Crítica: Tu Hijo (2018)

Alerta: SPOILERS! Desça e leia por sua conta e risco.



O filme mostra o cirurgião Jaime Jiménez (José Coronado) que teve seu filho Marcos (Pol Monen), espancado por um grupo de garotos, depois de saírem de uma boate. Sem saber o motivo, Jaime vai atrás dos garotos e decide fazer justiça com as próprias mãos, ignorando qualquer limite da lei.

O longa de produção espanhola tentou fazer um suspense/drama, mostrando o quão afetado um pai ficou, após saber que seu filho apanhou de alguns rapazes e acabou no hospital. O filme falha miseravelmente nisso, pois é muito parado, não tendo uma trilha sonora e nem mesmo a atuação de José segurou o longa.

Já vi muitos outros filmes espanhóis excelentes como o ‘Um Contratempo’, que é incrível e também conta com a atuação de José, que foi espetacular

Mas como eu disse, ”Tu Hijo” parece ter sido um filme feito às pressas, pois teve muita coisa sem explicação que era necessário ter no filme, que sem isso, fez com que o filme perdesse a qualidade e caísse de produção.

Ele acaba sendo enjoativo, esse é um filme para você assistir e pegar no sono. Em controvérsias, há gente que gosta, porém, na minha opinião, o filme é bem fraco.

A trilha sonora é cansada, e por vezes mal colocada. Nas partes que fez-se necessidade, na qual deveria ter aquela trilha tensa, não teve, e acabou sendo uma cena chata.

Tem bem possui algumas cenas aleatórias que só estão presentes no filme, não tem explicação nenhuma e não faz nenhuma sentido. Parece que foi colocada no enredo para agregar mais tempo ao filme.

Porém, o filme tem seus pontos altos. A atuação de José Jiménez é muito boa, mas não excelente. Ele conseguiu fazer um ótimo papel, entretanto não segurou o filme inteiro.

A atuação de Ester Expósito também é muito boa mesmo sem aparecer muito, ela faz a personagem Andrea, a ex- namorada de Marcos.

O 3° ato é revelador e te faz pensar muito nas coisas que acontecem durante o filme, o que é nítido se reparar bem nos diálogos. Mas, mesmo assim o final não me agradou, pois faltava mais ”emoção” na cena; sem contar que o final do filme dá até raiva.

Quando o filme termina e você começa a pensar no filme, colocando-se no lugar dos personagens, você sente toda a agonia, mas ainda assim, não o faz ser bom.


Veredito

O filme poderia ser melhor, com mais duração e mais explicação. E poderia ter um desenrolar melhor, com uma boa trilha sonora, o que faltou no filme. Mas essa é a minha opinião e recomendo você a tirar suas próprias conclusões.

3/10.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s