A redenção de Zack Snyder e o caminho até o Snyder Cut

Entenda o tortuoso caminho que o diretor teve até o Snyder Cut.


Não importa se você considera a Liga Da Justiça de Zack Snyder um filme único que coroa a visão única de um autor, ou um exercício de altruísmo de um cineasta para si mesmo e para seus fãs. Uma coisa é indiscutível: A trajetória desse filme até chegar ao seu lançamento é um evento nunca visto antes na história de Hollywood. É uma jornada de perda e redenção, de continuidade e persistência; uma prova de que nada deve ser visto de modo definitivo.

Exceto, pelo começo de nossa jornada.

Zack Snyder e sua ex-esposa Denise adotaram Autumn quando ela ainda era bebê,um pouco mais velha que o primeiro filho biológico do casal. Zack ainda teria mais quatro filhos com um futuro relacionamento, até se casar com Deborah, atual parceira e até produtora de todos os seus longas e com quem adotou mais duas crianças.

Nessa numerosa família de Snyder, Autumn se destacava por compartilhar gostos artísticos e planejava ser uma escritora de sucesso.
Mas em muitos textos que Autumn escrevia, transparecia o sofrimento que a jovem passava, que enfrentava uma depressão severa e estava em tratamento, com terapia e medicamentos.

Em março de 2017, na pré-produção de Liga da Justiça, algo que marcaria essa trajetória aconteceu: aos 20 anos, Autumn cometeu suicídio.

x5mINmMaI9DcFThwGBgg42NX_z6P_unBqdPiOz09w8A

De princípio, os Snyder se mantiveram a frente do filme e lutaram para tentar conseguir finalizá-lo, mas depois de três meses, Zack Snyder entregou o projeto e disse que não estaria mas a frente da produção.

A dor e a perda foram os principais motivos por trás da decisão de deixar o projeto, mas não o único. Àquela altura, o diretor já enfrentava crescente pressão por parte da Warner Bros. Pictures, em um processo de perda de confiança iniciado após o lançamento de Batman v Superman: A Origem da Justiça, em 2016.

zack-snyder-justice-league

De um lado, o desempenho aquém do esperado do filme nas bilheterias e as críticas negativas ao tom sombrio do filme proposto por Snyder ao Universo DC. De outro, o sucesso de público e crítica da concorrência, com um caráter leve e divertido dos filmes da Marvel Studios. E com o lançamento do inspirador Mulher-Maravilha (2017), de Patty Jenkins, tudo parecia indicar que aquele clima sombrio e violento de heróis havia perdido lugar.

A Warner estava determinada a virar o jogo com Liga Da Justiça, por isso escalou dois executivos — o produtor Jon Berg e o então chefe criativo da DC e criador da StargirlGeoff Johns — para “supervisionar” a produção. A tarefa deles era supervisionar Snyder para que o filme ganhasse um tom mais leve e divertido. Para isso, Johns trouxe Joss Whedon, responsável por The Avengers: Os Vingadores (2012) e Vingadores: Era de Ultron (2015), para escrever algumas cenas e diálogos.

skynews-joss-whedon-avengers_5268425

Snyder não se sentiu nenhum pouco intimidado. Abraçou a chegada de Whedon, a quem definiu como um “escritor talentoso”, e tentou o quanto pôde conciliar sua visão com as demandas do estúdio. Mas depois de apresentar o primeiro corte do filme, com cerca de 2h40, a situação azedou, com o CEO da Warner na época Kevin Tsujihara exigindo que a duração fosse reduzida para não mais que duas horas, e o novo co-roteirista tendo sua participação cada vez mais ampliada, chegando a palpitar na condução de refilmagens.

E quando a tragédia tinha chegado,aquele cabo de guerra havia perdido o sentido. Snyder abandonou o barco, e planejou se afastar por um ano para dar atenção a família, plano que durou quase dois anos.

Muito dos fãs insatisfeitos com o filme de Whedon, levantaram a hashtag #ReleaseTheSnyderCut. O movimento fez barulho com outdoors e campanhas de financiamento e chamou a atenção da Warner (sob nova direção), que fez uma proposta ao ex-contratado. Inicialmente, a ideia era disponibilizar aquele corte inicial com 2h40, mas Snyder bateu o pé até conseguir um orçamento de cerca de US$70 milhões para, enfim, concretizar o que havia planejado.

snyder-cut

Além dos fãs do diretor, o elenco do filme também comemorou, em especial Ray Fisher, intérprete do Ciborgue, crítico ferrenho não somente da versão que chegou aos cinemas do filme, mas ainda, de Whedon, a quem denunciou por comportamento abusivo no set. A atitude do ator incentivou outros a fazer o mesmo, como alguns de seus colegas, bem como as atrizes Charisma Carpenter, Michelle Trachtenberg e Amber Benson, que também sofreram nas mãos de Whedon quando trabalharam com ele na série Buffy, a Caça-Vampiros.

A Warner abriu uma investigação e anunciou que medidas haviam sido tomadas, sem oferecer outros detalhes. Whedon teve um contrato com a emissora HBO cancelado, além de se tornar uma persona non grata em Hollywood. Isso é muito longe de ser a resolução ideal, porém, Fisher pode se sentir redimido, já que o arco do seu personagem no Snyder Cut e disparado um dos melhores no filme.

Obviamente, é o cineasta quem mais deve se dar por satisfeito. Além de ter a sua ideia original colocada em tela, Snyder deu uma volta por cima nunca antes vista na história do cinema, tendo a sua maior vitória no campo pessoal. A ideia de superação e encerramento é resumida na frase que encerra o novo longa: “for Autumn”.

LXNH2K6ZVZFXTNC4SN3KSZCX4A

Como disse lá em cima, nada deve ser encarado de forma definitiva, o diretor pode ser um artista egocêntrico com tendência a retratar seus heróis e heroínas de uma forma nunca vista; ao mesmo tempo, é um profissional querido e respeitado, que cria ambientes de trabalho livres de abuso.

O Snyder Cut pode ser dito como algo épico, autoindulgente e principalmente uma vitória para os fãs e para Zack Snyder.

Com a direção de Zack Snyder, o elenco conta com Ben Affleck (Batman)Gal Gadot (Mulher-Maravilha)Henry Cavill (Superman)Ray Fisher (Cyborg)Ezra Miller (Flash)Jason Momoa (Aquaman)Amy Adams (Lois Lane) e Diane Lane (Martha Kent).

Liga da Justiça de Zack Snyder está disponível no HBO Max nos Estados Unidos. No Brasil, o filme pode ser alugado até abril por R$ 49,90 nas seguintes plataformas: Apple TV, Claro, Google Play, Looke, Microsoft, Playstation, Sky, Uol Play, Vivo e WatchBr.

Fique ligado no Critical Room para mais atualizações do Snyder Cut, seguindo nosso Instagram e se inscrevendo em nosso canal no YouTube.


Quer receber mais conteúdos como este? Nos ajude a manter o site sempre atualizado!

Uma vez
Mensal
Anualmente

Faça uma contribuição única

Faça uma contribuição mensal

Faça uma contribuição anual

Escolha um valor:

R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00
R$5,00
R$30,00
R$100,00

Ou insira uma quantia personalizada:

R$

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

Agradecemos sua contribuição.

ContribuirContribuirContribuir
Anúncios

Uma consideração sobre “A redenção de Zack Snyder e o caminho até o Snyder Cut”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s