Morre Dennis O’Neil, lendário escritor do Batman e do Lanterna Verde

O lendário escritor do Batman dos anos 70, Lanterna Verde e Arqueiro Verde, Dennis O’Neil, morreu hoje aos 81 anos, nos Estados Unidos.

O’Neil remodelou muitos personagens, criou e revitalizou a DC Comics nos quadrinhos. Foi ele quem deu o início a “Era de Bronze”. Ele também criou o primeiro herói afro-americano da DC, o Lanterna Verde John Stewart. O’Neil também fez a história Lanterna Verde/Arqueiro Verde, renovando os dois personagens e trazendo eles para uma geração de novos leitores, usando temas sociais e políticos em suas histórias. O Arqueiro Verde é conhecido até hoje como um dos heróis que apoiam a política abertamente. Em um episódio da série animada da Liga da Justiça Sem Limites ele declara isso.

Com muitos trabalhos ao lado do desenhista Neal Adams, O’Neil ganhou muita fama por ter estado à frente do Batman nos anos 70. Ao lado se Irv Novick, ele criou o Asilo Arkham, prisão para os mais insanos de Gotham. Também fez o Ricardito, pupilo do Arqueiro Verde, passar por sua pior fase, aderindo as drogas. Também escreveu histórias do Questão, Shazam, Superman e de muitos outros personagens.

Pode-se dizer que O’Neil contribuiu muito para transformar o Batman no que ele é hoje, dando toques sombrios para o Cavaleiro das Trevas. Uma das grandes histórias dele foi O Homem que Cai, que relata o início de Bruce Wayne desde o assassinato de seus pais até os treinamentos. A HQ serviu de base para Batman Begins.Já esteve envolvido até na série animada do Batman.

O roteirista é responsável por um dos momentos mais dramáticos da vida de Tony Stark também, tendo escrito a fase em que ele luta contra o alcoolismo e é substituído por James Rhodes na pele de Homem de Ferro. Assinou também histórias do Homem-Aranha e Demolidor.

No Twitter, Jim Lee lamentou a morte do escritor, e disse que era seu escritor favorito do Lanterna Verde.

Infelizmente, ele faleceu hoje de causas naturais, aos 81 anos. O mundo dos quadrinhos jamais esquecerá as grandes obras produzidas por ele, e sua dedicação exclusiva ao que ele tanto amava, os super-heróis.

Obrigado, Dennis O’Neil!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s