Crítica: Sonic (2020)

Aviso: Crítica sem spoilers!


Sonic estreou na última quinta-feira (13), com reações positivas. O filme é bem cômico e divertido, e contêm várias referências. Eles pegaram bem o carisma do Sonic e sua personalidade “rápida”. Sua interação com os demais personagens é bem fluida e divertida. Recomendo pra quem e fã do personagem.

A atuação de Jim Carrey como doutor Eggman também não decepcionou. O ator trouxe uma atuação engraçada e divertida como o cientista maluco. Sua atuação como Eggman foi algo nostálgico e legal de se ver.

Ben Schwartz teve uma ótima atuação como Sonic, por mais que tenha sido apenas na voz, ele conseguiu transmitir a personalidade divertida e espontânea do nosso favorito personagem dos games.

Referências do filme:

Assim como foi visto no trailer, o mundo de Sonic foi umas das coisas mais fiéis aos jogos e animações. O cenário era tão incrível e lindo de ser visto no cinema, que era como se estivéssemos dentro de seu mundo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outra referência muito bacana que tivemos, foi o Sonic lendo o gibi do Flash de forma rápida. Quem melhor do que herói da DC para servir de inspiração para nosso amiguinho azul?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Visual do Sonic:

Devemos bater palmas para os produtores do filme pela gentileza e carinho, por ouvir as reclamações do fãs devido ao visual anterior do personagem. Eles decidiram arriscar, e mudaram o visual do Sonic com tão pouco de tempo que tinham. Sem falar que o filme já estava pronto, mas mesmo assim o fizeram, e saiu perfeito.

Rebuscaram seu visual totalmente dos games, excluindo uma tentativa de deixá-lo parecer mais real. A reclamação de seu visual no trailer foi o estopim para que mudassem. É uma das únicas vezes que um diretor escuta a opinião dos fãs, corrigindo assim, sua caricatura no mesmo trailer semanas depois.

O CGI e os efeitos especiais estavam ótimos e bem fluidos. Sua interação com os atores reais era quase realista. Não foi nada tão estranho assim como vimos em Pica-Pau (2017).


Veredito

Sonic é um filme cômico, vivo e divertido. É um longa com o objetivo de levar os fãs para momentos nostálgicos, com cenas divertidas e cômicas. O filme contêm duas cenas pós-créditos super legais e nostálgicas… na verdade, o filme todo é assim.

10/10.