma série, ou mesmo, um segundo filme das Aves de Rapina, com participação da anti-heroína. Na série, mesmo que tire os holofotes da série animada da Harley, pode ser um grande fator para explorar ainda mais a mitologia da personagem, assim como será com o Pacificador. Em uma possível sequência de Aves de Rapina, ou mesmo um projeto das Sereias de Gotham, – se levarmos Zoe Kravitz em consideração como Mulher-Gato – não seria estranho. Gunn já afirmou que ama a personagem Hera Venenosa, e quem sabe, futuramente, o cineasta possa trazê-la aos cinemas mais uma vez.

É improvável que Harley morra no novo filme do Esquadrão Suicida, e o diretor afirmou que Robbie é uma das melhores com quem ele já trabalhou. O futuro da Arlequina parece ser promissor, e agora nas mãos de James Gunn, a Warner Bros. pode dar luz verde a um novo projeto.

O Esquadrão Suicida de James Gunn trará velhos membros da equipe de David Ayer, como ArlequinaCapitão Bumerangue, Rick Flag e a mandante Amanda Waller. O filme não terá tanta conexão com o Esquadrão Suicida (2016), e irá se aprofundar nos quadrinhos dos anos 80, de Jon Ostrander Kim Yale.

Com direção e roteiro por James Gunn, o elenco do longa conta com Margot Robbie (Arlequina)Viola Davis (Amanda Waller)Jai Courtney (Capitão Bumerangue)Joel Kinnaman (Rick Flag)Idris Elba (Bloodsport), John Cena (Pacificador), Peter Capaldi (Pensador), Nathan Fillion (TDK), Alice Braga (Solsoria), Daniela Melchior (Caça-Ratos II), Sean Gunn (Weasel), David Dastmalchian (Homem das Bolinhas), Michael Rooker (Savant), Flula Borg (Javelin), Pete Davidson (Blackguard) e Steve Agee (Tubarão-Rei).

Detalhes da trama não foram divulgados. A estreia está marcada para 6 de agosto de 2021.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Review: Future State | Arlequina #1 (2021)

Vilã se torna “heroína na visão de Gotham”.


Arlequina é uma das personagens mais lucrativas do mundo geek, com certeza, e um sucesso entre o público feminino mais jovem, por conta de Esquadrão Suicida (2016), e depois em Aves de Rapina. Porém, mesmo com todo esse sucesso, a fama de badass no cinema, Harley ainda é uma personagem muito presente nos quadrinhos, e muitas vezes, ainda presa ao Coringa. Mas, agora, ela parece ter um novo rumo no Future State, e grandeza não é o que ela pensa.

Anúncios

Stephanie Phillips, escritora da primeira edição, tenta emoldurar uma vilã sem um norte, já que o Batman original foi supostamente morto nas mãos do Magistrado, uma força de alta segurança que combate qualquer mascarado que ver na rua. Mesmo não sendo uma mascarada, Harley usa seu traje para se divertir em Gotham, mas ela não parecia querer roubos, e sim, apenas diversão, ou só chamar a atenção do Magistrado. Ela é levada ao Asilo Arkham, – possivelmente, ou quem sabe uma outra prisão – e lá vê o Espantalho, no caso, sem a máscara e totalmente reabilitado, trabalhando como um psiquiatra em si. Talvez essa seja a pegada mais curiosa do quadrinho, pois Crane quase nunca tira sua máscara.

Eq-ruw6XYAAnG_7

Tudo bem, Crane reconhece os seus erros, vira aliado do Magistrado para limpar as ruas da cidade com muito mais eficiência que o Batman, e por aí vai. Porém, ele está ali com Harley para um único propósito, uma ajuda para capturar outros vilões mascarados. Além do Batman e seus outros aliados, a Arlequina conhecia muito bem cada um dos vilões, pois vivia nesse meio, e em troca da ajuda, receberia algumas boas compensações. São três alvos: Professor Pyg, Vagalume e o infame Máscara Negra, que ainda controlava sua gangue de máscaras. Ela conhece muito bem cada um, e preparou planos para deter os dois primeiros, na certeza que funcionasse. Agora, como no filme Aves de Rapina, Harley terá de enfrentar o Máscara Negra, atual status quo de Gotham.

Diferentemente dos visuais anteriores da personagem, este novo visual da vilã remete mais infantilidade do que amadurecimento. O cabelo repartido nas cores azul e rosa – clara referência aos cinemas – não é tão legal como nas pontas dos cabelos. A arte de Simone Di Meo, é claro, padronizada para o evento, com traços mais leves e fluidos, por assim dizer, no geral, é ótima, mas nada muito marcante. Porém, a personalidade aqui é um acerto. Ela é mais esperta do que aparenta pelo visual. Agora, referente ao visual do Crane – como Espantalho – e Máscara Negra, estão ótimos, e bem assustadores, por assim dizer. Quanto a paleta de cor, alterna muito bem entre o escuro e o colorido, ao estilo Aves de Rapina, no uso do azul e do lilás, igualmente ao filme. É um belo trabalho da colorista Tamra Bonvillain

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com uma equipe criativa de qualidade e um roteiro interessante, Arlequina #1 parece ser uma minissérie muito promissora no Future State, redefinindo alguns personagens e ela própria. A segunda edição que já foi lançada nos EUA, promete uma batalha árdua entre o Máscara Negra e a Arlequina, os mais novos rivais da cidade. Estou animado para ver os próximos capítulos da história.

Future_State_Harley_Quinn_Vol_1_1


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anual

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$15,00
R$100,00
R$5,00
R$15,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Harley Quinn é renovada para 3ª temporada

Série animada migra para o HBO Max.


A série animada da Arlequina, Harley Quinn, foi renovada para a terceira temporada, após tantos pedidos dos fãs. Porém, a série não será exibida no streaming DC Universe, mas sim pelo HBO Max (via Variety).

Anúncios

Ao mesmo tempo em que Harley Quinn é renovada, a DC confirma uma drástica mudança em sua plataforma de streaming. Antes, lar de produções como Titãs e Patrulha do Destino, o DC Universe será chamado de DC Universe Infinite, e abrigará uma gama de quadrinhos da editora, sendo este o foco do streaming. 

Séries como Titãs, Patrulha do Destino e Justiça Jovem, serão de produção do HBO Max, com presença de todas as temporadas no catálogo do streaming da WarnerMediaHarley Quinn se junta a estas séries, que também tem a primeira temporada de Stargirl servindo de companhia.

SinopseHarley Quinn’, baseado nos personagens da DC, foca em Arlequina, que finalmente terminou de uma vez por todas qualquer que fosse seu relacionamento com o Coringa, tentando criar uma reputação para si mesma como a Rainha do Crime de Gotham City. A série traz Arlequina, Hera Venenosa e um elenco gigante de heróis e vilões, novos e antigos, do Universo DC.

O elenco conta com Kaley Cuoco (Arlequina)Lake Bell (Hera Venenosa)Alan Tudyk (Coringa)Diedrich Bader (Batman)Christopher Meloni (Jim Gordon)Tony Hale (Doutor Psycho)Rahul Kohli (Espantalho)Sanna Latham (Mulher Gato)Jason Alexander (Syd Borgman), Ron Funches (Tubarão Rei)Tom Kenny (Cara-de-Barro)J.B. Smoove (Planta da Ivy) e Wanda Skyes (Rainha das Fábulas).

A terceira temporada não tem data para estrear.


Confira o último CR Origens do canal:

Anúncios

Esquadrão Suicida pode ganhar versão do diretor

Depois que o Snyder Cut de A Liga da Justiça foi confirmado e anunciado, o rumor de uma versão do diretor de Esquadrão suicida começou a surgir na internet.

Uma das personagens mais famosas do filme de 2016 foi a Arlequina.

O Diretor do filme David Ayer já tinha comentado o seu desejo de querer uma versão do diretor,e que muitas cenas foram cortadas do filme que foi para o cinema. E hoje no Twitter a AT&T, empresa dona da Time Warner, fez uma postagem deixando a possibilidade disso acontecer

Um usuário no twitter publicou uma imagem pedindo #ReleaseTheAyerCut e marcou a empresa. Então, a AT&T respondeu ao fã com uma imagem da Magia, com a legenda “tudo é possível, só é preciso um pouco de mágica”.


Mas enquanto não temos nada confirmado sobre essa versão, um novo filme do Esquadrão Suicida está sendo feito, dirigido por James Gunn (Guardiões da Galáxia), com data prevista pra 2021.

Arlequina| Série solo da personagem mata grande vilão do Batman

A estreia da segunda temporada de Harley Quinn inicia com a morte de outro grande vilão do Batman, provando que ninguém está livre ou seguro.

Atenção! O texto abaixo contém spoilers da segunda temporada de ‘Harley Quinn‘ que está sendo exibida nos Estados Unidos.


A estreia da segunda temporada de Arlequina mostra a personagem matando um importante membro da galeria de vilões do Batman. Embora mortes violentas não sejam incomuns na série animada, ainda é surpreendente que eles tenham terminado com um personagem tão notável quanto.

Sendo o primeiro desenho original criado para o serviço de streaming DC Universe, a primeira temporada foi um sucesso tanto para fãs quanto para críticos. A série animada apenas para adultos focou na Arlequina enquanto ela tentava levar a vida sozinha depois de deixar o Coringa (que também foi mostrado em Aves de Rapina) e se tornar um supervilã independente. Com a ajuda de sua nova melhor amiga Hera Venenosa e uma gangue de outros supervilões marginais, Harley superou o sexismo que reinava na Legião do Mal e se mostrou tão louca e perigosa quanto o Palhaço Príncipe do Crime.

O primeiro episódio, “New Gotham” abre três semanas após o final da primeira temporada, com a cidade de Gotham em total caos após a derrota do Coringa e a destruição de sua sede na torre. Com a cidade abandonada pelo governo dos Estados Unidos (como na história clássica Batman: Terra de Ninguém), os supervilões sobreviventes e suas gangues começaram a brigar por território e, finalmente, decidiram formar uma Liga da Injustiça para governar conjuntamente o que eles chamam de Nova Gotham. Isso não se encaixou bem com Harley – em parte porque ela prefere a anarquia, mas principalmente porque a Liga da Injustiça é o mesmo tipo de clube de garotos que a Legião do Mal e o resto dos vilões lhe proporcionaram – e isso culminou com a morte do vilão.

Quando Harley se recusou a jogar bola, ela foi congelada pelo Sr Frio e transformada em uma decoração para o novo e aprimorado salão de gelo do Pinguim. Felizmente, suas amigas conseguiram derreter o gelo durante a tentativa de resgate e Harley foi capaz de levar a luta até o Pinguim, mesmo com apenas o rosto e um braço livres. A brutal batalha que se seguiu começou com Harley mordendo o nariz do Pinguim e terminou com ela enfiando o bastão quebrado no pescoço dele e na nuca, algo que arrepiou até mesmo o Doctor Psycho (em tradução livre Doutor Psico).

Esta não é a primeira vez que a série mata um vilão notável. Coringa matou o Espantalho por incomodá-lo no final da primeira temporada e a maior parte da Legião do Mal morreu durante a destruição de sua sala, assim o Coringa ergueu seu novo posto na torre. Ainda assim, a morte violenta do Pinguim foi uma maneira surpreendente de começar a nova temporada, e com o resto da Liga da Injustiça governando Nova Gotham, é uma aposta segura que o Pinguim não será o último vilão do Batman a morrer.

Harley Quinn está sendo exibida no DC Universe nos EUA.

Acompanhe o Critical Room e fique por dentro de mais notícias.