Batman Day | Do pior ao melhor filme do Cavaleiro das Trevas

Dos quadrinhos para a televisão e da televisão para o cinema, o Batman já teve ótimos filmes e ruins também, sendo todos eles inesquecíveis sempre por um aspecto. De Tim Burton a Christopher Nolan, o Cavaleiro das Trevas já passou por diversas visões, além de atores como Adam West ou Christian Bale.

Para finalizar o Batman Day, nossa última lista irá elencar do pior ao melhor filme do Cruzado de Capa.


8. Batman & Robin 

Pra começo de conversa, não é o Robin e sim o Asa Noturna. Inesquecível por seus momentos inacreditáveis como os bat-mamilos ou o bat-cartão de crédito, além da grande coloração e infantilização do herói, Batman & Robin não poderia não ficar em último nessa lista, sendo o pior filme do Batman já feito, amargando também como um dos piores de heróis. Joel Schumacher dirige um filme besta, mas com uma proposta convincente e grandes vilões, que poderiam ser bem usados caso não fosse o roteiro totalmente tosco. Nada funciona, exceto o Alfred de Michael Gough, que sempre é tão simpático e aparece bem quando preciso. Um filme que não há como descrever de tamanha ruindade.

cropped-Batmangay

7. Batman Eternamente

Desculpe, Schumacher, mas pelo menos neste você fez melhor. Val Kilmer interpretou o Batman, e não foi ão esquecível quanto George Clooney. Carregando uma premissa interessante, e sabendo formular o enredo sem deixá-lo totalmente infantil, mas ainda colorido, Batman Eternamente é um filme fraco, mas não péssimo. Com Duas-Caras (Tommy Lee Jones) e o Charada (Jim Carrey) como inimigos, o filme consegue deixar tudo mais quadrinhos em questões visuais, mas mesmo assim, peca em sequências desnecessárias. Uma das coisas que salvou  o filme da total mediocridade, foi a atuação de Val Kilmer, Michael Gough como Alfred  e a origem do Robin (Chris O’Donnel). Bom, culpem a Warner por isso.

unnamed

6. Batman – O Homem Morcego

1966 foi o auge da carreira de Adam Westque permanece no coração dos fãs do Cavaleiro das Trevas desde então. Vindo do seriado que fez sucesso entre 1966 e 1968, o Batman ganhou seu primeiro filme em 1966, trazendo grande vilões do Batman no filme e atores como Cesar Romero e Burt Ward. A trama simples de salvar um comodoro em seu iate, a dupla dinâmica cai em uma armadilha de seus maiores vilões, Coringa, Charada, Pinguim e a Mulher-Gato.  A icônica cena da bomba e do bat-repelente de tubarão está no filme, e mesmo que essa última seja muito boba, é engraçada e ainda assim, para a época, é entendível a leveza que queriam trazer ao Batman e Robin.

batman-1966

5. Batman: O Retorno

Com o acerto do primeiro filme em 1989, sendo aclamado pela crítica e pelos fãs, Tim Burton volta para dirigir Batman: O Retorno, em 1992, com Michael Keaton reprisando o papel do protagonista. O enredo sombrio, com o clima noir de Gotham se casam perfeitamente, trazendo o Pinguim (Danny Devito) e sua origem sendo mostrada logo no começo do filme, assim como aconteceu com o Coringa (Jack Nicholson). Enquanto o Pinguim faz chantagens e salva o filho do prefeito, mesmo que ele tenha mandado um capanga sequestrá-lo, o povo de Gotham o reconhece como herói e Max Shreck (Christopher Walken) quer vê-lo sendo prefeito da cidade, para que seu plano de construir a usina seja concluído. O milionário não esperava que sua secretária, Selina Kyle (Michelle Pfeiffer) descobrisse sobre os planos, a jogando do prédio. Dali, nasce a Mulher-Gato, após ela ser lambida por vários gatos enquanto caída – um pouco ilusório, talvez. Batman frustra os planos de Pinguim, que se une a Mulher-Gato para derrubá-lo.

Batman-Returns

4. Batman 

Em 1989, após o Superman de Christopher Reeve ter estreado 11 anos antes e ter sido um grande sucesso, a Warner Bros. apostou em um filme do Batman e deu certo. Batman (1989), traz Michael Keaton como Bruce Wayne e Jack Nicholson como Coringa. O filme reimagina uma nova Gotham, um Batman mais sombrio e uma nova origem para o Coringa, que ainda é muito usada. Transformando o vilão antes em um gângster, Jack Napier vivia nas graças de seu chefe, mas uma emboscada na Axis Chemicals o faz se encontrar com Batman, e posteriormente, cair em um tanque de ácido, se transformando no Coringa. O filme que se desenrola com os maiores inimigos batalhando um contra o outro, revela que Jack criou o Batman antes mesmo do herói ter criado o Coringa. Jack Napier havia matado os Wayne, assim nascendo o mito do Morcego, que se tornou realidade para os criminosos. Conseguindo salvar a repórter Vicky Vale, o Coringa tem seus planos interrompidos após cair da Catedral de Gotham e morrer. Batman ainda é um dos grandes filmes de heróis já feitos, que serviu de inspiração para a criação da série animada do Batman. Vale ressaltar ainda a bela trilha sonora composta por Danny Elfman, sendo uma das mais marcantes do personagem.

batman-1989-de-tim-burton-tem-exibicao-dia-21-de-outubro-as-20h-1412271255650_1200x781

3. Batman Begins 

Depois do fracasso dos filmes de Joel Schumacher, a Warner congelou o Batman, mas nos anos 2000, recebeu um grande roteiro de David S. Goyer, e que nunca imaginaria que seria a melhor trilogia de filmes de super-heróis já feitos. Com o diretor em ascensão Christopher Nolan assumindo o filme, e também escolhendo para o papel Christian Bale, que estava sendo ainda mais reconhecido mundialmente, o novo filme Batman Begins é colocado em prática e lançado em 2005. Misturando muitos quadrinhos do herói, e mostrando sua tragédia, treinamento e ascensão ao manto e guardião de Gotham, o mais novo longa do Batman foi um sucesso internacionalmente, conquistando os fãs até hoje, tanto pela história e visual, quanto pela trilha sonora e cenas marcantes. Bruce retorna a Gotham após longos anos treinando, e encontra um sistema corrupto e falido, controlado por Carmine Falcone (Tom Wilkinson). Ao investigar ainda mais sobre as drogas que Falcone traficava, ele se depara com o Espantalho (Cillian Murphy), que usa um gás que ativa os medos da pessoa. Além de tentar derrubar a máfia, Bruce tenta manter seu bom relacionamento com Alfred (Michael Caine) e seu amor por Rachel (Katie Holmes). Caçado também pela polícia, mas tendo um voto de confiança do capitão James Gordon (Gary Oldman), seu trabalho é salvar Gotham da destruição causada por Ra’s Al Ghul (Liam Neeson), seu mentor.

BatmanBegins01

2. Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge

O último filme com Christian Bale no papel, que fecha com chave de ouro uma trilogia incrível, Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, lançado em 2012, traz o desfecho que o herói merecia. A construção de uma narrativa mais focada em Bruce Wayne após se aposentar do capuz, faz o filme ser muito especial por carregar mensagens positivas por trás de grandes cenas. A história começa com um sequestro de avião, praticado por Bane (Tom Hardy) e seus mercenários, que garantem um físico nuclear para seu plano. Em tempos de paz, Bruce Wayne está entocado em sua mansão, não sendo visto por Gotham há mais de 8 anos, assim como o Batman. Com o roubo de suas digitais por Selina Kyle (Anne Hathaway), probelmas virão para o bilionário, que volta a ativa após Bane e seus capangas conseguirem roubar a bolsa de valores. Toda a polícia caça o Batman pela cidade, sem nem mesmo ter a permissão de Gordon, que estava internado no hospital de Gotham após descobrir o esconderijo de Bane. Referências de quadrinhos não faltam, como quando Bane quebra a coluna de Batman. Isolado em uma prisão longe da civilização, o Batman precisa ressurgir antes que sua cidade seja destruída.

f489e5b663f5c16f76a7bdb8cac8bb17-700

1. Batman: O Cavaleiro das Trevas

Cenas marcantes, premissa incrível e atuações impecáveis fazem de Batman: O Cavaleiro das Trevas, o melhor filme do herói, e com certeza, o melhor de heróis já feito desde então. Tendo levado ainda um Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, garantido por Heath Ledger por ter interpretado o Coringa, o segundo filme da trilogia é tão obscuro em sua história quanto o próprio quadrinho de Frank Miller de mesmo nome. Um novo inimigo toma a cidade, o Coringa, aterrorizando e matando muitos para chamar a atenção do Batman. Enquanto Bruce Gordon investigam sobre o Palhaço, o promotor Harvey Dent se une aos dois para derrubar a máfia. Bruce precisa se conformar com o namoro do promotor com sua melhor amiga, Rachel Dawes (Maggie Gyllenhaal), e ainda lidar com a pressão sobre o mesmo, após a morte do tenente Gordon e a entrega de Harvey Dent à polícia após revelar que era o Batman. Com muita confusão, Coringa tenta acabar com Dent no camburão em que ele é levado, mas Batman salva sua pele, ou melhor, Gordon salva o Batman. Mesmo preso, o Coringa trama e rapta Harvey e Rachel, fazendo Batman escolher qual amigo iria salvar. Com a explosão e o rosto molhado por gasolina, Dent vira o Duas-Caras e ambos, Batman e ele, precisam conviver com a morte de Rachel. O plano do Coringa finalmente vingou, transformando o Cavaleiro Branco de Gotham em um grande vilão, que se corrompeu pela sociedade e suas consequências sofridas na vida.

590862


Concorda com a lista? Nossa finalização do Batman Day é com este artigo de seus filmes. Ainda importante, mesmo que sombrio, o Batman é um dos heróis que molda uma sociedade justa, e que persiste sempre em suas lutas e motiva a cada um de nós a ficar de pé, ainda que os tempos sejam sombrios e cheios de incertezas.

IckyLavishCrocodile-small

Confira o especial Batman Day no site e no canal do Critical Room no YouTube:

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s