SDCC20 | Quadrinistas e escritoras discutem legado da Batgirl nas HQ’s

Com direito a Bryan Q. Miller, a discussão abordou todas as Batgirls desde então.


Um dos painéis que aconteceu na quinta-feira (23), com menos destaque que outros, foi Batgirls!, assim nomeado, para poder abordar a heroína das bandas desenhadas da DC Comics. Com convidados especiais, incluindo o quadrinista Bryan Q. Miller, que escreveu Batgirl Vol 1, focado em Stephanie Brown, Nancy Kiu, produtora da série Batwoman, Sarah Kuhn, autora de Shadow of the Batgirl, graphic novel focada em Cassandra Cain, Marieke Nijkampautora do livro The Oracle Code, contando sobre Barbara Gordon como OráculoCecil Castellucci, que escreve a série da Batgirl de Barbara Gordon no período do DC Rebirth, e por fim, a Dra Andrea Letamendi, do podcast Arkham Sessions, que aprofunda na psicologia do Batman e seu universo.

Todos, tiveram um grande debate e mostraram sua visão sobre a personagem que escrevem, e o porquê gostam da heroína. Os escritores desenvolveram uma conversa, colocando à frente o legado da Batgirl para a atualidade e para os quadrinhos.

“Eu amo a Batgirl (Barbara Gordon), provavelmente por causa que, quando eu era uma jovem menina e a vi na televisão na série com Adam West, ela era a garota e isso era tão empolgante de ver. Era uma garota que eu poderia relacionar com um dos heróis. Mas, uma das coisas que eu mais acho extraordinárias sobre Barbara Gordon é sua resiliência. Ela consegue lidar com questões que surgem, e tem uma grande capacidade de crescimento e mudança”, disse a roteirista Cecil Castellucci.

Divulgação/DC Comics
Capa de Batgirl #50, que terá o roteiro de Cecil Castellucci.

O quadrinista Bryan Q. Miller comentou sobre a Batgirl de Stephanie Brown, falando sobre o desafio que ela teve de enfrentar:

“Quando ela pegou o capuz, ela tinha experimentado uma grave falta de controle e também era muito impulsiva, chegando a causar uma guerra de gangues que destruiu Gotham, e então ela acabou “morta”, vivendo na África por um tempo”.

Nancy Kiu, que falou sobre a Batwoman de Kate Kane, confirmou que ainda estará na produção da série para a segunda temporada, que terá uma nova personagem no manto.

“Para Kate, você sabe que ela nasceu de um trauma em nosso programa. Ela perdeu sua irmã e mãe num terrível acidente de carro, nas mãos do Batman e do Coringa. Ela sempre se questionou se fez o suficiente, se poderia ter salvado sua irmã naquele dia, o que poderia ter feito e, de certa forma, sua personagem foi fugindo de Gotham e para longe de lidar com essa coisas. Em nosso piloto, trazendo-a de volta para Gotham e percebendo que sua irmã está viva, isso força Kate a quase perder o controle, de uma maneira de ter que finalmente lidar com essas coisas que ela tem reprimido”, falou a produtora.

San Diego Comic-Con @Home acontece do dia 22 ao dia 26 de julho.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s