Arquivo da categoria: San Diego Comic-Con

Notícias sobre a San Diego Comic-Con de 2020.

SDCC 21 | Série do Chucky ganha primeiro trailer

O Brinquedo Assassino aterroriza novamente.


O Syfy divulgou o primeiro trailer da série do Chucky, durante o painel especial sobre o show na San Diego Comic-Con. Confira:

Anúncios

Sinopse: “Depois de um clássico boneco Chucky aparece em uma venda de usados num bairro suburbano, uma idílica cidade dos Estados Unidos é jogada no caos após uma série de assassinatos terríveis exporem as hipocrisias e os segredos de seus habitantes. Enquanto isso, a chegada de inimigos – e de aliados – do passado de Chucky ameaça expor a verdade por trás das mortes, bem como as origens do boneco demoníaco.”

O roteiro da série foi escrito por Don Mancini, o criador da franquia, e David Kirschner e Nick Ancosta são produtores executivos da série. 

O elenco terá Brad Dourif, voz do ChuckyDevon Sawa, Zackary Arthur, Teo Briones, Bjorgvin Arnarson e Alyvia Alyn Lind. A série estreia no dia 12 de outubro.

Apoie o Critical Room no Apoia.se.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

SDCC 21 | Matt Ryan não será o Constantine na 7ª temporada de Legends of Tomorrow

Ator fará um novo personagem.


Foi revelado na San Diego Comic-Con que o Constantine não estará retornando para a sétima temporada de Legends of Tomorrow, apesar de Matt Ryan continuar na série. O ator comentou sobre durante o painel, que pode ser visto acima.

Anúncios

“Eu quero dizer que estou muito animado para isso. John é um personagem que, por toda a sua história nos quadrinhos e na TV, sempre esteve sozinho. Ele passa por uma história e por outra, mas nunca fica. Então o meu tempo como John chegou ao fim nesta série, mas estou animado para criar um novo papel com todo mundo deste elenco e equipe.

Os showrunners Phil Klemmer e Keto Shimizu revelaram alguns detalhes sobre o novo personagem. Seu nome será Gwyn Davies, descrito como “a última esperança das Lendas voltarem ao seu lugar no tempo“. Ele é um cientista galês excêntrico, que vive há 100 anos.

Na sexta e atual temporada, as Lendas irão lidar com aliens, que estão espalhados pela história, sendo como anacronismos. A equipe voltará em séculos anteriores para resolver os grandes problemas que os aliens estão fazendo, e consertar a história.

Ainda durante o painel, os showrunners confirmaram que a atriz Amy Pemberton, voz da Gideon na série, fará mais aparições como a forma humana da IA na sétima temporada.

O elenco também conta com Caity Lotz (Sara Lance), Matt Ryan (Constantine)Dominic Purcell (Mick Rory)Nick Zano (Nate Heywood)Tala Ashe (Zari Tomaz)Shayan Sobhian (Behrad)Jes Macallan (Ava Sharpe), Amy Pemberton (Gideon)Olivia Swann (Astra) e Adam Tsekhman (Gary).

Legends of Tomorrow retorna com ‘The Final Frame’ no dia 8 de agosto.

Apoie o Critical Room no Apoia.se.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

SDCC 21 | Sara e Ava tentam se casar em trailer final da 6ª temporada de Legends of Tomorrow

Segunda parte da temporada chega em agosto.


Durante o painel na San Diego Comic-Con @Home, o elenco de Legends of Tomorrow sendo comandado por Caity Lotz, e os produtores do show, revelaram o trailer final da série, preparando a segunda parte da sexta temporada. Veja:

Anúncios

Sara (Lotz) e Ava (Jes Macallan) estão se casando, após longa espera já preparada ainda no final da quinta temporada e o início da sexta. Porém, o vilão Bishop (Raffi Barsoumian) irá atrapalhar a cerimônia. Sara e Mick (Dominic Purcell) acreditaram que ele estava morto, mas não é bem o que parece.

Além disso, pode-se notar o retorno da guerreira alienígena Kayla (Aliyah O’Brien), que aparentemente havia sido morta na batalha contra Bishop.

Na sexta e atual temporada, as Lendas irão lidar com aliens, que estão espalhados pela história, sendo como anacronismos. A equipe voltará em séculos anteriores para resolver os grandes problemas que os aliens estão fazendo, e consertar a história.

O elenco também conta com Caity Lotz (Sara Lance), Matt Ryan (Constantine)Dominic Purcell (Mick Rory)Nick Zano (Nate Heywood)Tala Ashe (Zari Tomaz)Shayan Sobhian (Behrad)Jes Macallan (Ava Sharpe), Amy Pemberton (Gideon)Olivia Swann (Astra) e Adam Tsekhman (Gary).

Legends of Tomorrow retorna com ‘The Final Frame’ no dia 8 de agosto.

Apoie o Critical Room no Apoia.se.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

SDCC 21 | Trailer da 11ª temporada de The Walking Dead liberado

Trailer foi divulgado durante o painel na SDCC.


A espera está chegando ao fim. Hoje, durante o painel da Comic-Con@Home2021, o primeiro trailer da décima primeira temporada foi liberado. Veja o trailer abaixo a partir de 1:48.

Anúncios

Nele é possível ver os novos inimigos (Os Ceifadores), o retorno a comunidade de Alexandria e uma prévia da nova comunidade Commonwealth, apresentada no final da 10° temporada.

Também é importante notar que eles estão dispostos a entregar a tensão e o suspense que consagrou a série em seus primeiros anos, como disse a showrunner Angela Kang em entrevistas anteriores.

Com todos esses problemas indo de encontro aos sobreviventes, é importante notar que alguns conflitos terão que ficar de lado (será que veremos Maggie e Negan trabalhando juntos?!).

A nova temporada (e última) chegará dia 22 de agosto e será dividida em três partes, sendo finalizada apenas em 2022 com 8 episódios cada, conforme mencionado por Scott Gimple.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

cONTRIBUIRcONTRIBUIRcONTRIBUIR
Anúncios

SDCC 21 | Quadrinistas comentam sobre o evento Batman: Fear State

Espantalho será o grande perigo para Gotham.


Após ter sido anunciado pela DC, o novo evento que irá dominar os títulos ligados aos personagens de Gotham, Batman, Asa Noturna, entre outros, os principais escritores discutiram sobre o Fear State em um painel na San Diego Comic-Con deste ano. James Tynion IV, escritor do título do Batman e do Coringa em Infinite Frontier, provocou o grande plano do Espantalho.

Você pode conferir o painel na íntegra logo abaixo: 

Anúncios

“Por meio do medo, Gotham pode evoluir. Ele quer fazer com Gotham o que fez com Batman”, disse Tynion.

O quadrinista ainda disse que o Espantalho deverá abandonar o uso da toxina do medo, sua marca registrada. O próprio vilão produziu a toxina/gás como sua arma para explorar o medo em seus inimigos.

“Ele não usará uma gota de toxina do medo”, falou o escritor.

unnamed_29.0

Mariko Tamaki, escritora da Detective Comics, e que também esteve em Dark Detective no Future State, comentou sobre os planos de Simon Saint para o prefeito Nakano, e o começo do Magistrado na cidade. 

“Nakano e Bruce não são totalmente diferentes. Nakano está investido na justiça, mas em uma visão limitada dela.” 

Em Dark Detective e outros títulos relacionados ao universo do Batman em Future State, o Magistrado dominou Gotham e substituiu o GCPD como a força de segurança da cidade. Ao mesmo tempo, os pacificadores caçavam o Batman e demais vigilantes, que era criminosos sob os olhos da lei. Os títulos atuais de Infinite Frontier são como uma prequel para que os eventos de Future State não aconteçam.

O escritor do título da Mulher-Gato, Ram V, e Stephanie Phillips, que cuida do título mensal da Arlequina, também estiveram presentes e deixaram seus comentários sobre o perigo que estas personagens terão de enfrentar. O domínio do Espantalho não afeta apenas os heróis, mas todos os vilões de Gotham também, com o Mestre do Medo se tornando ainda mais perigoso que o próprio Coringa.

“Ela está chegando à conclusão de que não importa se ela é uma ladra, heroína ou algo entre […] as pessoas tendem a se machucar”, disse Ram V, que irá abordar as preocupações de solidão de Selina Kyle sem o Batman por perto.

Ao contrário disso, Phillips quer fazer com que a Arlequina seja uma nova personagem, provando a si mesma que é capaz de enfrentar este Estado de Medo.

“Ela está muito animada para provar a si mesma. Ela ainda pode fazer tudo certo, mas isso não significa que Gotham vai amá-la”, alertou Phillips.

Em seu título em Future State, a Arlequina teve se de aliar ao Espantalho para tentar fugir de um Asilo Arkham totalmente reformado e mais tecnológico. Agora não como Espantalho, mas como Jonathan Crane, ele deixou sua máscara e ficou ao lado do prefeito para capturar outros vilões como o Máscara Negra, tendo auxílio da própria Arlequina.

Tom Taylor, escritor de Asa Noturna, também esteve no painel, e comentou sobre o cachorro que Dick Grayson adotou e o nomeou de Bitewing.

IMG_1E20AB49FBC4_1

“Ninguém traria um cachorrinho para isso”, disse o quadrinista, que prometeu “algo genuinamente transformador” em Asa Noturna #81.

O prelúdio de Fear State começa em agosto, com o lançamento de alguns títulos do universo do Batman. Confira as informações do quadrinho principal.

Batman: Fear State Alpha #1
  • Escritor por James Tynion IV
  • Arte por Ricardo Federici
  • Capa de Ben Oliver
  • Capa variante de Dylan Teague

Sinopse: “O evento que durou mais de um ano começa. Fear State se instala em Gotham City, e ninguém está seguro! Oprimido pela ameaça dupla do Espantalho e do Pacificador-01, Batman e seus aliados estão um passo atrás desde os eventos de Infinite Frontier #0. E com a chegada de um misterioso anti-oráculo e o retorno de Hera Venenosa, Batman pode ter mais do que ele pode segurar! ”

Fear State: Alpha chega no dia 31 de agosto.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

SDCC 21 | Blade Runner: Black Lotus ganha trailer

Anime estreia no final deste ano.


Durante a San Diego Comic-Con @Home deste ano, a nova produção da Crunchyroll junto a Adult Swin, Blade Runner: Black Lotus, teve seu trailer divulgado. Veja:

Anúncios

A série animada contará 13 episódios de 30 minutos. A direção fica por conta de Shinji AramakiKenji Kamiyama. Shinichiro Watanabe é o produtor criativo.

Blade Runner: Black Lotus estreia no final do ano.

Apoie o Critical Room no Apoia.se.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

SDCC 21 | Confira os vencedores da 33ª edição do Eisner Awards

Superman faturou quatro prêmios.


Como é de costume em toda San Diego Comic-Con, acontece o Eisner Awards, premiação dos melhores quadrinhos, que inclui todas as editoras de quadrinhos, como a DC Comics, Marvel, Dark Horse, Image Comics e diversas outras que publicam suas bandas desenhadas. Em mais um ano, a premiação aconteceu de forma remota, já que o evento está sendo todo online por conta da pandemia do Coronavírus. 

Eisner Awards 2021 contou com a apresentação de Phil LaMarr, dublador do Lanterna Verde na série animada da Liga da Justiça, tendo a abertura da administradora do EisnerJackie Estrada, que também encerrou a cerimônia. O Eisner Awards premiou, em 33 categorias, quadrinhos publicados no ano de 2020 e contou com um total de seis juízes.

Confira a lista completa de indicados e vencedores:


Melhor História Curta

Vencedor:“When the Menopausal Carnival Comes to Town,” por Mimi Pond, em Menopause: A Comic Treatment (Graphic Medicine/Pennsylvania State University Press)

Indicados: Garden Boys de Henry McCausland, em Now #8 (Fantagraphics), I Needed the Discounts de Connor Willumsen (The New York Times), Parts of Us,” de Chan Chau, em Elements: Earth, A Comic Anthology by Creators of Color (Ascend Press), Rookie, por Greg Rucka e Eduardo Risso, em Detective Comics #1027 (DC), Soft Lead, de Chan Chau

Melhor Edição Única

Vencedor: Our Favorite Thing Is My Favorite Thing Is Monsterspor Emil Ferris (Fantagraphics)

Indicados: Coin-Op No. 8: Infatuationpor Peter e Maria Hoey (Coin-Op Books)The Freakpor Matt Lesniewski (AdHouse)Minotäarpor Lissa Treiman (Shortbox) e Sobekpor James Stokoe (Shortbox)

Melhor Série Contínua

Vencedor: Usagi Yojimbo, de Stan Sakai (IDW)

Indicados: Bitter Root, de David F. Walker, Chuck Brown, e Sanford Greene (Image), Daredevil, de Chip Zdarsky e Marco Checchetto (Marvel), The Department of Truth, por James Tynion IV e Martin Simmonds (Image), Gideon Falls, de Jeff Lemire and Andrea Sorrentino (Image) e Stillwater, por Chip Zdarsky e Ramón K Pérez (Image/Skybound)

Melhor Antologia

Vencedor: Menopause: A Comic Treatment, editada por MK Czerwiec (Graphic Medicine/Pennsylvania State University Press)

Indicados: Ex Mag, volumes 1–2, editada por Wren McDonald (PEOW), Guantanamo Voices: True Accounts from the World’s Most Infamous Prison, editada por Sarah Mirk (Abrams), Hey, Amateur! Go From Novice to Nailing It in 9 Panels, editada e com curadoria de Shelly Bond (IDW Black Crown), Los Angeles Times, editada por Sammy Harkham (NTWRK) e Now, editada por Eric Reynolds (Fantagraphics)

Melhor Edição Norte-Americana de Conteúdo Internacional

Vencedor: Goblin Girl, de Moa Romanova, tradução de Melissa Bowers (Fantagraphics)

Indicados: Altitude, de Olivier Bocquet e Jean-Marc Rochette, tradução de Edward Gauvin (SelfMadeHero), Gamayun Tales I: An Anthology of Modern Russian Folk Tales, de Alexander Utkin, tradução de Lada Morozova (Nobrow),Irena Books 2-3, de Jean-David Morvan, Severine Tréfouël, e David Evrard, tradução de Dan Christensen (Magnetic Press), When You Look Up, de Decur, tradução de Chloe Garcia Roberts (Enchanted Lion Books) e The Winter of the Cartoonist, de Paco Roca, tradução de Andrea Rosenberg (Fantagraphics)

Melhor Edição Norte-Americana de Conteúdo Asiático

Vencedor: Remina, de Junji Ito, tradução de Jocelyne Allen (VIZ Media)

Indicados: I Had That Same Dream Again, de Yoru Sumino e Idumi Kirihara, tradução de Beni Axia Conrad (Seven Seas), I Wish I Could Say “Thank You,” de Yukari Takinami, tradução de Yukari Takeuchi (Fanfare/Ponent Mon), A Journal Of My Father, de Jiro Taniguchi, tradução de Kumar Sivasubramanian (Fanfare/Ponent Mon), Ping Pong, vols. 1–2, de Taiyo Matsumoto, tradução de Michael Arias (VIZ Media) e Spy x Family, vols. 1–3, de Tatsuya Endo, tradução de Casey Loe (VIZ Media)

Melhor Roteirista

Vencedor: James Tynion IV, Something Is Killing the Children, Wynd (BOOM! Studios); Batman (DC); The Department of Truth (Image); Razorblades (Tiny Onion)

Indicados: Ed Brubaker, Pulp, Reckless (Image); Friday (Panel Syndicate), Matt Fraction, Superman’s Pal Jimmy Olsen (DC); Adventureman, November vols. 2–3, Sex Criminals (Image), Jonathan Hickman, Decorum (Image); Giant-Size X-Men, X-Men (Marvel), Jeff Lemire, Barbalien, Black Hammer, Colonel Weird: Cosmagog (Dark Horse); The Question: The Deaths of Vic Sage (DC Black Label); Family Tree, Gideon Falls (Image) e Chip Zdarsky, Stillwater (Image/Skybound), Daredevil, Fantastic Four/X-Men (Marvel)

Melhor Roteirista e Artista

Vencedor: Junji Ito, Remina, Venus in the Blind Spot (VIZ Media)

Indicados: Pascal Jousselin, Mister Invincible: Local Hero (Magnetic Press), Trung Le Nguyen, The Magic Fish (RH Graphic/RH Children’s Books), Craig Thompson, Ginseng Roots (Uncivilized), Adrian Tomine, The Loneliness of the Long-Distance Cartoonist (Drawn & Quarterly) e Gene Luen Yang, Dragon Hoops (First Second/Macmillan)

Melhor Artista ou Equipe de Artistas

Vencedores: Michael Allred, Bowie: Stardust, Rayguns & Moonage Daydreams (Insight Editions)

Indicados: Marco Chechetto, Daredevil (Marvel), Jorge Corona, Middlewest (Image), Bertrand Gatignol, Pistouvi (Magnetic Press), Mitch Gerads/Evan “Doc” Shaner, Strange Adventures (DC Black Label) e Sanford Greene, Bitter Root (Image)

Melhor Artista Digital

Vencedor: Anand RK/John Pearson, Blue in Green (Image)

Indicados: Benjamin Adam, Soon (Europe Comics), Alice Chemama, The Zolas (Europe Comics), Jared Cullum, Kodi (Top Shelf), Decur, When You Look Up (Enchanted Lion Books) e Antonio Lapone, Gentlemind (Europe Comics)

Melhor Artista de Capa

Vencedor: Peach Momoko, Buffy the Vampire Slayer #19, Mighty Morphin #2, Something Is Killing the Children #12, Power Rangers #1 (BOOM! Studios); DIE!namite, Vampirella (Dynamite); The Crow: Lethe (IDW); Marvel Variants (Marvel)

Indicados: Jamal Campbell, Mighty Morphin Power Rangers (BOOM! Studios); Far Sector (DC), Simone Di Meo, We Only Find Them When They’re Dead (BOOM! Studios), Mike Huddleston, Decorum (Image), Dave Johnson, Butcher of Paris (Dark Horse) e Ramón K. Pérez, Stillwater (Image/Skybound)

Melhor Colorista

Vencedor: Laura Allred, X-Ray Robot (Dark Horse); Bowie: Stardust, Rayguns & Moonage Daydreams (Insight Editions)

Indicados: Jean-Francois Beaulieu, Middlewest (Image), Gipi, One Story (Fantagraphics), Marte Gracia, Empyre, X of Swords (Marvel), Dave Stewart, Promethee 13:13 (comiXology); Black Hammer (Dark Horse); Gideon Falls (Image); Spider-Man #4-#5 (Marvel) e Matt Wilson, Undiscovered Country (Image)Fire Power (Image/Skybound); Thor (Marvel)

Melhor Letrista

Vencedor:Stan Sakai, Usagi Yojimbo (IDW)

Indicados: Mike Allred, Bowie: Stardust, Rayguns & Moonage Daydreams (Insight Editions), Deron Bennett, Bear, The Sacrifice of Darkness (Archaia); King of Nowhere, Something Is Killing the Children, We Only Find Them When They’re Dead (BOOM! Studios); Far Sector, Harley Quinn: Black + White + Red, Martian Manhunter (DC); Excellence (Image/Skybound); A Dark Interlude, Dark One, Relics of Youth, Resonant, Shadow Service, Vampire: The Masquerade: Winter’s Teeth (Vault); Ping Pong (VIZ Media), Aditya Bidikar, Barbalien: Red Planet, Grafity’s Wall Expanded Edition (Dark Horse); John Constantine, Hellblazer (DC); A Map to the Sun (First Second); The Department of Truth, Lost Soldiers (Image); Giga, The Picture of Everything Else (Vault), Clayton Cowles, Aquaman, Batman, Batman and the Outsiders, Strange Adventures, Superman: Man of Tomorrow, Superman’s Pal Jimmy Olsen (DC); Adventureman, Bitter Root, Bog Bodies, Die (Image); Reaver (Image/Skybound); Morbius, X Of Swords (Marvel) e Rus Wooton, Wonder Woman: Dead Earth (DC); Decorum, Monstress (Image); Die!Die!Die!, Fire Power, Oblivion Song, Outcast, Stillwater (Image/Skybound) 

Melhor Design de Publicação

Vencedores: The Loneliness of the Long-Distance Cartoonist, de Adrian Tomine e Tracy Huron (Drawn & Quarterly)

Indicados: Chasin’ the Bird: Charlie Parker in California deluxe edition, de David Chisholm e Tyler Boss (Z2 Comics), Dbury@50: The Complete Digital Doonesbury, por G.B. Trudeau, design de George Corsillo e Susan McCaslin (Andrews McMeel), J & K, de John Pham (Fantagraphics) e Original Art: The Dan Clowes Studio Edition, de Daniel Clowes (Fantagraphics)

Melhor HQ Digital

Vencedor: Friday, de Ed Brubaker e Marcos Martin (Panel Syndicate)

Indicados: Genius Animals? de Vali Chandrasekaran e Jun-Pierre Shiozawa, geniusanimals.net, Gentlemind, de Juan Díaz Canales, Teresa Valero, e Antonio Lapone (Europe Comics), Promethee 13:13, by Andy Diggle and Shawn Martinbrough (comiXology Originals/Delcourt), Olive, de Véro Cazot e Lucy Mazel (Europe Comics) e Soon, de Thomas Cadène e Benjamin Adam (Europe Comics)

Melhor Webcomic

Vencedor: Crisis Zone, de Simon Hanselmann

Indicados: BFF, de Clément C. Fabre, Joseph Saffiedine e Thomas Cadène, DPS! Only, de Vel, Isle of Elsi, de Alec Longstreth, The Kiss Bet, de Ingrid Ochoa e The Middle Age, de Steve Conley

Melhor Publicação Para Jovens Leitores

Vencedor: Our Little Kitchen, por Jillian Tamaki (Abrams Books for Young Readers)

Indicados: Bear, por Ben Queen e Joe Todd-Stanton (Archaia/BOOM!), Cat Kid Comic Club, de Dav Pilkey (Scholastic Graphix), Donut Feed the Squirrels, de Mika Song (RH Graphic/RH Children’s Books), Kodi, de Jared Cullum (Top Shelf) e Lift, por Minh Lê e Dan Santat (Little, Brown Young Readers)

Melhor Publicação Infantil

Vencedor: Superman Smashes the Klan, por Gene Luen Yang e Gurihiru (DC)

Indicados: Doodleville, por Chad Sell (Knopf/BFYR/RH Children’s Books), Go with the Flow, de Lily Williams e Karen Schneemann (First Second/Macmillan), Mister Invincible: Local Hero, por Pascal Jousselin (Magnetic Press), Snapdragon, de Kat Leyh (First Second/Macmillan) e Twins, de Varian Johnson e Shannon Wright (Scholastic Graphix)

Melhor Publicação Para Adolescentes

Vencedor: Dragon Hoops, de Gene Luen Yang (First Second/Macmillan)

Indicados: Check, Please! Book 2: Sticks & Scones, de Ngozi Ukazu (First Second/Macmillan), Displacement, por Kiku Hughes (First Second/Macmillan), Fights: One Boy’s Triumph Over Violence, de Joel Christian Gill (Oni Press), A Map to the Sun, por Sloane Leong (First Second/Macmillan) e When Stars are Scattered, por Victoria Jamieson e Omar Mohamed (Dial Books)

Melhor Publicação de Comédia

Vencedor: Superman’s Pal Jimmy Olsen, de Matt Fraction e Steve Lieber (DC)

Indicados: The Complete Fante Bukowski, de Noah Van Sciver (Fantagraphics), Department of Mind-Blowing Theories, por Tom Gauld (Drawn & Quarterly), FANGS, de Sarah Andersen (Andrews McMeel), Wendy, Master of Art, por Walter Scott (Drawn & Quarterly) e What If We Were . . ., por Axelle Lenoir (Top Shelf)

Melhor Adaptação de Outra Mídia

Vencedor: Superman Smashes the Klan, adaptado por Gene Luen Yang e Gurihiru (DC)

Indicados: Constitution Illustrated, de R. Sikoryak (Drawn & Quarterly), Parable of the Sower: The Graphic Novel Adaptation, por Octavia E. Butler, adaprado por Damian Duffy e John Jennings (Abrams), Sapiens: A Graphic History: The Birth of Mankind, volume 1, de Yuval Noah Harari, adaptado por David Vandermeulen e Daniel Casanave (Harper Perennial) e Slaughterhouse-Five, por Kurt Vonnegut, adaptado por Ryan North e Albert Monteys (Archaia/BOOM!)

Melhor Coleção de Arquivos: Tirinhas

Vencedor: The Flapper Queens: Women Cartoonists of the Jazz Age, editado por Trina Robbins (Fantagraphics)

Indicados: Gross Exaggerations: The Meshuga Comic Strips of Milt Gross, por Milt Gross, editado por Peter Maresca (Sunday Press/IDW), Krazy & Ignatz 1919-1921 by George Herriman, editado por RJ Casey (Fantagraphics), Little Debbie and the Second Coming of Elmo: Daily Comic Strips, August 1960–September 1961, por Cecil Jensen, editado por Frank Young (Labor of Love) e Pogo The Complete Syndicated Comic Strips: Volume 7: Pockets Full of Pie, de Walt Kelly, editado por Mark Evanier and Eric Reynolds (Fantagraphics)

Melhor Quadrinho Biográfico

Vencedor: The Loneliness of the Long-Distance Cartoonist, by Adrian Tomine (Drawn & Quarterly)

Indicados: Banned Book Club, by Kim Hyun Sook, Ryan Estrada, and Ko Hyung-Ju (Iron Circus), Dancing After TEN: A Graphic Memoir, by Vivian Chong and Georgia Webber (Fantagraphics), Ginseng Roots, by Craig Thompson (Uncivilized), I Don’t Know How to Give Birth! by Ayami Kazama, translated by Julie Goniwich (Yen Press) e When Stars Are Scattered, by Victoria Jamieson and Omar Mohamed (Dial Books)

Melhor Texto Jornalístico Relacionado a Quadrinhos

Vencedor: Women Write About Comics, editado por Nola Pfau e Wendy Browne

Indicados: Alter Ego, editado por Roy Thomas (TwoMorrows), Back Issue, editado por Michael Eury (TwoMorrows), The Comics Blog, de Michael Cavna e David Betancourt, The Comics Journal, editado por RJ Casey, Kristy Valenti e Gary Groth (Fantagraphics) e PanelxPanel magazine, editado por Hassan Otsmane-Elhaou

Melhor Livro Relacionado a Quadrinhos

Vencedor: Invisible Men: The Trailblazing Black Artists of Comic Books, de Ken Quattro (Yoe Books/IDW)

Indicados: American Daredevil: Comics, Communism, and the Battles of Lev Gleason, de Brett Dakin (Comic House/Lev Gleason), Ditko Shrugged: The Uncompromising Life of the Artist Behind Spider-Man and the Rise of Marvel Comics, de David Currie (Hermes Press), Drawing Fire: The Editorial Cartoons of Bill Mauldin, editado por Todd DePastino (Pritzker Military Museum & Library), The History of EC Comics, de Grant Geissman (TASCHEN) e Masters of British Comic Art, dey David Roach (2000AD)

Melhor Trabalho Acadêmico

Vencedor: The Content of Our Caricature: African American Comic Art and Political Belonging, de Rebecca Wanzo (New York University Press)

Indicados: Comic Art in Museums, editado por Kim A. Munson (University Press of Mississippi), Comic Studies: A Guidebook, editado por Charles Hatfield e Bart Beaty (Rutgers University Press), Webcomics, de Sean Kleefeld (Bloomsbury) e Who Understands Comics: Questioning the Universality of Visual Language Comprehension, de Neil Cohn (Bloomsbury)

Melhor Série Nova

Vencedor: Black Widow, de Kelly Thompson e Elena Casagrande (Marvel)

Indicados: Crossover, por Donny Cates e Geoff Shaw (Image), The Department of Truth, de James Tynion IV e Martin Simmonds (Image), Killadelphia, por Rodney Barnes e Jason Shawn Alexander (Image) e We Only Find Them When They’re Dead, por Al Ewing e Simone Di Meo (BOOM! Studios)

Melhor Minissérie

Vencedor: Superman’s Pal Jimmy Olsen, de Matt Fraction e Steve Lieber (DC)

Indicados: Barbalien: Red Planet, de Jeff Lemire, Tate Brombal, and Gabriel Hernandez Walta (Dark Horse), Decorum, por Jonathan Hickman e Mike Huddleston (Image), Far Sector, de N. K. Jemisin e Jamal Campbell (DC), Strange Adventures, por Tom King, Mitch Gerads e Evan “Doc” Shaner (DC Black Label) e We Live, por Inaki Miranda e Roy Miranda (AfterShock)

Melhor Trabalho Baseado em Fatos

Vencedor: Kent State: Four Dead in Ohio, por Derf Backderf (Abrams)

Indicados: Big Black: Stand at Attica, por Frank “Big Black” Smith, Jared Reinmuth, e Améziane (Archaia/BOOM!), Dragon Hoops, por Gene Luen Yang (First Second/Macmillan), Invisible Differences: A Story of Asperger’s, Adulting, and Living a Life in Full Color, de Mme Caroline e Julie Dachez, tradução de Edward Gauvin (Oni Press), Paying the Land, de Joe Sacco (Metropolitan/Henry Holt) e Year of the Rabbit, por Tian Veasna, tradução de Helge Dascher (Drawn & Quarterly)

Melhor Reimpressão de Álbum Gráfico

Vencedor: Seeds and Stems, de Simon Hanselmann (Fantagraphics)

Indicados: Black Hammer Library Edition, volume 2, por Jeff Lemire, Dean Ormstom, Emi Lenox e Rich Tommaso (Dark Horse), Criminal Deluxe Edition, volume 3, de Ed Brubaker e Sean Phillips (Image), Eight-Lane Runaways, por Henry McCausland (Fantagraphics), Fante Bukowski: The Complete Works, de Noah Van Sciver (Fantagraphics) e Herobear and the Kid: The Heritage, por Mike Kunkel (Astonish Factory)

Melhor Novo Álbum Gráfico

Vencedor: Pulp, de Ed Brubaker e Sean Phillips (Image)

Indicados: The Book Tour, de Andi Watson (Top Shelf), Dragman, por Steven Appleby (Metropolitan), Flake, de Matthew Dooley (Jonathan Cape), Labyrinth, de Ben Argon (Abrams) e Paul at Home, por Michel Rabagliati, traduzido por Helge Dascher e Rob Aspinall (Drawn & Quarterly)


Confira toda a cerimônia do Eisner Awards 2020, na San Diego Comic-Con:

Quer saber mais sobre o evento online? A San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 23 ao dia 25 de julho. Confira a programação.

Apoie o Critical Room no Apoia.se.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

SDCC 21 | Kevin Smith quer 2ª temporada de Mestres do Universo: Salvando Eternia

Série teve seu painel na Comic-Con deste ano.


Mestres do Universo: Salvando Eternia está dando o que falar na crítica, e ao que parece, o showrunner Kevin Smith está disposto a retornar para uma segunda temporada. Ele esteve reunido com Chris Wood (He-Man), Sarah Michelle Gellar (Teela), Tiffany Smith e Tony Todd, em um painel especial na San Diego Comic-Con @Home deste ano. Veja na íntegra acima.

Anúncios

“Vá assistir à série, nos encontre nas redes sociais, avise a Netflix sobre o que você achou porque, se pudermos, queremos continuar e tudo mais”, afirmou Smith. “Estou tentando não estragar nada em relação à Parte 2 [da 1ª temporada], mas vou dizer isto: todo o elenco retornará”, disse o cineasta e quadrinista.

Smith está muito animado em querer explorar este universo, e muito por ser um grande fã do He-Man. Com uma boa aclamação da crítica na primeira parte, a espera da Netflix é receber críticas positivas para uma possível renovação.

Sinopse: “A guerra por Eternia recomeça e pode ser a batalha final entre He-Man e o Esqueleto. Uma série de animação inovadora e cheia de ação que continua de onde os personagens icônicos pararam décadas atrás. Após a divisão do lar e dos Guardiões de Grayskull, caberá a Teela reunir os heróis para resolver o mistério da desaparecida Espada do Poder em uma corrida contra o tempo para prevenir o fim do universo.”

A série animada possui um elenco de voz vasto, com vários nomes conhecidos e que já interpretaram importantes personagens. Mark Hamill, a voz oficial do Coringa desde a série animada do Batman dos anos 90, será o Esqueleto, sendo acompanhado por Chris Wood de Supergirl como He-ManKevin Conroy, a voz oficial do Batman desde a série animada será o personagem Aquático, enquanto Susan Eisenberg, a dubladora da Mulher-Maravilha na série animada da Liga da Justiça será a Feiticeira. Já a voz oficial do Esqueleto, Alan Oppenheimmer, será o vilão Homem Musgo.

O elenco ainda conta com Sarah Michelle Gellar (Tila), Liam Cunningham (Mentor)Stephen Root (Pacato/Gato Guerreiro)Diedrich Bader (Rei Randor e Mandíbula), Griffin Newman (Gorpo)Henry Rollins (Triclope)Alicia Silverstone (Rainha Marlena)Justin Long (Roboto)Jason Mewes (Stinkor)Kevin Michael Richardson (Homem Fera).

Do criador Kevin Smith, que atuará como showrunner e produtor executivo, a série animada tem como roteiristas Eric CarrascoTim SheridanDiya Mishra e Marc Bernardin.

Mestre do Universo: Salvando Eternia já está disponível.

Fique ligado no Critical Room para mais atualizações sobre a Netflix, seguindo nosso Instagram e se inscrevendo em nosso canal no YouTube.

Apoie o Critical Room no Apoia.se.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

SDCC 21 | Star Trek: Lower Decks ganha trailer da 2ª temporada

Novo ano chega em agosto.


Durante a San Diego Comic-Con @Home, a Paramount+ divulgou o primeiro trailer da segunda temporada da série animada Star Trek: Lower Decks. Confira abaixo o trailer. Acima, você pode ver o painel na íntegra.

Anúncios

Sinopse: “A série é ambientada nos conveses inferiores da USS Cerritos (NCC-75567), uma “nave irrelevante na Frota Estelar”, no ano de 2380. O nome da nave vem de Cerritos, uma cidadezinha de 50 mil habitantes que é uma das várias que compõem a Grande Los Angeles.”

Criada por Mike McMahan, o elenco de voz conta comTawny Newsome, Jack Quaid, Noël Wells e Eugene Cordero.

Star Trek: Lower Decks chega no dia 12 de agosto na Paramount+.

Apoie o Critical Room no Apoia.se.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

cONTRIBUIRcONTRIBUIRcONTRIBUIR
Anúncios

SDCC21 | Confira a programação do evento

Evento será online e gratuito.


Em mais um ano, a San Diego Comic-Con adota a forma de ser um evento online, gratuito e desta vez, mais limitado. Anunciado em março que permaneceria online, os fãs poderão mais uma vez acompanhar as várias novidades sobre filmes, séries e quadrinhos.

Mas, mesmo que seja online, a organização do evento planejou uma outra edição final do ano, com público e capacidade limitada. Com a vacinação da COVID-19 se encaminhando para grande parte da população nos Estados Unidos, é muito possível que o evento realmente aconteça.

Neste ano, sem a Warner Bros. para apresentar seus filmes e da DC Films, e a confirmação que a Marvel Studios também ficou de fora, podemos esperar novidades da séries da DC Comics pela CW, um pouco mais do spin-off de Army of the Dead, planejado por Zack Snyder e Netflix, e o novo evento nos quadrinhos da DC, Fear State.

Com isso, separamos as principais atrações do evento, que teve seu início dia 21 de julho, mas que começará oficialmente amanhã (23) com diversas novidades. A programação já está ajustada no horário de Brasília.


23 de julho

14h – 15h – Painel da Paramount+ sobre o universo Star Trek nas animações;

14h – 15h – Heels: série terá painel com o criador Michael Waldron e estrelas, incluindo Stephen Amell;

15h – 16h – Painel da Amazon Prime Video;

16h – 17h – Mestres do Universo: Salvando Etérnia, com Kevin Smith e dubladores;

17h – 18h – Batman: Fear State: com Tom Naylor, Mariko Tamaki e outros quadrinistas para falarem sobre o evento Fear State;

19h – 20h Batman: O Longo Dia das Bruxas – Parte 2: Painel trará dubladores para comentarem sobre o filme e uma possível prévia;

20h – 21h – Trilogia Rua do Medo da Netflix: A diretora Leigh Janiak se une ao elenco e ao autor R.L. Stine para falar sobre os bastidores e a produção do longa. 

1151418

24 de julho

16h – 17h – Robert Kirkman: O escritor de The Walking Dead e Invencível responde perguntas dos fãs sobre a franquia TWD;

17h – 18h – Fear the Walking DeadScott M. Gimple se junta a showrunners e o elenco da série sobre a 7ª temporada;

18h – 19h –The Walking Dead: World Beyond: elenco e criadores da série derivada falam sobre a segunda e última temporada;

19h – 20h – O Último Mercenário: Jean-Claude Van Damme e o diretor David Charhon falam sobre o filme, que estreia em 30 de julho na Netflix;

21h – 22h – Lucifer: Tom Ellis e os produtores falam o que esperar da 6ª e última temporada de Lucifer. 

lucifer-season-5-lauren-german-tom-ellis-netflix-1597136705

25 de julho

16h – 17h – Legends of Tomorrow: produtores e elenco revelarão sneak peek da reta final da 6ª temporada;

16h – 17h – Novidades da Terra-Média: LOTR no Prime e mais: um painel que revisará as novidades e informações das produções de O Senhor dos Anéis, bem como a série da Amazon;

17h – 18h – DexterMichael C. Hall e os produtores da série se unem em um painel virtual, na promessa de um trailer;

18h – 19h –Army of Thieves: Zack Snyder, produtores e elenco do derivado de Army of the Dead, irão trazer novidades e clipes sobre o filme da Netflix;

18h – 19h – O Legado de Chucky: Don Mancini, criador da franquia, produtores da série e elenco revelarão primeiro trailer do show do Syfy.

the-one-ring-the-lord-of-the-rings


É esperado que os painéis sejam devidamente legendados, e com melhorias, já que o ano passado as legendas eram geradas automaticamente e somente pelo YouTube. Você pode conferir a programação completa no site oficial do evento.

Além disso, os vídeos serão disponibilizados no site do evento, e você poderá ver os painéis pelo site e pelo canal no YouTube da Comic-Con.

A San Diego Comic-Con iniciou ontem (21), com o primeiro painel do evento. Do dia 23 ao dia 25, os demais painéis estão previstos para começar às 14h. Os fãs poderão acompanhar as apresentações também em nosso site e demais mídias sociais, com a cobertura especial no site do Critical Room, trazendo as novidades do que aconteceu na San Diego Comic-Con de 2021, no domingo (26), fazendo um panorama geral.

San Diego Comic-Con @Home acontecerá do dia 23 ao dia 25 de julho.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

San Diego Comic-Con terá evento presencial em novembro

O evento terá edição especial em novembro.


No início do mês, a organização da Comic-Con anunciou que a San Diego Comic-Con, assim como a WonderCon deste ano, seriam virtuais e gratuitas, mas não descartaram a possibilidade de um evento limitado em novembro. Agora, o que foi cogitado pelos organizadores se tornará realidade nos dias 26 a 28 de novembro.

Anúncios

“Embora tenhamos conseguido mudar de encontros pessoais para eventos online limitados, a perda de receita teve um impacto agudo na organização, como aconteceu com muitas pequenas empresas, necessitando de horários de trabalho reduzidos e redução de salários para funcionários, entre outras questões”, disse o porta-voz da Comic-Con, David Glanzer, em um comunicado distribuído pela organização. “Esperamos que este evento reforce nossas reservas financeiras e marque um lento retorno a grandes encontros pessoais em 2022.”

Essa facilitação se dá graças ao plano de vacinação dos Estados Unidos contra a COVID-19, que já tem 140 milhões de doses aplicadas, com uma população passando dos 328 milhões e um total de 50 milhões de pessoas totalmente vacinadas. Mas, mesmo que a vacinação facilite, a Califórnia é o estado que possui mais infectados, preocupando os organizadores do evento sobre a situação local.

Apesar de já ter tido um anúncio da edição especial da SDCC de 2021, não foram divulgados detalhes sobre o preço dos ingressos e a capacidade máxima no centro de convenções. Não há maiores informações sobre as empresas que terão seus painéis na segunda parte do evento. 

Na sexta (26) e sábado (27) ocorreu a WonderCon@Home, de forma online e gratuita no canal oficial da organização. Você pode conferir nossa cobertura aqui no site, trazendo alguns painéis à tona.

Em 2020, aconteceu a Comic-Con@Home, de forma virtual, e com muita dificuldade. O Critical Room esteve presente e irá para o terceiro ano seguido de uma cobertura do evento, e expandirá, cobrindo pela primeira vez a WonderCon. Você pode conferir ao final, um resumo sobre os painéis que aconteceram em 2020. O evento é patrocinado pelo IGN.

A Comic-Con@Home de 2021 acontecerá de forma online e gratuita, entre os dias 23 e 25 de julho. Já a segunda parte do evento fica para 26, 27 e 28 de novembro. Fique ligado no Critical Room para mais atualizações dos eventos.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

San Diego Comic-Con continuará a ser virtual em 2021

Evento terá três dias de duração.


Assim como no ano passado, os organizadores da San Diego Comic-Con cancelaram o evento presencial, e decidiram manter virtual. A anúncio feito ontem (01) pegou alguns fãs de surpresa, mas que já tinham ciência de que o evento presencial não voltaria tão cedo. Embora a vacinação tenha começado nos Estados Unidos, o comunicado oficial diz que “julho ainda será muito cedo para realizar com segurança um evento presencial da magnitude da Comic-Con”. Leia na íntegra a nota oficial da Comic-Con.

Anúncios

Este será o segundo ano da celebração da Comic-Con @Home, e a decisão de manter como um evento virtual e gratuito, vem por conta da pandemia do coronavírus. No evento anterior, tudo aconteceu em cinco dias, como em vários outros, já no de 2021, o evento será em três dias. Os organizadores alegam que “os desafios do ano passado e os vários adiamentos de nossos dois maiores eventos nos deixaram com recursos financeiros limitados”. Apesar da pandemia, um evento em menor escala está sendo discutido pela organização para acontecer em novembro, durante três dias. 

A San Diego Comic Convention também teve de cancelar a WonderCon, seu outro evento que iria acontecer em Anaheim. Em seu lugar, será dado a Wonder Con@Home, no mesmo método da SDCC, e será realizado entre os dias 26 e 27 de março.

A nota ainda firma que quem adquiriu o crachá para o evento em 2021, poderá transferir para o evento de 2022, ou pedir o reembolso no site oficial da Comic-Con. O evento é patrocinado pelo IGN.

Em 2020, aconteceu a Comic-Con@Home, de forma virtual, e com muita dificuldade. O Critical Room esteve presente e irá para o terceiro ano seguido de uma cobertura do evento, e expandirá, cobrindo pela primeira vez a WonderCon. Você pode conferir ao final, um resumo sobre os painéis que aconteceram em 2020.

A Comic-Con@Home de 2021 acontecerá de forma online e gratuita, entre os dias 23 e 25 de julho. Já a WonderCon@Home acontece neste mês, no dia 26 e 27 de março. Fique ligado no Critical Room para mais atualizações dos eventos.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

SDCC20 | Encerramento do evento e veredito; confira como foi a San Diego Comic-Con 2020

Evento inova, mas com problemas.


San Diego Comic-Con @Home chegou ao seu fim no domingo (26), trazendo muitas novidades para as séries e quadrinhos. O evento que ocorreu de forma online, conseguiu se organizar de forma rápida para que, no ano em que completa 50 anos, a Comic-Con pudesse ocorrer. Sebastian, nosso apresentador, trouxe alguns dos destaques listados pela equipe do site, também comentando do que achou do evento. O vídeo pode ser conferido acima.

Com vídeos gravados e disponibilizados no site oficial do evento e canal do YouTube, a curadoria teve de se virar, para agradar o público de todo o mundo. Dessa vez, o evento seria gratuito e acessível à todos, mas apenas com legendas em inglês, dificultando aqueles que não entendem o idioma. Porém, a San Diego Comic-Con de 2020 foi muito bem proveitosa, trazendo diversidade nos quadrinhos e conseguindo firmar que ainda é um dos eventos mais importantes do mundo.

San Diego Comic-Con @Home aconteceu do dia 22 ao dia 26 de julho.

SDCC20 | Criador e elenco de The 100 discutem sobre o legado da série

Já chegando a seu fim pela CW, The 100 se fez presente em um painel na San Diego Comic-Con @Home deste ano. O criador e produtor executivo da série, Jason Rothenberg, se reuniu no painel com o elenco, relembrando o legado que a série vai deixar, e também celebrando o sucesso que se tornou por seis anos. Veja todo o painel na íntegra:

Alguns atores que já deixaram o elenco, deixaram suas mensagens, agradecendo os fãs, showrunners, elenco e toda a equipe criativa de The 100. Sarah Thompson, Chelsey Reist, Zach McGowan e Alycia Debnam-Carter são alguns dos vários atores que agradeceram.

“Eu estou aqui para dizer obrigada, do fundo do meu coração. Obrigada por todo o amor e apoio, não apenas para minha personagem, mas para mim. Algumas das coisas, algumas das pessoas que conheci neste processo… eu não tenho palavras, sou tão grata que você existem, e eu não poderia estar mais feliz por fazer parte disso. Obrigada e talvez a gente se encontre novamente”, disse Sarah Thompson, atriz que interpretou a personagem Josephine.

A segunda metade da sétima temporada estreia no dia 5 de agosto deste ano. A Warner Channel Brasil confirmou que o sétimo ano estreia em setembro.

San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho.

SDCC20 | Roteirista comenta sobre polêmicas de Homem de Aço

David S. Goyer foi o responsável pelo roteiro do retorno do Superman ao cinemas em Homem de Aço, filme que é amado por alguns e odiados por outros, principalmente pelas polêmicas em seu roteiro, envolvendo a questão do “Superman não mata“.

Essas questões foram trazidas à tona durante seu painel na San Diego Comic-Con. De acordo com Goyer, a ideia era fazer um Superman mais “humano e realista”, assim como foi feito na Trilogia Cavaleiro das Trevas (2005-2012), de Christopher Nolan. Porém, a questão do Homem do Amanhã ser um alienígena, dificultou esse processo de humanização, já que eles tinham de demonstrar o quanto o Superman foi importante na humanidade, ao mesmo tempo em que trabalhava as emoções do azulão.

O roteirista comentou sobre algumas cenas do filme. A primeira é quando Clark deixa seu pai morrer durante o tornado. A explicação oferecida por Goyer, é de que Clark era inexperiente e tinha medo de se revelar ao mundo.

 “As pessoas tem que lembrar que Clark devia ter uns 17 anos na época. Ele não havia sido testado e não conhecia a extensão de seus poderes. (…) E do outro lado ele tem seu pai em sua cabeça dizendo ‘você tem que tomar muito cuidado’“.

A outra cena discutida, foi a morte de Zod, já que como citei no início da matéria, o Superman não mata. Porém, Goyer voltou a afirmar que essa decisão só foi tomada, porque o herói ainda era inexperiente.

“Há uma regra de que o Superman não mata, mas essa é uma regra imposta em um mundo fictício. (…) Mas esse é um Superman imaturo que acabou de aprender a voar. (…) Ele não conhece a extensão de seus poderes e está lutando contra alguém que nunca iria parar.”

David S. Goyer também revelou que eles tinham uma ideia para não matar Zod, que seria colocar o vilão numa nave Kryptoniana e enviá-lo para o espaço, mas essa ideia iria parecer apenas uma “desculpa esfarrapada” para trazer Zod de volta em um futuro filme.

Confira todo o painel:

San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho. 

Quer saber mais sobre o evento online? A San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho.

Não deixe de conferir o especial no canal Critical Room.

SDCC20 | DC anuncia Endless Winter para final do ano

Os painéis da San Diego Comic-Con ainda estão acontecendo, e é claro, a DC Comics ganhou dois painéis específicos para falar sobre arcos nos quadrinhos que foram publicados recentemente. Mas, a novidade não esteve presente em algum painel sequer. 

Endless Winter será a nova saga para os quadrinhos da DC, que chegará após o término do grande arco Dark Night’s: Death Metal, escrito por Scott Snyder. O título, que em tradução livre significa “Inverno Sem Fim”, intriga muitos fãs, que já pensam quais os personagens que serão os protagonistas da HQ. 

Tendo em mente a capa e o nome, o quadrinho pode ser um arco de algum dos vilões que controlam o frio, como o Senhor Frio, inimigo do BatmanNevasca, Geada, Capitão Frio e alguns outros podem ser o protagonista do arco, ou ter uma aparição especial na HQ.

DC, planeja fazer um grande evento online, chamado DC FanDome, e muito provavelmente, Endless Winter pode receber alguma prévia de imagens ou uma sinopse da história. Nenhum detalhe sobre a HQ foi divulgado na San Diego Comic-Con @Home, além do título e sua capa.

Endless Winter tem previsão de lançamento para dezembro de 2020.

endlesswinter-1230479

San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho. 

SDCC20 | Confira os vencedores da 32ª edição do Eisner Awards

Como é de costume em toda San Diego Comic-Con, acontece o Eisner Awards, premiação dos melhores quadrinhos, que inclui todas as editoras de quadrinhos, como a DC Comics, Marvel, Dark Horse, Image Comics e diversas outras que publicam suas bandas desenhadas. Dessa vez, a premiação aconteceu de forma remota, já que o evento está sendo todo online por conta da pandemia do Coronavírus. 

O Eisner Awards 2020 contou com a apresentação de Phil LaMarr, dublador do Lanterna Verde na série animada da Liga da Justiça, tendo a abertura da administradora do Eisner, Jackie Estrada, que também encerrou a cerimônia. O Eisner Awards premiou, em 31 categorias, quadrinhos publicados no ano de 2019 e contou com um total de seis juízes.

Três quadrinistas brasileiros foram indicados, mas não ganharam o prêmio deste ano. Confira a lista completa de indicados e vencedores:


Melhor História Curta

Vencedor: Hot Comb, por Ebony Flowers (Drawn & Quarterly)

Indicados: How to Draw a Horse, por Emma Hunsinger (The New Yorker), The Menopause, por Mira Jacob (The Believer)Who Gets Called an ‘Unfit’ Mother, por Miriam Libick (The Nib) You’re Not Going to Believe What I’m About to Tell You, por Matthew Inman (The Oatmeal)

Melhor Edição Única

Vencedor: Our Favorite Thing Is My Favorite Thing Is Monsters, por Emil Ferris (Fantagraphics)

Indicados: Coin-Op No. 8: Infatuation, por Peter e Maria Hoey (Coin-Op Books), The Freak, por Matt Lesniewski (AdHouse), Minotäar, por Lissa Treiman (Shortbox) e Sobek, por James Stokoe (Shortbox)

Melhor Série Contínua

Vencedor: Bitter Root, por David Walker, Chuck Brown, e Sanford Greene (Image)

Indicados: Criminal, por Ed Brubaker e Sean Phillips (Image), Crowded, por Christopher Sebela, Ro Stein, e Ted Brandt (Image), Daredevil, por Chip Zdarsky e Marco Checchetto (Marvel), The Dreaming, por Simon Spurrier, Bilquis Evely (DC) e Immortal Hulk, por Al Ewing, Joe Bennett, e Ruy José (Marvel)

Melhor Antologia

Vencedor: Drawing Power: Women’s Stories of Sexual Violence, Harassment, and Survival, edited by Diane Noomin (Abrams)

Indicados: Kramer’s Ergot #10, edited by Sammy Harkham (Fantagraphics), The Nib #2–4, edited by Matt Bors (Nib)ABC of Typography, by David Rault (SelfMade Hero) e Baltic Comics Anthology š! #34-37, edited by David Schilter, Sanita Muižniece et al. (kuš!)

Melhor Edição Norte-Americana de Conteúdo Internacional

Vencedor: The House, de Paco Roca, tradução de Andrea Rosenberg (Fantagraphics)

Indicados: Diabolical Summer, DE Thierry Smolderen e Alexandre Clerisse, tradução de Edward Gauvin (IDW), Gramercy Park, de Timothée de Fombelle e Christian Cailleaux,tradução de Edward Gauvin (EuroComics/IDW), Maggy Garrisson, de Lewis Trondheim e Stéphane Oiry, tradução de Emma Wilson (SelfMadeHero), Stay, de Lewis Trondheim e Hubert Chevillard, tradução de Mike Kennedy (Magnetic Press) e Wrath of Fantômas, de Olivier Bocquet e Julie Rocheleau, tradução de Edward Gauvin (Titan)

Melhor Edição Norte-Americana de Conteúdo Asiático

Vencedores: Cats of the Louvre, de Taiyo Matsumoto, tradução de Michael Arias (VIZ Media) Witch Hat Atelier, de Kamome Shirahama, tradução de Stephen Kohler (Kodansha)

Indicados: BEASTARS, de Paru Itagaki, tradução de Tomo Kimura (VIZ Media), Grass, de Keum Suk Gendry-Kim, tradução de Janet Hong (Drawn & Quarterly)Magic Knight Rayearth 25th Anniversary Edition, de CLAMP, tradução de Melissa Tanaka (Kodansha) e The Poe Clan, de Moto Hagio, tradução de Rachel Thorn (Fantagraphics)

Melhor Roteirista

Vencedores: Mariko Tamaki, Harley Quinn: Breaking Glass (DC); Laura Dean Keeps Breaking Up with Me (First Second/Macmillan); Archie (Archie)

Indicados: Bobby Curnow, Ghost Tree (IDW), MK Reed e Greg MeansPenny Nichols (Top Shelf)Lewis Trondheim, Stay (Magnetic Press); MaggyGarrisson (SelfMadeHero), G. Willow Wilson, Invisible Kingdom (Berger Books/Dark Horse)Ms. Marvel (Marvel) e Chip ZdarskyWhite Trees (Image)Daredevil, Spider-Man: Life Story (Marvel)Afterlift (comiXology Originals)

Melhor Roteirista e Artista

Vencedor: Raina Telgemeier, Guts (Scholastic Graphix)

Indicados: Nina BunjevacBezimena (Fantagraphics), Mira JacobGood Talk (Random House); “The Menopause” in The Believer (June 1, 2019), Keum Suk Gendry-Kim, Grass (Drawn & Quarterly), James StokoeSobek (Shortbox) e Tillie Walden, Are You Listening? (First Second/Macmillan)

Melhor Artista ou Equipe de Artistas

Vencedores: Rosemary Valero-O’Connell, Laura Dean Keeps Breaking Up with Me (First Second/Macmillan)

Indicados: Ian BertramLittle Bird (Image), Colleen DoranSnow, Glass, Apples (Dark Horse), Bilquis EvelyThe Dreaming (DC), Simon GaneGhost Tree (IDW) e Steve PughHarley Quinn: Breaking Glass (DC)

Melhor Artista Digital

Vencedor: Christian Ward, Invisible Kingdom (Berger Books/Dark Horse)

Indicados: Didier Cassegrain, Black Water Lilies (Europe Comics), Alexandre Clarisse, Diabolical Summer (IDW), David Mack, Cover (DC), Léa Mazé, Elma, A Bear’s Life, vol. 1: The Great Journey(Europe Comics) e Julie Rocheleau, Wrath of Fantômas(Titan)

Melhor Artista de Capa

Vencedor: Emma Rios, Pretty Deadly (Image)

Indicados: Jen Bartel, Blackbird (Image Comics), Francesco Francavilla, Archie, Archie 1955, Archie Vs. Predator II, Cosmo (Archie), David Mack, American Gods, Fight Club 3 (Dark Horse); Cover (DC), Julian Totino Tedesco, Daredevil (Marvel) e Christian Ward, Machine Gun Wizards (Dark Horse), Invisible Kingdom(Berger Books/Dark Horse)

Melhor Colorista

Vencedores: Dave Stewart, Black Hammer,B.P.R.D.: The Devil You Know, Hellboy and the BPRD (Dark Horse); Gideon Falls (Image); Silver Surfer Black, Spider-Man(Marvel)

Indicados: Lorena Alvarez, Hicotea (Nobrow), Jean-Francois Beaulieu, Middlewest, Outpost Zero (Image), Matt Hollingsworth, Batman: Curse of the White Knight, Batman White Knight Presents Von Freeze (DC); Little Bird, November (Image) e Molly Mendoza, Skip (Nobrow)

Melhor Letrista

Vencedores: Stan Sakai, Usagi Yojimbo (IDW) e Tillie Walden, Are You Listening?(First Second/Macmillan)

Indicados: Deron Bennett, Batgirl, Green Arrow, Justice League, Martian Manhunter (DC); Canto (IDW); Assassin Nation, Excellence (Skybound/Image); To Drink and To Eat, vol. 1 (Lion Forge); Resonant (Vault), Jim Campbell, Black Badge, Coda (BOOM Studios); Giant Days, Lumberjanes: The Shape of Friendship (BOOM Box!); Rocko’s Modern Afterlife (KaBOOM!); At the End of Your Tether (Lion Forge); Blade Runner 2019 (Titan); Mall, The Plot, Wasted Space (Vault), Clayton Cowles, Aquaman, Batman, Batman and the Outsiders, Heroes in Crisis, Superman: Up in the Sky, Superman’s Pal Jimmy Olsen (DC); Bitter Root, Pretty Deadly, Moonstruck, Redlands, The Wicked + The Divine (Image); Reaver (Skybound/Image); Daredevil, Ghost-Spider, Silver Surfer Black, Superior Spider-Man, Venom (Marvel), Emilie Plateau, Colored: The Unsung Life of Claudette Colvin (Europe Comics)

Melhor Design de Publicação

Vencedores: Making Comics, Lynda Barry (Drawn & Quarterly) e Rusty Brown, Chris Ware (Pantheon)

Indicados: Grunt: The Art and Unpublished Comics of James Stokoe, Ethan Kimberling (Dark Horse), Krazy Kat: The Complete Color Sundays, by George Herriman, Anna-Tina Kessler (TASCHEN), Logo a Gogo, Rian Hughes (Korero Press) e Madness in Crowds: The Teeming Mind of Harrison Cady, Paul Kopple and Alex Bruce (Beehive Books)

Melhor HQ Digital

Vencedor: Afterlift, de Chip Zdarsky and Jason Loo (comiXology Originals)

Indicados: Black Water Lilies, de Michel Bussi, adaptado por Frédéric Duval e Didier Cassegrain, tradução de Edward Gauvin (Europe Comics), Colored: The Unsung Life of Claudette Colvin, de Tania de Montaigne, adaptado por Emilie Plateau, tradução de Montana Kane (Europe Comics), Elma, A Bear’s Life, vol. 1: The Great Journey, de Ingrid Chabbert e Léa Mazé, tradução de Jenny Aufiery (Europe Comics), Mare Internum, de Der-shing Helmer (comiXology; gumroad.com/l/MIPDF) e Tales from Behind the Window, de Edanur Kuntman, tradução de Cem Ulgen (Europe Comics)

Melhor Webcomic

Vencedor: Fried Rice Comic, de Erica Eng

Indicados: Chuckwagon at the End of the World, de ErikLundy, The Eyes, de Javi de Castro, Cabramatta, de Matt Huynh, reMIND, de Jason Brubaker e Third Shift Society, de Meredith Moriarty

Melhor Publicação Para Jovens Leitores

Vencedor: Comics: Easy as ABC, de Ivan Brunetti (TOON)

Indicados: Kitten Construction Company: A Bridge Too Fur, de John Patrick Green (First Second/Macmillan), The Pigeon HAS to Go to School! de Mo Willems (Hyperion Books), A Trip to the Top of the Volcano with Mouse, de Frank Viva (TOON), ¡Vamos! Let’s Go to the Market, de Raúl the Third (Versify/Houghton Mifflin Harcourt) e Who Wet My Pants? de Bob Shea and Zachariah Ohora (Little, Brown)

Melhor Publicação Infantil

Vencedor: Guts de Raina Telgemeier (Scholastic Graphix)

Indicados: Akissi: More Tales of Mischief, de Marguerite Abouet e Mathieu Sapin (Flying Eye/Nobrow), Dog Man: For Whom the Ball Rolls, de Dav Pilkey (Scholastic Graphix), New Kid, de Jerry Craft (Quill Tree/HarperCollins), This Was Our Pact, de Ryan Andrews (First Second/Macmillan) e The Wolf in Underpants, de Wilfrid Lupano, Mayana Itoïz, e Paul Cauuet (Graphic Universe/Lerner Publishing Group)

Melhor Publicação Para Adolescentes

Vencedor: Laura Dean Keeps Breaking Up with Me, by Mariko Tamaki and Rosemary Valero-O’Connell (First Second/Macmillan)

Indicados: Harley Quinn: Breaking Glass, by Mariko Tamaki and Steve Pugh (DC), Hot Comb, by Ebony Flowers (Drawn & Quarterly), Kiss Number 8, by Colleen AF Venable and Ellen T. Crenshaw (First Second/Macmillan) e Penny Nichols, by MK Reed, Greg Means, and Matt Wiegle (Top Shelf)

Melhor Publicação de Comédia

Vencedor: The Way of the Househusband, vol. 1, de Kousuke Oono, Drzka (VIZ Media)

Indicados: Anatomy of Authors, de Dave Kellett (SheldonComics.com), Death Wins a Goldfish, de Brian Rea (Chronicle Books), Minotäar, de Lissa Treiman (Shortbox), Sobek, de James Stokoe (Shortbox) e Wondermark: Friends You Can Ride On, de David Malki (Wondermark)

Melhor Adaptação de Outra Mídia

Vencedor: Snow, Glass, Apples, de Neil Gaiman e Colleen Doran (Dark Horse Books)

Indicados: Giraffes on Horseback Salad: Salvador Dali, the Marx Brothers, and the Strangest Movie Never Made, de Josh Frank, Tim Hedecker, e Manuela Pertega (Quirk Books), The Giver, by Lois Lowry and P. Craig Russell, (HMH Books for Young Readers), The Handmaid’s Tale: The Graphic Novel, de Margaret Atwood, (Nan A. Talese), HP Lovecraft’s At the Mountains of Madness, vols. 1–2, adaptado por Gou Tanabe (Dark Horse Manga) e The Seventh Voyage, de Stanislaw Lem, adaptado por Jon Muth (Scholastic Graphix)

Melhor Coleção de Arquivos: Tirinhas

Vencedor: Krazy Kat: The Complete Color Sundays, de George Herriman, editado por Alexander Braun (TASCHEN)

Indicados: Cham: The Best Comic Strips and Graphic Novelettes, 1839–1862, de David Kunzle (University Press of Mississippi), Ed Leffingwell’s Little Joe, by Harold Gray, editado por Peter Maresca and Sammy Harkham (Sunday Press Books), The George Herriman Library: Krazy & Ignatz 1916–1918, editado por R.J. Casey (Fantagraphics), Madness in Crowds: The Teeming Mind of Harrison Cady, de Violet and Denis Kitchen (Beehive Books) e Pogo, Vol. 6: Clean as a Weasel, de Walt Kelly, editado por Mark Evanier ed Eric Reynolds (Fantagraphics)

Melhor Coleção de Arquivos: Livros

Vencedor: Stan Sakai’s Usagi Yojimbo: The Complete Grasscutter Artist Select, de Stan Sakai, editado por Scott Dunbier (IDW)

Indicados: That Miyoko Asagaya Feeling, de Shinichi Abe, tradução de Ryan Holmberg, editado por Mitsuhiro Asakawa (Black Hook Press), Alay-Oop,de William Gropper (New York Review Comics), The Complete Crepax, vol. 5: American Stories, editado por Kristy Valenti (Fantagraphics), Jack Kirby’s Dingbat Love, edited by John Morrow (TwoMorrows) e Moonshadow: The Definitive Edition, de J. M. DeMatteis, Jon J Muth, George Pratt, Kent Williams, e outros (Dark Horse Books)

Melhor Texto Jornalístico Relacionado a Quadrinhos

Vencedor: Women Write About Comics, editado por Nola Pfau e Wendy Browne

Indicados: Comic Riffs blog, de Michael Cavna e David Betancourt, The Comics Journal, editado por Gary Groth, RJ Casey, e Kristy Valenti (Fantagraphics), Hogan’s Alley, editado por Tom Heintjes (Hogan’s Alley), Inks: The Journal of the Comics Studies Society, editado por Qiana Whitted (Ohio State University Press) e LAAB Magazine, vol. 4: This Was Your Life, editado por Ronald Wimberly and Josh O’Neill (Beehive Books)

Melhor Livro Relacionado a Quadrinhos

Vencedor: Making Comics, de Lynda Barry (Drawn & Quarterly)

Indicados: The Art of Nothing: 25 Years of Mutts and the Art of Patrick McDonnell (Abrams), The Book of Weirdo, de Jon B. Cooke (Last Gasp), Grunt: The Art and Unpublished Comics of James Stokoe (Dark Horse) e Logo a Gogo: Branding Pop Culture, de Rian Hughes (Korero Press)

Melhor Trabalho Acadêmico

Vencedor: EC Comics: Race, Shock, and Social Protest, de Qiana Whitted (Rutgers University Press)

Indicados: The Art of Pere Joan: Space, Landscape, and Comics Form, de Benjamin Fraser (University of Texas Press), The Comics of Rutu Modan: War, Love, and Secrets, de Kevin Haworth (University Press of Mississippi), The Peanuts Papers: Writers and Cartoonists on Charlie Brown, Snoopy & the Gang, and the Meaning of Life, editado por Andrew Blauner (Library of America), Producing Mass Entertainment: The Serial Life of the Yellow Kid, de Christina Meyer (Ohio State University Press) e Women’s Manga in Asia and Beyond: Uniting Different Cultures and Identities, editado por Fusami Ogi et al. (Palgrave Macmillan)

Melhor Série Nova

Vencedor: Invisible Kingdom, de G. Willow Wilson e Christian Ward (Berger Books/Dark Horse)

Indicados: Doctor Doom, de Christopher Cantwell e Salvador Larocca (Marvel), Once & Future, de Kieron Gillen e Dan Mora (BOOM! Studios), Something Is Killing the Children, de James Tynion IV e Werther Dell’Edera (BOOM! Studios) e Undiscovered Country, de Scott Snyder, Charles Soule, Giuseppe Camuncoli, e Daniele Orlandini (Image)

Melhor Minissérie

Vencedor: Little Bird de Darcy Van Poelgeest e Ian Bertram (Image)

Indicados: Ascender, de Jeff Lemire e Dustin Nguyen (Image), Ghost Tree, de Bobby Curnow e Simon Gane (IDW), Naomi de Brian Michael Bendis, David Walker, e Jamal Campbell (DC) e Sentient, de Jeff Lemire e Gabriel Walta (TKO)

Melhor Trabalho Baseado em Fatos

Vencedor: They Called Us Enemy, por George Takei, Justin Eisinger, Steven Scott, e Harmony Becker (Top Shelf)

Indicados: Good Talk: A Memoir in Conversations, por  Mira Jacob (One World/Random House), Grass, por  Keum Suk Gendry-Kim (Drawn & Quarterly), Kid Gloves: Nine Months of Careful Chaos, por Lucy Knisley (First Second/Macmillan), Moonbound: Apollo 11 and the Dream of Spaceflight, por Jonathan Fetter-Vorm (Hill & Wang) e My Solo Exchange Diary, vol. 2 por Nagata Kabi (Seven Seas)

Melhor Reimpressão de Álbum Gráfico

Vencedor: LaGuardia, por Nnedi Okorafor and Tana Ford (Berger Books/Dark Horse)

Indicados: Bad Weekend de Ed Brubaker e Sean Phillips (Image), Clyde Fans, de Seth (Drawn & Quarterly), Cover, vol. 1, por Brian Michael Bendis e David Mack (DC/Jinxworld), Glenn Ganges: The River at Night, por Kevin Huizenga (Drawn & Quarterly) e Rusty Brown, por Chris Ware (Pantheon)

Melhor Novo Álbum Gráfico

Vencedor: Are You Listening?, por Tillie Walden (First Second/Macmillan)

Indicados: Bezimena, por Nina Bunjevac (Fantagraphics), BTTM FDRS, por Ezra Claytan Daniels and Ben Passmore (Fantagraphics), Life on the Moon, por Robert Grossman (Yoe Books/IDW), New World, por David Jesus Vignolli (Archaia/BOOM!) e Reincarnation Stories, por Kim Deitch (Fantagraphics)


Confira toda a cerimônia do Eisner Awards 2020, na San Diego Comic-Con:

Quer saber mais sobre o evento online? A San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho. Confira o especial no canal Critical Room.

 

SDCC 2020 | O Príncipe Dragão é renovada para até sete temporadas

Em um painel na San Diego Comic-Con, a Netflix revelou que renovou a animação até a sétima temporada. O terceira temporda foi lançada em 2019, e está disponível no catálogo do streaming.

O painel contou com os co-criadores Aaron Ehasz e Justin Richmond, que estiveram junto com os dubladores Jack DeSena, Erik Todd Dellums, SashaRojen, Jesse Inocalla, Paula Burrows, Jason Simpson e Racquel Belmonte.

Confira todo o painel:

Os criadores da animação anunciaram, também, que o seriado ganhará um quadrinho cânone, intitulado The Dragon Prince: Through The Moon, que será lançado no dia 8 de outubro deste ano, nas bancas estadunidenses.

San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho.

SDCC 2020 | 6ª temporada de Fear the Walking Dead ganha teaser e data de estreia

Foi anunciado na San Diego Comic-Con um teaser da 6ª temporada de Fear the Walking Dead, e junto do teaser a data de estreia, que está prevista para 11 de outubro.

Confira o teaser abaixo:

O painel contou com os showrunners e produtores executivos Andrew Chambliss, Scott M. Gimple e Ian Goldberg, que estavam juntos com o elenco. Os atores presentes no painel são Lennie James, Colamn Domingo, Danay Garcia, Karen David, Jenna Elfman, Rubén Blades e Alycia Debnam-Carey, que comentaram sobre a nova temporada da série.

Veja o painel completo:

Fear the Walking Dead está disponível no canal AMC Brasil e no serviço de streaming Amazon Prime Video.

San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho.

SDCC20 | Helstrom tem primeiro teaser divulgado

A série da Marvel é original do Hulu.


Helstrom, a mais nova série da Marvel, que será produzida pelo Hulu, teve seu primeiro teaser divulgado. Veja abaixo:

Sinopse: Como filho e filha de um misterioso e poderoso assassino em série, Helstrom segue Daimon (Tom Austen) e Ana Helstrom (Sydney Lemmon), e sua dinâmica complicada, ao rastrear o pior da humanidade – cada um com suas próprias atitudes e habilidades”.

O painel de Helstrom contou com o showrunner Paul Zbyszewski e o elenco, que inclui Tom Austen, Sydney Lemmon, Elizabeth Marvel, Robert Wisdom, Ariana Guerra, June Carryl e Alan Uy.

O showrunner, ainda no começo do painel, disse que o real horror são os 8 minutos e 46 segundos, em que um policial branco ficou pressionando sua perna contra o pescoço de George Floyd, um homem negro, nos Estados Unidos. Ainda, citou outras vítimas do racismo, e fez um apelo para gerar uma mudança de pensamento, mesmo afirmando que “não era o mais qualificado para falar sobre o assunto”. As atrizes Ariana Guerra June Carryl e o ator Robert Wisdom, também passaram suas mensagens antes de iniciar completamente o painel.

“Você sabe que começou [o projeto] há alguns anos. Nós conversamos sobre como trazer um tom um pouco mais sombrio para o universo Marvel na TV, e explorar alguns dos personagens mais sombrios do lado do horror. Eu tinha alguns em mente e Helstrom foi um deles que eu gostei, e uma das coisa que eu gravitei era exatamente esse tipo original de uma história de família, sobre este irmão, irmã, esta mãe e este pai”, disse o também produtor executivo da série, Paul Zbyszewski.

Veja o painel com o elenco de Helstrom na íntegra:

A série terá 10 episódios em sua primeira temporada pelo Hulu e chega no dia 16 de outubro.

Paul Zbyszewski  é showrunner e produtor executivo da série, que terá ao seu lado o produtor Jeph Loeb. O elenco de Helstrom conta com Tom Austen (Daimon Helstrom), Sydney Lemmon (Ana Helstrom), Elizabeth Marvel (Victoria Helstrom), Robert Wisdom (Careteker), Ariana Guerra (Gabriella Rosetti), June Carryl (Dr Louise Hastings) e Alan Uy (Chris Yen).

San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho.